Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

domingo, 27 de setembro de 2015

Fábrica de óleos proibida de vazar efluentes para ribeira


Mosteiros, S. Migue-Açores. Foto de João Alvernaz 21abr2015.


  • A Agência Portuguesa do Ambiente proibiu a licença de descarga da empresa Fabrióleo – Fábrica de Óleos Vegetais, em Santiago, Torres Novas, devido à poluição no Ribeiro do Serradinho, afluente da Ribeira da Boa Água, afluente do rio Almonda, devendo os responsáveis da empresa assegurar um destino autorizado para os seus efluentes. A empresa foi intimada a instalar, no prazo máximo de 7 dias, nova tubagem à superfície entre a caixa de visita à saída da ETAR e o ponto de descarga na linha de água, bem como à desativação do órgão de descarga atualmente existente. O Ribatejo.
  • Os fabricantes de veículos a gasóleo de alegadas baixas emissões terão gasto 18,5 milhões de euros a fazer lóbi junto da União Europeia em 2014, denuncia a Greenpeace. Para tal terão empregue 184 pessoas, 51 das quais com acesso direto ao parlamento europeu. Só a Volkswagen gastou 3,3 milhões e empregou 48 pessoas. Energy Desk.
  • Cientistas da Universidade de Brunel projetaram um novo sistema de cobertura híbrido que poderá reduzir para metade a fatura de energia dos futuros edifícios. O novo sistema, já patenteado, aproveita uma mistura única de tecnologias de pré-aquecimento de água quente para radiadores, banheiras e chuveiros ao mesmo tempo que geram eletricidade. AG.
  • Um lago artificial em Lassen County, California, secou subitamente deixando milhares de peixes mortos ao longo de mais de 2 mil metros quadrados de lama. Vizinhos sustentam que a Pacific Gas and Electric Co., que detém os direitos da água e a utiliza para a energia hidroelétrica, terá drenado o lago com o objetivo de evitar o trabalho de transfega do peixe. A empresa culpa a prolongada seca por este acidente. HP.
Share:

1 comments:

OLima disse...

«A história da Fabrioleo começou em Abril de 1996. Teoricamente trata-se de uma empresa de tratamento de águas residuais, de poluição, de tratamento de residuos liquidos, e de produção de oleos, no entanto mais parece uma empresa destinada a poluir do que a tratar... Afinal desde que começou a sua actividade foram muitas as descargas que lhes foram atribuídas, feitas na ribeira da boa água. A água da ribeira além da importância para a fauna e flora local, é utilizada na rega de produtos hortícolas para consumo humano. Pelo que a sua contaminação pode constituir um risco para a saúde pública.»
http://freeganismoportugal.blogspot.pt/2016/07/fabrioleo-uma-empresa-poluidora-e-sem.html?m=1

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue