Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Barragem do Fridão: «Câmara deve ser íntegra e coerente»

Ponte da Panchorra, Rio Cabrum.
  • A Câmara Municipal de Amarante deve ser íntegra e coerente com as deliberações dos órgãos autárquicos, defende o Movimento Cidadania para o Desenvolvimento do Tâmega. Os cidadãos devem, por isso, exigir à Câmara Municipal de Amarante a eliminação do PDM, agora em discussão pública, de todos os elementos que possam permitir a construção das barragens em Fridão. Tudo porque tanto o executivo camarário como a assembleia municipal sempre se manifestaram contra a construção da barragem do Fridão, a cerca de 6 Km a montante de Amarante. Prevendo-se a inundação de 869 hectares de terras na área do vale, a albufeira afectará os concelhos de Celorico de Basto, Mondim de Basto, Cabeceiras de Basto e Ribeira de Pena. Trata-se, pois, de um empreendimento nefasto, com graves implicações sociais e ambientais, condicionando profundamente o desenvolvimento futuro de Amarante e de todo o vale do Tâmega. O projeto das barragens coloca em causa a segurança das populações amarantinas, como é demonstrado no estudo de impacto ambiental e num parecer da Autoridade Nacional de Proteção Civil dirigido à Agência Portuguesa do Ambiente a 18.02.2010. Os paredões do represamento das águas e respetivas albufeiras localizam-se em áreas classificadas e de suscetibilidade sísmica demarcada na configuração de um vale estrutural cuja fragilidade sismo-tectónica é  identificada no PDM de Amarante. Caso um acidente imprevisível aconteça, levando à rutura da barragem, a onda de cheia chegará à cidade em 13 minutos, passando cerca de 20 metros acima do nível da plataforma da Ponte de São Gonçalo. Não há nenhum sistema de alerta eficaz num tal cenário, ficando o centro histórico de Amarante na zona de autossalvamento.  
  • Em Paúl, o habitat de muitos animais está a ser destruído numa zona protegida incluída na Rede Natura 2000 e privilegiada para a observação de aves, relembra a CDU de Torres Vedras.  Torres Vedras Web.
  • A Suécia, a Alemanha e a França são os únicos países europeus a cumprir políticas ambientais em conformidade com as promessas feitas na cimeira climática de Paris. The Guardian.
  • A subida dos níveis do mar pode afetar até 67% das praias do sul da Califórnia. HP.
  • O estado de Maryland ratificou a proibição da fraturação hidráulica no seu território. Think Progress.
  • Crianças expostas a químicos tóxicos para produzir couro e roupa não vivem até aos 50 anos, diz a OMS.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue