sábado, 4 de julho de 2015

Barcelona suspende licenças de alojamentos turísticos

Imagem retirada daqui.
  • Barcelona suspendeu todas as novas licenças de alojamentos turísticos. A medida ocorre após o novo executivo camarário ter considerado que o turismo na cidade atingira o ponto de saturação e antecede a criação de um Plano Especial de Regulação do setor. Via O Voo do Corvo.
  • 36 prémios Nobel expressaram publicamente a sua preocupação em relação aos impactos das alterações climáticas e pediram aos líderes mundiais para limitarem as emissões de gases de efeito de estufa. El País.
  • Na Califórnia, há agricultores que, perante a prolongada seca que os afecta, começaram a regar os seus terrenos com efluentes da extração de petróleo. Obviamente, há muioto boa gente preocupada com a mais que certa contaminação de solos e respetivos impactos negativos na Natureza e na qualidade de vida humana. Raw Story.

Bico calado

  • Só o meu cão não tem um blogue, por Quatro Almas.
  • O governo britânico de Thatcher não se opôs ao programa de armas químicas de Saddam Hussein porque uma empresa britânica estava envolvida na produção de gás de mostarda para o Iraque. RT.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Espinho: Marés vivas ameaçam arena do Mundial de Futebol de Praia

Praia da Baía, Espinho. Foto de Paulo Duarte.

Na Praia da Baía, o efeito das marés vivas já se fizeram sentir. O mar encrespado bateu intensamente no areal e removeu parte considerável da areia, pondo em risco a base que sustenta a torre sul da Arena do Mundial de Futebol de Praia – Espinho 2015. Os autarcas e os responsáveis pelo evento garante que tudo está em perfeitas condições de segurança, havendo plano de contigência. Espinho Alerta.

Porém, isto não deixa de ser uma clara manifestação de inconsciência e irresponsabilidade de quem de direito que permitiu e autorizou a realização deste evento neste sítio e nestas condições. Oxalá a Natureza não venha a catapultar Espinho para as primeiras páginas dos media por motivos mais que evidentes.

Praia da Baía, Espinho. Foto de Lena Oliveira.

Adidas produz sapatilhas a partir de lixo marinho

Imagem retirada daqui.
  • A praia de Las Catedrales, em Ribadeo, Lugo, vai passar a ter um sistema de controlo de acesso por parte de visitantes. Apenas 4.800 pessoas poderão visitar diariamente o local nos meses de julho, agosto e setembro, e na Semana Santa. El País. Igual medida há muito que foi adoptada pelo Governo Regional dos Açores em relação ao acesso de visitantes ao ilhéu de Vila Franca do Campo.
  • A Scottish Water pode ser multada na sequência do registo de contaminação de água em North Lanarkshire, o que afetou milhares de casaas e obrigou ao encerramento de 9 escolas. Utility Week.
  • Nos bairros de lata de Nairobi, Quénia, foram instalados disponibilizadores de água, tipo multibanco, onde as pessoas podem comprar água. Consta que as perdas e os custos de água diminuiram drasticamente. Africa Daily.
  • Cinco mil pessoas foram evacuadas de Blount County, Tennessee, na sequência do descarrilamento e incêndio de um comboio de produtos tóxicos e inflamáveis. Raw Story.
  • Foi lançado o alerta em relação a uma substância química utilizadas em bebidas gaseificadas para facilitar a mistura dos ingredientes.  O dicotiyl sodium sulfoscuccinate, vulgo DOSS, provoca a obesidade e é um dos ingredients do Corexit, o dispersante aplicado no derrame do Deepwater Horizon de 2010. Environmental Health News.
  • Há cubanos preocupados com os eventuais impactos negativos sobre a Natureza decorrentes da futura pressão dos turistas norte-americanos no país. NYTimes.
  • A China vai triplicar a sua capacidade de produção de energia eólica até 2015. EDIE.
  • Na China, as novas leis ambientais tornaram-se mais rigorosas, prevendo a responsabilização de responsáveis governamentais,apesar de já aposentados, por crimes ambientais passados. Reuters.
  • E que tal sapatilhas produziads a partir de lixo marinho? Pela Adidas. Mental Floss.

Reflexão: quem lê o Ambiente Ondas3 e quais as preferências?

No Ambiente Ondas3, as 3 textos mais populares dos últimos 8 dias foram, segundo a Google Analytics:
As visitas vieram, por ordem decrescente, de Portugal, do Brasil, dos EUA, de França, do Canadá, de Espanha, da Alemanha, do Reino Unido, de Agola e da Argentina.
Proveniência, também por ordem decrescente, dos leitores de língua portuguesa: Lisboa, Porto, Ponta Delgada, Espinho, São Paulo, Coimbra, São João da Madeira, Gaia e New York.

Obrigado pela preferência. Voltem sempre!

Mão pesada

Um proprietário rural foi multado em 5 mil libras por depósito ilegal de resíduos de madeira em Stoke Lyn, Bicester. Gov UK.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Organizações processam ministério do Ambiente dos EUA

Kruger Park, África do Sul. Foto de Ken Haley /Barcroft Media.
  • A Igreja de Inglaterra anunciou o abandono dos seus investimentos de 1,6 milhões de libras na SOCO International devido aos escândalos relacionados com corrupção, suborno e violação de direitos humanos em que aquela empresa se viu envolvida no Parque Nacional de Virunga, na República Democrática do Congo. Church of England.
  • A Siemens vai começar a converter energia eólica em hidrogénio. Reuters.
  • Em Oklahoma, as empresas de fraturação hidráulica já podem ser processadas por provocarem terramotos. Think Progress.
  • Três organizações, - Center for Environmental Health, Beyond Pesticides e Physicians for Social Responsibility -, processaram o ministério do Ambiente norte-americano por recusar divulgar os ingredientes «inertes» que integram os pesticidas por ele aprovados. «Os químicos referiso como inertes são ativos. Os consumidores pensam que os ingredientes inertes são a água ou outras substância benignas utilizadas para misturar os químicos, mas muitos são cancerígenos enquanto outros são tão prejudiciais como os ativos e há ainda outros cujos impactos são descomhecidos» disse Yana Garcia, advogado das organizações. Courthouse News.

Bico calado

  • Uma mãe foi detida por ter deixado a filha de 7 anos a brincar sozinha num parque no Maine enquanto a via de casa. Há quem veja nesta estória uma crescente tendência de um país a tornar-se estado policial que controla tudo e todos. The Daily Sheeple
  • «A esayJet realizou no passado dia 3 de junho uma ‘Caça ao Bilhete’ nas cinco cidades portuguesas onde opera – Lisboa, Porto, Faro, Funchal e S. Miguel.» Diário dos Açores, 1 de julho 2015,p2. Para além de confundir uma ilha com uma cidade, não seria melhor publicar as notícias atempadamente sob pena de elas saberem a ressessas ou requentadas?
  • Cuba é o primeiro país do mundo a eliminar atransmissão do virus da SIDA e da sífilis entre mãe e filho, salienta a Organização Mundial de Saúde. AFP.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Área de proteção marinha estabelecida no Ártico

Government Hill, Anchorage, Alaska. Foto de Bill Roth/AP.
  • Uma área de proteção marinha vai ser estabelecida no Ártico em 2016, deliberou a Convenção de OSPAR realizada em Ostend, Bélgica. Nesta área, do tamanho de Espanha, a prioridade será a proteger habitats e espécies em risco de extinção. Por isso, não poderá haver extração de petróleo nem pesca industrial. Greenpeace.
  • 16 estados processaram o minsitério do Ambiente dos EUA por causa de uma lei que expande a definição de corpos de água sujeitos a controlos federais de poluição. SEJ.
  • Dilma Rousseff prometeu restaurar 12 milhões de hectares de floresta abatida e fomentar a produção de energia s renováveis até 2030, num plano articulado com Obama. The Guardian.
  • Uma lixeira ilegal em Mpumuza, África do Sul, levanta enormes preocupações devido o elevado volume de resíduos de amianto lá despejados. News24.

Bico calado: Dona Democracia e suas duas mordaças

Imagem retirada daqui.

« (…) forças que nada têm de democráticas, mas têm tudo de negociantes e usurários, tomaram de assalto o poder político. Ao fazê-lo, perverteram a via democrática, transformando-a num instrumento dos seus interesses perversos. Fizeram-no lentamente, progressivamente, instalando em 1944 um sistema de controlo que aproveitou o conflito mundial de 1939-45 e teve a sua expressão nos acordos de Bretton Woods (...), onde nasceram o FMI e o Banco Mundial. (...) O FMI foi criado para (...) fazer do dólar americsano a moeda dominante (...) Os países signatários de Bretton Woods foram os autores iniciais de uma mordaça à Democracia que se foi acentuando com a globalização e teve a sua irónica expressão dentro da própria União Europeia atual, pois se no acordo de New Hampshire odólarfoi modelo, na criação do euro a referência foi o marco alemão. Os ingleses, sempre atentos, ficaram logo de fora – e com isso evitaram o perigo da mordaça europeia. Porque esta estratégia alemã foi um verdadeiro ‘diktat’ aos países de moedas mais fracas (...) Paul Krugman, o americano Prémio Nobel de Economia e professor catedrático de Economia e Assuntos Internacionais na reputada Universidade de Princeton, (...)  questiona severamente quer a forma de negociar quer as exigências dos parceiros europeus em relação aos gregos. (...) Numa gráfico que acompanha o artigo, demonstra-se que as previsões do crescimento do PIB da Grécia pelo FMI falharam todas. (...) A expressão de Krugman é ‘estão a brincar connosco’. Permito-me acrescentar que é umas estratégia propositada e que faz parte do amordaçar da Dmocracia pela via financeira. A prova mais evidente deste facto é que o apertar do cerco À Grécia ficou fortíssimo quando o Syriza foi eleito e Alexis Tsipras, Varoufakis e o governo helénico, escudados no voto, bateram o pé ao programa de austeridade. Se fosse preciso mais outra evidência, basta ver a reação dos ministros do Eurogrupo (nem todos, aliás!) e da gritaria contra um referendo grego sobre o pacote de medidas que lhes pretendem fazer ‘engolir’, a troco de mais dinheiro emprestado. Esta insistÊncia na mordaça financeira mostra uma segunda, queé a mordaça política: fica evidente que o desejado pelos ‘tróicos’ e seus mentores, é afastar o governo do Syriza e colocar no seu lugar outros que lhes sejam favoráveis.»
Vasco Garcia in Dona Democracia e suas duas mordaças, Açoriano Oriental de 29junho2015. Vasco Garcia é prof. catedrático e foi eurodeputado, tendo rompido, em 2013, com o PSD.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Supremo rejeita lei de Obama para reduzir poluição

Maasai Mara, Kenya. Foto de CharlesComyn/Barcroft Media.
  • Lancashire rejeitou o projeto de extração de gás de xisto no seu território. Telegraph.
  • O Supremo Tribunal rejeitou o projeto-lei de Obama para reduzir a poluição. The Guardian.
  • Fred Singer, o padrinho dos negacionistas climáticos, considera o acordo das Nações Unidas sobre o aquecimento global um suicídio económico para os EUA e um desastre para o mundo. The Guardian.
  • A nossa sociedade poderá colapsar em 2040 devido a escassez catastrófica de comida, alerta estudo realizado por cientistas do Global Sustainability Institute da Anglia Ruskin University. The Independent.

Reflexão – Mais um projeto absurdo

«Parece mentira mas é verdade. Em plena época de alterações climáticas, de subida inevitável do nível do mar, de políticas fortíssimas de reabilitação e qualificação urbana, de colapso dos modelos absurdos do ‘terrorismo betoneiro’, eis que surge de novo o absurdo. (...) chegam umas dinâmicas figuras arqueológicas a propor várias torres, mais um esporão, mais uma marina, mais um brutal viaduto, mais uma rotunda... Em suma, um paredão de betão espetado na foz do Tejo e a emparedar o Vale do Jamor. E tudo isto pela mão da Câmara Municipal de Oeiras.»
Luísa Schmidt in Já não se usa, Expresso 27jun2015.

Bico calado

  • «Sim, figuradamente. Uma pessoa que sistematicamente vota coisa em cuja discussão não participou, de facto é um figurante. Eu chego a casa e está a dar o programa do Fernando Mendes [‘O Preço Certo’] e fico com a sensação de que os figurantes desse programa têm mais poder do que um deputado, nem que seja quando gritam.» Ribeiro e Castro (CDS) em resposra à pergunta Disse que não gosta de se sentir um palhaço. Sente-se um palhaço no Parlamento?’. Expresso 27jun2015.
  • «Banqueiros feitos oráculos das nações, jornalistas papagaios da verdade de cada momento e políticos sem espinha elogiaram o solidário ‘resgate’ aos Estados que, aparentemente depenados por anos de um Estado social incomportável, pediam ajuda aos seus liados. A troika tinha a receita: aumentar impostos, cortar despesa social e vender tudo ao desbarato. O dinheiro era para pagar uma dívida que nunca parou de crescer. Passados mais de seis anos, os aliados já são credores. O que era ajuda passou a ser chantagem. E os oráculos, jornalistas e políticos da situação subsituíram o moralismo pelo fatalismo. O que era apresentado como a salvação dos povos passou a ser apenas inevitável.» Daniel Oliveira in O elefante na sala, Expresso 27jun2015.

domingo, 28 de junho de 2015

Células solares giratórias produzem mais eletricidade?

  • 28 junho, domingo, Praia de Faro: Marcha-Kayakada contra a exploração de hidrocarbonetos na costa do Algarve e em defesa de um Algarve sustentável. PONG-Pesca.
  • As alterações climáticas e desenvolvimento urbanístico caótico estão a ser apontados como fatores importantes dos prejuízos causados pelas cheias que forçaram a deslocalização de 80 pessoas em Douala, Camarões. Reuters.
  • Há quem diga que o súbito interesse da Arábia Saudita pela energia solar nada tem a ver com mostrar-se mais amiga do Ambiente. Tudo não passará de simpels egoismo: o país está a usar a energia solar como meio de subsidiar os custos a nível interno enquanto maximiza os lucros no estrangeiro. Huffignton Post.
  • Grenada decidiu reconstruir os seus recifes de coral, seguindo o exemplo da Jamaica e de Belize. IPS.
  • A V3Solar garante que as suas células solares giratórias produzem 20 vezes mais eletricidade do que os paineis solares normais. EcoInventos. Mas já veio alguém demonstrar que isso é uma grande treta.

Mão pesada

  • O governo espanhol anunciou a aplicação de 11 milhões de euros de multas a empresas galegas por apoio e concluio na captura ilegal de peixe por parte de 4 barcos ao largo da Patagónia. World Fishing, via PONG-Pesca.
  • A central a carvão de Four Corners, perto de Shiprock, New Mexico, foi multada em 168 milhões de dólares por prejuízos causados pela poluição que produz na região. SEJ.

Bico calado

  • « (...) Bater nos gregos tornou-se uma espécie de desporto nacional. Tem várias versões, uma é bater no Syriza, outra é bater nos gregos propriamente ditos e na Grécia como país. As duas coisas estão relacionadas, bate-se na Grécia porque o Syriza resultou num incómodo e, mesmo que o Syriza morda o pó das suas propostas, – que é o objectivo disto tudo, – o mal-estar que existe na Europa é uma pedra no orgulhoso caminho imperial do Partido Popular Europeu, partido de Merkel, Passos e Rajoy e nos socialistas colaboracionistas que são quase todos que os acolitam. É isto a que hoje se chama ‘Europa’ (...) Escrevi na altura e reafirmo que mais importante do que a motivação de acabar com a austeridade, foi o sentimento de que a Grécia não podia ser governada por uma espécie de tecnocratas a actuar como ‘cobradores de fraque’ em nome da Alemanha. Por isso, mais grave do que o esmagamento do Syriza, que a actual ‘Europa’ pode fazer como se vê, é o sinal muito preocupante para todos os que querem viver num país livre e independente em que o voto para o parlamento ainda significa alguma coisa. Nisso, os gregos deram uma enorme lição aos nossos colaboracionistas de serviço, que andam de bandeirinha na lapela (...) Os gregos, povo de comerciantes e marinheiros, são um alvo fácil, como os camponeses do Sul de Itália e os alentejanos, para os do Norte industrial e ‘trabalhador’. É um estereótipo conhecido: ladrões, vigaristas e, acima, de tudo preguiçosos. Por isso ‘enganaram a Europa’ e querem viver á nossa custa. A Grécia enganou a Europa? Sim with a little help from my friends. A Europa ajudou activamente a Grécia a falsificar os números, a Alemanha em particular, enquanto isso lhe interessou. E nós? Só para não ir aos inevitáveis exemplos socráticos, vamos para este governo e bem perto de nós. Com que então a TAP foi comprada por um português? O brasileiro-americano o que é, o consultor para a aviação? De onde veio o dinheiro, a pergunta que se faz sempre aos remediados, que já são vigiados por 1000 euros, e ninguém faz aos ricos e poderosos? Para que é esta cosmética? Para enganar a União Europeia dando a entender que a TAP foi comprada por um cidadão da União. O truque é tão evidente, que muito provavelmente, como aconteceu com os gregos, a União Europeia já assinou de cruz pelas aparências porque lhe convém. Atirem pois mais uma pedra aos gregos.» José Pacheco Pereira in  A Europa que nos envergonha, Público 27jun2015.
  • A rainha Isabel II vai receber 42,8 milhões de libras do erário público. Este ano, a família real britânica gastou 5,1 milhões em viagens, 14% mais do que o ano passado. Press TV.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Portugal desconhece o estado de conservação de algumas espécies e habitats

Ilheu das Formigas. Foto: Pedro Silva 23jun2015.
  • Portugal desconhece o estado de conservação de algumas espécies e habitats, principalmente do mar, situação diferente da europeia, sendo necessário reforçar a aposta na monitorização, admite Ivone Pereira Martins, coordenadora do departamento de Biodiversidade da Agência Europeia do Ambiente. Diário Digital/Lusa.
  • Legisladores alemães consideram ilegal o acordo feito pelo governo britânico e pela União Europeia para atribuir subsídios de 25 biliões de dolares para a construção da central nuclear de Hinkley Point, em Somerset. Nuclear Power Daily.
  • A EDP Renováveis inaugurou novo parque eólico na Polónia. Situado em Cuyavia e Pomerania, as suas 12 turbinas têm a capacidade de 18 MW. Energías Renovables.
  • Protestos contra a extração de gás de xisto em Lancashire. The Guardian.
  • Um tribunal holandês manda o governo reduzir as emissões de gases de efeito de estufa em 25%. O processo foi da Urgenda. The Ecologist.
  • Guia para Planos Ambientais Municipais, livro disponível para download. Via EcoDebate.

Mão pesada

  • Arizona Public Service Co. Foi multada em 1 milhão e 500 mil dólares por incumprimento de legislação relativa à qualidade do ar por parte da sua central a carvão em Four Corners, New Mexico. Mercury News.
  • A Transpetro, filial da Petrobras, pode ser multada em R$ 50 milhões por derrame no seu oleoduto na Baía de Sepetiba. EcoDebate.

Bico calado

  • A Grécia nem é na Europa, por Bruno Nogueira in TSF/Tubo de Ensaio.
  • Manipulação da imprensa pelo FMI sob investigação. InfoGrécia.
  • «Os gregos querem pôr os que mais têm a pagar o que os nossos três quiseram sacar aos que menos têm.» Filipe Tourais in A casta treme.
  • Corruption Is Killing Children in Angola (A corrupção mata crianças em Angola), NYTimes 24jun2105.