Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Europa queixa-se dos preços baixos dos biocombustíveis argentinos e indonésios


  • O Conselho Europeu de Produtores  de Biodisel apresentou queixa formal contra a Argentina e a Indonésia por estes países estarem a inundar o mercado europeu de biocombustível demasiado barato, provocando assim a falência de muitas empresas europeias. ReutersCaso idêntico já acontecera em relação ao etanol importado dos EUA. Parece que sai mais barato importar biocombustíveis do que cultivar as matérias primas e processá-las na Europa... E pensar que foi esta gente que inventou o capitalismo da livre concorrência!
  • A justiça obrigou o governo dinamarquês a indemnizar por prisão injustificada os 4 ativistas da Greenpeace que protestaram pacificamente na cimeira do clima de 2009, em Copenhagen, apelando aos líderes políticos para tomarem medidas concretas contra o aquecimento global. Fizeram-no através de cartazes que diziam: “Os Políticos falam, os líderes agem”. Greenpeace Espanha.
  • 24 crianças chinesas entre os 6 e os 8 anos de idade terão alegadamente sido utilizadas como cobais em testes de ingestão do arroz dourado, transgénico, num projeto apoiado pelo ministério da Agricultura dos EUA, alerta a Greenpeace alemã.
  • Explosão de gás em mina de carvão de Panzhihua, no sudoeste da China, mata 19. BBC.
  • O governador de Sabah, um estado da parte malásia de Borneo, recebe milhões em subornos por licenças a madeireiras para abaterem madeira em zonas protegidas, denuncia a organização anti-corrupção MACC, citada pela Salva La Selva. O dinheiro que recebe é alegadamente lavado na Suíça, no banco UBS.
  • Virus de rato mata 2 turistas no parque nacional de Yosemite. Alerta foi lançado a cerca de 2 mil turistas que visitaram o parque recentemente.
  • Pode usar-se uma garrafa de plástico para separar a gema da clara de um ovo? Se não acredita, veja este clip (1:43).
Share:

Reflexão – agricultor desmonta embuste dos gigantes dos transgênicos

Will Allen, agricultor há mais de 40 anos, desmonta a propaganda das grandes corporações contra a lei de rotulagem de produtos alimentares que contêm transgénicos: 
(1) as grandes companhias que injetaram 25 milhões de dólares contra a aprovação da Proposition 37 estão ligadas à biotecnologia e aos químicos, e o seu único objetivo é o lucro e não a proteção dos consumidores ou dos agricultores; 
(2) se um agricultor quiser semear algodão, milho, soja ou colza só o pode fazer comprando sementes transgénicas, uma vez que os gigantes dos transgénicos dominam 90% do mercado; muitos agricultores foram processados e acusados de roubo de patentes de sementes transgénicas quando de facto as suas culturas foram contaminadas por sementes e pólen de culturas transgénicas espalhadas pelo vento; eles não roubaram sementes nem patentes, eles foram vítimas de trespasse, de invasão de propriedade e, por isso, têm tentado fazer aprovar leis que os defendam da invasão de sementes transgénicas; 
(3) são tretas as garantias dadas pelo ministério da Agricultura dos EUA de que os produtos alimentares transgénicos são seguros e que não precisam de rótulo; o próprio ministério já admitiu que essas garantias se baseiam em testes levados a cabo não por entidades independentes mas pelas próprias corporações que lideram o mercado dos transgénicos; o consenso científico mundial diz que os transgénicos não são seguros e, por isso mais de 40 países exigem a sua rotulagem e alguns até os proibem por comprovadamente serem maus, por exemplo, para o fígado e para os rins e contribuirem para a obesidade;  se as gigantes das biotecnologias  não se cansam de propagandear que os seus produtos vão eliminar a fome, reduzir a aplicação de pesticidas e de fertilizante químico, aumentar a tolerância à seca e a produção, então por que razão acham que rotular uma embalagem que contém transgénico vai confundir o consumidor? se estão assim tão seguros do seu sucesso, se realmente acreditam que os seus produtos são melhores, por que têm medo de os rotular? o que a realidade tem mostrado é que o cultivo de transgénicos tem aumentado a necessidade da aplicação de cada vez mais pesticidas, tem aumentado o aparecimento de parasitas cada vez mais resistentes aos químicos aplicados, para não falar do endurecimento das plantas do trigo e do algodão transgénicos a tal ponto que chegam a furar os  pneus dos tratores. 
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (13)

“É aos montes que a sardinha é apanhada por essa costa para enriquecer meia dúzia de felizes. Daqui a meio século não há uma escama nas nossas águas fertilíssimas. O planalto que se estende até algumas milhas da costa, e que foi revolvido pelos vapores de arrasto, matando a criação e reduzindo à pobreza os pescadores primitivos, é agora explorado pela indústria por todos os processos e feitios. Sardinha – sardinha – sardinha...”
Share:

Bico calado

  • 33 maneiras de nos alimentarmos sustentavelmente, por Laura Newcomer in TIMEApesar de algo redundante para, aparentemente, fazer aumentar o númerode itens na lista, merece ser lido.
  • A Altri registou, nos primeiros seis meses deste ano, um resultado líquido de 22,2 milhões de euros, mais 25% do que no período homólogo de 2011, informa o Jornal de Negócios.
  • A venda de armas americanas triplicou em 2011, atingindo o recorde de 66,3 biliões de dólares, informa um relatório do Congresso citado pela Press TVE foi para isto que Obama recebeu o Prémio Nobel da Paz?
Share:

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Urogalo esquecido pela UE


Share:

Reflexão

A Monsanto está contra a inserção de informação sobre transgénicos nos rótulos dos seus produtos vendidos nos EUA, mas não se opõe à inclusão dessa informação nos seus produtos vendidos no Reino Unido.
Então porque gasta a Monsanto tanto dinheiro a pressionar senadores e congressitas nos EUA para que estes reprovem o rotulagem dos produtos transgénicos? Theodora Filis esclarece(1) Sendo o milho, a soja, a beterraba, o algodão transgénico processado em adoçantes, gorduras e outros aditivos já existentes na cadeia alimentar norte-americana, rotular os alimentos transgénicos nos EUA exigiria a venda de 80% de protutos orgânicos por parte dos supermercados. Se a Proposition 37 for aprovada na Califórnia a indústria alimentar será obrigada a rotular os seus produtos a nível nacional, o que faria os consumidores exigir alimentos livres de transgénicos, os agricultores a exigir sementes livres de transgéncios, o que prejudicaria o negócio das 6 gigantes das biotecnologias, dos pesticidas e das sementes transgénicas - Monsanto, BASF, Bayer, Dupont, Dow Chemical Company e Syngenta; (2) Os transgénicos aumentam os lucros da indústria dos pesticidas. Como 90% das culturas transgénicas no mercado estão manipuladas para incluir um pesticida ou sobreviver inundadas de herbicidas, a aplicação de herbicidas aumentou substancialmente, contribuindo para a contaminação dos solos, das águas e do ar; (3) Não é por acaso que a Fundação Gates atribuiu 10 milhões de dólares a investigadores britânicos do John Innes Center: Gates tem mais de 500 mil ações aplicadas nas sementes transgénicas de milho, trigo e arroz da Monsanto!
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (12)

"Em alguns pontos, como em Olhão, por exemplo, a sardinha é um jogo apaixonado. Enriquece e arruina, compra-se a prazo, e vende-se às vezes mais barato do que custa, quando o fabricante se vê obrigado a lançá-la ao mercado. Nenhum peixe dá mais dinheiro e poucos têm mais préstimo. Ocupa o terceiro lugar na escala da alimentação e está muitos furos acima do bacalhau, o fiel amigo."
Share:

Bico calado

  • Em 20 julho 2007 Paulo Portas desancava em Sócrates sobre os preços dos combustíveis. E agora?
  • O direito ao delírio, por Eduardo Galeano, dito pelo autor. Youtube (7:32)
Share:

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

E se a água for paga à EDP?


  • Em Espinho, quando o munícipe paga a sua fatura de água sabe a quem está a pagar? Diz quem sabe, que quem cobra a água é a EDP, que emite as faturas, controla os débitos e entrega as cobranças à Câmara mediante uma comissão. O esquema já vem do tempo de José Mota. Diz-se que é para pagar uma dívida do tempo de Lito Gomes de Almeida.
  • Câmaras unem-se para poupar na recolha de lixo. As câmaras de Estarreja (PSD/CDS-PP) e Águeda (PS) adjudicaram em conjunto à firma Luságua a recolha de lixo durante cinco anos. Lusa/Porto Canal. Dizem que poupam dinheiro, mas a recolha passará de diária para trissemanal, e a frequência de lavagem de contentores passará de mensal para trimestral.
  • Tal como em 1950 diziam que os cigarros não faziam mal, e em 1971 que o DDT era seguro, e em 1980 que o agente laranja era inócuo, também agora a Monsanto quer fazer querer que os transgénicos são seguros e inofensivos. Se assim é, por que razão está contra a inserção de informação, no rótulo das embalagens dos seus produtos, da existência de transgénicos? Um anúncio de 30 segundos desmonta, de forma curta, simples e clara, toda a manipulação da Monsanto.
  • Os investimentos em centrais de dessalinização triplicarão nos próximos 5 anos, prevê a Global Water Intelligence, citada pela Bloomberg. Tudo porque a água está a tornar-se um bem cada vez mais escasso e a tecnologia da osmose avançada já provou ser muito mais eficiente em termos energéticos. Um dólar é quanto custa um metro cúbico de água dessalinizada pela osmose invertida, dez vezes mais do que o tratamento da água normal. Não admira, pois, que empresas como a Dow Chemical Co., a Veolia, a General Electric Co.,  a Acciona e a Degremont já liderem um mercado com tendências para se expandir.
  • A província argentina de Chubut prepara un plano para a captura ou eliminação de gaivotas que atacam a baleia-franca austral, um dos principais atrativos turísticos da península Valdés, zona declarada Património da Humanidade, no sul do país. La Informacion.
Share:

Reflexão

Palestra de Pam Warhurst (13:00) sobre o poder das pequenas comunidades se organizarem na gestão de hortas.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (11)

“Pescam nas nossas águas os galeões espanhóis, os navios ingleses e franceses; e as criminosas traineiras, depois de exterminarem o peixe na costa da Galiza e na baía de Vigo, onde ele entrava em inesgotáveis cardumes, espalhando-se pelos braços da ria, matam-no a dinamite e a carboneto, de Peniche até Leixões e mais para o norte ainda. De dia, de noite, rapam-na os pescadores do fundo do mar. Juntam-se os poveiros, os matosinheiros, os cagaréus, os do norte e os do sul, os algarvios, os dos grandes aparelhos aperfeiçoados e os dos aparelhos primitivos, e todos os dias alastram os areais de peixe vivo, que se vende fresco, salgado, em latas e barricas, que se consome no país ou se exporta para o estrangeiro.”
Share:

Bico calado

  • “O DIÁRIO DE NOTÍCIAS cometeu a ousadia de perguntar ao gabinete de Pedro Passos Coelho se o senhor primeiro-ministro se dera ao cuidado de pedir factura do aluguer da sua casa no Algarve. Visto que o aluguer sazonal de habitações de Verão é uma das formas habituais de fuga ao fisco, o DN achou a pergunta pertinente. Mas Pedro Passos Coelho considerou-a uma evidente violação do foro privado, porque não estão em causa dinheiros públicos. Da próxima vez que um inspector das finanças lhe perguntar se negociou as obras de casa ou o arranjo do carro sem factura e sem IVA já sabe o que deve responder.” Sábado, 23ag2012
  • “Boa noite! António José Seguro diz que a intenção do governo em privatizar a RTP, serve interesses privados!” José Rodrigues dos Santos no telejornal da RTP1 de domingo 26 de agosto de 2012. Bravo, pá. Já sei por que é que tens tanto sucesso com os teus romances.
  • Candidato republicano Romney visita mina de carvão. Patronato obriga mineiros a recebê-lo durante o seu turno mas não lhes paga o tempo da fotografia. Onde é que eu já vi este filme?
Share:

terça-feira, 28 de agosto de 2012

O que acontece quando se pintam pombos?


  • Dois campos de testes de batatas transgénicas, da responsabilidade da universidade de Wageningen, foram destruídos em Lelystad e Valthermond, na Holanda.  Plant Research International.
  • O campo de testes de batata transgénica em Wetteren, Bruxelas, foi considerado ilegal pelo tribunal de Gand. Greenpeace.
  • O que acontece quando se pintam pombos? Propagandeia-se uma bienal de arquitetura, com a ajuda dos defensores dos direitos dos animais, conta o Guardian.
  • A era do plástico vai levar ao suicídio da espécie humana, alerta Charles J. Moore. Tudo porque a Ilha de Plástico do Oceano Pacífico, uma área de mais de 690 mil km2, entre a América do Norte e a Ásia, composta por pedaços de plástico de várias dimensões que flutuam à deriva e que matam anualmente mais de um milhão de aves e espécies marinhas, não é única. Tem uma irmã no Atlântico. iOnline.
  • O Brazil está a promover mais de 500 projetos na bacia do Amazonas. Para os alimentar pretende avançar com uma estrada no coração do Parque Nacional do Isiboro Sécure, do Brasil ao Chile, cortando a Bolívia. Os Tipnis, que lá vivem, estão contra. Dizem que atrás da estrada vêm os madeireiros sem escrúpulos, as mineradoras e outras indústrias que vão destruir o seu modo de vida. Entretanto, Evo Morales enviou mil soldados para manter a ordem na zona. Chama-lhes Regimento Ecológico!
Share:

Reflexão: As mentiras da Monsanto contra a rotulagem dos alimentos transgénicos

Reflexão: As mentiras da Monsanto contra a rotulagem dos alimentos transgénicos, por Michelle Simon in  Appetite for Profit. Tradução sumariada por OLima.
A Monsanto está contra a Proposition 37, que imporia a obrigatoriedade de rotulagem dos alimentos transgénicos na Califórnia. Para tal injetou 4,2 milhões de dólares para pressionar o senado e o congresso norte-americano a vetar essa lei, baseando-se em 10 falácias: (1) a lei não obriga a colocação de alerta, apenas informação sobre a manipulação genética do produto; (2) é falso que a segurança e os benefícios dos transgénicos estejam garantidos, uma vez que não só a Monsanto não fornece provas disso, como isso tem sido constantemente negado e provado por estudos independentes, sem esquecer que a próprio governo dos EUA não exige estudos de segurança aos alimentos transgénicos; (3) o facto da Associação Médica Americana ter descartado a obrigatoriedade da referência de ingredientes transgénicos nos alimentos contradiz a sua opinião de se realizar estudos obrigatórios antes dos transgénicos serem colocados no mercado;  (4) as empresas de alimentação podem muito bem escolher comercializar alimentos transgénicos, mas os consumidores não têm esse poder de escolha se a informação sobre a existência de transgénicos não constar da informação inserida no rótulo das embalagens; (5) a ideia de que incluir informação sobre transgénicos nas embalagens dos produtos tornaria tudo mais confuso para os consumidores foi desenvolvida durante 20 anos, tendo começado com o vice-presidente Dan Quayle, continuado com Bush, que foi apoiado por assessores governamentais saídos das fileiras da Monsanto; (6) longe de limitar o poder de escolha dos consumidores, a rotulagem aumenta a transparência, alargando assim o seu poder de escolha; (7) os adversários da rotulagem não pertencem a grupos de ativistas contra os transgénicos; de facto, é cada vez mais o número de agricultores e produtores que apoiam a rotulagem; (8) a Monsanto não pode criticar a campanha pela rotulagem de esconder objetivos pouco claros porque a própria Monsanto omite e esconde os resultados dos testes que faz ou diz fazer; (9) se há alguém em colisão com as principais associações de saúde é a Monsanto; (10) a Monsanto acusa os defensores da Proposition 37 de estarem a fazer um frete a uma minoria de interesses à custa da maioria dos consumidores, mas sondagens recentes mostram que apenas um terço dos consumidores está contra a rotulagem. 
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (10)

“Se houvesse justiça no planeta, eu já tinha sido nomeado governador deste castelo, onde vivem três veteranos que de velhos criaram musgo – ou pelo menos faroleiro. Como sou um contemplativo, o lugar convinha-me perfeitamente. Os homens devem ser felizes diante deste espectáculo sempre igual e sempre renovado. De Inverno nenhum barco atraca às Berlengas. Só e Deus no mais belo sítio da costa portuguesa!”
Share:

Bico calado

  • Portugal desde 1974. Youtube (2:56)
  • “O povo gosta de festas e, por isso, um ou mais festeiros não abdicam de algumas horas de glória por dinheiro nenhum deste mundo. Muito pelo contrário, em nome dessa vaidade não olham a custos para levarem adiante o que pretendem e serem olhados como heróis. Ó vã glória em ser grande tão pouco tempo.” Padre José Luís Rodrigues in Os santos e os arraiais religiosos, DNMadeira
Share:

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Gijón pede para pouparem água

  • Praia: Caravela queima menino, grita o Correio da ManhãSó quem nunca viu de perto uma água viva é que poderá escrever um título miserável como este.
  • A Empresa Municipal de Aguas de Gijón apela à redução de água em 10 litros diários por habitante. La informacion.
Share:

Reflexão: Bayer, uma estória que faz pensar

(1) Fundada em 1863, vende ácido acetilsalicílico como aspirina em 1899 e, a partir de 1900 e durante décadas, vende heroina em todo o mundo como remédio para a tosse infantil; (2) durante a Primeira Guerra Mundial produz gás de cloro, com efeitos tenebrosos nas trincheiras; (3) em 1925 associa-se à IG Farben, tendo subsidiado a campanha eleitoral de Hitler e produzido todos os explosivos para o exército alemão; (4) a IG Farben usa trabalho escravo de 83 mil prisioneiros em fábricas, minas e campos de concentração, pagando 100 mil marcos por ano às SS para garantir trabalho escravo sempre renovado; (5) a IG Farben fabrica e fornece o Zyklon B, um pesticida à base de cianeto, às SS para eliminar mais de um milhão de prisioneiros nos campos de concentração de Auschwitz-Birkenau e Majdanek; (6) a Bayer utiliza prisioneiros nos campos de concentração para experiências com produtos farmacêuticos, tendo, de uma vez, sido registada a morte de 150 mulheres após uma dessas experiências; (7) “Estas empresas são os principais criminosos de guerra. Se a culpa destes criminosos não for revelada e punida, eles serão uma ameaça muito maior para a futura paz no mundo do que se Hitler fosse vivo” conclui o Tribunal de Nuremberga em 1946; (8) apesar de o Tribunal de Nuremberga ter acusado 24 diretores e executivos da IG Farben dos crimes cometidos contra a humanidade, apenas 13 são presos e mesmo alguns destes, em 1952, já aparecem como diretores da Bayer, da Hoechst e da BASF, todas criadas a partir das cinzas da IG Farben, tendo o sinistro Ter Meer sido diretor da Bayer de 1956 a 1964; (9) só mais de 50 anos depois da Segunda Guerra Mundial, após muitos protestos e pressões internacionais, é que a Bayer indemniza os prisioneiros escravos sobreviventes; (10) em meados dos anos 1980s a Bayer produz e vende o Factor VIII, um concentrado para tratar a hemofilia que está infetado com o HIV e que contamina e mata, só nos EUA, milhares de hemofílicos; apesar disso, depois de 1984 a Bayer continua a produzir e a vender o produto para a Ásia e a América Latina, sendo o escândalo revelado apenas em 2003 pelo New York Times; (11) nos anos 1990s, o anbiótico Ciproxin é aplicado em centenas de pacientes que foram operados mas os médicos não são informados de que o antibiótico reagia mal com outros remédios; (12) a Bayer recolhe a Baycol/Lipobay, um remédio anti-colesterol responsável por 100 mortes e cerca de 2 mil casos graves de saúde; (13) em 2001, a Bayer compra a rival francesa Aventis, que entretanto tinha absorvido a Hoechst, e, em 2002, cria a Bayer CropScience, para a produção de agroquímicos e transgénicos; (14) a Bayer é a responsável, na Europa, pela maior parte dos testes dos seus transgénicos “Liberty Link” e do herbicida homónimo; (15) em 2006, a Bayer é acusada de ter contaminado a produção americana de arroz através do seu arroz transgénico Liberty Link; (16) em 2008, os seus inseticidas Imidacloprid e Clothianidin são considerados suspeitos pela morte massiva de abelhas; (17) em 2008, a Bayer CropScience é acusada pelo Congresso norte-americano de ocultar dados acerca das condições de segurança de uma fábrica onde ocorre uma explosão;  (18) em 2009, o seu herbicida (glufosinato) é declarado ilegal pelo Parlamento Europeu por ser cancerígeno, mutagénico e tóxico para a reprodução, responsável por provocar partos prematuros, mortes intra-uterinas, abortos e retardo mental. Fonte: GMWatch. Tradução sumariada: Octávio Lima.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (9)

“Vou primeiro ao Baleal, que é a mais linda praia da terra portuguesa. Não passa duma grande rocha desligada da costa e fundeada a trezentos metros – mas esta rocha é uma ossada, e talvez o último vestígio da Atlântida, saindo do mar azul a escorrer azul, e presa à terra por um fio de areia que nas marés mais vivas chega a desaparecer.”
Share:

domingo, 26 de agosto de 2012

Foi você que falou em poupar água?


  • Anteontem choveu toda a tarde em Espinho. E julgais que os sistemas de rega automática dos jardins foram desligados? Claro que não. Das 16h30 às 17h insistiram em mostrar os seus dotes pendulares. Desligá-los daria imensa trabalheira e, provavelmente, motivos mais que suficientes para a abertura de um inquérito e respetivo processo disciplinar. 
  • Explosão na refinaria de Amuay, Venezuela, provocou a morte de, pelo menos, 26 pessoas. Fonte.
  • Lembram-se da estória da cidade de Drummondville, no Quebec, querer proibir uma família de ter uma horta no jardim à frente da sua casa? Felizmente imperou o bom senso: as autoridades locais acabaram por autorizar a horta. Adivinhem quem não deve ter gostado muito desta atitude: as gigantes dos trangênicos e dos herbicidas. 
  • Nick Dempsey, medalha de prata olímpica de windsurf, colabora em campanha para manter limpa a costa de Dorset, Inglaterra. Dorset Wildlife Trust.
Share:

Mão pesada

  • Os três diretores da Recyclet Ltd, de Scunthorpe, foram condenados a pagar multa de cerca de 5 mil libras, a cumprir 300 horas de trabalho comunitário, para além de estarem impedidos de dirigir qualquer empresa durante 5 anos. Tudo porque operavam ilegalmente uma empresa de reciclagem.
  • A Tennessee Valley Authority admitiu todas as responsabilidades no derrame de imensa quantidade de lamas tóxicas de carvão que em 22 de dezembro de 2008 provocou a evacuação da população de Kingston e a contaminação do rio Emory River e de outros cursos de água.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (8)

“Peniche é horrível. Por toda a parte por onde têm passado os homens dos municípios – por toda a parte transformaram as terras cheias de carácter em terras incaracterísticas, com edificações banais, avenidas novas e chalés de zinco nos jardins. Degradaram tudo. Peniche, que foi uma fortificação e um ninho de piratas isolado e feroz, à espreita do naufrágio e da presa, cheira que tomba, e só conserva duas coisas interessantes: o cabo (hão-de deitá-lo abaixo) com a Senhora dos Remédios, e a esplanada, que é um esplêndido cenário para o último acto da Tosca, e um ponto de vista admirável para o sul (...). Mas Peniche é sobretudo horrível para mim porque é o tipo da pesca industrializada, o barracão, a fábrica de peixe, a caserna da sardinha, onde impera o Fialho do Algarve.”
Share:

Bico calado

  • “Dizem alguns biógrafos e historiadores que Salazar, o “santinho salvador da pátria”, não contava muito com a televisão para a evolução do país ou do seu povo. Dizem mesmo que detestava a televisão pública e que não se importaria nada que esta fechasse portas. Estes seus salazarentos candidatos a discípulos dilectos que se instalaram no Governo, estão decididos, nisso como em tantas outras coisas... a fazer-lhe a vontade.” Samuel, in RTP – Memórias...
  • Tachos em família, por JASoares, in do Mirante.
  • O que o cromo dizia antes de ser doutor.
  • Afinal desaparecem muitos turistas na Madeira, diz um criador de cães especiais, neste clip da RTP.
Share:

sábado, 25 de agosto de 2012

Governo português engana UNESCO


  • Alguns dias depois de se comprometer com a UNESCO a abrandar as obras da barragem do Tua e a aguardar pelo relatório dos peritos que a visitaram, o governo de Passos-Portas aprovou uma portaria que entrega mais de 33 milhões à EDP como incentivo à construção da barragem. O Comité do Património Mundial da UNESCO já foi avisado pela Quercus e outras organizações ambientalistas que está a ser enganado e as associações dizem que o regime de incentivos é um escândalo pior que o das Scut. Xatoo.
  • Londres 2012 não subiu ao pódio da sustentabilidade, diz o arquiteto e urbanista Paulo Roberto Masseran, professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp, campus de Bauru-SP). Tudo porque obras como o parque olímpico, as arquibancadas do conjunto aquático e a arena de basquetebol não conseguirão ser reaproveitadas, uma vez que a sua polivalência foi comprometida à partida. O urbanista espera que este tipo de erros não sejam repetidos nos olímpicos do Rio de Janeiro, tendo em conta que o parque olímpico do Rio está entregue ao mesmo gabinete de arquitetura que projetou Londres 2012: o Aecom. Empresa Verde.
  • Ativistas da Greenpeace ocuparam durante 15 horas a plataforma petrolífera Prirazlómnaya, do consórcio russo Gazprom. “Fizemos isto com o apoio de mais de um milhão de pessoas que se uniram na nova campanha de proteção do Ártico, disse o diretor da organização. La informacion.
  • A costa do Perú está a ser dizimada para satisfazer a voracidade ocidental pelo salmão, revela a Ecologist. As anxovas, o arenque e as sardinhas são o principal ingrediente da aquacultura do salmão e o processamento do seu óleo e da sua farinha para alimento do salmão é feito por gente muito mal paga e que trabalha em condições ambientais e higiénicas muito más. Muitas zonas costeiras estão contaminadas, as capturas estão a escassear e as frotas a trabalhar para as empresas estrangeiras abusam dos limites de quotas estabelecidos e chegam a manipular os dados fornecidos pelos satélites.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (7)

“Uma das mulheres mais ricas dos Estados Unidos, Madame Russell Sage, comprou na Luisiana a rocha de March Island para lugar de nidificação das aves perseguidas. É um refúgio no mundo. Daqui saúdo Madame Russell, ou a sua sombra, se já não existe. Se eu fosse rico, comprava também ao Estado as Berlengas para as aves marinhas fazerem os seus ninhos, livres da ferocidade humana, que não tem limites, e que até lá as vai procurar para lhes destruir a criação.”
Share:

Bico calado

  • O poder dos silênciosum pequeno tratado para as picaretas falantes que, como MRS e outros, nos empanturram, nos massacram sobre tudo e sobre nada, acabando por nos alienar e afastar para bem longe do ruído. 
  • Já cheira mal, por Kaos.
  • Que pensar de um tabloide britânico que usa uma estagiária para se despir diante de um príncipe? O mesmo que pensávamos do outro que fez tantas coisas semelhantes até um dia dar o berro.
Share:

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Sucata de avião para recife artificial não convence PSD de Viana

  • Ruído de discoteca em zona residencial de Almada motiva abaixo-assinado, conta o A-Sul.
  • O PSD de Viana do Castelo está contra a utilização da sucata de um avião como recife artificial para a prática e prazer do mergulho. O PS defende o projeto, que custa 1,5 milhões e é subsidiado por fundos europeus. Público.
  • Este evento sugere-me publicidade encapotada a determinada marca de ferramentas e até greenwashing governamental. Por favor, convençam-me do contrário.
  • Sicó, uma região a uma velocidade só, por João Paulo Forte.
  • A GeneWatch UK acaba de denunciar a autorização concedida pela União Europeia à Syngenta e à Oxitec para manipular geneticamente insetos cujos ovos e lagartas serão posteriormente libertados em tomates, azeitonas e vegetais para que, acasalando com os insetos vulgares, os exterminem. Lamenta-se a recusa das entidades envolvidas em prestarem esclarecimentos sobre,  por exemplo, resultados de testes, a eventual contaminação de alimentos orgânicos e se a tecnologia promove a redução do uso de pesticidas. 
  • Cerca de 60 km do rio Pecos, no Novo México, secaram, dizem AP/Huffington Post.
  • O abate de imensas florestas no centro da Índia para produção de carvão está a destruir habitats de tigres e vai promover o aumento da libertação de dióxido de carbono na atmosfera. Por isso, a Greenpeace lançou uma petição para enviar às autoridades competentes e tentar suspender as operações.
  • A China anunciou o lançamento de projetos de redução da poluição, de redução do consumo de energia e de conservação no valor de 372 biliões de dólares. Reuters.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (6)

“A ria tem uma luz como nunca vi em parte nenhuma. É doirada e viva, sem ser forte. É feita de água azul trespassada de sol. Nem mesmo em pleno Verão senti que fosse dura. Abre como um sorriso – morre quase sempre enternecida. É sã sem chegar à saúde exuberante. É sã e delicada. Envolve os seres e as coisas do mesmo tom carinhoso e meigo. As mulheres desenvolvem neste ambiente uma alma serena e respondem ao sorriso da luz com um sorriso de ternura. São como certas flores, criadas num momento feliz, que atingem a perfeição. O que aqui fica bem é o vestido escuro e a limpidez de sentimentos. Esta luz inteligente sabe muito bem que a arte é o encanto da vida e a mulher a suprema criação da arte.”
Share:

Bico calado

  • “(...) Face ao escândalo dos documentos desaparecidos Portas interrompeu as férias para uma ação de campanha relacionada com as próximas eleições regionais nos Açores. Mas para falar sobre os submarinos disse aos jornalistas que estava de férias (...)”, por Xatoo in Portas, submarinos ao fundo. Parece fotocópia da atitude deste outro.
  • O pequeno ditador, por José António Barreiros, in Revolta das Palavras.
Share:

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Endémica açoriana mais rara que ouro olímpico


  • “Esta Veronica dabneyi, planta endémica dos Açores, é mais rara do que um vencedor de uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos!” Frederico Cardigoso in Sobre os Jogos Olímpicos.
  • O presidente da Câmara de Bragança, Jorge Nunes, admitiu que poderá ser necessário ir buscar água a Espanha para abastecer a população da cidade por a seca prolongada estar a esgotar as reservas da região. PúblicoJorge Nunes não diz se pediu ajuda aos municípios vizinhos, muito menos nos diz que resposta lhe terão dado. Por isso, será legítimo perguntar por que estão à espera os municípios portugueses vizinhos de Bragança para lançarem uma campanha de poupança de água para depois a poderem fazer chegar a quem dela muito precisa? Até parece mal haver tanta associação de municípios e não serem solidários ou não quererem mostrar solidariedade entre si. Ou será que essas associações de municípios só existem para pedinchar dinheiro ao governo central e garantir uma série de tachos? 
  • O vice-presidente da Associação Nacional de Municípios considera que a Lei dos Compromissos viola a Constituição. RTPEstou espantado: esta gente deu agora para fazer exercícios de semântica, o que é curioso, tendo em conta o estilo redondinho, vazio, oco, banal, eleiçoeiro, com que a grande maioria faz questão de se expressar em público. Esta gente acha que um autarca não é um dirigente. Então o que anda a fazer? Aparentemente, este tipo de autarcas quer continuar a mandar fazer obras, algumas megalómanas e de gosto e qualidade duvidosos, muitas que ninguém pediu ou exigiu e que, por isso são desnecessárias, mas que acabam por encher o olho em vésperas de eleições autárquicas, apesar de deixarem os empreiteiros meses e anos à espera dos pagamentos e deixarem, em consequência destes desmandos, os municípios cada vez mais endividados.
  • Barcos de pesca escoceses recolheram voluntariamente mais de 50 mil toneladas de resíduos do mar. FishUpdate.
  • Preocupação com o meio ambiente não é sinónimo de consciência ambiental, por Bruno Rezende, in Coluna Zero.
Share:

Mão pesada

  • A Justiça brasileira obrigou a Nestlé Brasil Ltda a informar de forma expressa e legível nos rótulos das embalagens a presença de transgénicos na composição de seus produtos, indicando o percentual da modificação. A liminar também determina que a informação no rótulo deve conter o sinal gráfico designativo de alimento transgênico acompanhado da expressão ´transgênico´. Viver Bem.
  • A Monsanto foi multada em 250 mil dólares por publicidade enganosa sobre soja transgénica. Le Monde.
  • Um agricultor e um piloto argentinos foram condenados pela pulverização aérea de herbicidas próximo de zonas residenciais de Cordoba. BBC.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (5)

“Apesar de abandonados pelo Estado, que os rouba, cobrando-lhes de fisco uma exorbitância, quatrocentos contos o ano passado e quase o dobro este ano [1922], não lhes dando em troca uma maternidade, uma pequena biblioteca que os instrua, um médico, uma botica, uma estrada; apesar de abandonados pelos homens, sem organização nem instrução, sem um padre que lhes fale em Deus ou nas coisas eternas (a capelinha de madeira está fechada) – esta gente é tão fundamentalmente boa que há cinquenta anos para cá, não consta de um roubo, de um crime ou de um delito. Pode-se dormir com a porta aberta.”
Share:

Bico calado

“Quando lhe perguntaram o que tinha a comentar sobre o esperado corte de mais duzentos milhões de euros no orçamento da saúde pública, respondeu que não fazia comentários...  por estar de férias. (...) quando bolsou esta resposta, Cavaco Silva estava exactamente a interromper as benditas férias para inaugurar um hospital privado”. Samuel.
Share:

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Por que terá o presidente demitido o ministro do Ambiente?


  • A Câmara Municipal de Santo Tirso apresentou queixa no Ministério da Agricultura e Ambiente contra o despejo, em terrenos das freguesias de Palmeira e Água Longa, de lamas de ETARs que provocam cheiros intensos e nauseabundos. JN.
  • Sabe em que país uma corrida de caracois é atração em jogos alternativos? Leia e veja.
  • Que pensar quando uma empresa precisa de pagar imensas forças policiais e de segurança para conseguir extrair petróleo? O Guardian investigou.
  • O presidente boliviano Evo Morales demitiu o seu ministro do Ambiente e Água, Felipe Quispe, acusando-o de mentir sobre a existência de água no subsolo de um aeroporto.  La informacion.
  • A energia eólica produzida na China passou de 2.000MW para 52.580MW nos últimos 6 anos, fazendo-a líder mundial da produção deste tipo de nergia. ZDNet.
  • Como descartar palha de aço? Sugestão de eCycle.
Share:

Mão pesada

O Tennessee Riverkeeper vai processar o município de Woodville, Alabama, por milhares de descargas de esgotos não tratados que, após percorrerem várias ribeiras e afluentes, desaguam na albufeira de Wheeler, contaminando a fauna e flora de um local que atrai muitos mergulhadores amantes da biodiversidade. EcoWatch.
Share:

Reflexão – por que aumentam os preços dos combustíveis todas as semanas?

Eugénio Rosa é demolidor na desmontagem da negociata por trás do constante aumento de preços dos combustíveis
Argumentos a reter: (1) enquanto os lucros da GALP sobem 56,7% em 2012, as petrolíferas aumentam novamente os preços dos combustíveis, embora estes já sejam superiores aos preços médios da UE; (2) A GALP, a REPSOL, a CEPSA e a BP sentem-se impunes e anunciaram antecipadamente o aumento sem auscultar a Autoridade da Concorrência; (3) a Autoridade da Concorrência está refém das grandes petrolíferas, branqueia o seu comportamento e permite a obtenção de lucros escandalosos, pois nega  a combinação de preços entre elas, em vez de investigar por que razão os preços dos combustíveis sem impostos em Portugal são sistematicamente superiores aos preços médios da UE; (4) a diferença de preços médios dos combustíveis entre Portugal e a União Europeia deve-se aos preços que revertem na totalidade para as empresas (os preços sem impostos), e não aos impostos como estes grupos económicos e os seus defensores nos media afirmam e pretendem fazer crer; (5) a GALP tem stocks de petróleo suficientes para a produção de 3 meses, por isso, o combustível vendido em cada semana não foi produzido com o petróleo.
Share:

Bico calado

  • Vacinas para a Gripe A compradas por 9,7 milhões de euros incineradas, lamenta o Público.  O título do DN, - 9,7 milhões de euros em vacinas foram incinerados -,  será, provavelmente, mais adequado tendo em conta as circunstâncias. Mas já em meados de março de 2012, a RTP dizia que mais de metade destas vacinas tinham sido destruídas...  E não acontece nada a quem mandou comprá-las? Não acontece nada a quem mandou antecipar a sua aplicação para elas não serem descartadas?  Esta estória da gripe A foi,  de facto, uma  grande treta, uma nova oportunidade  de   fabricar vigarices.  
  • “Mas alguém me explica porque carga d'água este funcionário público chinês dá bitaites sobre a política fiscal em Portugal e porque é que os media lhe dão tanta importância?” Sítio com vista sobre a cidade.  
  • As férias low cost dos nossos governantes, por Manuel Brito in DNMadeira
Share:

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Comprar e remodelar casas devolutas é melhor do que construir de raiz


O Gordon, segunda-feira de manhã, por Rui Cabral/Wave Riders Açores.
  • Na Ribeira Chã, S. Miguel, há quem queira construir mais de raiz. Mas a solução, sugerem as autoridades locais, passa pela aquisição e remodelação das casas devolutas, aproveitando os subsídios que podem cobrir as despesas até 30% do seu total. CAOra aqui está uma medida sensata que deveria ser seguida por todos os municípios deste país. Já há muito tempo!
  • Quatro centrais a carvão e 4 nucleares de Chicago foram autorizadas pelas autoridades a despejar as águas que as arrefecem à temperatura de 36.1º, noticia o Chicago TribuneForam vocês, Diana Vieira e Rodolfo Vieira, micaelenses, pianista e violinista a trabalhar em Chicago, que pediram umas percas cozidas?
  • Transformar espaços abandonados em hortas não só ajuda as comunidades locais como contribui para reduzir a criminalidade, sugere um estudo da University of Pennsylvania. Via Earth911.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (4)

“Era no Cabedelo que tomávamos os melhores banhos, deitados na areia, deixando vir sobre nós a vaga num rodilhão de algas e espuma. Andar um momento envolvido na crista da onda, ser atirado numa sufocação sobre a areia, correr de novo para o mar, direito à vaga que se encapela lá no fundo, formando concha, outra vez aturdido e impregnado de uma vida nova; e depois procurar, a escorrer, um côncavo quentinho de areia que nos sirva de abrigo contra o vento e secar-se a gente naquele lençol doirado – é uma das coisas boas da terra.”
Share:

Mão pesada

A Sinclair Oil Corp foi multada em 3,8 milhões de dólares e a investir 10,5 milhões em equipamento de controlo de poluição nas suas refinarias do Wyoming. Reuters.
Share:

Bico calado

Um burro é o novo herói algarvio, conta a RTP.
Share:

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Incenso é medicinal


  • O incenso ou faia do norte (Pittosporum undullatum), uma espécie invasora nos Açores, utilizada para sebes e para alimentar o gado no Inverno, é considerado medicinal e a descoberta vai ser apresentada em New York por Sofia Mendes, investigadora da Universidade dos Açores. CA.
  • Colheita de mel em Cabeço Santo.
Share:

Reflexão - Por que é que a rotulagem dos alimentos transgénicos é o pior pesadelo da Monsanto?

Por que é que a rotulagem dos alimentos transgénicos é o pior pesadelo da Monsanto? por 
Marcia Ishii-Eiteman, publicado no Huffington Post. Marcia Ishii-Eiteman, cientista e diretora do Sustainable Food Systems Program na Pesticide Action Network, é doutorada em ecologia e biologia evolutiva pela Cornell University, já escreveu diversos artigos sobre as dimensões ecológicas, sociais e políticas da alimentação e da agricultura e foi coautora de International Assessment of Agricultural Knowledge, Science and Technology for Development, patrocinada pelas Nações Unidas. 
Pontos a reter do seu recente artigo:  (1) as culturas transgénicas estão a dar força à indústria dos pesticidas; 99% das culturas transgénicas no mercado estão feitas ou para conterem um pesticida ou para sobreviverem afogadas em herbicidas e isso fez disparar o uso de herbicidas cada vez mais potentes, que contaminam o ar, o solo e a água e nos trazem doenças; isto significa que sempre que compramos alimentos transgénicos estamos a promover um sistema agrícola baseado em pesticidas e que está a envenenar os agricultores, as suas famílias e as comunidades, as abelhas e o ambiente em geral;  é por isso que os produtores de pesticidas se opõem ferozmente aos californianos que exigem a rotulagem dos alimentos transgénicos; (2) a Dow AgroSciences já manipulou um novo conjunto de sementes (milho, algodão e soja) para serem usadas com o 2,4-D, um herbicida mais tóxico, o que é uma péssima ideia pois sabe-se há anos que as crianças são muito mais sujeitas aos seus efeitos do que os adultos; (3) as pulverizações massivas produzem nuvens de partículas de herbicida que prejudicam, alteram e destroem culturas de vinha e tomate em agricultura convencional; os agricultores convencionais opõem-se a estas pulverizações porque os seus produtos perdem a certificação mas a Dow não pára; (4) o ministério da Agricultura dos EU já tem uma lista de 12 novas culturas transgénicas para aprovação, a maior parte para serem usadas com várias combinações de herbicidas; é preciso impedir o Senado e a Casa dos Representantes de aprovar uma nova lei que permita a comercialização destes transgénicos, o que representaria uma grave violação da democracia americana.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (3)

"E por toda a costa portuguesa a pesca rareia. Como temos o condão de estragar tudo, empobrecemos as populações da beiramar, para enriquecer meia dúzia de felizes. Cultivar o mar é uma coisa – é ofício de pescadores; explorar o mar é outra coisa – é ofício de industriais."
Share:

Bico calado

  • “Andam os canis municipais a matar cães e gatos porque não têm mais espaço para os acolher e há 10 milhões de euros aplicados na tourada só no ano de 2011?” via É fartar vilanagem.
  • “Os Estados Unidos têm uma escolha a fazer: reafirmar os valores revolucionários que  estiveram na fundação do país, ou cair no precipício e arrastar-nos a todos para um mundo opressivo e perigoso, em que os jornalistas se calam por medo de acusação e os cidadãos se limitem a sussurrar”, declarou Assange, citado pelo Público.
Share:

domingo, 19 de agosto de 2012

Sabe onde está a maior jazida de fósseis a céu aberto do Atlântico norte?


  • Santa Maria, Açores, tem maior jazida de fósseis a céu aberto do Atlântico norte.  RTP.
  • Gary Harrington, um agricultor de Eagle Point, no Oregon, foi condenado a 30 dias de prisão e 1.500 dólares de multa por ter três reservatórios para recolha e uso de água da chuva. As autoridades chegaram a dar-lhe as respetivas licenças, mas depois retiraram-lhas baseando-se numa lei de 1925 que dá à cidade de Medford plenos direitos sobre a água, sem no entanto citar a água da chuva ou da neve.  CNS.
  • Agricultora da Virginia foi multada em 5 mil dólares por, durante uma festa na sua propriedade, ter vendido produtos agrícolas seus.
  • O cultivo da canola transgénica foi suspenso por ordem do tribunal de Oregon.
  • Após dois anos de pesquisas, uma comissão composta por 31 deputados indianos acaba de publicar um longo relatório sugerindo o fim dos testes de cultivos transgénicos no país. Para além de ter criado um desastroso monopólio de sementes, os cultivos transgénicos foram-se tornando cada vez mais caros após o aparecimento de pragas cada vez mais resistentes aos pesticidas recomendados. Outlook India.
  • GiraDora, uma máquina de lavar roupa, portátil, que trabalha a pedal! Youtube (1:01)
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (2)

“É que em todas as terras à beira-mar o homem acumula, lavrador e pescador ao mesmo tempo. O poveiro não, tem de seu o areal e o mar. E esse mesmo lho disputam. Foi sempre um eterno explorado pelo fisco, pelos regatões, pelos homens de negócio – e por último tiraram-lhe o areal, que era a única coisa em que ele fazia finca-pé para os seus varais, para as suas velas, para os seus costumes. No mar, com a rede de arrasto, mataram a criação. Vi eu muitas vezes os vapores deitarem fora sacos de peixe por criar, que a rede de malha miúda rapava nos fundos. Conseguiu-se assim destruir uma comunidade com carácter e vida própria.”
Share:

Bico calado

  • “Tadinhos dos banqueiros que eram obrigados a dar cartões Visa a torto e a direito, eram ameaçados por clientes pobres que tinham perdido a vergonha e que quando queriam consumir acima das suas possibilidades e a juros dignos de proxenetas forçavam os banqueiros a fazer horas extraordinárias abrindo banquinhas de cartões de crédito nos corredores dos hipermercados. Tadinhos dos nossos banqueiros, foram obrigados a instalar-se na Zona Franca da Madeira para transformarem os impostos de que o país precisava em dividendos para distribuir pelos seus accionistas.” O Jumento.
  • Nem dentro da mala diplomática Assange pode fugir de Londres, diz o PúblicoTal qual a estória do Pinochet em Londres, e do Padre Frederico na Madeira.
Share:

sábado, 18 de agosto de 2012

Australianos lideraram colocação de paineis solares em suas casas


  • Quase metade da população das 100 maiores cidades do Brasil ainda não conta com a coleta de esgotos, lamenta o EcoDebate.
  • As autoridades de Xangai mantêm o navio que verteu 114 toneladas de petróleo em junho passado e exigem indemnizações pelos danos provocados. La Informacion.
  • Os australianos lideraram em 2011, a nível mundial, a colocação de paineis solares em suas casas, informa o Clean Energy Regulator e a International Energy Agency citadas pelo The Age.
  • As 100 empresas mais poluidoras do mundo – lista atualizada de agosto de 2012, pelo Political Economy Research Institute, da University Massachusetts Amherst.
Share:

Os Pescadores, de Raul Brandão (1)

“Logo adiante é o areal africano da feia Esposende, terra da beira-mar, de onde não consigo ver o mar, terra de tristes pescadores. As redes de arrasto deram cabo do peixe matando a criação. Só resta uma catraia para a pescada,  alguns batéis para a raia, com redes de malha muito larga, e diferentes barquinhos para a pesca do rio, que dá o sável, a tainha e o robalo na vazante, e a solha que se fisga com a petada nos fundos de areia mais escura.”
Share:

Bico calado

  • Juan Manuel Sánchez Gordillo, alcaide de Marinaleda e deputado no parlamento de Andaluzia é o novo herói espanhol após ter liderado uma marcha contra a austeridade, ter distribuído comida que retirou de supermercados  e apelado à ocupação dos bancos. FT.
  • A Monsanto forja, oculta e mente a todos. Aos quais, contudo, quer chegar. via Georden.
Share:

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Gigantes dos transgénicos derrotam proposta de lei de rotulagem dos alimentos, à força de dezenas de milhões de dólares


  • A Quercus admite recorrer aos tribunais para travar o loteamento de logística que a Câmara de Vila Franca de Xira pretende aprovar para a zona das antigas salinas de Alverca, o único refúgio da avifauna na margem norte do Tejo. Referindo que parte desta área integrou a Reserva Ecológica Nacional e está dentro dos limites de áreas inundáveis, da estrutura ecológica municipal do PDM em vigor e, parcialmente, num corredor ecológico estruturante da Área Metropolitana de Lisboa, a Quercus entende que o projecto subverte as regras mais elementares de uma política ordenada do território municipal, que deveria privilegiar a libertação da edificação da frente ribeirinha do Forte da Casa-Salinas de Alverca e da Várzea de Vialonga. Público.
  • Fantástico: a Monsanto e outros gigantes dos trangénicos e dos químicos parecem ter conseguido o cúmulo do absurdo – pagar uma pipa de massa para manter o cidadão desinformado e no escuro. Para conseguir derrotar a Proposition 37, que exigia a rotulagem dos alimentos transgénicos,  a Monsanto contribuiu com 4,2 milhões de dólares, perfazendo 23 milhões de dólares só esta semana. Refira-se que a Dupont, a Dow, a BASF, a Syngenta e a PepsiCo também injetaram dólares para boicotar a lei da rotulagem dos alimentos transgénicos, num total calculado em mais de 13 milhões. Right To Know.
  • A poluição sonora, ambiental e atmosférica foram os principais tipos das mais de 8 mil denúncias feitas em Manaus em 2012, diz a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade. 
Share:

Mão pesada

  • O departamento de Saúde Pública da California foi processado por nada ter feito para proteger milhões de californianos do cromo hexavalente, uma substância cancerígena presente na água de abstecimento público de Hinkley. HP.
  • Duas madeireiras foram condenadas pela Justiça Federal no Pará por falsificação de licenças ambientais e desmatamento ilegal: a C&N Comércio e Exportação de Madeiras ao pagamento da indemnização de R$ 1,6 milhão e ao reflorestamento de área de 115 hectares; a Portal Comércio de Madeira, ao pagamento de R$ 13,3 mil e ao reflorestamento de uma área de 0,95 hectare.  MPF.
Share:

Reflexões sobre os jogos olímpicos (15)

Dois anos depois dos olímpicos de Atlanta, o seu legado em termos de legislação que criminalizava a pobreza e os sem-abrigo tinha-se estendido a mais de 50 cidades americanas. E em 2000, Atlanta já tinha privatizado completamente os espaços públicos urbanos, como por exemplo o Woodruff Park, que deixou de ser um refúgio para os sem-abrigo e passou para as mãos da Georgia State University.
Helen Jefferson Lenskyj in Olympic Industry Resistance, State University of New York Press 2008, p69.
Share:

Bico calado

  • Em Filadélfia é proibido fornecer almoços grátis a crianças pobres durante as férias, conta a Fox. Para ser legal é preciso pagar uma taxa de mil dólares, elaborar um relatório semanal e receber a visita semanal de um burocrata.
  • Esta estória parece nada ter a ver com esta: Ex-ministro da Defesa da Grécia detido por corrupção nos submarinos.
Share:

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Obras na barragem de Belo Monte suspensas


  • Que fazem as autoridades açorianas perante a escassez de água na lavoura? Mandam os bombeiros avançar com carros-tanque para fazer o respetivo abastecimento. Apelos à poupança de água por parte da população? Que é isso?
  • Documentário muito interessante e pedagógico (5:03) sobre a Paisagem Protegida do Corno de Bico, em Paredes de Coura. 
  • Por que se inventaram as campanhas solidárias de recolha de tampas de plástico? Terá sido porque o seu preço é inferior ao dos outros  tipos de resíduos plásticos, pelo que a sua recolha não dá muito lucro para empresas que batem palmas sempre que registam um aumento na recolha e processamento de resíduos?
  • Mais um derrame de petróleo na Nigéria: da ExxonMobil em Akwa Ibom.
  • A Justiça brasileira determinou a paralisação imediata das obras da polémica hidroeléctrica de Belo Monte, no Brasil. 
  • As albufeiras e as barragens têm sido consideradas uma fonte de energia limpa, mas investigadores da Washington State University-Vancouver alertam para o facto de elas serem responsáveis pela libertação de grande quantidade de metano, especialmente em épocas de seca, quando o nível das águas baixa. Terra.
  • As autoridades tailandesas abateram a tiro 38 cambodjanos por invasão do seu território para abate de madeiras valiosas. Terra.
  • Florescem as hortas nos telhados de Hong Kong.
Share:

Reflexões sobre os jogos olímpicos (14)

Os organizadores dos olímpicos de Vancouver (2010) propuseram um programa para fechar a cadeado os caixotes de lixo para impedir certa tensão social decorrente da prática de os vasculhar por parte de gente pobre. Justificavam a ideia com o que acontecera durante os jogos olímpicos de Atlanta (1996): donos de restaurantes tinham despejado lixívia sobre os restos de comida para afugentar os sem-abrigo.
Helen Jefferson Lenskyj in Olympic Industry Resistance, State University of New York Press 2008, p68.
Share:

Bico calado

  • “Deixou-se resvalar para o interesse pessoal em prejuízo do interesse colectivo, educou-se um povo para a manha, para a cobardia e para ser um camaleão. (...) é com muita tristeza que eu vejo nas mãos de gente ígnara, descabeçada, sem coração e sem sensibilidade, o ouro ou a prata que tanto nos custou a ganhar”.  Padre José Martins Júnior, citado pelo DNMadeira.
  • E se lhe provarem que a indústria do cancro não está interessada na cura desta disfunção metabólica? A Distinctive World mostra.
  • Às vezes é muito mais seguro pagar com dinheiro vivo...
  • Como recuperar uma bicicleta roubada? Vale a pena ver as cenas rocambolescas filmadas em Seattle. (9')
Share:

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Xangai com céu sempre azul?


  • A praia da Baixa d'Areia, em Água de Pau, Lagoa, continua a ser frequentada, apesar dos cartazes afixados a desaconselhar a sua utilização devido a despejo de esgotos não controlados. AO.
  • Porquê proteger o mero nos Açores? por Frederico Cardigos - um texto que, pela substância e elegância, merece toda a atenção e divulgação.
  • O Sena está a ser devolvido aos parisienses. Em setembro, um quilometro da estrada que acompanha a margem direita do rio, próximo do Hôtel de Ville, passará a incluir uma ciclovia, trilhas para peões e cafés. Posteriormente, mais 2,5 km da margem esquerda, entre o Musée d'Orsay e a Pont de l'Alma, passarão a estar livres de carros. A zona terá trilhas, restaurantes e jardins botânicos flutuantes. The Guardian.
  • Grafito de artista italiano Blu denuncia os enormes impactos da industrialização e das bases miliatres na Sardenha.
  • Cobras piton gigantes são cada vez mais frequentes no Parque nacional de Everglades, Florida.
  • Em Xangai o céu está sempre azul e o sol brilha todos os dias, conta o El PaísAté parece o tempo no Funchal, a fazer fé nos boletins metereológicos. E à mínima neblina, diz-se que ela é lá para a costa norte, como se a ilha fosse enorme, do tamanho da, com licença, Austrália.
  • A extração massiva de carvão na China representa escassez de água para muitos, alerta a Greenpeace.
  • Uma ciclovia no meio de uma estrada? Na Holanda é assim! E também em CambridgeOxfordEdimburgoAmesterdão...
  • Leitura recomendada: Commodities Ambientais, de Amyra El Khalili.
Share:

Reflexões sobre os jogos olímpicos (13)

Em 2005, após as eleições, as autoridades locais de Vancouver concentraram-se no conceito de “desordem pública”. E, em novembro de 2006, um documento de referência considerava a desordem pública um problema cada vez mais grave na cidade de Vancouver e incluía nela coisas tão disparatadas como o lixo, os grafitos, o ruído dos motores, o comércio e o uso de drogas ilegais, a mendicidade e os sem-abrigo. Ironicamente, o British Columbia Progress Board concluíra que, entre 1995 e 2005, houvera um decréscimo em vários tipos de crimanalidade.
Helen Jefferson Lenskyj in Olympic Industry Resistance, State University of New York Press 2008, p66.
Share:

Bico calado

É a geopolítica, estúpico! in Georden.
Share:

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Esgotos andam a matar atletas no Hudson?


Esta é a principal ribeira de Porto Santo. O muro à esquerda delimita a Central Dessalinizadora e é de lá que sai a tubaria por onde corre a água que abastece Porto Santo.
  • O triatlo realizado no sábado passado, 11 de agosto, em New York, incluiu uma prova de 3,8 km de natação no rio Hudson. Apesar de terem admitido a ocorrência de uma fuga de esgotos não tratados a partir de uma ETAR local, os responsáveis, em cima da hora, consideraram a situação controlada e segura. Porém, um atleta sentiu-se mal durante a prova, foi conduzido ao hospital, onde acabou por falecer. Esta tragédia acontece 13 meses depois de 2 atletas, participantes num triatlo em NY, terem sucumbido durante a prova de natação de 1,5 km no rio Hudson.
  • Um lago em Camargue, no sul de França, no delta onde o Reno se junta ao mar, tornou-se vermelho por excesso de sal, descreve o The Sun.
  • As maravilhas naturais do Brasil vistas do espaço, in OEco.
  • Mais de 23 mil alunos de cerca de 60 escolas da região de Hunter, Nova Gales do Sul, Austrália, andam a respirar ar cheio de poeiras de carvão, o que tem aumentado os casos de problemas respiratórios. SMH.
Share:

Reflexões sobre os jogos olímpicos (12)

O metropolitano de superfície foi expandido e sacrificou o Lower Lea Valley, o outrora pulmão verde de Londres. Construído com 185 milhões de libras do erário público, a linha foi considerada inútil pelos moradores.  Mas acaba por favorecer os turistas, à custa do ruído, da eliminação de zonas públicas de lazer e da destruição de um sítio arquológico junto de uma abadia. Helen Jefferson Lenskyj in Olympic Industry Resistance, State University of New York Press 2008, p48.
Share:

Notas sobre os Olímpicos de Sochi, inverno de 2014 (1)

Impactos: (1) Duas mil famílias de Sochi tiveram que ser realojadas sem qualquer tipo de indemnizações. (2) Já ocorreram deslizamentos de terras que destruiram casas. (3) Já houve 70 apagões, razão pela qual os 343 mil habitantes de Sochi foram obrigados a evitar o uso do ar condicionado, das chaleiras, dos ferros e das máquinas de lavar para que haja suficiente potência de energia para as obras de construção do complexo olímpico. (4) A nova autoestrada e a nova linha de caminho de ferro, que incluem 18 milhas de túneis e 24 de pontes, fizeram desaparecer milhares de árvores e alterar o curso do rio Mzymta, comprometendo a população de salmão selvagem e a prática de rafting. (5) Apesar da neve, nas competições, ser normalmente artificial, os responsáveis andam a armazenar neve em armazens subterrâneos, para o quer e vier, dizem.
A Greenpeace, a WWF e o Environmental Watch of the North Caucasus abandonaram a mesa das consultas e negociações com os responsáveis olímpicos porque as suas preocupações e ideias para mitigar os impactos ambientais estavam a ser ignorados. Fonte: The Wall Street Journal.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue