Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Reino Unido: Amazon introduz embalagens de um tipo de plástico que não pode ser reciclado no país

  • A Amazon está a ser criticada por clientes e ambientalistas após a introdução de uma variedade de embalagens plásticas que não podem ser recicladas no Reino Unido. Embora os supermercados e outros retalhistas tenham reduzido o uso de plásticos de uso único, a Amazon começou a enviar pequenos itens em envelopes plásticos, aparentemente para permitir que mais encomendas sejam carregadas em cada camião de entrega. The Guardian.
  • Paredes de betão construídos pela ONU na capital da Tanzânia estão a ser alvo de críticas por protegerem a Mwalimu Nyerere Memorial Academy, uma instituição de prestígio, enquanto as comunidades mais vulneráveis são deixadas sozinhas para lidar com o aumento da erosão costeira. Os moradores de zonas pobres protegem as suas habitações com resíduos, como pneus. The Ecologist.
  • Os Reguladores ambientais do Michigan dizem que um campo de golfe do condado de Kent, construído sobre um depósito de lixo industrial, está a poluir a água potável residencial próxima usando uma lagoa contaminada com PFAS tóxicos como fonte de irrigação. Michigan Live.
  • Flint, Michigan, pode ser sinónimo de desastres de saúde ambiental, mas Flint não é uma anomalia, diz a escritora de ciências e especialista em ética Harriet Washington. Somos uma nação de Flints. De cidades pequenas como Anniston, Alabama, a grandes cidades como Washington, D.C., os perigos para a saúde ambiental são generalizados e as comunidades de cor são mais propensas a serem atacadas por metais pesados, pesticidas e outros venenos. Segundo ela, os impactos negativos da toxicidade ambiental não são apenas físicas. O chumbo, o arsénio, o mercúrio, os PCBs, os ftalatos, o DDT e até mesmo alguns patógenos podem privar as pessoas de sua acuidade mental e diminuir a sua inteligência, perturbando os seus meios de subsistência e frustrando o seu potencial. The Revelator.
  • Milhares de pessoas em Newark, uma cidade de Nova Jersey com uma população predominantemente negra e hispânica, foram informadas de que só deveria água engarrafada após a Agência de Proteção Ambiental ter descoberto que os filtros não estavam a reter chumbo adequadamente. A situação fez recordar Flint, Michigan, que se tornou um símbolo da injustiça social na América. AFP.
  • Pela primeira vez desde que a Califórnia começou a rastrear as emissões de gases de efeito de estufa, a rede elétrica estatal usou mais energia de fontes renováveis, como energia solar e eólica, do que de fontes de combustíveis fósseis. O governador Gavin Newsom congratulou-se com o facto de as emissões de gases de efeito estufa na Califórnia terem continuado a cair antes do previsto em 2017, enquanto a economia do estado tinha crescido acima da média nacional.
  • Milhares de peixes apareceram mortos na semana passada, após uma falha na ArcelorMittal, uma fábrica de aço, ter provocado o derrame de cianeto e amónia num rio que desagua no Lago Michigan. The Hill.
  • A indústria de carvão australiana lançou uma campanha de 4 milhões de dólares para persuadir o público de que o carvão será uma forma limpa de energia através da captura e armazenamento de carbono, reporta o Financial Times.
Share:

Reflexão – Detida por colocar resíduos nos sacos indevidos


Uma mãe foi detida depois de ser acusada de violar as novas regras de reciclagem em Ipswich, Suffolk. 
O tribunal apurou que a acusada tinha colocado resíduos domésticos em sacos pretos perto de sua casa porque a Câmara Municipal de Ipswich alegadamente não lhe tinha enviado os novos sacos cor de laranja. 
No início de 2019, o Telegraph revelou que apenas um quinto dos municípios fornecia um serviço completo de reciclagem, deixando os proprietários de casas deixados à sua sorte e confusos quanto ao que deviam colocar nos seus caixotes de lixo.
A continuar assim, a Grã-Bretanha não cumprirá as metas de reciclar 50% dos resíduos domésticos até 2020.
Share:

Bico calado

  • «O Estado recebeu um e-mail a avisar que a greve dos motoristas ia provocar uma revolução no país. A carta, assinada pelo motorista que em janeiro transportou o Presidente da República numa viagem entre Lisboa e o Porto, foi de imediato participada à Procuradoria-Geral da República e às secretas.» Expresso.
  • Será a bandeira britânica um símbolo da liberdade e da defesa dos direitos humanos em Hong Kong? William Whiteman esclarece.
  • Com que então a Mercedes admite que espiona os motoristas com dispositivos de rastreamento instalados nos seus carros. A revelação é do Sun
  • O Twitter e o Facebook bloqueram uma série de perfis chineses alegando querer estancar uma campanha chinesa de desinformação apoiada pelo Estado, conta a BBC. Quem tem medo de ver ou ouvir notícias do outro lado?
  • Promotores suíços acusam o magnata da mineração de diamantes Beny Steinmetz e dois outros de corrupção e suborno supostamente envolvendo uma viúva do ex-presidente da Guiné. Os três são acusados de emitir contratos e faturas falsas no valor de 10 milhões de dólares para esconder subornos pagos a uma esposa do presidente guineense Lansana Conte para esmagar um concorrente pelos direitos de mineração no sudeste de Simandou, entre 2005 e 2010. MEM.
Share:

terça-feira, 20 de agosto de 2019

EUA: moradores de South Jersey querem que o estado compre as suas casas alvo de frequentes inundações

  • A Holanda desenvolveu uma maneira engenhosa de combater a subida do nível das águas construindo casas que acompanham essa subida em ocasiões de cheias. The Guardian.
  • O príncipe Harry, a mulher e o filho viajaram para Nice e regressaram de Ibiza para a Inglaterra em jatos privados, contam os insuspeitos Sun e Times. A hipocrisia da realeza britânica no seu melhor! Aliás, John Vidal já o criticara pelo constante uso de jatos particulares para as suas deslocações, como o Ambiente Ondas3 referiu em 2 de agosto. Aliás, logo depois da operação de charme, e greenwash, do circo mediático que propagandeou que o príncipe Harry prometera só ter dois filhos de modo a reduzir a sua pegada ecológica se soube que o fizera perante celebridades que tinham viajado em 114 jatos particulares para o ouvir.
  • Que dizer de dois trabalhadores do serviço de limpeza que, com o camião de recolha ao lado, despejam lixo numa ribeira Polígono Industrial de la Ermita, em Marbella? Video clip de um jornalista espanhol.
  • Cansados dos prejuízos causados por inundações, os moradores de South Jersey querem que o estado compre as suas casas, escreve Ellie Rushing no Philadelphia Inquirer.
  • O rio Mekong, um canal crítico para seis países no sudeste da Ásia, está a registar níveis de água extremamente baixos neste verão. Esta seca contínua e dezenas de hidroelétricas estão a reduzir os níveis de água e prejudicando um ecossistema frágil. DW.
  • São públicas e notórias as posições assumidas pela atual primeira-ministra da Nova Zelândia em relação ao combate contra a crise climática. É por isso que é alvo de piadas grosseiras por parte de um radialista provavelmente patrocinado por céticos do clima. Fontes: TVZN e The Guardian.
Share:

Mão pesada

A Pretoria Energy Company (Arable) Limited, que produz matérias-primas para as centrais de digestão anaeróbica de uma empresa irmã, foi multada em cerca de 46 mil libras por responsabilidades em vários episódios de poluição no Little Racy Drain (afluente do Forty Foot Drain) em Emneth Hungate, Norfolk e New Cut Drain  em Aldreth, Cambridgeshire. GovUK.
Share:

Bico calado

  • Os protestos em Hong Kong têm sido dirigidos por ativistas há muito treinados pelo Oslo Freedom Forum. A insuspeita BBC conta como é.
  • «(…) Barreto parece comungar daquela opinião de que só existe democracia quando a direita governa. Se o Governo em funções não lhes alegrar, esse executivo passa automaticamente a ser autoritário, fascista, etc. (…) Apesar de terem o grupo Impresa, do co-fundador do PSD, como o grupo mais influente no panorama da Comunicação Social em Portugal, apesar de terem o grupo Cofina, do Correio da Manhã, como constantes promotores de populismo anti-governo no jornal de maior tiragem nacional, apesar de terem jornais financiados por milionários ligados ao PSD e ao CDS-PP, como o Observador, criados especificamente para enviesarem para a direita o debate público no país, e apesar de estarem distribuídos por todas as outras plataformas de informação portuguesas, desde as televisões à imprensa, os Antónios Barretos desta vida continuarão a queixar-se das ameaças à sua liberdade de expressão, não porque estão objectivamente ameaçados, mas porque gostariam de falar sem contraditório. O que estas pessoas querem não é liberdade de expressão, é hegemonia. O mais interessante é que, olhando para os factos objectivos, eles quase já têm essa hegemonia, mas querem mais. (…) As "ameaças" de que fala António Barreto no seu texto do Público não existem. As falácias primárias que o autor alinhou são um barrete que ele tenta enfiar a quem o lê. É com esse nome que ele deveria ter assinado aquele disparatado pedaço de prosa, com o nome de António Barrete.» Uma Página Numa Rede Social.
Share:

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Alemanha: mais uma central nuclear demolida

  • A central nuclear Mülheim-Kärlich foi demolida de forma inédita. Tinha sido encerrada em 1988, após pouco mais de ano de atividade. Problemas de licenciamento e preocupações com o risco de terramotos na área forçaram a decisão. Esta não é a única central nuclear alemã a ser demolida nos últimos anos. O acidente nuclear de Fukushima, no Japão em 2011, assustou Berlim que, desde então, tem acelerado o processo de eliminação das centrais nucleares do país. Das 17 existentes no país na altura, oito foram imediatamente desativadas. As sete que ainda estão em atividade devem fechar até 2028. Visão. Entretanto, as 3 torres de refrigeração da central a gás de Didcot A, em Oxfordshire, foram demolidas no domingo de manhã, relata o The Guardian.
  • A refinaria da Shell em Beaver County, Pensilvânia, mereceu a visita de Trump. A gerência convidou os colaboradores a estarem presentes e absterem-se de atitudes impróprias, garantindo-lhes o pagamento de horas extraordinárias. Considerando que que um colaborador da Shell ganha cerca  de 700 dólares por dia, cada um dos que fizeram figura de presença e ajudaram a colorir as notícias da visita de Trump terão recebido cerca de 1050 dólares, garantiu um líder sindical. O evento foi considerado ação de formação paga que contou com a presença de Trump como orador convidado. Pittsburgh Post-Gazette.
Share:

Memórias curtas


No Ambiente Ondas3, os três textos mais populares da última semana foram, segundo a Google Analytics:

Durante o mesmo período, a maioria das visitas vieram, por ordem decrescente, dos seguintes países: Portugal, EUA, Brasil, França, Japão, Angola, Bélgica, Canadá e Colômbia. 

Ainda durante este período, a proveniência, também por ordem decrescente, dos leitores de língua portuguesa, foi a seguinte: Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Faro, Setúbal, Madeira, Braga, Évora e Portalegre.
Share:

Bico calado

  • «(…) A doutora Raquel Varela, de quem sou amigo e por quem tenho muita estima, defende a bondade deles. Mais, defende que eles são meus defensores e escreve no Público que a democracia em Portugal está a ser defendida pelos motoristas reunidos num sindicato de motoristas de camiões cisterna de combustíveis, a que atribuíram de moto próprio a categoria exclusiva de matérias perigosas. Na realidade a categoria de matérias perigosas abrange mais cargas, desde a água ao transporte de animais, de ar líquido a ácidos, de farinhas a caixas de bebidas. Até o lixo é matéria perigosa. Estes motoristas e os seus padrinhos apenas identificam os combustíveis como matérias perigosas porque são os combustíveis que lhes permite perturbar a vida da sociedade, de causar danos económicos e sociais de forma rápida e com resultados garantidos. Como os faquistas sabem onde espetar o punhal. Adiante, porque a defesa da democracia é um ato sério, praticado por gente séria. Não é o caso dos dirigentes deste sindicato erigidos pela doutora Raquel Varela em condestáveis da democracia. Alguém os viu em algum ato de defesa da democracia, numa eleição democrática, na defesa de saúde ou educação pública? Na luta pelos direitos de minorias? Na defesa de uma causa como a da paz, ou do ambiente? (…)Nem ao dito vice presidente Pardal Henriques, nem ao dito presidente do sindicato Francisco São Bento são, pois, conhecidas anteriores intervenções sindicais, de ordem cívica, política, ou cultural. São dois arrivistas, de passado obscuro e de presente suspeito. Quem está por detrás deles? Uma estudiosa dos movimentos sociais acredita em salvadores saídos do nada? Nem a Joana d’ Arc, o foi. Nem qualquer dos revolucionários franceses, nem russos. Todos os protagonistas de movimentos sociais tinham uma história. Até os relâmpagos têm uma causa, uma origem conhecida. Estes dois salvádegos da democracia não, saíram do ovo e logo se transformaram em serpentes! Ora é a estes dois neófitos da luta sindical e da luta cívica e política que Raquel Varela atribui a defesa da democracia! E tantos homens e mulheres dignos foram torturados, presos, exilados, assassinados por lutarem pela democracia e afinal era tão fácil e rápido! (…)A greve deste sindicato ad hoc, feito ao microondas, ou de uma Bimby, pode muito bem ser um instrumento de uma estratégia muito mais vasta. Um dia saberemos. Antes convinha, por prudência, não classificar o doutor Pardal Henriques e os seus apoiantes de cavaleiros da liberdade e da democracia. Os combatentes da liberdade – freedom fighters – inventados e incensados por Reagan nos anos 80 do século passado afinal eram talibãs e alquaedas financiados pelos Estados Unidos! (…)A minha avó, uma mulher que aos dezoito anos saiu dos Açores para os Estados Unidos, que foi recolhida na ilha Ellis, que atravessou a América de Providence à Califórnia para ir ter com o homem com quem casou, que viveu nas terras do Oeste, no Vale de São Joaquim, dizia que mais valia um ano de tarimba que cem de Coimbra. Pese embora o exagero e a necessidade do estudo sério e profundo, convém dar também atenção às vozes de pessoas como a minha avó Honorina e até à do Padre Américo, o fundador da Obra do Gaiato, de quem  terá ficado apenas a primeira parte da frase em que ele apreciava os jovens recolhidos e de quem desconhecia o passado: «Não há rapazes maus». Ficou censurada a última parte: O que há é muito filho da mãe. Os estudos sociais deviam tomar em consideração os filhos da mãe, porque eles existem e não são todos burgueses e aristocratas. (…)» Carlos de Matos Gomes, in Se o Pardal Henriques é o condestável da democracia, eu sou o Zaratustra - Jornal Tornado.
  • «(…) O Pardal Henriques e os seus homens de mão, motoristas de camiões de combustíveis, são, neste caso, apenas o pretexto para potenciar grupos políticos em tempo de eleições. Uma acção perfeitamente legítima. Mas não há necessidade de tratar os motoristas como coitadinhos vítimas da exploração e da violência do Estado. (…)» Carlos de Matos Gomes, in Libelo contra a petição a favor de sindicatos abutres e de greves neoliberais - Jornal Tornado.
  • O presidente do Instituto do Seguro Social de Moçambique Francisco Mazoio foi preso na sequência de uma investigação sobre o uso de fundos da instituição numa injeção de capital numa companhia aérea privada. Fonte.
Share:

domingo, 18 de agosto de 2019

Itália: autoridades alfandegárias detêm dois turistas franceses na posse de 40 Kg de areia

  • Dois turistas franceses foram detidos pelas autoridades alfandegárias italianas na posse de 40 Kg de areia de uma praia da Sardenha. Os turistas alegaram ter recolhido areia branca da praia de Chia como recordação. Incorrem numa pena que pode ir até 6 anos de cadeia. El País.
  • O número de multas de lixo emitidas pelos municípios quase quadruplicou em seis anos, com mais de 250 mil entregues no ano passado. O aumento coincide com o crescimento do número de Câmaras Municipais na Inglaterra e no País de Gales que contrataram empresas privadas para policiar as ruas em cata de incumprimentos de regras do lixo. The Guardian.
Share:

Reflexão – O impacto positivo de uma central a carvão… em Moçambique


Uma central a carvão projetada para Nacala-a-Velha, Nampula-Moçambique, não representa impactos fatais que impeçam o lançamento da obra, conclui o estudo de avaliação de impactos ambientais realizado pela IMPACTO, do conhecido escritor Mia Couto.
Tudo isto apesar de se alertar, em duas páginas inteiras, para vários impactos negativos. Sobre este negócio, alguém escreveu o seguinte ao blogue Macua, que citamos com a devida vénia: «(…) É criminoso uma empresa como a IMPACTO fazer um estudo afirmando que uma central a carvão não vai ter impacto na Baía de Nacala. Sr. Mia Couto, se ama o seu país, se há alternativas mais baratas e sem os impactos de uma central a carvão em Nacala a Velha, tem poderes para parar este projeto e instalar uma central solar ou eólica em Nacala não falta sol e vento. 
O Sr. Mia Couto é um homem inteligente que ama o seu povo, porque permite maltratar o seu povo desta maneira? (…) Existem alternativas, muito mais baratas para produção de energia elétrica (…) 
A energia eólica e solar estão muito mais baratas que a energia do carvão, basta fazer umas contas de merceeiro e verificar que se trata de um negocio ruinoso para Moçambique (…) A energia elétrica em Moçambique está cada vez mais cara, diminuindo a competitividade do pais para se instalarem mais indústrias. A central solar de Mocuba com 40 MW de potência, custou 76 milhões de usd, se fossem instalados 200 MW em Nacala a Velha custariam 380 milhões. A central a carvão irá custar 347 milhões de usd, para produzir os mesmos 200 MW de potencia instalados. A grande diferença é que a central solar, não vai poluir, vai trabalhar 30 anos a consumir o combustível solar que não tem custos, os Chineses irão vender na mesma os painéis solares e poderão financiar.(…)»
Share:

Bico calado

  • Programa de TV pública alemã chama Bolsonaro de 'Idiota de Ipanema', titula a Folha de S. Paulo.
  • O Supremo Tribunal de Angola condenou o ex-ministro dos Transportes Augusto da Silva Tomas por peculato, apropriação indébita de fundos públicos, abuso de poder e violação dos padrões orçamentários. Bloomberg.
  • Por que será que os bancos de referência deixaram de financiar negócios tão chorudos como os da compra, venda e transferência de jogadores de futebol? Devem andar com ele apertado após revelações de tanta fraude relacionada com lavagem de dinheiros. Mas a 23 Capital, com escritórios em Londres, Los Angeles, New York e Barcelona, não parece ter medo de correr riscos. O negócio avança de vento em popa: mais de 2 biliões de dólares em empréstimos diretos a alguns dos maiores nomes do futebol europeu, nomeadamente ao Atlético de Madrid pela transferência de João Féliz do Benfica. Aliás, o Benfica trabalhou com a 23 Capital, vendendo os seus direitos de transmissão num acordo que viu a 23 Capital fornecer um empréstimo de 5 anos no valor de mais de € 100 milhões. Forbes.
  • A perífrase na toponímia, doença infantile do turimo pimba – por José Gabriel, FB.
  • «Se Israel não quiser que membros do Congresso dos Estados Unidos visitem o seu país talvez eles possam respeitosamente recusar os biliões de dólares que que temos dado a Israel.» Bernie Sanders, sobre a decisão de Israel de negar a entrada de duas congressistas mulçulmanas dos EUA. Youtube.
Share:

sábado, 17 de agosto de 2019

Reino Unido: companhias de águas prometem plantar 11 milhões de árvores

  • Pelo menos durante 15 anos, as urbanizações de luxo de Ciudalcampo, em San Sebastián de los Reyes e Santo Domingo, em Algete, contaminaram com descargas de esgoto a parte inferior do rio Guadalix, declarado Red Natura. Os ecologistas da Associação para a Recuperação da Mata Nativa, Associação Ecológica de Jarama “El Soto”, Ecologistas en Acción, Grupo Ação Ambiental (GRAMA) e Jarama Vivo denunciaram a situação às autoridades competentes exigindo ação contra os responsáveis.
  • As 9 principais operadoras dos serviços de abastecimento de água e esgotos do Reino Unido comprometeram-se a plantar 11 milhões de árvores. EDIE.
  • Análises realizadas a 38 crianças com idades inferiores a 11 anos do vale de Orbiel, França, detetaram a existência de níveis de arsénio superiores às médias consideradas normais e legais. Suspeita-se que as inundações de outubro do ano passado fizeram o rio Orbiel e seus afluentes tributários arrastar arsénio e metais pesados da mina de Salsigne, encerrada em 2004. Esta mina extraiu ouro durante cerca de 100 anos. Euronews.
  • No País de Gales, um apicultor de Dryslwyn, Carmarthenshire, teve que queimar abelhas para impedir a propagação da American Foulbrood (AFB), uma doença altamente infeciosa causada por uma bactéria formadora de esporos transferida para as abelhas através de alimentos infetados. Segundo o banco de dados BeeBase do governo do Reino Unido, houve 14 novos casos no País de Gales até agora este ano, em comparação com três em 2018 e 26 no ano anterior. BBC.
  • Um fungo que destruiu as plantações de banana na Ásia (Fusarium) instalou-se na América Latina. A doença avança lentamente, mas não há cura, e isso pode significar calamidade para a indústria da banana na América do Sul. NPR.
  • As autoridades de Sioux Falls, no Dakota do Sul, avançaram com ações federais contra várias empresas, incluindo a 3M e a DuPont, por produtos químicos tóxicos descobertos nas águas subterrâneas da cidade. Os documentos apresentados alegam que os fabricantes de produtos químicos testaram e estavam cientes dos riscos para a saúde dos compostos usados numa espuma de combate a incêndios que durante décadas foi testada e armazenada no Aeroporto Regional de Sioux Falls. Argus Leader.
Share:

Reflexão – Lixo ou arroz?


O combate da Indonésia à importação de resíduos do estrangeiro está a preocupar os cerca de 4 mil habitantes de Bangun. Dizem que ganham mais dinheiro separando lixo do que cultivando arroz. A revenda de plástico e alumínio dá-lhes para pagarem a peregrinação anual de 20 pessoas a Haj, na Arábia Saudita. 
Share:

Bico calado

  • O conselho escolar de São Francisco, na Califórnia, decidiu por unanimidade mandar apagar as treze pinturas de Victor Arnautoff que decoram os muros da Escola Secundária George Washington desde a sua inauguração, em 1936. A decisão baseou-se nas conclusões de um grupo de reflexão e ação alegando que os murais não só glorificavam a colonização, a escravatura, o genocídio, a supremacia branca, a opressão, mas também que a imagem de um índio morto por colonos traumatizava a comunidade educativa. Porém, longe de homenagear o primeiro presidente dos EUA, os murais representam Washington como proprietário de escravos e instigador das primeiras guerras de extermínio dos índios. Pergunta o Le Monde Diplomatique: «Como é que se pode garantir que um artista que evoca a história de um país nunca irá incomodar membros da comunidade, os quais têm, de qualquer forma, mil outras ocasiões para serem diariamente confrontados com cenas de brutalidade, reais ou figuradas? Obras como Guernica, de Pablo Picasso, ou Tres de mayo, de Francisco de Goya, não são igualmente violentas e traumatizantes?». Videos com excertos de debate público sobre esta decisão, aquiaqui e aqui.
  • A série de assassinatos em massa despoletou um negócio formidável: as igrejas norte-americanas estão a armar e a treinar os fieis mais próximos, conta a insuspeita The Associated Press.
Share:

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Cartaxo: ERSAR acusa a Cartágua de gestão inadmissível


A Entidade Reguladora do Serviço de Águas e Resíduos (ERSAR) acusou a Cartágua de ter uma gestão inadmissível, de mascarar e de se favorecer à conta das alterações de critérios variáveis como a inflação, os encargos fiscais, regras de contabilidade, e outros expedientes financeiros ao longo do contrato de concessão. 
A Cartágua contrapõe acusando a reguladora de enviesamento ideológico e da análise apresentada conter “erros, lapsos e imprecisões consideráveis”. 
Perante o impasse, a ERSAR enviou cópia do seu relatório para a Polícia Judiciária e Ministério Público. 
Share:

Espanha: O parque La Marjal é capaz de reter água de chuvas torrenciais

  • La Marjal é um parque da cidade de Alicante construído segundo técnicas usadas pelos Árabes há 8 séculos. Para além de ser uma área de recreio e uma reserva natural, é capaz de reter a água de chuvas torrenciais que o sistema de pluviais não consegue absorver e encaminhar. Estas águas são depois bombeadas para uma estação de tratamento com vista à sua reutilização para lavar ruas e regar jardins. A sua construção demorou 2 anos e custou 3,7 milhões de euros, um quarto do custo do reservatório de betão da cidade. A sua manutenção é de 50 mil euros por ano. The Guardain.
  • A britânica URE Energy perdeu a licença de operar por não pagar 209 mil libras de obrigações de renováveis após incumprimento de abastecimento de energia. PVMagazine.
  • Porque é que o recente apagão em áreas da Inglaterra e do Paíse de Gales foi usado para atacar as renováveis? Mike Small  responde, no DesmogUK: porque alguns media ainda mantêm uma agenda anti climática.
  • O pipeline Broken Hill, que custou 500 milhões de dólares, foi construído para benefício de regantes, revela um relatório de 2016 até agora mantido em segredo pelo governo da Nova Gales do Sul, Austrália. A segurança da água não foi o principal objetivo do projeto, mas sim apoiar a indústria do algodão a montante e empreendimentos de mineração ao longo da rota do pipeline. The Guardian.
Share:

Reflexão - Portland vai ter eletricidade gerada por turbinas instaladas na rede de abastecimento de água



Residentes de Portland podem em breve encontrar sua fonte de energia alimentada pela sua água potável graças à Lucid Energy, que projetou um novo sistema para gerar eletricidade a partir de turbinas instaladas na rede de abastecimento de água da cidade. 
Share:

Bico calado

  • «(…) A extrema-direita conta com três instrumentos fundamentais: aproveitamento da contestação social contra medidas de governos considerados hostis, exploração de idiotas úteis e, no caso de governos mais à esquerda, maximização das dificuldades de governação decorrentes das coligações existentes. Do primeiro caso, talvez sirva de ilustração a greve do Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas. Este tipo de greve pode ter efeitos tão graves que desmoralizem qualquer governo. Tradicionalmente os sindicatos sabem disso, negoceiam forte e ao mesmo tempo sabem até onde podem ir para não pôr em causa interesses vitais dos cidadãos. Não é isto o que tem ocorrido com este sindicato. É altamente suspeita a linguagem radicalizadora do vice-presidente do sindicato (“deixou de ser um direito laboral para ser uma questão de honra”), uma personagem aparentemente arvorada em anjo protector de sindicalistas descontentes. A história nunca se repete mas obriga-nos a pensar. O governo democrático socialista de Salvador Allende, hostilizado pelas elites locais e pelos EUA, sofreu a sua crise final depois das greves de sindicatos de motoristas de combustíveis, precisamente devido à paralisação do país e à imagem de ingovernabilidade que reflectia. Soube-se anos depois que a CIA norte-americana tinha estado bastante activa por detrás das greves. Os idiotas úteis são aqueles que, com as melhores intenções, jogam o jogo da extrema-direita, embora nada tenham a ver com ela. Cito dois. Quando foi da primeira greve do sindicato referido, alguns ingénuos sociólogos apressaram-se a dissertar sobre o novo tipo de sindicalismo não ideológico, exclusivamente centrado nos interesses dos trabalhadores. O contraste implícito era com a CGTP, essa sim considerada ideológica e ao serviço de obscuros interesses antidemocráticos. Se lessem um pouco mais sobre os movimentos sindicais do passado, saberiam que, em muitos contextos, a proclamação da ausência de ideologia política foi a melhor arma para introduzir a ideologia política contrária. Mas os idiotas úteis podem sair donde menos se espera. Um sindicalista que até há pouco muito admirei, Mário Nogueira, comportou-se a certa altura como idiota útil ao transformar as reivindicações dos professores motivo legítimo para fazer demitir o governo de esquerda apoiado pelo partido a que pertence. Este radicalismo, que confunde a árvore com a floresta, serve objectivamente os interesses desestabilizadores da extrema-direita. (…)» Boaventura de Sousa Santos, Portugal, um alvo estratégico da extrema-direitaPúblico 11ago2019.
  • 10 factos chocantes acerca do império britânico. Youtube.
Share:

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Espinho: vândalos insistem em roubar flores e estragar floreiras


Não há flores que consigam resistir à ação de vândalos que, pela calada da noite, as roubam ou as estragam. 
Acontece em Espinho, na rua 14, entre a 21 e a 23, desde que a autarquia local decidiu arrancar as groselheiras e substituí-las por vasos grandes onde tem plantado, entre outras variedades, cravos-túnicos, amores-perfeitos e hidrângeas.
Share:

Califórnia lança aplicação para facilitar o relato de incidentes com pesticidas no estado

  • A Fife Ethylene Plant da ExxonMobil, em Mossmorran usa e abusa da queima de metano no alto das suas chaminés. As queixas doz vizinhas têm sido tantas que, finalmente, vai haver uma inspeção. Energy Voice.
  • Cerca de 4 mil pessoas reuniram-se o fim-de-semana passado em Hévilliers, em Meuse, para mostrar a sua oposição ao projeto de enterrar resíduos nucleares em Bure. Le Figaro.
  • O Departamento de Regulamentação de Pesticidas da Califórnia (CDPR) lançou uma aplicação gratuita (CASPIR) para facilitar o relato de incidentes com pesticidas no estado. A aplicação é bilíngue, permitindo que os usuários adicionem fotos e vídeos e registem a localização GPS das ocorrências. Beyond Pesticides.
  • O ex-chefe do Programa de Clima e Saúde dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças vai apresentar uma queixa de denunciante, alegando que o CDC retaliou contra George Luber por se manifestar sobre a crise climática e manifestar preocupação de que a agência estivesse a transferir fundos climáticos para outros programas. E&E.
  • A Coreia do Sul está preocupada: o Japão pensa despejar no oceano mais de um bilião de litros de água radioativa da central nuclear de Fukushima. RFi.
Share:

Reflexão – A quem interessa a opacidade em relação ao acidente nuclear de Nionoksa?


O acidente nuclear ocorrido em 8 de agosto na base de mísseis de Nionoksa, no extremo norte da Rússia, matou pelo menos cinco pessoas e feriu três outras, todas técnicas ao serviço da agência nuclear russa Rosatom.
Mas muitos mistérios ainda cercam a explosão, nomeadamente à volta das circunstâncias da explosão, das vítimas, dos tipos de mísseis, dos níveis de radiação, das evacuações…
Embora o ministério da defesa Russo tenha inicialmente garantido que a explosão e incêndio não tinham provocado contaminação radioativa digna de registo, veio depois anunciar que se registara níveis de radiação 16 vezes superiores ao legalmente estabelecido.
Trump não quis ficar de fora e escreveu que os EUA tinham aprendido imenso com o falhanço deste míssil de cruzeiro e que o país tinha um semelhante ao 9M730, mas com tecnologia mais avançada. 
Fontes: FranceTVInfo,  Le MondeEuronews e CNN.
Share:

Mão pesada

  • A South West Water foi multada em 350 mil libras por poluir com esgoto não tratado a ribeira de Tamerton, em Devon, e matar muitos peixes. A multa foi convertida numa doação à Westcountry Rivers Trust para cuidar da ribeira. GovUK.
  • A Rowanoak Waste Services Limited foi multada em 25 mil libras por  abandono de 2 mil toneladas de resíduos em Dudley, e o seu diretor condenado a 12 meses de pena suspensa e cumprimento de 100 horas de serviço público, para além de 3 anos de suspensão de atividade no ramo. A Mak Waste Ltd foi multada em 18 mil libras por motivos semelhantes. O seu diretor foi condenado a pena suspensa de 12 meses e ao cumprimento de 150 horas de serviço público, para além de 5 anos de suspensão de atividade no ramo. GovUK.
Share:

Bico calado

  • Isabel dos Santos, senhora de uma fortuna calculada em cerca de 2 biliões de libras, vai demolir uma casa na zona chique de Kensington para aí construir um bunker com complexo subterrâneo de piscinas,descreve o insuspeito Daily Mail
  • Financiado pelo vice-presidente americano, Capitol Ministries já abriu ministérios em seis países latino-americanos desde 2017. A organização evangélica ensina governantes a usar a Bíblia para justificar políticas de ultradireita. APublica.
  • Uma estudante chinesa está a processar a Disneylândia. Tudo porque foi impedida de, com um grupo de colegas de visita ao parque de Shanghai, entrar com merenda. Este tipo de proibição só é aplicada pela empresa nos seus parques de Shanghai, Hong Kong e Tóquio. China Daily.
  • «(…) a Concelhia de Espinho liderada por Vicente Pinto, não apresentou qualquer nome à distrital. Posição que considero caricata, como caricato considero que foi o argumento apresentado para tal posição. Só apresentariam o nome se a Distrital desse garantias da colocarão do nome de Espinho num lugar cimeiro da lista. Não interessa portanto a capacidade e o valor da personalidade a apresentar, queriam garantias de ter lugar, independentemente de quem decidissem apresentar. (…) confesso que me senti vexado com esta posição absolutamente ridícula e por isso não posso calar a minha indignação. Espinho foi a única concelhia que não apresentou qualquer nome para as Legislativas deste ano.(…) A Concelhia de Espinho anda há demasiado tempo a reboque das ambições pessoais das mesmas pessoas. São protagonistas que estão mais interessados em que o partido não promova mais ninguém a não ser eles, do que na elevação de Espinho ao lugar que pela sua dimensão e importância tem direito.» José Carlos Santos, Membro da Comissão Politica Distrital do PSD de Aveiro – in Defesa de Espinho.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue