Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Reflexão - Capitalismo, um campeão improvável para a ação climática

Capitalismo, um campeão improvável para a ação climática
por Kristen Kleiman, in Triple Pundit.
(Tradução livre de excertos)

Os capitalistas sempre se esquivaram às políticas das alterações climáticas, considerando-as um sorvedouro de impostos que aumenta os custos de produção. As grandes empresas e investidores institucionais não adotaram a noção de que prestar atenção às alterações climáticas é um bom investimento. Mas os capitalistas e os investidores são (em geral) pessoas bastante inteligentes. Eles gostam de dados. Gostam de analisar dados para avaliarem os riscos. E o mais engraçado é que, depois de menosprezarem os dados, muitos dos investidores mais inteligentes e certamente alguns dos mais influentes, perceberam que a avaliação do risco climático é essencial para os seus negócios. Como em todos os investimentos, onde há risco, deve haver recompensa.

O custo de ignorar as alterações climáticas é mais alto do que abordá-lo. Os investidores profissionais parecem entender que ignoramos os riscos das alterações climáticas em nosso perigo e, capitalistas que são, entendem que identificar os riscos atempadamente significa que podemos encontrar soluções (ou seja, investimentos) que irão combater as alterações climáticas ou que se adaptarão aos seus efeitos futuros antes da concorrência de forma a gerar lucros acima da média. 

Virar as costas ao futuro é uma má política de investimento. E os investidores institucionais, apesar dos negacionistas das alterações climáticas, são muito inteligentes para ignorar os dados sobre as alterações climáticas. Como o governo [dos EUA] não parece disposto a identificar, quantificar e gerir os riscos como ameaças ou oportuinidades, talvez o capitalismo, com toda a sua brutal eficiência, possa liderar o caminho.

Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue