Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Paris instala urinóis de compostagem junto da Gare de Lyon

Em 31 de janeiro de 2017, o rio Tejo corria poluído em Constança. Felizmente, o Zézere corria limpo. A diferença é notória, pela objetiva do drone de Arlindo Consolado Marques.

  • Dois urinóis de compostagem cobertos com jardins em miniatura foram instalados num local famoso pelo cheirete a urina produzida por numerosos anónimos incontinentes: praça da Gare de Lyon, no leste de Paris. O urinol tem uma entrada para a urina que cai sobre um compartimento cheio de palha. O composto obtido mais tarde é um ótimo fertilizante para flores e não só. Experiência idêntica está a ser testada em Nantes. Reuters.
  • O governo escocês lançou um referendo, até maio, sobre a possibilidade de permitir a extração não convencional de petróleo e gás - incluindo a fraturação hidráulica – na região centro do seu território. Business Green.
  • A Coca-Cola está contra o projeto de um programa de recolha e reciclagem de garrafas de plástico pensado pelo governo escocês. Sky.
  • A Comissão Europeia publicou o seu relatório sobre o andamento dos planos energéticos da União Europeia, o "Estado da União da Energia". A Greenpeace considerou esses planos inadequados para enfrentar o desafio das alterações climáticas e os compromissos assumidos na conferência climática de Paris de 2015. «Para manter o aquecimento global abaixo de 1,5 graus, como acordado em Paris, a UE deve acelerar a sua transição para 100% de energia renovável, e deve suspender todos os subsídios aos combustíveis fósseis», afirmou Sebastian Mang.
  • A Shell anunciou que vai começar a instalar, ainda este ano no Reino Unido e na Holanda, carregadores de veículos elétricos nos seus postos de abastecimento de combustíveis. Os carregadores serão de tipo 3 DC, capazes de recarregar 80% de uma bateria em meia hora. Electrek.
  • Mais de 1.700 moradores de Flint, Michigan, alegando que o ministério do Ambiente dos EUA geriu mal a crise da água que expôs milhares de crianças a envenenamento por chumbo, acabam de processar o governo norte-americano para obterem 722 milhões de dólares de compensações pelos prejuízos causados. Reuters.
  • Uma central solar foi instalada numa aquacultura no rio Changhe, em Zhejiang, a 150 Km de Xangai. Os painéis fotovoltaicos foram deliberadamente espaçados para permitir que a luz solar penetrasse na água, o que é fundamental para o crescimento dos peixes. Os 220 MW instalados permitirão fornecer eletricidade a 100 mil famílias. PV Magazine.
  • A Toshiba vai suspender a construção de centrais nucleares após admitir a perda de biliões de dólares em projetos adiados nos EUA. SEJ.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue