Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Bayer vai vender empresas e despedir milhares

  • «Na ES de Manhente foi colocada urna rede enorme no átrio interior da escola! A rede representa o nosso oceano. Sempre que passamos por baixo da rede sentimo-nos corno os peixes e outros animais mannhos quando nadam no mar e olham para a superficie da água — a rede é a nossa superficie. Resta saber... quanto tempo vamos conseguir manter o nosso oceano limpo? Muitos animais marinhos, quando olham para a superfIcie do seu mar, não veern senâo lixo. Porque grande parte do nosso lixo acaba no mar! O nosso oceano, a nossa rede, está limpa de lixo e de poluição. No entanto, ao passearmos pela nossa escola, vemos muito lixo fora dos caixotes: no chão. por cima das mesas. nos parapeitos das janelas e até em cima dos telhados do coberto! E não é por falta de caixotes, mas sim por falta de cuidado. A partir de agora, o lixo que deitares no chão irá ser apanhado, lavado e colocado na rede. Vamos ver  quanto tempo consegues manter o teu oceano limpo! Este é urn projeto para consciencializar toda a comunidade sobre o lixo e o que fazemos dele! Depende de todos nós manter o planeta limpo e reduzir o consumo de material nâo reutilizável.» EB de Manhente.
  • Estatísticas apuradas pelo Inquérito Mobilidade e funcionalidade do território nas Áreas Metropolitanas do Porto e de Lisboa – 2017.
  • Um número recorde de voluntários aderiu este ano à 25ª edição da campanha de recolha de lixo das praias do Reino Unido. Mas a Marine Conservation Society, que organiza o evento, alertou que ainda há enormes quantidades de lixo plástico nas praias do Reino Unido, apesar de uma queda de 16% em comparação com o ano passado. A média de 16 garrafas de vidro e plástico e latas de bebidas recuperadas em cada 100 metros de praia reforça  a necessidade da introdução urgente de um sistema de devolução de depósitos. The Guardian.
  • Mais de mil mineiros e trabalhadores da maior central a carvão da Bulgária, Maritsa East 2, manifestaram-se em Sófia para proteger os seus empregos e exigir do governo apoio à produção de energia a carvão. Reuters.
  • A farmacêutica alemã Bayer que comprou a Monsanto, empresa de sementes dos EUA, anunciou a venda de uma série de empresas, cerca de 12 mil despedimentos e 3,3 biliões de euros em prejuízos. Werner Baumann está sob pressão para aumentar o preço das ações da Bayer depois de uma queda de mais de 35% este ano, provocada pela preocupação com mais de 9 mil processos que enfrenta por causa de casos de cancro alegadamente provicados pela exposição ao herbicida Roundup da Monsanto. Reuters.
  • Um tribunal de Cartagena ordenou ao Estado colombiano, nomeadamente as suas agências ambientais, agrícolas e de saúde, que promova políticas em matéria de precaução ambiental e busca das causas que afetam a sobrevivência das abelhas.  O tribunal também ordenou a promoção de estudos científicos, incluindo a atribuição de prémios de pesquisa sobre abelhas, a realização de fóruns e simpósios sobre estes insetos, bem como a análise de legislação estrangeira sobre a proteção de abelhas e criar uma boa promoção nos media com vista a sensibilizar os cidadãos para a importância da conservação dos agentes polinizadores e em especial das abelhas. El Tiempo.
  • A Austrália, os EUA e o Canadá registaram três dos piores desempenhos num grupo de 100 nações devido em termos de defesa da biodiversidade, diz um relatório da WWF publicado esta semana durante a Convenção sobre Diversidade Biológica, no Egito. Os países do Caribe, América Latina, Sudeste Asiático e Pacífico estão nos antípodas, melhores na promoção da biodiversidade, natureza e floresta como parte de sua resposta climática. The Guardian.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue