Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Mais uma cena de paranóia de limpeza

Vieira do Minho. Foto: Teresa Araújo Costa.

A paranoia da limpeza florestal arrasou  os amieiros, os salgueiros e outras espécies ripículas das margens deste curso de água. Os socalcos ficaram muito fragilizados e suscetíveis à erosão das chuvas. O rio ficará assoreado e a autarquia terá de gastar dinheiro em maquinaria para resolver o problema. Paga Zé!

Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue