Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

domingo, 9 de abril de 2017

Beijing com dificuldades em conquistar a população para a reciclagem

As «jardineiras da floresta» no Parque Ecológico de São Carlos.
  • Générations Futures testou a urina de trinta pessoas, incluindo muitas celebridades francesas para o glifosato, o herbicida mais utilizado do mundo. Os resultados divulgados mostram que 100% das amostras continham resíduos de glifosato, que é um potencial cancerígeno, segundo a Agência Internacional para a Investigação do Cancro e as Nações Unidas. Sustainable Pulse. Já em maio de 2016 se soube que a urina de dezenas de eurodeputados continha níveis de resíduos de glifosato 17 vezes superiores aos limites estabelecidos para a água de consumo doméstico.
  • Um agricultor de Madagáscar, que diz que ele e os seus vizinhos perderam o acesso à sua terra por causa da mineira britânica Rio Tinto, foi impedido de viajar para Londres, onde ele deveria intervir na assembleia geral anual da empresa. Athanase Monja, agricultor de subsistência, pescador e colaborador da autarquia de Antsontso, foi informado por funcionários britânicos que ele tinha uma «falta de qualificação» para falar sobre questões ambientais e de direitos humanos. Monja queria chamar a atenção para o impacto da mina de Rio Tinto, operada pela QIT Madagascar Minerals na costa sudeste da ilha, notável pela sua biodiversidade. The Guardian.
  • Patrícia Medici, investigadora do Instituto de Pesquisas Ecológicas, é a mais nova vencedora do prêmio internacional «Compromisso com a Conservação» (Commitment to Conservation Award), oferecido pelo Zoológico de Columbus, no estado do Ohio, EUA. A investigadora foi reconhecida pelos seus esforços e inovação nos estudos e estratégias para a proteção da anta (Tapirus terrestres) por meio da Iniciativa Nacional para a Conservação da Anta Brasileira (Incab). O trabalho completou 20 anos em 2016, e é responsável pela criação do maior banco de dados sobre a espécie no mundo. A anta é muito importante para a preservação de biomas brasileiros por se alimentar de frutas e espalhar, por meio de suas fezes, as sementes. Atropelamentos, avanço da desflorestação para criação de gado e para plantio de soja são as grandes ameaças ao animal. eCycle.
  • Beijing prometeu aumentar os investimentos para eliminar as crescentes montanhas de lixo, mas está a ter dificuldade em convencer os seus moradores para separarem os resíduos. Reuters.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue