Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Reflexão – para quem ainda nega os impactos das ações humanas sobre o clima

Serra da Freita. Foto: Óscar Valério 13fev2017.

«Na remota hipótese de 97% dos cientistas estarem certos, sabemos que as alterações climáticas já criaram até agora milhões de refugiados climáticos, já retiraram o acesso a água várias populações, especialmente em África e na Ásia, e já destruíram centenas de milhares de hectares de terreno agrícola. As vítimas desta hipotética catástrofe, que é dos maiores consensos da ciência, são sobretudo os pobres sem acesso a cuidados de saúde, são mulheres que caminham dezenas de quilómetros por semana para trazer água para as suas famílias, são pequenos agricultores sem capacidade de investimento em infraestruturas (por exemplo estufas) para manter as suas produções agrícolas. 

O aquecimento é global, mas o impacto é nos mesmos do costume. Se os 97% de cientistas estiverem certos, a vida de 2 mil milhões de trabalhadores (e não de pinguins) depende de ecossistemas frágeis, ameaçados pelas alterações climáticas. São estes os principais interessados em evitar a catástrofe. A posição de Raquel Varela é uma não solução: cabeça na areia, fé nos 3% e umas generalidades sobre a Autoeuropa.»

Miguel Heleno in Os pinguins da Autoeuropa e os macacos do sótão do negacionismo de esquerda - Esquerda.net.
Share:

1 comments:

Catarina Sousa disse...

Sem dúvida, mais do que nunca, as alterações estão à vista de todos e vai afectar todas as espécies, todo o mundo, isto tudo por culpa do ego humano.
Love*
Treze Mundos

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue