sábado, 30 de janeiro de 2016

Espinho: Novo PDM propõe requalificação das ribeiras do concelho

Ribeira de Paramos, Espinho, junto ao Regimento de Engenharia e ao Aeroclube.

As ribeiras do município de Espinho vão, finalmente, merecer a atenção que lhes é devida. O novo PDM assim o determina.

Vai ser uma tarefa hercúlea, dado o avançado estado de degradação em que se encontram alguns dos troços da Ribeira do Mocho, em Espinho, da Ribeira de Silvalde e da ribeira de Rio Maior, em Paramos. Operações de desassoreamento, de limpeza e de consolidação das margens serão levadas a cabo. A maior dificuldade, presume-se, será conseguir resolver os inúmeros casos de ocupação indisciplinada e abusiva de alguns setores dessas margens. Para já não referir o estafado problema da duvidosa qualidade das águas que, por vezes, nelas correm e que empestam o seu leito e as suas margens e contaminam o ar com maus cheiros. 
O PDM propõe uma rede de mobilidade suave, - ciclovias e quejandos -, que deverá ligar as fozes das três ribeiras, respetivamente, ao parque da Gruta da Lomba/Picadela, ao Parque da Cidade e ao Castro de Ovil.

Muitos se questionam acerca da exequibilidade da intenção em 10 anos, mas os responsáveis autárquicos fazem questão de sublinhar que os projetos são realistas.

Sem comentários: