Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sábado, 3 de outubro de 2015

Metade da Europa rejeita cultivos transgénicos

Imagem rretirada daqui.
  • 15 países e 3 regiões europeias rejeitaram aceitar cultivar transgénicos nos seus territórios, contrariando, assim, a aposta da Comissão Europeia: Alemanha, Áustria, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, Eslovénia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Letónia, Lituânia, Polónia. A Escócia, a Irlanda do Norte, o País de Gales e a Valónia também disseram não aos transgénicos.  Esta é a visão do britânico The Guardian. Esqueceu-se de referir que há mais de 100 regiões europeias que já proibiram o cultivo de transgénicos. Os Açores estão nesse lote. Desde dezembro de 2011! Refira-se ainda que uma proposta de Lei apresentada pelo BE contra o cultivo de transgénicos foi chumbada pela maioria PSD-CDS na Assembleia da Republica no dia 12 de março, tendo o PS optado por se abster.
  • A COAG e os Ecologistas en Acción denunciaram o ministro da indústria de Espanha, José Manuel Soria, por obstaculizar uma investigação sobre as operações de fraturação hidráulica planeadas la Repsol em várias zonas de Cantábria e Castela-Leão. El País.
  • A South West Water responsabiliza a maquinaria velha por poluir o rio Plymouth com esgoto não tratado. The Plymouth Herald.
  • O Harris County, no Texas, está a processar a Volkswagen, exigindo 100 milhões de dólares de compensações pelos prejuízos causados pela contaminação do ar provocada pela venda de automóveis que poluíam acima das garantias apresentadas por aquela marca. WLWT. Ora aqui está um eloquente exemplo de puro oportunismo e hipocrisia. O Texas é o paladino da indústria petrolífera. Não é por acaso que a sede das maiores petrolíferas estão lá, como a Exxon, a Phillips 66, a Valero, a ConocoPhillips e a Halliburton. Em 2014, as cidades texanas de Houston, Dallas e El Paso eram das mais poluídas nos EUA, segundo a insuspeita American Lung Association. Exigir compensações à VW quando se produz e promove combustíveis, quando se faz lóbi para a desregulamentação do controlo das emissões de gases de efeito de estufa, quando se patrocina cientistas para negarem os impactos das alterações climáticas é usar dois pesos e duas medidas para o mesmo problema grave. A poluição produzida pelas refinarias, pelos combustíveis e pelos automóveis americanos é boa. A outra, a estrangeira, neste caso a que é produzida pela alemã, é que é má. 
Share:

1 comments:

OLima disse...

Reuters 4oct2015
Nineteen EU member states have requested opt-outs for all or part of their territory from cultivation of a Monsanto genetically-modified crop, which is authorized to be grown in the European Union, the European Commission said on Sunday.
The 19 requests are from Austria, Belgium for the Wallonia region, Britain for Scotland, Wales and Northern Ireland, Bulgaria, Croatia, Cyprus, Denmark, France, Germany (except for research), Greece, Hungary, Italy, Latvia, Lithuania, Luxembourg, Malta, the Netherlands, Poland and Slovenia.

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue