Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Reflexão – Vale a pena reutilizar os painéis solares


Painéis fotovoltaicos descartados representam um dilema para os gestores de resíduos de lixo porque eles contêm baixos níveis de metais pesados tóxicos e elementos valiosos como prata e telúrio. 
A Urban Ore, seada em Barkeley, Califórnia, recolhe e aceita painéis solares usados. Guarda-os e revende-os a preços módicos. A procura é grande e, por vezes as reservas estão esgotadas.
Nada é eterno e, mais cedo ou mais tarde, o painel solar «morre». Os painéis perdem 1% da sua eficiência por ano, uma vez que, com o tempo, os módulos envelhecem, as impurezas infiltram-se nos cristais e alguns dos elétrons gerados pela luz do sol querem ir para essas impurezas em vez de seguir através do circuito elétrico.
Em princípio, um conjunto de painéis solares dura a vida de uma pessoa. O problema é que há gente que gosta de fazer atualizações, de ter painéis solares modernos, mais eficientes e até mais baratos. Aí é que reside o problema para a sociedade gerir esses resíduos. 
«Mesmo perdendo 1% de eficiência por ano, um painel ainda funciona a 86% após 30 anos. Eu tenho 32 anos e diria que estou a funcionar ainda a 86% de eficiência», brinca um dos responsáveis da empresa. «Eu gostaria de pensar que ainda valho alguma coisa».
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue