Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sábado, 5 de outubro de 2019

Bico calado

  • «Resumindo, este acordo (Concessão à ESSE de estacionamento pago à superfície em Espinho) pretende “branquear” todo um processo que consideramos lesivo para os interesses do Município de Espinho e que começa com a assinatura do contrato de concessão, continua em 2013 quando o atual executivo declara que fez uma suposta “negociação” ao contrato de concessão, mas que terá sido feita de forma verbal, sem qualquer validade formal e que afinal aquilo que foi considerado um “resultado extremamente satisfatório para os interesses do município e de todos os que visitam Espinho” (Dr. Pinto Moreira ao JN em 28.01.2013) afinal custou ao Município de Espinho 3,3 milhões de euros (estudo da Universidade Católica) ou alternativamente fazer este acordo e aumentar a concessão por mais 5 anos em cima dos 4 anos que já tinham decorrido quando a ESSE assumiu a concessão. Este acordo agora aprovado consegue fazer 2 coisas extraordinárias e que beneficiam apenas o Concessionário ESSE: dá à ESEE uma concessão do estacionamento à superfície por 25 anos prolongando o atual contrato até 2034; a ESSE deixou de ter de investir pelo menos 4,5 milhões de euros na construção de um parque de estacionamento que reverteria para o Município de Espinho. Dito de outra maneira, e usando uma metáfora com um tema muito atual, este acordo entrega a carne de lombo toda para a ESSE, ficando o Município apenas com os ossos.» Fonte: Leonor Fonseca Pela minha Gente. Resultados da votação na Assembleia mUnicipal de Espinho de 3 de outubro: a favor: PSD, CDU, BE, presidentes das Juntas de Freguesia de Espinho, Silvalde e Paramos; contra: PS e PMG (houve uma abstenção (?) e faltava pelo menos um vogal.)
  • «Num dos momentos mais miseráveis, entre muitos outros, da sua carreira política, Cavaco Silva deixou Freitas do Amaral a suportar sozinho o pagamento de uma campanha presidencial apoiada pelo PSD e pelo CDS. Freitas do Amaral não se queixou e honrou os seus compromisso e pagou as dívidas. Agora que Freitas faleceu o mínimo que se esperava do velho acionista sortudo do BPN era que se mantivesse escondido na sua Quinta da Coelha. Mas não foi isso que o homem fez, foi o primeiro a vir a público chorar lágrimas de crocodilo. Assunção Cristas chegou ao poder pela mão de outro traste do lado miserável da nossa direita, Paulo Portas, agora comentador político e gestor de influências. Foi com Portas e Cristas que o CDS teve uma das iniciativas mais miseráveis por parte de um partido político, não se limitaram a tirar a moldura de Freitas da galeria dos presidentes do CDS, ainda a mandaram por correio para a sede do PS, num gesto miserável digno dos fascistaszecos à Paulo Portas.» O Jumento.
  • A prefeitura de Paris concedeu hoje o título de cidadão honorário ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um reconhecimento por seu trabalho para reduzir as desigualdades sociais e econômicas no Brasil. Fonte.
  • Os mesmos advogados de acusação brasileiros, que durante anos exibiram uma fixação obstinada na prisão do ex-presidente Lula da Silva, tentam agora a sua libertação, solicitando que um tribunal permita que ele cumpra o resto da sua sentença de 11 anos por corrupção em casa. Mas Lula, - que acredita que o pedido é motivado pelo medo de que impropriedades judiciais e judiciais em seu caso, levem à anulação da sua condenação -, opõe-se, insistindo que ele não sairá da prisão a menos que receba exoneração completa. The Intercept.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue