Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Supremo rejeita lei de Obama para reduzir poluição

Maasai Mara, Kenya. Foto de CharlesComyn/Barcroft Media.
  • Lancashire rejeitou o projeto de extração de gás de xisto no seu território. Telegraph.
  • O Supremo Tribunal rejeitou o projeto-lei de Obama para reduzir a poluição. The Guardian.
  • Fred Singer, o padrinho dos negacionistas climáticos, considera o acordo das Nações Unidas sobre o aquecimento global um suicídio económico para os EUA e um desastre para o mundo. The Guardian.
  • A nossa sociedade poderá colapsar em 2040 devido a escassez catastrófica de comida, alerta estudo realizado por cientistas do Global Sustainability Institute da Anglia Ruskin University. The Independent.
Share:

Reflexão – Mais um projeto absurdo

«Parece mentira mas é verdade. Em plena época de alterações climáticas, de subida inevitável do nível do mar, de políticas fortíssimas de reabilitação e qualificação urbana, de colapso dos modelos absurdos do ‘terrorismo betoneiro’, eis que surge de novo o absurdo. (...) chegam umas dinâmicas figuras arqueológicas a propor várias torres, mais um esporão, mais uma marina, mais um brutal viaduto, mais uma rotunda... Em suma, um paredão de betão espetado na foz do Tejo e a emparedar o Vale do Jamor. E tudo isto pela mão da Câmara Municipal de Oeiras.»
Luísa Schmidt in Já não se usa, Expresso 27jun2015.
Share:

Bico calado

  • «Sim, figuradamente. Uma pessoa que sistematicamente vota coisa em cuja discussão não participou, de facto é um figurante. Eu chego a casa e está a dar o programa do Fernando Mendes [‘O Preço Certo’] e fico com a sensação de que os figurantes desse programa têm mais poder do que um deputado, nem que seja quando gritam.» Ribeiro e Castro (CDS) em resposra à pergunta Disse que não gosta de se sentir um palhaço. Sente-se um palhaço no Parlamento?’. Expresso 27jun2015.
  • «Banqueiros feitos oráculos das nações, jornalistas papagaios da verdade de cada momento e políticos sem espinha elogiaram o solidário ‘resgate’ aos Estados que, aparentemente depenados por anos de um Estado social incomportável, pediam ajuda aos seus liados. A troika tinha a receita: aumentar impostos, cortar despesa social e vender tudo ao desbarato. O dinheiro era para pagar uma dívida que nunca parou de crescer. Passados mais de seis anos, os aliados já são credores. O que era ajuda passou a ser chantagem. E os oráculos, jornalistas e políticos da situação subsituíram o moralismo pelo fatalismo. O que era apresentado como a salvação dos povos passou a ser apenas inevitável.» Daniel Oliveira in O elefante na sala, Expresso 27jun2015.
Share:

domingo, 28 de junho de 2015

Células solares giratórias produzem mais eletricidade?

  • 28 junho, domingo, Praia de Faro: Marcha-Kayakada contra a exploração de hidrocarbonetos na costa do Algarve e em defesa de um Algarve sustentável. PONG-Pesca.
  • As alterações climáticas e desenvolvimento urbanístico caótico estão a ser apontados como fatores importantes dos prejuízos causados pelas cheias que forçaram a deslocalização de 80 pessoas em Douala, Camarões. Reuters.
  • Há quem diga que o súbito interesse da Arábia Saudita pela energia solar nada tem a ver com mostrar-se mais amiga do Ambiente. Tudo não passará de simpels egoismo: o país está a usar a energia solar como meio de subsidiar os custos a nível interno enquanto maximiza os lucros no estrangeiro. Huffignton Post.
  • Grenada decidiu reconstruir os seus recifes de coral, seguindo o exemplo da Jamaica e de Belize. IPS.
  • A V3Solar garante que as suas células solares giratórias produzem 20 vezes mais eletricidade do que os paineis solares normais. EcoInventos. Mas já veio alguém demonstrar que isso é uma grande treta.
Share:

Mão pesada

  • O governo espanhol anunciou a aplicação de 11 milhões de euros de multas a empresas galegas por apoio e concluio na captura ilegal de peixe por parte de 4 barcos ao largo da Patagónia. World Fishing, via PONG-Pesca.
  • A central a carvão de Four Corners, perto de Shiprock, New Mexico, foi multada em 168 milhões de dólares por prejuízos causados pela poluição que produz na região. SEJ.
Share:

Bico calado

  • « (...) Bater nos gregos tornou-se uma espécie de desporto nacional. Tem várias versões, uma é bater no Syriza, outra é bater nos gregos propriamente ditos e na Grécia como país. As duas coisas estão relacionadas, bate-se na Grécia porque o Syriza resultou num incómodo e, mesmo que o Syriza morda o pó das suas propostas, – que é o objectivo disto tudo, – o mal-estar que existe na Europa é uma pedra no orgulhoso caminho imperial do Partido Popular Europeu, partido de Merkel, Passos e Rajoy e nos socialistas colaboracionistas que são quase todos que os acolitam. É isto a que hoje se chama ‘Europa’ (...) Escrevi na altura e reafirmo que mais importante do que a motivação de acabar com a austeridade, foi o sentimento de que a Grécia não podia ser governada por uma espécie de tecnocratas a actuar como ‘cobradores de fraque’ em nome da Alemanha. Por isso, mais grave do que o esmagamento do Syriza, que a actual ‘Europa’ pode fazer como se vê, é o sinal muito preocupante para todos os que querem viver num país livre e independente em que o voto para o parlamento ainda significa alguma coisa. Nisso, os gregos deram uma enorme lição aos nossos colaboracionistas de serviço, que andam de bandeirinha na lapela (...) Os gregos, povo de comerciantes e marinheiros, são um alvo fácil, como os camponeses do Sul de Itália e os alentejanos, para os do Norte industrial e ‘trabalhador’. É um estereótipo conhecido: ladrões, vigaristas e, acima, de tudo preguiçosos. Por isso ‘enganaram a Europa’ e querem viver á nossa custa. A Grécia enganou a Europa? Sim with a little help from my friends. A Europa ajudou activamente a Grécia a falsificar os números, a Alemanha em particular, enquanto isso lhe interessou. E nós? Só para não ir aos inevitáveis exemplos socráticos, vamos para este governo e bem perto de nós. Com que então a TAP foi comprada por um português? O brasileiro-americano o que é, o consultor para a aviação? De onde veio o dinheiro, a pergunta que se faz sempre aos remediados, que já são vigiados por 1000 euros, e ninguém faz aos ricos e poderosos? Para que é esta cosmética? Para enganar a União Europeia dando a entender que a TAP foi comprada por um cidadão da União. O truque é tão evidente, que muito provavelmente, como aconteceu com os gregos, a União Europeia já assinou de cruz pelas aparências porque lhe convém. Atirem pois mais uma pedra aos gregos.» José Pacheco Pereira in  A Europa que nos envergonha, Público 27jun2015.
  • A rainha Isabel II vai receber 42,8 milhões de libras do erário público. Este ano, a família real britânica gastou 5,1 milhões em viagens, 14% mais do que o ano passado. Press TV.
Share:

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Portugal desconhece o estado de conservação de algumas espécies e habitats

Ilheu das Formigas. Foto: Pedro Silva 23jun2015.
  • Portugal desconhece o estado de conservação de algumas espécies e habitats, principalmente do mar, situação diferente da europeia, sendo necessário reforçar a aposta na monitorização, admite Ivone Pereira Martins, coordenadora do departamento de Biodiversidade da Agência Europeia do Ambiente. Diário Digital/Lusa.
  • Legisladores alemães consideram ilegal o acordo feito pelo governo britânico e pela União Europeia para atribuir subsídios de 25 biliões de dolares para a construção da central nuclear de Hinkley Point, em Somerset. Nuclear Power Daily.
  • A EDP Renováveis inaugurou novo parque eólico na Polónia. Situado em Cuyavia e Pomerania, as suas 12 turbinas têm a capacidade de 18 MW. Energías Renovables.
  • Protestos contra a extração de gás de xisto em Lancashire. The Guardian.
  • Um tribunal holandês manda o governo reduzir as emissões de gases de efeito de estufa em 25%. O processo foi da Urgenda. The Ecologist.
  • Guia para Planos Ambientais Municipais, livro disponível para download. Via EcoDebate.
Share:

Mão pesada

  • Arizona Public Service Co. Foi multada em 1 milhão e 500 mil dólares por incumprimento de legislação relativa à qualidade do ar por parte da sua central a carvão em Four Corners, New Mexico. Mercury News.
  • A Transpetro, filial da Petrobras, pode ser multada em R$ 50 milhões por derrame no seu oleoduto na Baía de Sepetiba. EcoDebate.
Share:

Bico calado

  • A Grécia nem é na Europa, por Bruno Nogueira in TSF/Tubo de Ensaio.
  • Manipulação da imprensa pelo FMI sob investigação. InfoGrécia.
  • «Os gregos querem pôr os que mais têm a pagar o que os nossos três quiseram sacar aos que menos têm.» Filipe Tourais in A casta treme.
  • Corruption Is Killing Children in Angola (A corrupção mata crianças em Angola), NYTimes 24jun2105.
Share:

terça-feira, 23 de junho de 2015

Rios irlandeses piores do que há 20 anos

Lagoa do Fogo. Foto de Paulo Machado 21jun2015.
  • A Sharkproject International denunciou que há pescadores espanhóis a desmembrarem tubarão azul nos Açores, antes de chegar a terra, contrariando uma diretiva europeia. Açoriano Oriental.
  • A CDU denunciou a concessão, por 25 anos, de espaços e edifícios do Parque Florestal de Monsanto a uma empresa para dispor de equipamentos hoteleiros e de restauração, naquilo que considera uma abusiva privatização do espaço público negociada em segredo pelo vereador do Ambiente. Os Verdes.
  • Os rios irlandeses estão muito mais poluídos do que há 20 anos. O uso intensivo de fertilizantes, pesticidas e herbicidas na agricultura é uma das causas apontadas. The Irish Independent.
  • Os lagos da região de Vermont estão contaminados com fósforo devido à mistura que se verifica entre a água dos pluviais e os esgotos, sobretudo quando a rede de pluviais não suporta um evento de pluviosidade intensa e prolongada. É urgente uma renovação nas redes de esgotos. VPR.
Share:

Mão pesada

  • Três indivíduos foram, em conjunto, multados em 21 mil libras por descarga ilegal de resíduos numa quinta de cogumelos em brampton, Oxforshire. UK Gov.
  • A Thames Water foi multada em 250 mil libras por responsabilidades na fuga de esgotos não tratados para uma reserva natural. UK Gov.
  • A Damage Control & Restoration, Inc., de Kansas, foi multada em 12.200 dólares por incumprimento de regras de segurança na utilização de tintas com chumbo. EPA.
Share:

Reflexão: quem lê o Ambiente Ondas3 e quais as preferências?

No Ambiente Ondas3, as 3 textos mais populares dos últimos 8 dias foram, segundo a Google Analytics:
As visitas vieram, por ordem decrescente, de Portugal, do Brasil, dos EUA, de França, da Holanda, do Canadá, da Suíça, da Alemanha, Reino Unido e da Bélgica.
Proveniência, também por ordem decrescente, dos leitores de língua portuguesa: Lisboa, Espinho, Porto,  São Paulo, Ponta Delgada, Gaia, Coimbra, New York e São João da Madeira.

Obrigado pela preferência. Voltem sempre!
Share:

Bico calado

  • Adeus hegemonia do dólar e do Banco Muncial: o banco de desenvolvimento dos BRICS começa a funcionar a 7 de julho. The Brics Post.
  • Enfermeiros oriundos de países não europeus que estejam no Reino Unido há 6 anos e usufruem menos de 35 mil libras anuais, poderão vir a ser despedidos. Press TV.
  • No Missouri, uma senhora aplicou areia no seu jardim e arrisca-se a ir parar à cadeia se não pagar uma multa e retirar a areia. As autoridades alegam que a areia dá a impressão de que a casa pertence à Florida, deixam as erves crescer e, quando chove, arrastam a sareia para o passeio público.  KSHB.
Share:

sábado, 20 de junho de 2015

Alemanha converte bases militares em reservas naturais

Imagem retirada daqui.
  • O presidente da Câmara de Almada, Joaquim Judas, defendeu que o projeto de requalificação das dunas nas praias de S. João da Caparica deveria ser estendido a outras praias da região e do país. «O projeto ReDuna [Recuperação e Restauração Ecológica do Sistema Dunar de S. João da Caparica] é uma experiência muito interessante, que tem tido o sucesso que se está aqui a demonstrar, é relativamente barato e tem um resultado fantástico, porque, sem alterarmos aquilo que é a paisagem de que as pessoas tanto gostam, e até qualificando essa paisagem, asseguramos uma boa proteção da nossa frente dunar». Diário Digital.
  • A Alemanha vai converter 62 antigas bases militares em reservas naturais. France 24.
  • A Baviera manifestou-se contra os projetos do governo alemão providenciar cemitérios nucleares para resíduos que o país está a processar em França e em Inglaterra. Reuters.
  • Os subsídios às eólicas vão terminar em abril de 2016, anunciou o governo britânico. The Guardian.
  • A Bélgica e a Bulgária foram foram avisadas de que serão multadas se não cumprirem as regras da qualdiade do ar. O Reino Unido também foi, estando obrigado a cumprir a legislação até ao fim de 2015. Reuters.
  • A Costa Verde, no Rio de Janeiro, foi vítima de um derrame num oleoduto da Petrobras que liga o terminal de Angra dos Reis à refinaria de Duque de Caxias, perto do Rio. Reuters.
Share:

Reflexão – A encíclica papal sobre as alterações climáticas


A encíclica papal sobre as alterações climáticas é provavelmente o documento papal mais ambicioso dos últimos 100 anos, uma vez que é dirigido não só para católicos ou cristãos, mas para toda a gente deste planeta, escreve o editorial do Guardian de 18 de junho

Propõe um programa de mudança baseado nas necessidades humanas mas sublinha que estas necessidades não devem ancorar na ganância e no egoismo. O cuidado para com a natureza e o cuidado para com os pobres fazem parte do mesmo mandamento ético e se negligenciarmos um deles não teremos paz. Para Francisco, há uma diferença fundamental entre necessidades humanas, que são limitadas mas não negociáveis, e apetites, que são potencialmente ilimitados e que podem ser sempre trocados por outras satisfações que não nos dão o que realmente queremos. Enquanto se negam as necessidades aos pobres, satisfazem-se os apetites dos ricos. A atual crise do ambiente liga estes dois aspetos do problema do capitalismo e do consumismo.
A encíclica sublinha o consenso científico de que o aquecimento global é obra do homem, condena o uso dos combustíveis fósseis e exige a sua substituição por fontes de energia renovável. Porém, coloca-se um travão no otimismo consumista segundo o qual os problemas ecológicos poderiam ser resolvidos através de soluções tecnológicas. Não há solução tecnológica pata o apetite voraz porque trata-se de um problema moral que só pode ter uma solução moral, só será possível com uma viragem para a sobriedade, para o autocontrolo, para a fuga ao consumismo.
Em suma, há uma dívida ecológica a pagar se queremos salvar o planeta para nele sobrevivermos.

Para uma análise pormenorizada, por tópicos, convém consultar Carbon Brief.

Share:

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Encíclica papal: Cuidemos da Mãe Terra

Imagem de  Rob Donnelly.
  • O ministro do Ambiente deve defender limites mais exigentes nas emissões de alguns poluentes, nefastos para a saúde e a natureza, sugere a Quercus a Jorge Moreira da Silva, reunido em Bruxelas com os seus homólogos, para analisar a proposta da Comissão Europeia para revisão da diretiva Tetos Nacionais de Emissão. A Quercus tem alertado para episódios de incumprimento dos valores limite de alguns poluentes atmosféricos em Portugal, como as partículas inaláveis (PM10), os óxidos de azoto (NOx), e dos limiares de alerta e de informação ao público de ozono (O3) definidos pela legislação europeia e nacional. A diretiva TNE é um instrumento fundamental para reduzir as emissões em todo o continente europeu, ao estabelecer limites de emissão nacionais de poluentes atmosféricos, como o dióxido de enxofre (SO2), óxidos de azoto (NOx), compostos orgânicos voláteis não metano (COVNM) e amónia (NH3). Sapo.
  • O Papa Francisco faz um apelo mundial para a proteção do planeta e reitera o facto de que o aquecimento global é em grande parte obra do homem. A sua encíclica pretende fazer parte do debate da cimeira climática em Paris. O atual Papa foi, entretanto, rotulado de Papa Vermelho por Steve Milloy, ex-executivo de uma empresa de energia.
Share:

Bico calado

«Há muitas razões de ordem geracional, cultural, de vida, de mentalidade do meio, da precariedade que se vive nas redacções para justificar esta falta de interesse. Mas que o mundo que desfila em Lisboa, à torreira do sol, feito de gente com causas bizarras como os baldios, não interesse a uma jornalista de vinte e poucos anos, saída de uma escola de comunicação social, estagiária, mas na prática desempregada, que não sabe o que é um sindicato, detesta greves e do mundo conhece o que vem na Time Out, percebe-se. O que não se percebe é que na sua redacção não se vá mais longe e se perceba que ‘aquilo’ no Portugal dos dias de hoje é mais excepcional do que parece, ‘aquilo’ implica mais esforço e cidadania do que andar horas a discutir a migração de treinadores entre clubes, como se o mundo estivesse parado nessa logomaquia futebolística.» Pacheco Pereira in Sábado.
Share:

domingo, 14 de junho de 2015

Sistema original de recolha de lixo marinho

Imagem retirada daqui.
  • Um sistema original de recolha de lixo marinho está a ser testado pela Ocean Cleanup Foundation. Criado por um jovem dinarmarquês, o projeto pretende recolher lixo marinho entre o Hawaii e a Califórnia, estando a ser testado ao largo da ilha nipónica de Tsushima. Via Terra Daily.
  • Um poço de petróleo aberto por fraturação hidraúlica explodiu no sul do Texas, forçando a evacuação de 20 famílias. Tudo na mesma semana em que Greg Abbott, o governador do estado, assinou uma lei retirando às ciomunidades a capacidade de levantarem obstáculos À fraturação hidráulica. Huffington Post.
  • Os investidores que ignoram ou negam a ciência do clima vão perder muito dinheiro em comparação com aqueles que têm mais conhecimentos e experiência com o clima, admite um relatório da Mercer.
Share:

Reflexão – girassóis fotovoltaicos


Capaz de gerar 6.200 kWh por ano, mais do que a média necessária para uma casa normal.



Share:

quinta-feira, 11 de junho de 2015

A desastrosa fraturação hidráulica

  • O gás de xisto regista um autêntico boom no estado do Ohio. Com as evidentes consequências desastrosas em termos de contaminação de águas e provocando tremores de terra. 
  • 100 cientistas canadianos e norte-americanos subscreveram um apelo para que seja aplicada uma moratória sobre os futuros projetos de gás de xisto. Bradon Sun.
  • A NASA acaba de disponibilizar dados que mostram como os padrões das temperaturas e da pluviosidade a nível global podem mudar até 2100 devido ao aumento de concentração de gases de esfeito de estufa na atmosfera do planeta. NASA.
  • Uma incineradora de resíduos hospitalares contamina Bloemfontein, denuncia a South African Human Rights Commission. A incineradora é gerida pela gigante de tratamentos de resíduos sul-africana EnviroServ. EnriroNews.
Share:

Mão pesada

  • A  Shell, a Marathon Oil Corp, a Conoco Phillips e a Irving Oil vão indemnizar em 345 milhões de dólares as famílias das 47 vítimas do descarrilamento de um comboio que transportava crude no Quebec, Canadá em 2013. Digital Look.
  • A Stericycle, empresa norte-americana de reciclagem de resíduos hospitalares, foi multada em 72 mil dólares  por violação de regras de gestão e tratamento de resíduos. EnviroNews.
Share:

Bico calado

As autoridades das Ilhas Cayman suspenderam toda a publicidade e relações comerciais que tinham com o jornal Cayman Compass. Tudo porque o editorial de 3 de junho sugeria que as autoridades de Cayman tinham sido lentas na reação à acusação de suborno dentro da FIFA e que envolviam Jeffrey Webb, em parte porque a corrupção era tão vulgar no território que as pessoas eram lentas a admiti-la. O primeiro-ministro considerou o editorial traiçoeiro, um ataque às ilhas Cayman e ao seu povo. Os responsáveis do jornal foram logo depois colocados sob proteção policial e abandonaram a ilha. Cayman Compass.
Share:

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Vanuatu processa indústrias de combustíveis fósseis

Foto: Mário Rui Ribeiro 29mai2015.
  • Milhares de peixes apareceram mortos no rio Drumcamogue, afluente do Camogue, perto de Knocklong, em Limerick, Irlanda. As suspeitas recaem sobre uma unidade agro-industrial de Co Tipperary. The Irish Times.
  • O governo indiano estabeleceu o fim de junho como prazo para as insústrias ao longo do rio Ganges instalarem sistemas de registo online de ocorrências de casos de poluição. Caso não o façam, serão encerradas. Industan Times.
  • A ilha estado de Vanuatu, bem como as comunidades de Tuvalu, Kiribati, Fiji e as ilhas Salomon pretendem processar e exigir indemnizações à Gazprom, à Coal India, à Glencore Xstrata e à Shell pelos danos causados pelo ciclone Pam em março passado, consequência das emissões de gases de efeito de estufa de que são responsáveis. RTCC.
  • A agricultura biológica traz mais lucros do que a convencional, garante um estudo realizado por cinentistas da Washington State University que cobriu 14 países de 5 continentes. Terra Daily.
Share:

Mão pesada

  • O governo do País de Gales multou os municípios de Cardiff e de Merthyr Tydfil em mais de 1 milhãos de libras por incumprimento dos objetivos de reciclagem estabelecidos para 2013-2014. Let’s Recycle.
  • A Millard Refrigerated Services foi multada em 3 milhões de dólares por fuga de amónia que vitimou 152 operários que procediam a limpeza de derrame de petróleo da BP no Alkabama, em 23 de agosto de 2010. EPA.
Share:

terça-feira, 9 de junho de 2015

Governo hostil e centralista em relação aos Açores?

  • O BE exigiu explicações sobre eventual tratamento discriminatório de proprietários nas margens da lagoa das Furnas. Tudo porque o governo regional obrigara proprietários a vender as terras das suas pastagens de modo a estancar o problema da eutrofização das águas da lagoa para depois entregar os mesmos terrenos, através de permuta, ao único proprietário que nunca foi alvo de expropriação, embora tivesse outros terrenos na mesma área e que está agora a utilizar estas pastagens para fins agrícolas. Correio dos Açores 3jun2015.
  • «Este governo de Passos-Portas tem tido uma postura hostil e centralista em relação aos Açores, onde estão praticamente 2/3 das águas nacionais em termos de plataforma continental estendida» disse Brito e Abreu, secretário regional do Mar citado pelo Correio dos Açores de 3jun2015 a páginas 7. Referia-se ao facto do minsitro do Mar ter ignorado os Açores numa reunião internacional em Cascais. Refira-se, entretanto, que os Açores se fizeram representar no Blue Business Forum através da Lotaçor. 
  • A Direção Regional do Ambiente dos Açores lançou um concurso público para a selagem da lixeira na ilha do Corvo e construção de um aterro de inertes. Notícias Açores.
Share:

Seca leva ao roubo de água


Imagem retirada daqui.
  • Cerca de 70% dos britânicos dizem-se favoráveis a investimentos éticos no setor das energias e dois terços consideram os combustíveis fósseis investimentos arriscados. Blue and Green Tomorrow.
  • A prolonga seca que aflige a Califórnia está a provocar um novo fenómeno: o roubo de água. The Daily Sheeple.
Share:

Bico calado

Os profs que emigrem, disse Passos Coelho na SIC em 18dez2011.
Share:

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos: requalificação finalmente à vista

Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos. Imagem retirada daqui.

A barrinha de Esmoriz/lagoa de Paramos vai, finalmente ser requalificada, tendo a Polis Ria de Aveiro lançado o respetivo concurso
Orçado em 2,6 milhões de euros e com duração de execução de 9 meses, o projeto prevê a dragagem, o dessassoreamento, a reabilitação do dique fusível, a consolidação das dunas, o tratamento das margens e da vegetação, além de passadiços e zonas de lazer. 
Vai haver ainda um pequeno cais flutuante em madeira para uma embarcação não motorizada que permitirá visitar e monitorizar a zona húmida, um observatório de aves, uma ponte por cima da barrinha com 38 metros de comprimento, três pontes curvas com 13,5 metros de comprimento, percursos mistos, dois pórticos, três parques de estacionamento e mobiliário urbano. Isto é o culminar de uma luta de 15 anos liderada pelo Movimento Cívico Pró-Barrinha. Público.


Share:

STAL condena pacote legislativo para reorganização das Águas de Portugal

  • Sábado, 6 junho, 10h30, praia das Milícias, S. Roque: erradicação de invasoras carpobrotus edulis - chorão-da-praia. Organização: Associação Amigos do Calhau.
  • A biodiversidade dos Açores aumenta com a descoberta de novas planatas endémicas. aumenta. Notícias Açores.
  • O STAL denuncia o concluio do Presidente da República com o governo de Passos-Portas na publicação de um pacote legislativo para a reorganização do grupo Águas de Portugal (Decretos-Lei n.º 92/2015, 93/2015, 94/2015), que impõem a fusão dos actuais sistemas multimunicipais e a criação de três novas mega-empresas: a Águas de Lisboa e Vale do Tejo, cuja gestão será delegada na EPAL, a Águas do Norte e a Águas do Centro-Litoral. O STAL condena este processo construído à margem e contra a vontade dos municípios, bem como das estruturas representativas dos trabalhadores, e cuja implementação afastará ainda mais as populações das decisões sobre a gestão deste bem estratégico. Condena esta estratégia que visa concentrar capital, clientes e volume de negócios, à custa da expropriação dos ativos municipais nos sistemas de água e saneamento, com vista a criar condições de escala e preços para a sua futura privatização. Privatização já não apenas por via da subconcessão, conforme está já legalmente previsto, mas também com a possibilidade aberta agora por estes diplomas de o respectivo capital social das empresas poder ser privatizado até 49%. Uma decisão contra a qual as autarquias nada poderão fazer, pois além da perda de poder societário os municípios são remetidos para um mero Conselho Consultivo, órgão sem qualquer poder efectivo. STAL.
Share:

Pescador processa petrolífera

Alterações climáticas e derretimento do glaciar Lewis, Mount Kenya, por Simon Norfolk. A linha de fogo mostra a localização do glaciar em 1987. Este glaciar recuou cerca de 120 metros.
  • 111 imagens foram escolhidas para concorrer ao prémio do Fotógrafo Ambiental do ano. As imagens, escolhidas a partir de 60 mil enviadas de 60 países, retratam problemas como o desenvolvimento sustentável, a pobreza, as alterações climáticas e os direitos humanos. The Independent.
  • A administração Obama acaba de abrir enormes extensões de terrenos públicos de Wyoming à extração de carvão. Think Progress.
  • O Chile inaugurou a segunda maior central fotovoltaica da América Latina. Situada em María Elena, Antofagasta, a central tem uma potência de 72,8 MW. 240.640 paineis e ocupa uma área de 184 ha. Prevê-se que produza 206 gigavatios por ano. Energias Renovables.
  • Um pescador processou os proprietários da petrolífera Plains All American Pipeline pelos danos causados pela maré negra proveniente da rutura do oleoduto perto de Refugio State Beach em Santa Barbara, Califórnia. LATimes.
  • Instituições financeiras internacionais e governos em todo o mundo estão a injetar biliões de dólares na construção de novas centrais a carvão e na expansão da extração de carvão, denuncia o WWF. Japão, China, Coreia, Alemanha, EUA, Rússia, França Austrália, Reino Unido e Dinamarca são os países que mais dinheiros públicos injetaram no carvão entre 2007 e 2014.
Share:

Reflexão – jogo consciencializa para a importância da água


A Microsoft acabade lanaçr uma aplicação móvel destinada a consciencializar os jogadores para os problemas que ameaçam a água a nível global. O One Drop of Life é um jogo que integra uma série de tarefas que levam o jogador a compreender os impactos positivos da redução no consumo de água. Via EDIE.
Share:

Mão pesada

O departamento do Ambiente da Pensilvânia multou a DEP, uma filial da Chevron, em 940 mil dólares por múltiplas infrações que conduziram a uma explosão e incêndio num poço em Greene County, a sudoeste do estado. A petrolífera deverá também indemnizar a família da vítima mortal em 5 milhões. NPR.
Share:

Bico calado

  • Os cadeados do amor foram retirados da Pont des Arts, em Paris. Centenas de milhar de quilos extra estavam a colocar a segurança em risco. The Guardian.
  • O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, disse que vai pedir explicações ao executivo nacional sobre as tarifas aéreas para residentes na Madeira (86 euros), sublinhando não ver justificação para os açorianos pagarem mais (134 euros). Açoriano Oriental.
  • Na privatização da TAP estamos a ser ALDRABADOS, por Carlos Paz.
  • Agora que Blatter se demitiu, o que é que a FIFA devia fazer? A Tranparency International sugere: (1) Eleger uma comissão independente, não paga pela FIFA, com poder para investigar, publicar relatórios e tornar públicas as suas recomendações; (2) Divulgar os honorários dos diretores e as suas despesas; (3) As fedrações nacionais devem publicar quanto dinheiro recebem da FIIFA e quanto gastam e como o gastam; (4) reduzir o número de mandatos dos diretores executivos; (5) repetir o sorteio do mundial se se confirmarem as fraudes relacionadas com o Qatar e a Rússia; (6) Os políticos podiam subscrever um código de conduta desportiva para terminar com a atual promiscuidade entre políticos e agentes desportivos; (7) Os patrocinadores deviam obrigar a FIFA e as suas federações nacionais a serem mais transparentes em termos de contratos e convites de VIPs. Transparency International.
  • Quem é Human Rights Watch? Informação Incorrecta.
Share:

terça-feira, 2 de junho de 2015

Praias dos Açores com mais bandeiras azuis

Capelas, S. Miguel-Açores. Foto de Pedro Silva 23mai2015.
Share:

Reflexão: Impactos do turismo de massas

  • «Lisboa está na moda e isto é muito negativo para os moradores, pois coloca em causa a sua qualidade de vida pelos problemas de ruído, segurança, mobilidade e estacionamento, higiene e salubridade urbana», Paisana, presidente da Associação de Moradores do Bairro Alto.  Público, via O Voo do Corvo.
  • «São conhecidas as quatro fases progressivas das reacções locais aos efeitos do turismo de massas: euforia, apatia, irritação e antagonismo.» António Sérgio Rosa de Carvalho. Público via O Voo do Corvo.
Share:

Mão pesada

A Eastside 2000 Limited foi multada em 25.852 libras por gestão ilegal de resíduos.
Share:

Bico calado

Imagem retirada daqui.
  • Afinal, o BES, no saco de 20 outros bancos, é alegadamente suspeito de ter ajudado a lavar massa dos subornos da FIFA.
  • «Não me rio. Não ao Rio. A coisa é séria. Depois de Cavaco, qualquer um será melhor mas há uns melhores do que outros. Não Rio. Não ao Rio. Atirem-se ao Rio. Atirem-no ao rio. Não metam água desta vez. Relvas está viçoso que chegue, não precisa de rega. Coelho tem pasto que baste. Os laranjas, ainda que ácidos, andam ao engodo da marmalade tripeira. Façamos um dique para que Rio não passe, não chegue à Foz, não aporte a bom  porto em Belém. Que fique no Porto. Que se fique pela Cantareira, pela Ribeira, por Miragaia. A ver navios. A Rio, lodo. A Rio, lama. A Rio, nada. Que nade e se afogue. Se afunde. Que a eleição dê em naufrágio. Que vá por água abaixo. Que o rio se torne riacho. Regato. Um fiozinho de água, nunca vaga de fundo. Na crista da onda até à molha final, à banhada fatal. Atirem-se ao Rio. Atirem-no ao rio.» Manuel Cruz in Atire-se ao rio - Quatro Almas
  • Prémio Nacional de Museologia entregue ao Palácio de Belém por albergar uma múmia. Inimigo Público.
Share:

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Lixo é problema grave no Reino Unido

                         Alfinete-das-areias na praia fluvial do Monte Branco, Torreira - Murtosa.
  • O lixo e o despejo indiscriminado do lixo são, neste momento, um problema grave no Reino Unido. Os números e as provas mostram que o país é um dos mais porcos da Europa, tendo o número de casos de pessoas que atiram lixo pelas janelas dos seus veículos ou o despejam em locais impróprios aumentado 20% em pouco tempo. Há quem diga que a legislação não funciona, que as multas não reduziram o problema, que este problema é cultural e que há que mudar mentalidades. Sobretudo se se tiver em conta que, nos próximos 5 anos, os municípios vão sofrer cortes nos seus orçamentos e que o setor da higiene e da limpeza deverá sofrer reduções. The Guardian.
  • 10 cidades que estão a eliminar estacionamentos para automóveis para construir ciclovias: Chicago, México, Frankfurt, Montreal, Portland, San francisco, Seattle, Saint Paul, Utrech, Vancouver. Plataforma Urbana.
  • O glifosato foi declarado cancerígeno pelo ministério do Ambiente dinamarquês. Sustainable Pulse.
  • Pelo menos 39 projetos de extração de petróleo de areias de xisto foram suspensos no Canadá na sequência da queda dos preços do petróleo. EDIE.
  • O Senado do Connecticut proibiu a aplicação de pesticidas em parques infantis públicos, mantendo a sua aplicação nos campos de jogos e relvados das suas escolas secundárias. Hartford Courrant.
  • O estado de Maryland proíbe a fraturação hidráulica. The Hill.
  • Quintanilha é nome de um herói que, em 10 anos, liderou uma campanha que libertou a sua favela do lixo.  Terra Daily.
Share:

Reflexão: quem lê o Ambiente Ondas3 e quais as preferências?

No Ambiente Ondas3, as 3 textos mais populares dos últimos 8 dias foram, segundo a Google Analytics:
As visitas vieram, por ordem decrescente, de Portugal, do Brasil, dos EUA, de França, do Reino Unido, da Holanda, de Angola, da Bélgica, do Canadá e de Espanha.
Proveniência, também por ordem decrescente, dos leitores de língua portuguesa: Espinho, Lisboa, Porto, Gaia, São Paulo, Coimbra, Aveiro, Braga, e Ponta Delgada.

Obrigado pela preferência. Voltem sempre!
Share:

Bico calado

  • «Numa daquelas viagens de propaganda governamental, que estarrecem pela constância e aborrecem pela vacuidade, o primeiro-ministro foi ao Douro e disse outra das banalidades costumeiras. "Temos de abandonar os fatalismos", afirmou. A confusão racional é propositada; a ignorância semântica advém do desconhecimento. Entre o ‘fatalismo’ e a ‘fatalidade’ vai a distância do conhecimento elementar. A ‘fatalidade’ consiste em ele ter trepado a primeiro- -ministro e cometer as tropelias que fez. O ‘fatalismo’ é coisa de superstição, própria de quem é incapaz de enfrentar os problemas e se esconde na metafísica.» Baptista Bastos in Nada a esperarCM 27mai2015.
  • O HSBC e uma filial do Barcleys em New York estiveram elegadamente envolvidos nas transações fraudulentas da FIFA. RT.
  • O senador do Arizona McCain defendeu o desmantelamento e destruição da FIFA de uma vez por todas. The New Yorker.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue