Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Bico calado

  • Gente Que Não Sabe Estar: 3 de fevereiro de 2019 (parte 1)TVI. O Marcelo deve estar com as orelhas a arder.
  • «(…) Quando um homem diz, na sua qualidade de mais alto magistrado da nação, que se recandidatará ao cargo que exerce por ser aquele que está em melhores condições para receber o Papa, entra no caminho, tantas vezes condenado nos Evangelhos, da mais pura hipocrisia. Na verdade como se pode saber que homem estará em melhores condições para receber o Papa? O Papa é Chefe de Estado e é, segundo o catolicismo, o representante de Deus na Terra. Vindo como Chefe de Estado, o que importa é o que as relações entre os dois Estados saiam reforçadas. Ninguém acreditará que o Presidente da República portuguesa não receba da melhor maneira o Chefe de Estado do Vaticano. (…) A afirmação de Marcelo quanto à sua recandidatura, no momento do anúncio do país escolhido para acolher as Jornadas de 2022, constitui uma argumentação rasteira que exigiria, face à importância do evento, uma outra elevação de espírito. É algo, em termos de honestidade intelectual, que raia a pouca vergonha, pois o que Marcelo está a querer dar a entender é que ele é o único capaz de receber o Papa …  (…) Para receber como deve ser recebido o Papa não é preciso que venha ao de cima a confissão religiosa do Chefe de Estado português, basta atentar no modo como Mário Soares, Jorge Sampaio e Cavaco Silva os receberam. Proclamar ser candidato a PR pelas razões expostas é algo muito feio, que convoca o que de mais primário pode haver em quem professa a religião católica e disso quer tirar vantagem. (…)» Domingos Lopes, in O estonteante percurso de Marcelo até ao céuPúblico 2fev2019.
  • A Guardia Civil confirma o financiamento ilegal do PP de Aguirre dez anos depois de o Publico o revelar. O partido do ex-presidente de Madrid desviou 1.250.000 euros de subsídios públicos para a Fundescam para pagar eventos partidários e de campanha nas eleições regionais de 2011. Publico.
  • Lorde Deben, presidente da Comissão das Alterações Climáticas, foi acusado de conflito de interesses entre a sua posição no governo e negócios familiares. Alega-se que a Sancroft International recebeu mais de 600 mil libras de empresas de energias renováveis que poderiam lucrar com o seu conselho. ELN.
  • Benjamin Netanyahu lançou o seu próprio canal de TV (Likud TV) para contornar os media e garantir uma cobertura positiva antes das próximas eleições. Geopolitics alert.
  • «O jornalismo editorialista, governado pelos editocratas (um neologismo surgido em França há alguns anos e que serviu de título a um livro colectivo), anula a função crítica do jornalismo e funciona segundo a lógica do entretenimento: promove a encenação de polémicas e debates que funcionam em circuito fechado, segundo uma tendência endogâmica, tautológica e mimética que atinge os cumes da exasperação quando há um acontecimento ou um assunto actual que polariza as atenções. Nesses momentos, impera um espírito de rebanho e o espaço mediático é varrido por uma onda avassaladora que cresce e desaparece» António Guerreiro, in Rezar pelo jornalismoPúblico 3fev2019.
  • «Agora mesmo sequestraram-nos em Portugal uns 30 milhões de euros, com os quais estávamos a pagar um sistema de autocarros que comprámos no país para transporte público». Nicolás Maduro, ao La Sexta. Via Jornal Económico 5fev2019
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue