Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Torres de telecomunicações matam milhões de aves


Andorinhas durante tempestade de neve em Pembroke, estado de New York. Foto de David Duprey/AP.
  • O primeiro centro de processamento de resíduos dos Açores foi inaugurado na ilha das Flores. Os resíduos orgânicos ali transformados em composto permitirão reduzir a necessidade de importação de composto e fertilizantes. O centro dispõe ainda de um espaço destinado ao desmantelamento de viaturas. A entrada em funcionamento deste centro implicará o encerramento e selagem das duas lixeiras municipais. AO.
  • Indáqua coloca lixo nas margens do rio Uíma, em Sta Maria da Feira, denuncia o Caldas de S. Jorge.
  • Um colaborador de uma empresa de outdoors foi despedido por recusar-se a matar árvores através de herbicida venenoso. Acontece na Florida, para eliminar árvores que crescem e perturbam o acesso visual aos tais outdoors.
  • Anualmente mais de 6 milhões de aves morrem ao migrarem dos EUA para o Canadá ou para a América Central ou do Sul. Tudo porque chocam contra as 84 mil torres de telecomunicações que existem no país. Youtube (3:41). E depois a culpa é dos aerogeradores!
  • Francisco de Assis, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, ainda tem esgotos a desaguar no rio Arroio Pavuna, que desemboca na Lagoa de Jacarepaguá, em frente ao Riocentro, onde será a Rio+20. EEAposto que a cimeira vai permitir, pelo menos, o tratamento dos esgotos locais.
  • A ilha de Thilafushi, nas Maldivas, é uma gigantesca lixeira flutuante. É a fatura que paga por um turismo desenfreado e insustentável. EcoDebate.

Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue