sábado, 26 de Julho de 2014

Natureza estimula corpo e mente


Imagem: Emmanuel Gauthier, 13jul2014.
  • Até que enfim dão razão àquilo que já se sabia: hospitais de Boston e de Washington DC recomendam às crianças o contato com a natureza para estimular o corpo e a mente.
  • Mosquitos transgénicos estão a ser produzidos em Campinas, Brasil, pela britânica Oxitec. Objetivo: combater a propagação do dengue.

Reflexão - Israel quer petróleo da Palestina?

A guerra que Israel move contra a Palestina tem por objetivo conquistar os seus recursos petrolíferos ao lago da costa de Gaza. Para tal tem que exterminar o Hamas e reforçar a Fatah porque, segundo os israelitas, os lucros do petróleo, nas mãos do Hamas, iriam financiar o terrorismo. Nafeez Ahmed in Ecologist de 24jul2014.

Bico calado

sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Matosinhos alarga rede de ciclovias


Moinhos da aldeia da Gralheira, Serra de Montemuro. Foto Armando Ferreira 21jul2014.
  • A Câmara de Matosinhos anunciou um projecto para facilitar a utilização da bicicleta nos circuitos diários nas ruas interiores da chamada quadra marítima da cidade, delimitada, a oeste, pela rua Álvaro de Castelões. A área de expansão das ciclovias abrange vários equipamentos importantes, como o mercado, a lota e os acessos à Câmara Municipal, por exemplo.
  • Agências de relações públicas e sociedades de advogados pagaram a redação de relatórios científicos e até mesmo deputados do parlamento europeu para facilitar o avanço da tecnologia da fraturação hidráulica na extração de gás e petróleo no país, revela um relatório da Friends of the Earth Europe. Petrolíferas como a Shell, a Tota e a ExxonMobil, e ainda grupos como o BusinessEurope e a OGP são os principais implicados
  • A imensa procura de madeira por parte da China tem provocado a exploração ilegal e insustentável das florestas de Moçambique, custando ao país milhões de dólares de direitos perdidos e impostos que afetam as comunidades rurais empobrecidas, denuncia um relatório da EIA. Sobe esta temática convirá (re)ler esta, esta e esta posta, todas publicadas pelo Ambiente Ondas3 há algum tempo.
  • Comunidades de pescadores artesanais, marisqueiras e quilombolas da Ilha de Boibepa, no município de Cairú, Bahia, vêm sendo ameaçadas pela implementação do Projeto Turístico-Imobiliário Fazenda Ponta dos Castelhanos, criado em 2001 pela empresa Mangaba Cultivo de Coco Ltda. Os grupos tradicionais da região estão em luta para que se debata o processo de licenciamento do empreendimento, que já tem parte aprovada pelos órgãos ambientais, e a maneira como ele chega ao território, em que deve prevalecer o diálogo e o respeito às comunidades. Mais pormenores aqui.
  • 5 exemplos de projetos para 5 cidades resistirem à subida do nível das águas do mar, compilados pela Mashable1 New York está a construir um dique em ferradura que abraça toda a zona leste de Manhattan, com zonas de lazer e vegetação resistente ao sal; 2 Rotterdão construiu uma imensas comporta na foz do rio Scheur para minimizar o efeito conjunto da subida das águas do mar com o aumento do caudal do rio3 Nang, no Vietname, está a investir na construção de casas com muito melhores condições para enfrentar cheias; 4 Surat, na Índia, e Semarang, na Indonésia, instalaram sofisticados sistemas de monitorização, previsão e alerta em caso de cheias.

Mão pesada

Um tribunal sul-africano condenou Mandla Chauke a 77 anos de prisão pelo abate ilegal de rinocerontes.

Bico calado

  • O antigo presidente executivo do BES, Ricardo Salgado, foi detido na casa onde reside, no Estoril, numa operação ligada à Operação Monte Branco. A operação Monte Branco está relacionada com um alegado esquema de fuga ao fisco e branqueamento de capitais através da Akoya, sociedade suíça de gestão de fortunas detida por dois dos arguidos neste processo, Michel Canals e Nicolas Figueiredo, antigos quadros do banco suíço UBS, além de Álvaro Sobrinho, presidente não executivo do BES Angola. Segundo explicou o Ministério Público, em nota de Dezembro, em causa está um conjunto de movimentos financeiros, ocorridos entre 2006 e 2012, realizados no quadro de um esquema de ocultação da origem dos fundos e da sua conversão em numerário, abrangendo montantes, na totalidade, "superiores a 30 milhões de euros".  Vagamente relacionado: infografia de longa rede de colaboradores do grupo BES.
  • Um caça da Força Aérea ucraniana foi detectado a uma distância do Boeing malaio de entre 3 a 5 quilómetros", declarou numa conferência de imprensa o tenente-general Andrey Kartopolov,  chefe dos Serviços de Operações Principais do quartel-general do Exército russo, citado pela agência Efe. A Rússia também afirma que um satélite de monitoramento norte-americano sobrevoava a região separatista onde o avião caiu no dia da queda. Relacionado: Malaysia Airlines: as perguntas de Moscovo.

quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Luís Figo apoia campanha da Greenpeace


Matheran, Maharashtra, India. Imagem retirada daqui.

Reflexão – pintar a relva para ela parecer verde e fresca?

Anteontem contei aqui a estória de um casal californiano ameaçado de ser multado por ter deixado secar o relvado da frente da sua casa, o que fez nas melhores das intenções: reduzir o consumo de água, ordenado pelas mesmas autoridades por causa da seca prolongada que aflige aquele estado.

Pois bem. Parece que já há uma solução para livrar os californianos de multas por falta de rega nos seus jardins. Uma empresa encarrega-se de pintar a relva de verde, iludindo assim a seca e as autoridades. O que interessasão as aparências, a imagem. 

Bico calado

A memória deles pode ser curta, a minha não, por Ana Gomes in Público de 23jul2014

"A Guiné Equatorial torna-se hoje membro de pleno direito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) por aceitação unânime de todos os Estados-membros. Apesar das denúncias de detenções arbitrárias e execuções, apesar das torturas e desaparecimentos, apesar da corrupção desenfreada e desmascarada. Pergunto, hoje, no que se tornará a CPLP?
Os actuais líderes da CPLP regozijam-se com a entrada da Guiné Equatorial na CPLP, pelos benefícios, o investimento, a "dimensão económica estratégica" trazidos por este país de riquíssimos recursos naturais, que abre oportunidades sem par para as empresas dos restantes países. Todos ganhamos, juram eles. (...)
Em Portugal, a moeda de troca foram meia dúzia de contratos de construção, sem quaisquer garantias, assumidos por algumas empresas sob duvidosíssimo patrocínio político. E foi a prometida injecção de capital no BANIF, banco resgatado com dinheiro dos contribuintes. E ainda um possível investimento no BCP, já controlado pela petrolífera estatal angolana. Pergunto-me se ficarão descansados os accionistas, investidores e depositantes destes bancos e empresas, quando passam a depender e a ser identificados como parceiros de um regime notoriamente criminoso e sem escrúpulos, que enfrenta processos judiciais em França e nos Estados Unidos por criminalidade económica e financeira? E as entidades reguladoras, poderão considerar que estes são investimentos saudáveis e isentos de riscos para as instituições bancárias e para a economia portuguesas?
Há alarmantes riscos decorrentes da promiscuidade empresarial com o regime de Obiang: veja-se o caso do empresário italiano Roberto Berardi, que criou uma empresa com o vice-presidente Teodorin Obiang: após detectar e questionar o esquema de desvio de fundos utilizado por Obiang através dessa empresa, foi preso na Guiné Equatorial e tem sido torturado, encontrando-se neste momento em risco de vida. (...)"

Relacionado com este tema, vale a pena ler o que Paulo Agostinho escreveu no Público de 23 de julho: Na Guiné Equatorial os negócios de risco podem acabar na prisão

Em 2011, por ocasião da cimeira da União Africana, foram construídos 52 palácios, um para cada um dos chefes de Estado africano que esteve em Malabo. Por todo o território estão repetidos, com a mesma traça, prédios de construção chinesa, conhecidos como habitação social. “Construíram pontes enormes, como a de Lisboa, por onde passam 20 carros por dia”, explica Andrés Esono Ondo, líder do CPDS (Conferência para a Democracia Social), o único partido da oposição com assento no Parlamento – tem um lugar em cem deputados.
“Vão construindo infra-estruturas que não servem a população” e “aqui, em Malabo, não há água potável”, tal como em Bata, acusa. E critica o investimento nas forças de segurança. “Só em Malabo, nos últimos seis anos construíram-se oito quartéis militares modernos, mas o Governo não construiu nenhuma escola pública em 35 anos de poder”, diz. (...) Oficialmente, o país produz 380 mil barris de petróleo por dia, mas há quem suspeite que a produção seja superior. O controlo da produção é assegurado pelo ministro do Petróleo, Gabriel Obiang Lima, filho do Presidente, e pela empresa pública GEpetrol, liderada por um cunhado do chefe de Estado. O jornal guinea-ecuatorial.net, liderado por exilados em Espanha, indica a multinacional Glencore como uma das responsáveis pelo desvio do petróleo do país para outros canais. Andrés Esono também duvida das contas do petróleo: Tudo serve para “lavar dinheiro” e “desviar recursos do Estado”.

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Alemanha, Polónia e Reino Unido são campeões do carvão


Reflexão – utilização de idosos na manutenção de jardins não promove mais desemprego entre a juventude?

A Câmara Municipal da Vila do Porto, em Sta Maria, Açores, quer envolver os idosos na manutenção dos espaços verdes do concelho a partir de Outubro, através do projecto “jardinagem sénior”, estimulando uma cidadania activa e o contacto entre gerações.
Além da autarquia, que apoiará o projeto financeiramente, são parceiros as juntas de freguesia, os serviços florestais e as escolas de 1.º ciclo, já que se pretende envolver também os mais novos nos trabalhos de campo. 
Cristina Moreira, presidente da autarquia, reconhece que o projecto “jardinagem sénior” irá reduzir alguns custos municipais com a manutenção dos espaços verdes. 
E a juventude a ver passar navios...

Bico calado

  • “Mesmo em férias, não obstante haver ovelhas negras que envergonham a classe, os professores conseguiram mobilizar-se e mostrar aos restantes servidores do Estado como se faz para fazer um ministro parvalhão cair do cavalo: um por todos e todos por um. E bastante falta faz recordá-lo.” Filipe Tourais.
  • Anda tanto falso virgem a mostrar-se escandalizado com a crise que lavra no BES. Nem 3 anos de presença da troika foram capazes de controlar as vigarices dos ricaços do BES. Já há 5 anos Francisco Louçã denunciara o encobrimento de milhões de dólares do ditador chileno Pinochet por parte da sucursal do BES em Miami. E que aconteceu? O BE perdeu votos...
  • “A cimeira que deveria ficar na história da CPLP pelas melhores razões (...) ficará pelas piores: será a cimeira da vergonha. Ou da sem-vergonha: aquela em que a Comunidade abdicará de fatores, valores e princípios fundamentais, para admitir um país que nada tem a ver com a nossa língua nem com as culturas que (também) nela se exprimem, e que é uma das ditaduras mais sangrentas e corruptas de África.” José Carlos Vansconcelos in Visão 17jul2014.
  • Já pouca Palestina resta. Pouco a pouco, Israel está a apagá-la do mapa, por Eduardo Galeano. Tradução em língua portuguesa aqui.

terça-feira, 22 de Julho de 2014

Hortas urbanas do Grande Porto revelam elevados níveis de metais pesados



  • O município de Espinho adquiriu cerca de 75 mil euros em herbicidas para deservar espaços públicos. Abandonando a sachola e outras ferramentas de jardinagem, pulveriza-se as valetas, acreditando nas fortes potencialidades dos químicos aplicados mas ignorando a contaminação de solos e águas por infiltração ou arrastamento dos resíduos dos herbicidas para linhas de água.
  • Os níveis de metais pesados detetados em hortas urbanas e pastagens do Grande Porto (Maia, em Leça da Palmeira, em Matosinhos e em São Mamede de Infesta ) são superiores aos observados em zonas rurais, revela um estudo da universidade de Aveiro. Por exemplo, no azevém que serve de pasto a animais, os elevados níveis de cádmio, cobre e zinco excederam os critérios de qualidade para forragens animais e poderão entrar na cadeia alimentar dos portugueses. O problema é que Portugal não dispõe de procedimentos definidos para avaliação de risco para o ambiente e saúde humana nessas áreas, nem de critérios para a remediação de solos contaminados.
  • O supermercado da cadeia Sainsbury em Cannock vai passar a ter energia proveniente de uma central de digestão anaeróbica.
  • O governo de David Cameron lançou a reclassificação de espécies extintas e não as considera nativas para impedir a sua reintrodução na vida selvagem.
  • A Nestlé considera a escassez da água um problema muito mais grave e urgente de ser resolvido do que as alterações climáticas. E sabe muito bem porquê. Porque continua a extraí-la de zonas, como a Califórnia, que lutam com uma enorme escassez de água.
  • Como dormir tranquilamente nas quentes noites de verão: (1) coma uma refeição ligeira, beba muita água; (2) areje o quarto de cama antes de se deitar; (3) lave a cara, as mãos e os pés em água fria; (4) vista um pijama leve e fresco ou então deite-se nu; (5) se for casal, durma em camas separadas e (6) desligue todos os equipamentos eletrónicos, não os deixe em stand-by.

Reflexão – multado por poupar água e deixar secar o jardim?

Os impactos da prolongada seca que se abate sobre a Califórnia fez as autoridades aplicar medidas que obrigam os cidadãos a reduzir o consumo de água. Multas de 500 dólares foram estabelecidas para aqueles que desperdicem água. Porém, o casal Laura Whitney e Michael Korte enfrenta uma multa semelhante por terem deixado de regar o seu jardim, infringindo uma lei local que obriga as pessoas a conservá-los bonitos e verdejantes. 

Mão pesada

A Paul's Industrial Garage foi multada em 2.600 dólares pela descarga ilegal de resíduos na rampa de entrada de uma casa feita como retaliação pelo não pagamento de uma dívida.

Bico calado

segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Águias contra gaivotas


Cascata das Lombadas, Ribeira Grande, S. Miguel. Foto: Pedro Silva 31mai2014.

Bico calado

“Desde o 25 de Abril que não há Governo mais intolerante e intolerável do que este, e os malefícios que tem provocado ao País registam-se como uma sinistra nota: desemprego, suicídios, fuga de milhares e milhares de jovens para o estrangeiro, encerramento de escolas e de tribunais, desertificação acelerada do interior do País, ataque ao mundo do trabalho, menos alunos no secundário e no universitário, venda ao desbarato de empresas públicas, escândalos consecutivos na banca, descrédito nas instituições, ataques absurdos ao Tribunal constitucional, cortes constantes nos salários e nas pensões, ruína moral e desespero sem remissão. Em três anos, este Executivo pôs em prática uma calamidade, com a colaboração do dr. Cavaco, cuja balança política pende para um só lado.” Baptista Bastos in Sente-se que a pátria desperta, JNegócios 18jul2014.

domingo, 20 de Julho de 2014

Espinho recebe mais de um milhão para enrocamento de 500 metros


Paramos 26fev2014 - a empresa Irmãos Cavaco aplica enrocamento de proteção à ETAR de Espinho. Em primeiro plano, podem ser vistos os rombos feitos pelo mar, durante as tempestades de inverno, no esporão a sul da Capela de S. João.
  • Espinho vai receber 1 milhão e 100 mil euros do Fundo de Coesão para fazer um enrocamento de 480 metros entre a Capela de S. João e o esporão a sul, em Paramos. Citada pelo semanário Maré Viva de 2 de julho de 2014, a Assembleia de Freguesia de Paramos, reunida em 30 de junho, mostrou-se desagradada pelo facto deste obra  ter sido agendada para iniciar-se em setembro. 
  • Portugal vai ter mais de 4 mil milhões de euros para projetos relacionados com adaptação e mitigação das alterações climáticas, no âmbito do acordo de parceria relativo aos fundos estruturais até 2020, anunciou o ministro do Ambiente Jorge Moreira da Silva. Água, gestão de riscos de incêndios e proteção da costa são algumas das áreas envolvidas.
  • O Infarmed alerta para aumento do comércio de sabonetes ilegais de fabrico artesanal, alegando perigo para serem confundidos com géneros alimentícios. O Infarmed anda preocupado com a concorrência artesanal. Devia antes preocupar-se e alertar para o facto de muitos produtos de limpeza serem vendidos em recipientes que sugerem refrigerantes e como tal podem ser confundidos por crianças.
  • Duas em cada 3 fatias  de pão vendido no Reino Unido regista resíduos de pesticidas, revelam dados colhidos por organismos governamentais. E 25% das fatias analisadas continham mais do que um pesticida.
  • “Aceito que haja uma multa de 500 dólares para quem, nesta seca, regar o jardim na Califórnia e 85 mil dólares pela evacuação aérea de alguem perdido nas escarpas do parque Yosemite, porque são problemas provocados pelas pessoas. Não entendo os 11 mil dólares de multa aplicados à Freedom Industries, responsável pelo derrame de substâncias químicas perigosas no rio Elk e que contaminaram as águas que abastecem os habitantes de Charleston, na West Virginia. Serão demasiados grandes para serem punidas?" Carl Pope in EcoWatch.

Reflexão - A insustentável utilidade da Linha do Tua

A insustentável utilidade da Linha do Tua, por Daniel Conde, in Público de 19 julho 2014.

“Há factos indesmentíveis que mostram por que a Linha do Tua é útil e sustentável.
No passado dia 8 de Julho deparei-me com um peculiar artigo de opinião , no Público, da autoria do arquitecto paisagista Henrique Pereira dos Santos. Nele, o colunista classificava a Linha do Tua de “inútil”, “insustentável” e que “não serve ninguém”, no mesmo artigo em que o próprio se considera um leigo em matéria ferroviária, e onde incentiva ao combate aos “preconceitos”, “antes de qualquer discussão de fundo”.
Para além das óbvias contradições explícitas no parágrafo supra, o arquitecto colunista  demonstra uma profunda ignorância sobre o que representa a Linha do Tua.  
À chegada à década de 1990, o movimento diário de mercadorias era de 500 senhas de  despachos até 20 quilos, 30 toneladas de mercadorias diversas e em média cerca de 70 toneladas  de adubo; são cinco camiões TIR num único comboio.
Em termos de passageiros, o brutal  desinvestimento aliado a horários que levavam trabalhadores e estudantes a chegarem depois  da hora de entrada e a partirem muito depois da hora de saída, levou a que numa década o  movimento passasse dos 500 mil para os 200 mil.  
Chegou o IP4, encerrou-se o troço Mirandela-Bragança na Noite do Roubo, alimentaram-se  empresas regionais rodoviárias de passageiros com contratos de prestação de serviços de  substituição do comboio, onde ao passageiro se cobrava a tarifa de comboio, mas à CP se  cobrava tarifa de autocarro (mais cara), negociou-se a venda de parte do material ferroso  passados poucos anos, e a Linha do Tua foi citada em escândalos como o “Carril Dourado” e o  “Face Oculta”, por furto e venda de carris.  
No último Verão de comboios Tua- Mirandela-Tua, em 2008, os 190 lugares disponíveis  esgotaram diversas vezes, logo à partida, com alguns casos de excursões a não poderem  embarcar no Tua. Em 2010, só nos 16 quilómetros de via disponíveis, o movimento foi de 70 mil  passageiros; são 14 vezes mais passageiros em um ano que o aeroporto de Beja em dois, e isto  falando de automotoras com o consumo de um autocarro, mas o dobro da capacidade de  passageiros.
Por fim, 2012 e 2013 foram anos consecutivos com contas a positivo para o  Metropolitano Ligeiro de Mirandela, que é mais do que se pode dizer dos metros de Lisboa ou  Porto, subsidiados pelo Estado.  
Estes são factos indesmentíveis, fruto não de preconceito e falta de conhecimento tácito,  ingredientes basilares do insulto gratuito.
Mas irei plus ultra: em Janeiro de 2013, foi requalificada uma via métrica gaulesa, que liga os  três municípios de Salbris, Romorantin, e Valençai, servindo um total de 25.210 habitantes, com  comboios a 70 km/h. A linha conecta-se com outra que se une em Tours a uma linha de Alta  Velocidade para Paris, e o investimento de 14 milhões de euros foi repartido pelas  correspondentes francesas às nossas CCDR, REFER e municípios. O projecto ganhou um prémio  de Inovação, e outro de Mobilidade.  
No eixo Mirandela-Bragança, a Linha do Tua serve três municípios com 74.967 habitantes, num  traçado para 60 a 70 km/h as it is. De Bragança à Sanábria, uma nova linha de 40 quilómetros ligaria  directamente a Linha do Tua à linha de Alta Velocidade Madrid-Corunha, deixando ambos os extremos a apenas duas horas de Bragança. Com a A4 fortemente portajada, um ano laboral de  deslocações entre Mirandela e Bragança ficará entre 2500 a 3000 euros mais caro do que indo  de comboio, comprando um passe.
Não compreendo que fontes o arquitecto colunista consultou – se consultou – antes de  classificar de forma tão leviana a Linha do Tua. As mesmas fontes que eu, certamente não foram.”

Bico calado

  • “Na quarta-feira, o dia começou com uma viagem de moliceiro pela ria, com Rangel e Melo à proa, quais homens do leme.” (sic). Expresso 23mai2014, Gente p15. E eu que pensava que o leme estava na ré...
  • “Na actual crise do GES/BES, os jornais não puderam calar mais as notícias que alguém decidiu ser o momento de as divulgar. E foram-no com um enorme estrondo. O GES/BES não tem mais capacidade para controlar a informação sobre si próprio. Mas há ainda quem  detenha essa capacidade. Ouvem-se já vozes a dizerem que o BES precisa de silêncio." Estrela Serrano.
  • NBC retira repórter que cobriu morte de 4 crianças palestinianas devido a bombardeamento israelita. Como não se pode matar a notícia, mata-se o mensageiro.
  • E se a cura para a SIDA estivesse no avião? pergunta de Trevor Stratton, investigador canadiano, acerca da morte de um grupo de cientistas a caminho de um congresso na Austrália.