terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013

O polifosfato no bacalhau é bom para a saúde?



Quem ganha com a adição de polifosfatos no bacalhau capturado na Noruega e na Islândia? Niguém sabe, ninguém diz nada.
A adição de polifosfotos no peixe, em concreto no bacalhau, não representa um perigo para a saúde? 
Ninguém garante, mas os que mandam e querem ver os polifosfatos no bacalhau (Noruega, Dinamarca, Islândia) dizem que não há evidências científicas de eventuais prejuízos para a saúde. 
Toda esta estória é muito estranha se recordarmos que ainda em março de 2012, a Comissão Europeia colocava sérias reservas  em relação aos benefícios da adição de polifosfatos para a qualidade do produto final alegados pelos interessados na matéria.
Que poderosos interesses estarão a pressionar a decisão da Europa para a adição de polifosfatos no bacalhau? 
A Associação dos Industriais do Bacalhau (AIB) já veio garantir que a adição de polifosfatos vai exigir o dobro do tempo que até agora era preciso para secar o bacalhau usando os métodos tradicionais, que este novo processo vai exigir um maior consumo de energia  e que o produto final terá sabor e textura totalmente diferentes.
Mas a AIB não faz qualquer referência aos eventuais perigos que a adição de polifosfatos podem representar para a saúde
Informações colhidas aqui e especialmente aqui garantem que, por exemplo, o tripolifosfato de sódio (STPP) usado para melhorar o aspeto dos filetes e dos escalopes, para os esbranquiçar e dar-lhes uma textura mais homogénea, (1) é uma fraude para o consumidor porque, retendo água, aumenta o peso e o preço do produto e (2) torna o sabor alcalino. Recomenda-se, por isso, o consumo de filetes e  escalopes que digam “seco” no rótulo porque isto significa que o produto não foi demolhado numa solução de STPP, e evitar os que dizem “molhado”.
Outros especialistas são mais radicais. Dizem que o STPP é uma neurotoxina que, adicionada ao peixe para lhe dar um aspeto mais firme, macio e brilhante, faz o mesmo mal à saúde que a pulverização de monóxido de carbono sobre carne vermelha para lhe dar um aspeto mais fresco.

Sem comentários: