Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

domingo, 5 de março de 2017

Reflexão – Alguns contadores de eletricidade inteligentes podem dar leituras 582% superiores ao consumo real

Imagem captada aqui.

Alguns contadores de luz eletrónicos, ditos inteligentes, podem dar leituras erradas e que podem ser 582% superiores ao consumo de energia real, denuncia uma investigação da University of Twente (UT) e da Amsterdam University of Applied Sciences

Imagine-se o impacto deste truque nos bolsos de 750 mil agregados familiares holandeses.

Os erros de leitura são atribuídos ao design do contador, juntamente com o uso crescente de dispositivos de comutação modernos (muitas vezes eficientes em termos energéticos). Aqui, a eletricidade consumida deixa de ter uma forma de onda perfeita e adquire um padrão errático. Os contadores modernos não previram uma tolerância suficiente para dispositivos de comutação deste tipo.

Os contadores associados a leituras excessivamente altas continham uma bobina de Rogowski enquanto os associados com leituras excessivamente baixas continham um sensor de efeito Hall.

Pela lei, os consumidores que duvidarem da perfeição dos contadores podem exigir uma avaliação ao seu contador junto de uma empresa acreditada, pagando os respetivos custos se os testes confirmarem que o contador está devidamente afinado. Os coordenadores da investigação sugerem que, em caso de dúvida, os consumidores devem contatar o seu fornecedor de energia que, por sua vez, deve apresentar queixa à operadora da rede de energia. 


Share:

1 comments:

OLima disse...

A operadora de gás SSE pediu desculpa pelos erros de leitura feitos pelos seus contadores inteligentes e que apresentaram, em alguns casos, avisos de faturação diária de 33 mil libras.
Jersey Evening Post.
http://jerseyeveningpost.com/business/uk-money/2017/03/05/sse-apology-after-smart-meter-error-warns-of-33000-charge-for-days-power/

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue