Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Mexia: EDP tem pouca capacidade para gerir caudais do Tejo

Imagem captada aqui.
  • O Festival Marés Vivas vai regressa à Praia do Cabedelo. O executivo camarário de Gaia alega que, por causa da providência cautelar interposta pela Quercus, a preparação do evento no novo local ficou demasiado atrasada, pelo que que irá imputar os prejuízos resultantes a «todos aqueles que torpedearam» o evento. Público. Pormenores do imbróglio aqui.
  • O presidente do conselho de administração da EDP, António Mexia, afirmou no parlamento português que a empresa tem uma gestão «muito limitada» nos caudais do rio Tejo e que pouco poderá fazer para minimizar os impactos ecológicos. Lusa/Mediotejo. Claro, a empresa parece só ter capacidade para providenciar remunerações milionárias a certos diretores e executivos.


Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue