Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Britânicos não confiam nos dados oficiais da qualidade do ar

Foto: Ingo Gerlach/Ingo Gerlach / Barcroft Images
  • Nas Baleares, os ambientalistas Amics de la Terra e Ecologistas en Acción denunciam os elevados níveis de ozono que ultrapassam os limites legalmente permitidos em 12 das 18 estações de controlo. Criticam ainda o governo regional por nada ter feito para concretizar planos para melhorar a qualidade do ar das zonas afetadas. El Mundo.
  • No Reino Unido, um número crescente de cidadãos está a monitorizar a qualidade do ar local porque receiam que os números oficiais não estejam a registar os níveis perigosos de poluição. Os Friends of the Earth falam de 4 mil pessoas que, em 70 grupos no Reino Unido, usam os seus kits de teste. The Guardian.
  • A Noruega ameaçou cortar 1 bilião de dólares de apoio ao Brasil se o país não inverter a atual tendência de desflorestação da Amazónia. The Guardian.
  • Gigantes petrolíferas prometeram ajudar vítimas do furacão Harvey com 23 milhões de dólares. India Today. Nada mau, depois de, durante anos, terem contribuído para a degradação ambiental e promovido e financiado a oposição às alterações climáticas.
  • Nos EUA há um número incalculável de escolas em cujas toprneiras corre água contaminada com chumbo. Grave é haver escolas que não pedem a realização de análises à água das suas torneiras e o estado não as exigir. The Center for Public Integrity.
  • O Brasil produziu menos 2,04% de lixo em 2016 na comparação com 2015. Carlos Silva Filho, presidente da Abrelpe, não atribuiu a redução do lixo à conscientização ambiental da população, mas à crise. «É a primeira vez que temos decréscimo de resíduos sólidos no Brasil desde 2003, fruto da crise económica, que afetou diretamente o poder de compra da população e trouxe, como consequência, o menor descarte de resíduos sólidos.» EcoDebate.
  • O Western Australia é o 5º estado australiano a proibir a fraturação hidráulica no seu território, conta a Reuters.
  • A China aumentou mais do que o dobro do seu objetivo de energia solar de fim de década, com novas instalações superando dramaticamente as expetativas. ED.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue