Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Dinamarca: mais nove ilhas artificiais para instalar a Sillicon Valley da Europa

  • Suécia, Marrocos e Lituânia lideram uma lista de países empenhados no combate às alterações climáticas. A Arábia Saudita, o Irão e os EUA estão na cauda dessa lista. Portugal está numa honrosa 17ª posição, à frente de países como a França (21), a Itália (23), e a Alemanha (27) A análise foi publicada pela  German Watch, pelo New Climate Institute e pela Climate Action Network.
  • A Noruega é exímia na arte de fazer greenwashing, denuncia o REDD Monitor. A Noruega é o quinto maior exportador de petróleo do mundo e é o país que mais subsidia a REDD porque este organismo permite-lhe, em vez de deixar os combustíveis fósseis no solo,  «investir» no desenvolvimento de florestas enquanto realiza perfurações de petróleo por todo o lado.
  • Os ambientalistas da DesmogUK deram-se ao trabalho de criar uma base de dados exaustiva de personalidades e instituições que tudo têm feito para boicotar a luta contra as alterações climáticas
  • O governo dinamarquês vai construir nove ilhas artificiais até 2040 para instalar uma nova zona industrial na costa sul de Copenhague, uma espécie de Silicon Valley europeia. A opção não é nova: Copehagem começou por se desenvolver  em duas ilhas, Zealand e Amager, tendo-se expandido em décadas recentes criando ilhas artificiais. DW.
  • As autoridades marítimas da China proibiram a descarga de água de lavagem usada em navios para eliminar as emissões perigosas de enxofre dos gases de escape dos motores, conta a Reuters.
  • Manual técnico de energia solar térmica. Descarregue grátis, aqui
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue