Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Bico calado

  • «(…) Para a direita, o Estado é um mero financiador. Para os três partidos de esquerda, as lógicas do público e do privado são vistas como intrinsecamente distintas: o privado avalia a rentabilidade do paciente, o público não tem isso em conta. Isto faz com que o privado abandone o paciente que lhe dá prejuízo, enviando-o geralmente para os serviços do Estado (que ficam com tudo o que é mais dispendioso) e que aposte mais no tratamento do que na prevenção, que lhe retira clientela. São duas lógicas antagónicas. Trinta anos de financiamento público do sistema privado provam os péssimos resultados que tiveram para a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde. (…) Apesar de ter merecido a oposição de toda a esquerda, a atual Lei de Bases da Saúde esteve em vigor durante três décadas. Foi experimentada, avaliada e provou-se inadequada, contribuindo, através da drenagem de recursos públicos, para o enfraquecimento do SNS. As propostas do PSD e do CDS não só mantêm o seu espírito como tentam aprofundá-lo. Um consenso entre PS e PSD daria uma coisa muito semelhante ao que temos. O que quer dizer que Marcelo Rebelo de Sousa está a bloquear uma mudança que, perante o estado do SNS, é urgente. (…)» Daniel Oliveira, Expresso.
  • Jamaica me crazy, TSF/Tubo de Ensaio. Nuno Melo e Santana Lopes devem estar com as orelhas a arder.
  • «IGAI detecta fraudes nas refeições para os bombeiros. Cobradas à Protecção Civil milhares de refeições superiores ao número de bombeiros no terreno. Eventuais fraudes foram detectadas numa investigação aos fogos de Mação, mas a Inspecção-geral da Administração Interna admite “um comportamento padronizado em todas as ocorrências de incêndios florestais” e pede investigação ao Ministério Público.» Público 1fev2019.
  • A Leave.EU foi multada em 15 mil libras por usar ilegalmente dados pessoais dos clientes da Eldon Insurance para enviar cerca de 300 mil mensagens de marketing político e mais 45 mil libras por participar no envio de uma campanha de marketing da Eldon para assinantes políticos. A Eldon foi multada em 60 mil libras por esta última violação. The Guardian.
  • «A Venezuela é uma ditadura sui generis. Permite que milhares saiam à rua para protestar contra ela, algo raro em ditadura, para não dizer inédito, e que o líder da oposição, financiada pelos países que embargaram e ajudaram a destruir a economia venezuelana, discurse numa universidade publica contra o ditador. (…)» João Mendes, in Venezuela, uma ditadura sui generisAventar.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue