Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Reflexão - «Como a Cambridge Analytica está ligada ao Brexit, a Trump e aos céticos do clima»


Como a Cambridge Analytica está ligada ao Brexit, a Trump e aos céticos do clima
por Mat Hope, no The Ecologist.

(Tradução livre de excertos)

A Cambridge Analytica pode negar comportamento ilegal, mas esteve de facto por trás de tremendos terramotos políticos de ambos os lados do Atlântico: o Brexit e a eleição de Trump. E, relacionados com estes terramotos políticos, está uma agenda de negação da ciência do clima que pretende acabar com a regulamentação e encher os bolsos dos que têm interesses nos combustíveis fósseis.


Esta infografia mostra como a Cambridge está no coração de uma rede de operacionais que tentam negar a mão do homem nas alterações climáticas em nome do Brexit e de Trump.

Do lado dos EUA, Robert Mercer e a sua filha Rebekah Mercer são as peças chave. Os Mercers investiram cerca de 5 milhões de dólares na Cambridge Analytica. Robert Mercer foi considerado o "doador mais influente de Trump" mesmo antes da sua eleição. Mercer Family Foundation aplicou cerca de 4 milhões de dólares entre 2003 e 2014 em subsídios a organizações adversárias do combate às alterações climáticas, como o The Heartland Institute, o Manhattan Institute, o Media Research Center, o Oregon Institute of Science and Medicine. Robert Mercer doou 2,5 milhões à Koch's Freedom Partners Action Fund que, por sua vez, gastou, entre 1997 e 2011, mais de 100 mil dólares em donativos a 84 grupos céticos do clima.  

Outro financiador e cofundador da Cambridge Analytica é Steve Bannon, ex-estratega-chefe de Trump. Antes de colaborar com Trump, Bannon foi a figura de proa da máquina de propaganda da direita, Breitbart News, para onde regressou após a sua curta devoção a Trump.
Bannon e Breitbart são conhecidos por negarem a ciência climática. Foi Bannon que contratou James Delingpole para editor da Breitbart.

A Cambridge Analytica também tem relações com o Democratic Unionist Party, o partido que apoia o governo de Teresa May. No seu manifesto eleitoral, este partido não faz uma única referência às alterações climáticas, corroborando assim a sua prática política e ambiental na Irlanda do Norte.

Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue