Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Reflexão – Quem patrocina a cimeira do clima na Polónia?


A COP24, cimeira do clima de Katowice, Polónia, é patrocinada por empresas intimamente ligadas aos combustíveis fósseis, incompatíveis com o espírito do Acordo de Paris:


  • TAURON – energética à base de carvão e gás. Lucros de €327m, recebendo subsídios estatais mercê de lóbi forte com outras gigantes do carvão, a PGE e a Enea junto de Bruxelas. Branqueia a sua imagem com o lançamento de esquema de partilha de carros elétricos e pontos de recarga para fazer boa figura durante a cimeira.
  • JSW – extração de carvão na Polónia, EUA e Austrália, areias betuminosas na Europa. Lucros de €593m. Branqueia a sua imagem com um autocarro a hidrogénio (extraído do carvão) para transportar os participantes e delegados à cimeira.
  • PGE – a maior energética polaca, a partir de lenhite que extrai, a terceira central a carvão mais poluente da Europa. Lucros de €620 m. Continua a receber grandes subsídios estatais mercê de lóbi a nível europeu (Eurocoal e Eurelectric) via esquema do comércio de emissões. Investiu €18.9 m em renováveis, 60 vezes menos do que nas fósseis.
  • PZU – a principal seguradora do setor carbonífero polaco. Lucros de €746m. Branqueia a sua imagem patrocinando eventos desportivos como a Maratona de Varsóvia, o teatro nacional e o museu da capital. 
  • PKO Bank – com balcões na Polónia, Alemanha, República checa e Ucrânia, é um dos maiores financiadores da indústria dos combustíveis fósseis. Lucros de €724 m. Barnqueia a sua imagem dizendo que a sua pegada ecológica é residual.
  • PGNiG – extração e distribuição de gás e petróleo, com escritórios na Polónia, em Bruxelas, moscovo, Kiev e Brest. Lucros de €683 m. Até 2026 pretende aumentar a produção de hidrocarbonetos em 41% e extrair metano dos lençóis de carvão através da fraturação hidráulica. Assinou um acordo com a norte-americana Cheniere para importar gás natural liquefeito proveniente da fraturação hidráulica. Branqueia a sua imagem disponibilizando autocarros a gás durante a cimeira, criando falsas organizações de base para promoverem os combustíveis fósseis, lançando um jogo de computador, organizando um concurso escolar em prol do gás e estabelecendo, com o beneplácito do Ministério da Educação, um currículo relacionado com lado positivo dos combustíveis fósseis.
  • Grupa LOTOS S.A. – extração e refinação de petróleo, nomeadamente proveniente de poços noruegueses, junto do Círculo Polar Ártico. Lucros de €400m. Branqueia a sua imagem através de falsos grupos de base e da implantação de 12 postos de recarga de carros elétricos.  
  • PKN Orlen – a maior retalhista de petróleo do país, com 2783 postos de abastecimento de combustíveis. Lucros de €1.68 b. Branqueia a sua imagem propaganda que planta árvores, - só plantou 568 árvores e 158 arbustos em 2017 nos seus espaços e em Plock -, organizando concursos de fotografia do Ambiente, fazendo parceria com a esquemas de marketing como a Responsible Care Programme da American Chemistry Council, pagando 100 milhões para ser parceira oficial da Formula 1 britânica. 


Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue