Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Bico calado

  • «Portugal é um país pioneiro e um exemplo para o resto do mundo. Não ouvimos esta afirmação com muita frequência mas ela é repetida à escala global quando discutimos a temática “drogas”. A descriminalização do ano 2000 é um sucesso. Não o é porque há quem assim o diga. É-o porque a lei de 2000 permitiu implementar uma série de programas que resultaram na queda abrupta do consumo de heroína e da mortalidade associada à toxicodependência. Mas já passaram 20 anos e o mundo avançou na discussão. Hoje, múltiplas experiências têm demonstrado que a legalização do consumo da cannabis pode ser benéfica em termos de saúde pública. Não são necessários dados para chegar a essa conclusão, basta pensar que onde a droga é proibida, ela distribui-se pelo mercado negro, não é sujeita a qualquer controlo e é frequentemente adulterada. Por contraste, nos estados que a legalizaram, a cannabis é sujeita a controlo de qualidade e é possível estudar padrões de consumo, verificar efeitos na saúde das comunidades e dirigir programas de prevenção e redução de riscos devidamente fundamentados. No entanto, a Associação de Médicos Católicos decidiu intrometer-se neste debate e fê-lo da pior maneira: mentindo! Segundo os médicos católicos, a legalização da cannabis “irá seguramente levar a um aumento do número de pessoas que consomem esta droga”. Isto não podia estar mais longe da verdade. Várias experiências recentes de legalização do consumo da cannabis não aumentaram o seu consumo. E estes são dados publicados e devidamente verificados. (…)» Bruno Maia, in Médico, católicos e mentirosos – Público 15jan2019.
  • «Parece-me que a solução é simples. A Escócia deve tornar-se independente e permanecer na UE, como os seus cidadãos desejam. A Inglaterra e o País de Gales devem deixar a EU, como os seus cidadãos desejam. A Inglaterra e País de Gales devem assumir uma relação do tipo da Noruega, como propõe o Partido Trabalhista (…). A Irlanda do Norte deve finalmente regressar à Irlanda.» Craig Murray, in Racism Poisons the Entire Brexit Debate.
Share:

0 comments:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue