Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Pastagens fora das margens da lagoa das Furnas


Lagoa dos Nenúfares, S. Miguel. Foto: Pedro Silva 16abr2014.
  • As margens da lagoa das Furnas deixam de ter pastagens a partir de julho em consequência da assinatura, pelo governo dos Açores, de um contrato de permuta de terrenos. A retirada das pastagens das encostas que envolvem a lagoa visa diminuir a descarga de nutrientes para as águas e, por essa via, o excesso de matéria orgânica dentro da lagoa, evitando que se transforme num pântano. O combate à eutrofização das águas da lagoa das Furnas inclui ainda o desvio de afluentes da ribeira do Salto da Inglesa. O projeto de recuperação da bacia hidrográfica das Furnas recebeu o Prémio Nacional de Paisagem 2012 e foi nomeado para o Prémio de Paisagem do Conselho da Europa.
  • A Ribeira dos Milagres sofreu mais uma descarga de efluentes não tratados provenientes de suinicultura(s). Este problema tresanda que se farta. Há quem sugira fumos de corrupção, uma vez que em 2004 o ministerio público de Leiria arquivou uma queixa crime apresentada pela comissão de defesa da Ribeira por falta de provas. Depois, fez-se uma espécie de ETAR que custou uma pipa de massa mas nunca funcionou direito. Agora espera-se que chegue nova oportunidade de verbas europeias. Esperemos que não sirvam para reeditar a anterior versão deste filme de terror.
  • Gaziantep, uma histórica cidade do sudeste da Turquia, vai ter energia produzida a partir da queima de cascas de pistachio.
  • O governo canadiano autorizou o abate de 400 mil focas em 2014.
  • A China tem 60% dos lençóis freáticos poluídos, admite o governo.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue