Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Foi você que falou em terrorismo alimentar?

  • Depois da gripe das aves e da gripe A, outra paranóia acaba de ser lançada: a da E. coli. Com uma nuance: nesta não pareceu haver um fio condutor como nas outras. Pelo menos durante algum tempo. A confusão foi total, a dúvida permanente, o medo contínuo. Primeiro, a culpa era dos pepinos espanhóis, depois era de rebentos de soja alemães. Amanhã, de quem será? A secreta inglesa já veio dizer que há suspeitas da al-Qaeda poder desencadear ações terroristas através da contaminação da comida. Até que apareceu o gato escondido com rabo de fora: os canadianos já têm vacina para a E. coli. Chama-se Econiche, custa 10 dólares e é produzida pela Bioniche numa fábrica recentemente construída com 25 milhões de dólares do governo canadiano. Como vêm, uma grande treta. A E. coli é uma bactéria que se produz e propaga em grandes vacarias onde o gado, compactado como sardinhas, é alimentado a milho transgénico. Aliás, há muito tempo que a nossa comida anda muito esquisita. Convenhamos que já não é o que era. Anda envenenada, dizem alguns. Primeiro, agradeçam às toneladas de pesticidas aplicadas em tudo o que cresce na terra. Os seus efeitos na cadeia alimentar são tão poderosos que, por exemplo, resíduos de pesticidas aplicados em cultivos transgénicos já foram detetados mesmo em embriões humanosSegundo, agradeçam ao fluoreto de sódio injetado na água da torneira. Como podem as autoridades sanitárias aprovar um produto conseguido durante o processo de produção de um fertilizante e que já foi usado como veneno e inseticida?  Terceiro, agradeçam ao mercúrio usado durante muitos anos no tratamento de dentes, em vacinas, nas lâmpadas fluorescentes. Quarto, agradeçam às culturas transgénicas. Por exemplo, ratos alimentados a soja transgénica tornam-se estéreis na terceira geração. Para não falar na atrofia de fígado, em danos nos sistemas imunitários e no cancro intestinalQuinto, agradeçam ao bisfenol-A, presente nas embalagens plásticas e em biberões, responsável por danos nos sistemas reprodutivo e imunitário e pela antecipação da puberdade. Sexto, agradeçam ao aspartamo, um aditivo utilizado para substituir o açúcar comum. Sendo tóxico, produz inúmeros problemas no organismo humano. Para não falar nos efeitos ambientais de desastres como o de Chernobyl, Fukushima, o Deepwater Horizon, ou o uso do urânio enriquecido. Baseado numa posta do Activist Post.
  • A Bill & Melinda Gates Foundation doou 20 milhões de dólares para apoiar o cultivo de arroz e mandioca transgénicos em países africanos. Organic Consumers Association.
  • Interesses comerciais interferem significativamente na investigação sobre riscos dos transgénicos na saúde humana. Por outras palavras: cientistas contratados pela indústria dos transgénicos são permeáveis a pressões para chegar às conclusões desejadas pelas empresas que lhes pagam. Food Policy.
  • O que faz mover uma petrolífera quando patrocina o levantamento da flora e da fauna numa região como Cabinda?
  • A Transportes Bertolini Ltda foi multada em R$15 milhões por poluir com cerca de mil litros de óleo os rios Tapajós e Amazonas, em Santarém, no oeste do Pará.
Share:

6 comments:

João Paulo Forte disse...

Muito bom este comentário sobre o terrorismo alimentar. Infelizmente andamos a ser manipulados em toda a linha por uma elite que quer condicionar o que comemos, o que fazemos, etc, tudo isso com vista à maximização do lucro. Há que denunciar e informar a população do que está em causa, ou seja o nosso futuro enquanto sociedade livre. Isto já para não falar da nossa saúde!
Abraço
João Forte

OLima disse...

Obrigado, João, pelo comentário.

Manuela Araújo disse...

Excelente texto de alerta!
Vou divulgar através do Facebook, e se mo permite ,daqui a uns dias, com a devida referência, claro, no blogue.

Boa semana

OLima disse...

Manuela, esteja à vontade. A bem do Ambiente :)

cduxa disse...

Olá OLima

Como sempre, atento. Sínteses e alertas da actualidade ambiental. (com muito custo estaríamos tão bem informados).
Vou divulgar no face, um abraço blogueiro.

OLima disse...

Cduxa, obrigado. É bom saber que há mais gente preocupada com este tipo de problemas e empenhada em divulgar e alertar mais pessoas para isso. Bem haja.

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue