Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Bombeiros trocam resíduos por ambulância

  • Os Bombeiros de Mangualde trocam 115 toneladas de resíduos eletrónicos por nova ambulância. Público. Quantos mais vão tomar idêntica atitude e dar férias às suas lamentações?
  • Portugal continental poderá enfrentar uma situação de seca extrema em Fevereiro, caso se mantenha a falta de precipitação verificada em janeiro, alerta o meteorologista Manuel Costa Alves. CM. Nos Açores a situação é semelhante...
  • “Compro chifres de rinoceronte com CITES. Tratamos da legalização.  A dinheiro. T:966317413”.  DICA de 26 janeiro 2012, p8. E pode?
  • A frota pesqueira espanhola é a que mais beneficia do acordo de pescas estabelecido entre a União Europeia e Moçambique. A Espanha vai pagar 2,9 milhões de euros durante três anos por 36 licenças de captura.
  • A Tunísia poderá estar, em 2016, a exportar para a Europa eletricidade produzida por paineis solares.
  • Israelitas e Palestinianos unem-se na requalificação de um eco-parque ao longo do rio Kishon. Green Prophet.
  • Sangue de porcos corre no rio Trinity, no Texas. A Columbia Packing Company é suspeita do derrame. KDFW-TV.
  • O Brasil devolveu as cerca de 47 toneladas de lixo ilegalmente exportado de hospitais norte-americanos. Environmental Leader. Passou três meses de férias na terra do samba...
  • “O discurso da economia verde chega com uma força muito grande, como se fosse a única alternativa para o futuro. O problema é que aqueles que esmagaram os povos e estragaram os territórios são os mesmos que se apresentam como a solução do problema ambiental. Mas, a gente pergunta o que eles fizeram desde a Rio-92, e a resposta é nada. Não resolveram nada nesses 20 anos e vão resolver agora para o futuro?” Jean-Pierre LeroyEco Agência. Boaventura Sousa Santos disse coisa semelhante.
  • O governo indiano vai processar a gigante mundial de transgénicos Monsanto por ter roubado material genético indígena de culturas para fabricar uma versão manipulada. Aljazeera.
Share:

4 comments:

João Paulo Forte disse...

A corporação onde presto voluntariado conseguiu recolher 27 toneladas para a iniciativa quartel electrão (2kg por habitante). Os bombeiros de Portugal deram um notável exemplo de cidadania, esperando eu que mais bons exemplos se sigam.
Quanto às lamentações dos bombeiros voluntários, pecam por ser poucas, pois uma coisa lhe garanto caro Octávio, as coisas estão muito más mesmo. É normal que as corporações se lamentem, pois além de receberem poucos apoios do estado (compram a maior parte dos seus veículos, com dádivas, campanhas e recursos próprios) estão em situação muito complicada. Dou o exemplo da corporação onde presto voluntariado, que tem a receber do Estado 250 000 euros já há muito tempo, chegando ao cúmulo de se ter de endividar com empréstimos para pagar muitas contas, isto enquanto o que lhe é devido não aparece. Multiplique isto por dezenas de corporações e concerteza pode começar a compreender a razão das lamentações. Infelizmente ainda há uma ideia errada que os bombeiros voluntários têm muitos apoios, quando afinal isso não corresponde de todo à verdade. Dou só um exemplo, há 7 anos tive um acidente num incêndio, o resultado final é que ainda tive de pagar do meu bolso a fisioterapia (600 euros), já que o apoio não é aquele que dizem...
Isto é apenas um de muitos aspectos que levam a lamentações, mas isso já é para outras conversas que não são do âmbito do ondas3.
Para finalizar, lembro apenas que o Limpar Portugal 2012 é daqui a 2 meses, portanto há que meter mãos à obra. Em 2010 a "minha" corporação participou e recolheu 12 toneladas de pneus!
Abraço

OLima disse...

Obrigado, João, pelo seu testemunho exemplar.

João Paulo Forte disse...

De nada, já sabe da importância que é a troca de experiências, só nos enriquece!
Aproveito também para complementar com o facto de na "minha" corporação termos já há 7 anos mini-ecopontos espalhados pelos espaços mais frequentados do quartel. Isto além de fazermos recolha de pilhas, lâmpadas e tonners.
Ao início custou mudar as mentalidades, mas poucos meses depois as coisas mudaram de uma forma inacreditável. Sabendo ser-se um bom pedagogo em questões tão importantes como esta consegue-se fazer muito por este país, e isso é fantástico. Fica aqui mais este breve testemunho da minha parte.
Abraço

OLima disse...

Bem haja, João. Parabéns pelo excelente trabalho que tem desempanhado junto da sua Corporação.

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue