Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Não posso, diz a ministra

  • A ministra do Ambiente e da Agricultura Assunção Cristas autorizou o abate de mais de mil sobreiros no Tua, mesmo baseada em informações erradas cuja proveniência não refere. O sobreiro é árvore protegida, e a paisagem do Tua é património da Humanidade pela UNESCO. Assunção Cristas, entrevistada por Manuela Moura Guedes para o Correio da Manhã, diz que tem muita pena mas tem de respeitar compromissos assumidos sob pena de o Estado ser penalizado. Assunção Cristas diz também desconhecer que a sociedade de advogados onde trabalhou, - a  Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados -, tem como cliente a concessionária da barragem do Tua, a EDP. Assunção Cristas diz isto sem pestanejar, sem hesitar, sem qualquer sinal de surpreza perante a pergunta da jornalista. Video CM (13:07) Apenas algumas observações: a entrevistada não sabe ouvir; a sua argumentação é tão redonda que não tem ponta por onde se lhe pegar; as suas respostas são enroladoras, palavrosas, o seu conteúdo, espremido, é zero, a Moodly’s avaliá-las-ia como lixo; se não tem força nem poder para exercer o seu cargo, por que razão permanece nele?
  • A Ministra da Agricultura, Ambiente e Ordenamento do Território, Assunção Cristas, inaugurou um  lagar da espanhola INNOLIVA, no Monte do Carapetal, em Alvalade do Sado, Santiago do Cacém. O projeto foi comparticipado com dinheiro do PRODER. O azeite produzido no Alentejo é para exportação, com rótulos italianosEu quero aplaudir!
  • O Programa Nacional de Barragens: desastre económico, social e ambiental. Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega.
  • O Fórum Água é de todos, não à privatização, acaba de lançar a Iniciativa Legislativa de Cidadãos que visa propor na Assembleia da República uma Lei pela Protecção dos direitos individuais e comuns à água. São necessárias 35 mil assinaturas para que esta proposta seja votada na Assembleia da República, pelo que o trabalho de terreno é agora uma tarefa prioritária de todos e de cada um de nós. Pode ser aqui descarregado um ficheiro pdf da Iniciativa Legislativa, que depois de completo com assinaturas deve ser enviado para a sede da campanha, Rua D. Luís 1.º, n.º 20 F – 1249-126 Lisboa.
  • O movimento cívico contra a poluição em Sines vai pedir uma audiência à ministra do Ambiente, Assunção Cristas, para lhe transmitir as reivindicações da população em defesa da saúde pública: o fim das descargas de efluentes não tratados para o mar, com reaproveitamento da água em ciclo fechado,  a implementação de um sistema de monitorização regular da qualidade do aquífero municipal e a adoção de uma série de medidas que eliminem todo o tipo de descargas gasosas para a atmosfera. Lusa/GoogleSerá que Assunção Cristas vai dizer que não tem poder para resolver o problema devido a alegados compromissos anteriormente assumidos e que, se não forem respeitados, penalizarão o Estado e todos nós?
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue