Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Mão pesada

Três funcionários a Southern Water foram condenados por obstruir a recolha de dados pelo ministério do Ambiente, que estava investigando o esgoto bruto derramado nos rios e nas praias do sudeste da Inglaterra. 
Uma outra investigação da Ofwat, a agência financeira do setor, de que resultou em multa de 3 milhões de libras e indemnização 123 milhões a clientes, apurou que a Southern Water havia manipulado amostras de água e "deliberadamente reportou dados incorretamente" durante sete anos até 2017 para evitar penalidades financeiras. Isso incluiu evidências de que a empresa usava navios-tanque para mudar os esgotos de locais problemáticos, no sentido de evitar que eles pudessem apresentação uma leitura ruim para o ministério. 
As investigações seguem uma série de episódios de poluição, incluindo a multa de 2 milhões de libras, há três anos, por contaminar a costa de Kent com esgoto, deixando praias como a de Margate encerradas ao o público durante nove dias. Outra multa de 200 mil libras foi-lhe aplicada por infrações semelhantes em 2013. A Southern é propriedade de um consórcio de fundos de private equity e infraestrutura, incluindo o UBS Asset Management e o JPMorgan Asset Management. FT.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue