Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Bico calado

  • «(…) é evidente que o combate a fogos tem que ser público e militarizado - enquanto der lucro apagar fogos não teremos segurança. O "pior dia do ano" vai repetir-se quantos anos mais?» Raquel Varela, FB.
  • «(...) Enquanto incendiários apanhados em flagrante continuarem a ser mandados em paz, ou a serem punidos  com penas ridículas (quase sempre suspensas); Enquanto as autoridades continuarem a fechar os olhos a quem faz queimadas; Enquanto não forem proibidos os foguetes e fogos de artifício em tudo quanto é romaria, durante os meses de Verão; Enquanto não forem punidas severamente as faltas de civismo dos condutores, propiciadoras de provocar ignições; Enquanto não se repensar a Floresta e o Ordenamento do Território; Enquanto os partidos políticos continuarem a usar os incêndios como arma de arremesso político, em vez de se porem  de acordo sobre as medidas essenciais e urgentes que são necessárias para diminuir o risco de incêndios ( repensar a Floresta, o Ordenamento do Território, a política dos baldios e um conjunto alargado de penas dissuasoras para comportamentos cívicos que funcionam como ignição de incêndios); Enquanto as estradas florestais continuarem a ser caminhos de cabras destinados apenas a veículos todo terreno; Enquanto não houver coragem de combater as mafias dos fogos; Enquanto continuarmos a ser este maldito país de Brandos Costumes, onde proliferam os irresponsáveis e egoístas, os incêndios continuarão a consumir o país e os nossos recursos naturais.  Tudo isto, aliado à incontornável questão das alterações climáticas ( que muitos continuam a negar, apesar das evidências ) contribuirá para destruir o nosso património Natural. (...)» Carlos Barbosa de Oliveira in Crónicas do rochedo.
  • Um carro-bomba assassinou Daphne Caruana Galizia, de 53 anos, a jornalista que coordenou a divulgação de casos de corrupção incluídos nos Panama Papers, entre as  quais das ligações entre o primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, e o governo deo Azebaijão. Mais pormenores aqui.


Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue