Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

domingo, 21 de julho de 2019

França: seca e gorgulho dizimam florestas de coníferas

  • Longos períodos de seca e temperaturas altas provocaram a pior infestação de gorgulho do pinheiro em duas décadas no leste da França, arruinando as florestas de coníferas e fazendo com que os preços da madeira caíssem à medida que as madeireiras abatiam as árvores antes de serem danificadas. Reuters.
  • 50 baleias piloto foram encontradas mortas na península de Snaefellsnes, na Islândia. Correntes fortes e o leito raso do mar terão impedido o seu regresso ao alto mar. DW.
  • O ministério do Ambiente dos EUA retirou da lista das suas competências as inspeções não anunciadas a centrais energéticas e a fábricas de produtos químicos. Via SEJ.
  • O ministério do Ambiente dos EUA anunciou que não irá proibir o clorpirifos, um pesticida ligado a danos cerebrais em crianças. «A recusa do ministério em probir o clorpirifo ignora décadas de ciência mostrando que este pesticida tem efeitos irrevogáveis na saúde humana e no meio ambiente», afirmou Tiffany Finck-Haynes, dos Friends of the Earth. «Ao permitir que o clorpirifos permaneça nas nossas frutas e verduras, o ministério do Ambiente de Trump viola a lei e negligencia a esmagadora evidência científica de que esse pesticida prejudica os cérebros das crianças», disse Patti Goldman, advogada da Earthjustice. «É uma tragédia que esta administração fique do lado das corporações em vez da saúde das crianças». Common Dreams.
  • Um novo relatório da Comissão Reguladora Nuclear, que supervisiona a segurança das 59 centrais nucleares antigas do país, recomenda que os comissários aligeirem ou reduzam significativamente as inspeções de segurança às centrais. Via SEJ.
  • O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, acusou a agência estatal estadual responsável por monitorizar os níveis de desflorestação de divulgar dados falsos e anunciou que vai convocar o presidente da agência para prestar esclarecimentos. A cena desenrolou-durante uma conferência de imprensa com jornalistas estrangeiros e um dia depois de o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, ter publicado dados preliminares de satélites mostrando que a desflorestação na floresta amazónica tinha registado uma aumento de 68% no mês de julho de 2018. Reuters.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue