Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Mar avança no Furadouro


Salreu. Foto: Sofia Mooney.
  • O mar avançou na praia do Furadouro. Youtube.
  • A ilha de Ko Samet foi atingida por maré negra proveniente de derrame de crude num oleoduto no golfo da Tailândia.
  • O ministério do Ambiente dos EUA escondeu do público um estudo que alertava para a possibilidade do metano libertado durante e extração de gás através da fraturação hidráulica provocar danos significativos sobre a água consumida por 19 famílias de Dimock, na Pensilvânia. LATimes, via EcoWatch.
  • Centenas de manifestantes exigiram ao governador do Massachusetts o encerramento da central a carvão de Brayton Point e o investimento em soluções renováveis. 44 foram detidos. Boston Globe.
Share:

Mão pesada

  • A Halliburton foi multada em 200 mil dólares e a subsidiar a National Fish and Wildlife Foundation após ter admitido que destruiu provas relacionadas com a explosão da plataforma Deep Horizon, da BP, que, em 2010, matou 11 pessoas e provocou uma catástrofe ambiental nas zonas costeiras dos estados norte-americanos do golfo. AFP.
  • A A1 Bins and Waste Ltd foi multada em mais de 80 mil libras e os seus diretores condenados a pena de prisão suspensa por gestão ilegal de resíduos em Benfleet.
  • A Metropolitan Waste Management foi multada em 51.500 libras por gerir volume de resíduos superior ao declarado.
Share:

Bico calado

O JPMorgan Chase & Co.   é acusado de ter manipulado os mercados de energia na Califórnia e no Midwest de entre setembro de 2010 e junho de 2011 para poder obter dezenas de milhões de dólares de sobrepagamentos dos operadores de rede. Bloomberg.
Share:

Contos proibidos (56)

“Os votos em Maria de Lourdes Pintasilgo, a 26 de Janeiro, permitiriam a Mário Soares passar à segunda volta, deixando Salgado Zenha com apenas 21 %. No dia 16 de Fevereiro, uma grande parte dos observadores internacionais seria surpreendida com a sua eleição para Presidente da República com cento e cinquenta mil votos de vantagem sobre o seu adversário Freitas do Amaral, que na primeira volta tivera 46 % dos portugueses consigo. Paul Manafort telefonar-me-ia no dia seguinte: «Como vês o segredo era Pintasilgo. Well done anyway!», disse-me simplesmente.”

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, p280
Share:

terça-feira, 30 de julho de 2013

Guerra comercial solar entre China e União Europeia termina em acordo


Furnas, Açores
  • "A privatização do negócio da água em muitos concelhos tem sido desastrosa. A qualidade do serviço piorou, o preço aumenta, os particulares e empresas são onerados com custos exorbitantes pelos ramais de ligação." Paulo Morais in CM. A privatização da água é o último passo para a definitiva perda de soberania ao mesmo tempo que arrastará milhões de portugueses para uma catástrofe social. Se se concretizar, a privatização será um crime de lesa pátria encapotado. Vamos evitar que tal aconteça. Eu já assinei e divulguei.  E tu? Já assinaste a Petição Privatização da Água a Referendo?
  • A adoção do preço mínimo de €0.56 por watt, e do limite anual de 7 GW para a importação de produtos solares chineses, dão fim a uma disputa que durou meses.
Share:

Bico calado

“O estudante que cumpre todos os seus deveres e mesmo assim não atinge os objetivos não é bom aluno. É burro. Portugal é burro.” Ricardo Araújo Pereira in Visão 25julho2013.
Share:

Contos proibidos (55)

“Dois dias após ter passado à segunda volta, graças aos 7 por cento obtidos por Maria de Lourdes Pintasilgo, Soares pediu-me para ir a Madrid falar com Alfonso Guerra, vice-primeiro-ministro do Governo Espanhol e com Lionel Jospin, secretário-geral do PSF. Deveria fazer-lhes uma exposição sobre o significado da passagem à segunda volta e convencê-los a «ajudar» financeiramente a campanha. Nunca o PS tinha recebido qualquer apoio destes partidos e nunca o PS tinha ajudado estes partidos, nem mesmo o PSOE, que só sairia da clandestinidade três anos depois do 25 de Abril. A mensagem era simples e a aritmética condizia como uma luva no que os «técnicos» americanos tinham previsto na Primavera do ano anterior! Ao chegar ao aeroporto de Madrid, estava um veículo à minha espera à saída do avião que me conduziria directamente ao Palácio da Moncloa onde seria recebido pelo chefe de gabinete de Felipe González, Julio Feo. Fui cumprimentar González no seu gabinete, com quem conversaria alguns minutos sobre as eleições e, depois conduzido ao gabinete de Guerra. Apesar da longa e amigável conversa que manteríamos então, não seria necessário convencê-lo de nada pois a dado momento entra um dos seus acessores com uma mala que me entregariam cheia de pesetas.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, p277
Share:

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Bactérias do mar dos Açores combatem cancro

Praia de Santa Bárbara, Ribeira Grande, S. Miguel, Açores
  • Recolhidas bactérias no mar dos Açores que podem vir a combater o cancro. No Sol.
  • O nono episódio da segunda série de PLANTAS COM HISTÓRIAS, intitulado ARBUSTOS, de Raimundo Quintal, já está disponível aqui. Os programas da 1ª série e outros documentários da sua autoria estão disponíveis aqui.
  • Produzir a eletricidade custa um quarto do que pagam os espanhóis, revela o Público. Transporte, distribuição, gestão comercial, taxas e impostos cobrados pelo Estado justificam 50% da diferença.
  • O município de Roterdão proibiu a aplicação do herbicida Roundup da Monsanto no seu território.
  • Dois jatos da marinha norte-americana quaase sem combustível foram forçados a largar quatro bombas perto da Grande Barreira de Corais na costa australiana. La Informacion.
Share:

Bico calado

A mineradora Gogebic Taconite, do grupo Cline, fez deslocar guardas armados e mascarados para junto da mina de ferro no norte de Wisconsin para desmotivar eventuais ações de protesto. Mother Jones.
Share:

Contos proibidos (54)

“A primeira dessas crises viria a propósito de um subsídio de dez milhões de dólares que o Governo pretendia que a Fundação atribuísse ao Hospital da Prelada. O primeiro-ministro quisera desde logo mostrar que era ele quem mandava na fundação, transmitindo através de Machete este seu desejo que nada tinha que ver com as áreas de actuação previamente definidas de desenvolvimento do sector económico privado, da ciência e tecnologia, educação, desenvolvimento regional e a da cultura. O ex-líder do PSD não estava exactamente de acordo com Cavaco Silva, com quem aliás não simpatizava,
mas como era o único PSD na FLAD era através dele que o primeiro-ministro enviava os seus «recados». O presidente do Conselho Executivo, Donald Finnberg, nunca aceitaria a exigência do Governo nem o facto dela não lhe ter sido transmitida directamente e, recusá-la-ia, considerando-a uma intolerável ingerência. Seríamos assim chamados à ministra da Saúde, Leonor Beleza que nos informaria mais ou menos de que a vontade do Governo era para ser cumprida. O Conselho Directivo decidiria que na realidade a FLAD não deveria entrar em conflito com o Governo uma vez que todos
os seus órgãos portugueses dependiam do primeiro-ministro e se essa fosse de facto a vontade do primeiro-ministro então só nos restava aceitar ou a demissão. Nem Finnberg nem o embaixador aceitariam, contudo, tal atitude afirmando que a Fundação era uma organização autónoma. Depois de reunir com a ministra da Saúde receberíamos a mesma mensagem do MNE, Pires Miranda e, em virtude da continuada renitência dos americanos, seríamos chamados a São Bento para um encontro com o primeiro-ministro, Cavaco Silva. Cavaco Silva, seria extremamente cordial comigo e mesmo caloroso com Frank Shakespeare mas, praticamente, ignoraria os membros do Conselho Executivo. Falaria sempre em inglês num gesto de cortesia para com Shakespeare, que desconhecia a língua de Camões, e seria extremamente cordato com a posição dos americanos. Todos notariam, contudo, que sempre que Rui Machete usava da palavra nunca teria resposta do primeiro-ministro que pura e simplesmente ignoraria a sua presença. (...) Apesar do «quero, posso e mando» das insistências iniciais para financiar aquele projecto na área da saúde, as exigências do governo de Cavaco Silva seriam substancialmente reduzidas acabando por ser «emprestados» 5 milhões de dólares àquele hospital como excepção à regra. Mas, quando Frank Shakespeare, por razões de natureza política foi retirado de Portugal, após apenas um ano de mandato, o então chargé d'affairs, Alan Flanigan, pretendeu cancelar tal acordo com a ameaça de que a ser levado por diante conduziria à interrupção
do financiamento da Fundação. Rui Machete passaria então ao ataque, considerando a atitude dos americanos como sendo uma intolerável «intromissão» nas decisões do Governo de Portugal, uma vez que, segundo ele, a FLAD era portuguesa e as verbas com que era dotada, embora oriundas dos EUA, eram dadas à Fundação pelo Governo de Portugal.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp271-272
Share:

domingo, 21 de julho de 2013

Quercus recupera peixes e mexilhões


As ciclovias de Espinho
  • A Quercus criou em 2012 mais de 100 mil peixes e mexilhões naquela que é a única estação aquícola no país que reproduz espécies ameaçadas. O mais recente projeto da Quercus na quase desertificada aldeia de Campelo, em Figueiró dos Vinhos, permitiu a reprodução de 85.248 mexilhões-de-rio-do-norte, que possuem igualmente um papel essencial na regeneração das águas dos rios. Lusa/RTP.
  • A EDP Renováveis assinou, através da sua filial EDP Renewables North America LLC, um contrato para a venda de energia por um período de 20 anos, com o Sistema Elétrico Lincoln, para o produção do projeto eólico de Arbuckle, com uma capacidade de 100 MW, no estado de Oklahoma. ER.
  • A desflorestação registou um aumento de 103% em relação a 2011 na Amazónia brasileira, após a aprovação de novo código florestal sob pressão do lóbi do agronegócio. Os impactos mais graves registaram-se nos estados do Pará e do Mato Grosso. TD.
Share:

Mão pesada

A operadora de resíduos Simpson Eco Skips Ltd foi multada em 30 mil libras por violar regras de trabalho e de armazenamento e gestão de resíduos. LR.
Share:

Bico calado

As altas temperaturas registadas na Inglaterra serão a causa do alcatrão ter derretido numa rua de Cambridge, conta o Telegraph.
Share:

Contos proibidos (53)

"No dia 7 de Maio seria chamado de urgência a São Bento. O primeiro-ministro estava em polvorosa. Dois dias depois chegaria a Portugal o presidente do EUA e o primeiro-ministro acabara de ter conhecimento de que o discurso que aquele dignitário iria fazer na Assembleia da República era altamente elogioso para o presidente Ramalho Eanes. «Não pode ser» — dir-me-ia Soares — «afinal contratámos aqueles gajos para nos ajudar e depois fazem uma gaffe destas». Para Soares, os elogios a Eanes, para além de desagradáveis por se tratar de Eanes, constituíam uma nota negativa nas suas aspirações presidenciais. Ele é que era o amigo dos americanos e ao ser ignorado pelo presidente dos Estados Unidos, em Portugal, representava uma não ingerência altamente favorável a Freitas do Amaral. Eu entraria imediatamente em contacto com Paul Manafort que compreendeu a «aflição» de Soares. Mas também viu aqui uma boa oportunidade de demonstrar a sua influência em Washington, entrando em contacto imediato com Bud Mac Farlane, o poderoso conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, e no dia seguinte receberia confirmação de que o discurso que o presidente dos Estados Unidos iria proferir perante a Assembleia da República, tinha sido convenientemente modificado. Reagan falaria da liberdade, de Winston Churchill, de Lincoln e dos pastorinhos de Fátima mas não mencionaria uma única vez o seu homólogo, Presidente da República general Ramalho Eanes. Pelo contrário, no almoço que o primeiro-ministro lhe ofereceria em Sintra, Reagan saudaria com grande entusiasmo a «coragem e liderança do primeiro-ministro»."

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp268
Share:

sábado, 20 de julho de 2013

Coitadinhos dos golfinhos. E a petinga?


As ciclovias de Espinho
  • Há dias, cerca de meia centena de golfinhos vieram nas redes dos pescadores da arte xávega da Torreira. Apesar das tentativas para os salvar, 11 não sobreviveram, diz o Notícias de Aveiro. Muita gente tem pena da situação e fez questão de a expressar em muito lado. Mas pouca ou nenhuma gente lamenta a captura da petinga, miudinha, apanhada com rede apertada e que não deixa o peixe crescer e multiplicar-se...
  • Patrões da indústria da extração de gás de xisto via fraturação hidráulica dominam o governo britânico, revela o Independent. Entre eles está Lord Browne, antigo patrão da BP, Sam Laidlaw, executivo da Centrica e a baronesa Hogg, do grupo BG.
  • A Itália proibiu o cultivo do milho transgénico no seu território para aplicar o princípio da precaução e a preservação da biodiversidade e da agricultura.
Share:

Reflexão – manipular cartografia para fazer frete a empreendedor turístico?

Que pensar de autarcas e de autarquias que manipulam a cartografia de uma zona para facilitar a implantação de um empreendimento turístico? Acontece em Alvaiázere. João Paulo Forte conta os pormenores.
Share:

Contos proibidos (52)

“O segundo passo importante do lançamento da campanha foi o convite a uma empresa de relações públicas para definir as grandes orientações da campanha. (...) Lee Atwater e Paul Manafort, dois dos proprietários da empresa de Relações Públicas Black, Manafort, Stone & Kelly chegariam a Lisboa num voo da TWA às 7:30h de domingo, dia 3 de Março. (...) Falou-se muito de Freitas do Amaral, o candidato do PSD e do CDS que mais chances tinha de ganhar e de Francisco Salgado Zenha, o que mais probabilidades tinha então de ir à segunda volta. E falou-se de Maria de Lourdes Pintasilgo, uma falada candidata que logo despertaria as atenções dos public relations do presidente Ronald Reagan. Entre os truques que eles tinham possibilidade de «plantar», caso fosse caso disso, para desacreditar um candidato como Freitas do Amaral, no momento decisivo da campanha, havia o lançamento de um artigo num grande jornal como o New York Times, através das suas «toupeiras», que embora descrevendo o candidato com noventa por cento de informação rigorosa, incluiria dez por cento de ficção. Por exemplo, seria revelada uma associação secreta avassaladora ao KGB, que seria impossível de verificar em tempo útil. O feedback dessa informação correria mundo e adquiriria tal veracidade que acabaria por se transformar num elemento implacável de dúvida sobre a integridade do candidato."

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp266-267
Share:

domingo, 14 de julho de 2013

Microplâncton mata peixes mas é inócuo para humanos

Espinho, alameda Maia-Brenha: dir-se-ia que a duna está a recompor-se. Obrigado, natureza, por não esqueceres as tuas origens. O metrosídero, curvado e meio queimado pelo vento e pelo salitre, resiste. Entretanto, na parede norte de um edifício agora abandonado/devoluto, um grafito grita "Quero um futuro".
Share:

Mão pesada

A Striegel Inc., a Williams Co. e a Badger Daylighting Corp. foram multadas em 27 mil dólares por não terem protegido os técnicos contratados para operações de limpeza de petróleo e gás que contaminavam águas perto de Parachute. Denver Post.
Share:

Bico calado

  • Quarenta mil euros, é quanto a Câmara Municipal de Lisboa vai pagar este ano à Fundação Mário Soares, revela o Correio da Manhã.
  • Desculpe, Presidente Evo Morales, por Boaventura de sousa Santos in Público de 12 julho 2013, p49, via Jardim das Delícias e Outras Palavras.
Share:

Contos proibidos (51)

“Este livro que Soares quisera, fora «fabricado» com dois objectivos: o primeiro de dar a mensagem aos portugueses mais desprevenidos de que o candidato Mário Soares era considerado um herói além-fronteiras, ao ponto das mais prestigiadas editoras mundiais se «baterem» para publicar as suas memórias e, segundo, permitir a alguns PSD's e CDS's, como foi o caso de Francisco Pinto Balsemão, poderem apoiar discretamente o candidato Mário Soares, contra as orientações de Cavaco Silva. Mas, por razões que nunca apuraria, Marvin Howe nunca chegaria a colaborar com o autor do livro. Quase um ano depois, Mário Soares, já então Presidente da República, dir-me-ia que falara com Marvin Howe e que esta lhe dissera que o livro não possuía qualidade literária.” 

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp265-266
Share:

sábado, 13 de julho de 2013

Cem contra o Fipronil que mata abelhas



Foto: National Trust/PA

  • Mais de cem organizações pediram ao ministro da Agricultura, Alimentação e Ambiente de Espanha, Miguel Arias Cañete, para votar, na Comissão Europeia, pela proibição de Fipronil, um inseticida tóxico para as abelhas. La Informacion.
  • O governo da Costa do Marfim arrasou por completo a pequena cidade de Baleko-Niegre para estancar o abate ilegal de floresta. AFP.
  • Uma análise de terremotos na zona envolvente ao campo geotérmico de Salton Sea, no sul da Califórnia, sugere uma forte ligação entre a atividade sísmica e operações para a produção de energia geotérmica, que envolve o bombeamento de água para dentro e para fora de um reservatório subterrâneo. Science Daily.
  • Vejam como Eric Howard, um agricultor de Weld County, no Colorado, combate eficazmente um incêndio no seu campo de trugo. Youtube (1:50)
  • Centenas de protestos estão a ser minuciosamente preparados para ocorrerem em sítios estratégicos em todo o território dos EUA com o objetivo de suster a aprovação do polémico oleoduto Keystone XL, anuncia o Huffington Post.
  • Cerca de mil pessoas marcharam pelas ruas de Guangdong, cidade a 60 milhas de Hong Kong, protestando contra a implantação de uma unidade de processamento de urânio que, segundo o governo, forneceria as necessidade de energia nuclear da China até 2020. As pessoas disseram não acreditar nas garantias de segurança avançadas pelo governo.  NYTimes.
Share:

Reflexão - Contra a obsolescência programada


Contra a obsolescência programada, Benito Muros, um inventor espanhol, criou uma lâmpada com garantia de 25 anos e que pode durar cem ou mais anos.
Share:

Mão pesada

Share:

Bico calado

Share:

Contos proibidos (50)

“No dia 23 de Novembro, já em fase de digestão do previsível desastre eleitoral, encontrava-se reunida a Comissão Nacional do PS no Largo do Rato quando recebi uma estranha chamada telefónica. Era o chefe da estação da CIA junto da Embaixada dos EUA a dizer que tinha urgência em falar comigo. Eu disse-lhe que estava convidado para jantar nessa noite em casa do ministro-conselheiro da embaixada, Jim Creagan, e que poderíamos falar então. Disse-me que era da máxima urgência e eu, que tinha falado com ele pouco tempo antes a pedido de Mário Soares, pensando tratar-se do assunto discutido, encontrar-me-ia com ele minutos depois num café no Largo do Rato. Disse-me então, para minha surpresa, que necessitava urgentemente de falar com Mário Soares. Disse-me que o governo dos Estados Unidos necessitava da ajuda de Soares para convencer o novo governo a autorizar um avião israelita numa «missão humanitária» a aterrar em Lisboa e transferir a carga para um outro avião. Aparentemente a CIA encontrara dificuldades de contacto com o recém-chegado governo de Cavaco Silva e vinha fazer um apelo à velha amizade com o então candidato presidencial.(...) Mas viria a descobrir, por mera coincidência, que o célebre avião israelita em «missão humanitária» não era mais que um dos carregamentos de mísseis «HAWK» a caminho de Lisboa «onde deveriam ser transferidos para outro avião» que deveria seguir para o Irão, no quadro do «Irangate» que tanta tinta faria correr.”

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp258-259
Share:

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Perú vai dar painéis solares a meio milhão


Foto: Cameron Rognan
  • A Câmara de Águeda apresentou os projetos de prolongamento das pontes de Óis da Ribeira e do Campo, e de um novo canal, para controlar as cheias do Rio Águeda na baixa da cidade. Lusa/RTP.
  • O novo Fundo Europeu Marítimo e de Pesca recentemente aprovado pela Comissão de Pescas do parlamento europeu é um erro, alertam os Ecologista en Acción. Simplesmente porque com os impostos dos contribuintes se vai continar a promover a sobrepesca e a sobrecapacidade pesqueira. Um dos erros é a introdução de subvenções para a substituição de motores e a renovação da frota com mais de 25 anos, medida que, aliás, tinha sido abandonada em 2002 por já se ter verificado um agravamento da sobrepesca. As recentes medidas vão complicar a recuperação dos ecossitemas marinhos, conclui Lydia Chaparro.
  • 6 mulheres ativistas da Greenpeace treparam ao Shard, o edifício mais alto de Londres e da Europa. Objetivo: protestar contra o licenciamento, à Shell, da exploração de gás e petróleo no Ártico. O feito, iniciado às 4h da manhã e concluído às 19h de 11 de julho, foi transmitido e comentado ao vivo aqui.
  • O desastre do comboio de petróleo ocorrido em Lac-Mégantic, no Quebec, é um dos resultados da ganância, da desregulamentação, da corrida ao petróleo levada a cabo por empresas que arriscam cada vez mais, colocando o ambiente e a vida humana em risco, escreve Martin Lukacs no Guardian.
  • Maneira interessante, inteligente, eficaz e pacífica de protestar contra o gasoduto Keystone XL sem correr o risco de ser presa? Esta mulher mostra como. Youtube (2:40)
  • O governo do Perú vai lançar um programa de atribuição de painéis solares a meio milhão de famílias pobres. LAHT.
Share:

Reflexão – A chuva reclama sempre o seu caminho

As recentes cheias que paralisaram Toronto são uma das consequências do desenvolvimento dos últimos cem anos, que incluiu a drenagem, asecagem, o desvio e o entubamento de  muitos cursos de água. Antes de toda essa engenharia, as ribeiras, normalmente secas, ganhavam vida com as chuvadas e a fusão da neve, conduzindo as águas para o lago Ontário. Perante esta catástrofe de Toronto, é casao para dizer que os rios ressuscitam sempre que a natureza se vinga. The Star.
Share:

Mão pesada

  • A Comissão Europeia poderá processar e multar Portugal em 25 mil euros diários se o país não transpuser uma diretiva sobre a eficiência energética dos edifícios. O país deveria tê-lo feito, mas, apesar de um aviso feito em novembro de 2012, não o fez. EurActiv.
  • A Shell foi condenada a multa de 118 milhões de dólares por emissão de benzeno e outros poluentes na sua refinaria de Houston.  The Wall Street Journal.
Share:

Bico calado

“(...) ou combatemos a ditadura da banca, vergonhosamente representada por políticos sem escrúpulos e eurocratas sem legitimidade, ou teremos de lidar com os governos autoritários com que os rapazes da JP Morgan sonham. Daniel Oliveira in JP Morgan avisa: a democracia é um problema a resolver, Expresso de 10julho2013.
Share:

Contos proibidos (49)

Olof Palme com quem eu mantinha uma grande amizade há mais de dez anos e tinha sido um dos heróis da minha juventude, estava convencido de que Mário Soares se tinha «vendido» aos americanos e associava-me, a mim, a essa traição ao socialismo. Palme era um homem generoso e, talvez, de perspectivas diferentes, aquele a quem mais o PS devia. O PSD sueco ajudara o PS e Mário Soares, mais do que nenhum partido europeu antes do 25 de Abril, dentro de uma proporção da própria realidade ASP/PS e sem nenhuma exigência de subserviência ou contrapartida. As imposições algo grosseiras dos alemães no campo económico, dos americanos no campo político e as pretensões francesas no campo cultural eram completamente indiferentes aos suecos que se moveriam por imperativos de ordem moral e ética pouco vulgares em política e, essencialmente, por solidariedade. (...) Palme não tinha confiança na CIA nem na coerência dos governos dos EUA. Tinha vivido de perto e com algum conhecimento de causa a intervenção norte-americana no Vietename, estando sempre com grande coragem ao lado dos oprimidos, tinha sentido com sinceridade a dor do povo chileno, apoiara como ninguém os movimentos de libertação em Africa e na América Latina. O seu papel em relação a Portugal e à Espanha não poderia ter sido mais sincero e generoso. (...) Para ele a CIA estava sempre do lado negativo o que, convenhamos, era provavelmente o seu grande handicap.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp253-254
Share:

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Barragem da Veiguinha começa à pressa


Foto: Franco Banfi/Barcroft Media
  • Nos mares dos Açores, pescadores espanhóis desmembram tubarões azuis antes de chegarem a terra, o que é proibido por uma diretiva da União Europeia. A denúncia é da Sharkproject, que já fez deslocar representantes ao arquipélago. Convém relembrar e sublinhar que Portugal votou contra o fim das exceções que permitiam cortar barbatanas de tubarões nos navios. Todos os eurodeputados portugueses, de todos os partidos, menos um, Rui Tavares, votaram a favor da continuação do corte de barbatanas: Maria de Graça Carvalho, Carlos Coelho, Paulo Rangel, Mário David (do PSD), Capoulas Santos, Correia de Campos, Edite Estrela, Ana Gomes, Vital Moreira (do PS), Diogo Feio (do CDS), Marisa Matias, Alda Sousa (do BE), João Ferreira, Inês Zuber (do PC). Também convém relembrar que, já em dezembro de 2012, o secretário de Estado dos Assuntos do Mar, Manuel Pinto de Abreu, avisara que a proibição comunitária de remoção das barbatanas de tubarão a bordo iria aumentar as dificuldades no setor da pesca.
  • O cheiro a asfalto incomoda moradores e empresários turísticos na zona de lazer da Barca, na Madalena do Pico. RTP.
  • Praia de carcavelos com bandeira vermelha após banhistas se terem queixado de comichão e irritação na pele. RTP.
  • As obras de construção da barragem de Veiguinhas começaram. A Quercus considera a situação ilegal, uma vez que o projeto ainda não obteve o visto do Tribunal de Contas. Além disso, lamenta que a Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro, S.A. tenha avançado com as obras em plena época de reprodução de muitas espécies da fauna selvagem, tenha feito tábua rasa de duas providências cautelares e de uma ação principal para a suspensão desta obra em plena Rede Natura 2000 (Zona de Protecção Especial para as Aves, Sítio de Importância Comunitária) e no Parque Natural de Montesinho e tenha rejeitado soluções mais baratas e com menor impacto.
  • Sabe quantos derrames de petróleo houve no Mar do Norte durante o mês passado nas plataformas petrolíferas da BP e da Shell? Cerca de duas por dia, revela o Guardian.
  • Várias organizações de apicultores estão a processar o ministério do Ambiente dos EUA no sentido de o obrigar a retirar um novo pesticida que foi registado. O sulfoxaflor é muito tóxico e pertence à subclasse dos neonicotinoides relacionados com o declínio global das abelhas. Beyond Pesticides.
  • Coca-Cola e WWF de mãos dadas a caminho da sustentabilidade. Pois, pois. Nunca o greenwashing foi tão sofisticado. A fama já vem de longe...
Share:

Reflexão – A Zâmbia diz adeus à soberania alimentar?

A Syngenta anunciou a aquisição da MRI Seed Zambia Ltd e da MRI Agro Ltd, uma produtora e distribuidora de milho branco na Zâmbia. 
Apesar de o conceito “transgénico” ter sido omitido deste anúncio, é disso que se trata. As palavras-chave estão lá – alto potencial de crescimento, segurança alimentar, inovação, soluções integradas, disponibilização de tecnologias avançadas. Este negócio poderá representar o fim da soberania alimentar da Zâmbia e, mais uma vez, como infelizmente em outros casos semelhantes, a frustração, o incumprimento de tanta promessa agora avançada por aquela gigante suíça.
Share:

Mão pesada

Após 7 anos de combate jurídico, a justiça galega ordenou a demolição da fábrica de Manzaneda ilegalmente implantada em zona de Rede Natura. El País.
Share:

Bico calado

Share:

Contos proibidos (48)

"Era a primeira vez, após o 25 de Abril, que um primeiro-ministro seria recebido em Washington como um amigo de confiança. (...) Além de encontros com o presidente Ronald Reagan (...), houve encontros com o vice-presidente George Bush, com o secretário de Estado George Schultz, com o seu antecessor, Alexander Haig, com o secretário da Defesa, Caspar Weinberger, com o subsecretário para os Assuntos Africanos, Chester Crocker, com o presidente da confederação sindical AFL/CIO e com o director adjunto da CIA, (...) Haveria também um encontro com Carlucci (...)  Esta visita tinha sido precedida de uma visita de dois dias à Montanha de Cheyene no Colorado para visitar o famoso e ultra-secreto Comando de Defesa Aeroespacial Norte-Americano (NORAD) onde seria recebido pelo general James Hartinger. (...) E ao contrário do que acontecera com Willy Brandt, Harold Wilson,  e estava a acontecer com Olof Palme e vários outros dirigentes do socialismo europeu, Mário Soares era um homem de confiança dos serviços secretos ocidentais."

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp246.
Share:

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Quem anda a limpar as matas de Caminha?


Foto: Dario Boaventura, Peniche, abril 2012
  • Bocas de incêndio estão a ser usadas para rega de campos, admitem a junta de freguesia de Prado e o vereador do Ambiente da câmara de Vila Verde. A autarquia apela à população que limite o consumo doméstico de água às necessidades básicas, sobretudo entre as 6h da tarde e a meia-noite. Lusa/RTP.
  • As florestas de Caminha estão a ser limpas por desempregados e beneficiários do RSI. RTP.
  • A Galp inaugurou a primeira fábrica em Portugal que produz biodiesel a partir de óleos usados e gorduras animais. Enerfuel é o nome do produto. Público.
  • Na Praia do Carneiro, no Porto, os banhistas foram obrigados a sair da água por se ter detetado  resíduos hospitalares a flutuar. A proveniência do material encontrado ainda não foi identificada. RTP. Tê-lo-ia sido se a origem tivesse sido uma unidade... pública?
  • A apanha de raiz de ginseng acabou de ser proibida no estado da Maryland para se preservar a sua sobrevivência. The Guardian.
  • Florestas protegidas do parque nacional de Tesso Nilo, na Indonésia, foram convertidas em plantações de palma para abastecer, pelo menos, a Asian Agri e a Wilmar com óleo de palma, denuncia um relatório da WWF.
  • Já há tecnologia para influenciar mudanças nas nuvens?
Share:

Reflexão – os impactos de um gasoduto

Foto: Paula Garcia Barbosa

A REN, gestora portuguesa das redes de transporte de electricidade e gás natural, adjudicou à Soares da Costa a construção do gasoduto Mangualde - Celorico – Guarda, que vai unir Portugal a Espanha, através de Zamora. O gasoduto terá uma extensão de 75 quilómetros. 
O estudo de impacto ambiental apontou, em todos os parâmetros, impactos pouco significativos.
Porém, o filme é sempre o mesmo e só quem passa por elas é que sabe e é que sofre, porque os outros, ao lado, só poderão beneficiar sem pouco ou mesmo nada terem sofrido ou terem tido uma pálida ideia dos impactos de uma obra desta envergadura. No fim, haverá ainda muitos outros que aparecerão para posar para a fotografia e ficar na história como heróis do projeto. As fotos que me enviaram mostram os impactos das obras do gasoduto em Celorico da Beira, perto do rio Mondego. 
Uma parte do gás natural que Portugal importa, vem da Argélia, de Magrebe, entrando na Península Ibérica através do Sul de Espanha e daí atravessando a fronteira para Portugal. Outra parte relevante do gás natural que Portugal importa vem da Nigéria e chega a Portugal através do terminal de gás liquefeito do porto de Sines.
Share:

Mão pesada

  • A energética E.ON foi multada em 3 milhões de libras por aldrabices cometidas na distribuição de 3,4 milhões de lâmpadas economizadoras. The Guardian.
  • Dois funcionários da Nationwide Recycling Limited, de Swansea, foram condenados a 2 anos de prisão por pena suspensa por falsificações e manipulações nas quantidades de resíduos transportados e a reciclar. Let´s Recycle.
  • Um produtor de leite de Dorset foi multado em mais de 16 mil libras por responsabilidades na contaminação de um afluente do Divelish com lamas.
Share:

Bico calado

“Atenção que esta amizade pode revelar-se muito importante. Sobretudo para a senhora dos SWAPs.  É que, ao contrário do que ainda não acontece com Maria Luís Albuquerque, a colega do FMI está a ser investigada por também ter dado uns dinheiritos a ganhar a uns amigos. Afinidades." Filipe Tourais in Não há propagandas grátis, O país do Burro.
Share:

Contos proibidos (47)

"Quatro anos depois, em 1990, teria conhecimento que aquele artista (João Gomes) tinha processado a Fundação com a alegação que esta lhe deveria ter devolvido os originais das caricaturas. (...) As caricaturas tinham sido pagas e quem negociou os seus termos fora o jornalista e dirigente socialista João Gomes. Pedi a Roque Lino, fundador do PS e advogado, que se encarregasse do assunto e pediria a João Gomes que o informasse dos termos em que fizera o «contrato». Caso se verificasse que aquele artista tinha direitos sobre os originais, contrariamente ao que me fora dito sete anos antes, não haveria outra solução senão pedir a Mário Soares para os devolver ao artista, conforme era solicitado. Longe de mim qualquer intenção de ficar com um trabalho de tão alegado valor artístico. Mas Mário Soares não devolveria os seus originais e eu acabaria por ter que ir a tribunal enquanto presidente da FRI (Fundação de Relações Internacionais). Tanto quanto me seria então dito, o artista estava disposto a trocar a autoria dos seus «cartoons» por uma compensação de quinhentos contos, que eu teria de pagar do meu bolso logo ali, uma vez que então a Fundação não possuía meios para pagar esta dívida. A Mário Soares, que detém o livro, ninguém lhe ouviu uma única palavra não obstante toda a publicidade que jornais, com relevo para o Público — de que o artista então era colaborador — dariam àquele caso."

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp243-244.
Share:

terça-feira, 9 de julho de 2013

Porque é que Espinho não faz como outras câmaras?


Ora aqui está um excelente exemplo de entendimento entre duas autarquias com o objetivo de servir bem os cidadãos que nelas votaram, poupando energia e poupando dinheiro. Outras há que, para atingirem o mesmo objetivo, fizeram a EDP ligar a iluminação pública mais tarde, ao fim do dia, e desligá-la mais cedo, ao princípio da manhã. 
Em Espinho, os autarcas da maioria estão a marimbar-se para a poupança de energia e para a poupança de dinheiro. Já em maio de 2006 a assembleia municipal de Espinho mostrou o que queria: rejeitou uma proposta no sentido de a Câmara reduzir a fatura da iluminação pública. Na ocasião, o número dois do executivo camarário, Rolando de Sousa, disse: “A renda que a EDP paga à Câmara chega para a câmara lhe pagar o consumo da iluminação pública. A Assembleia pode muito bem apresentar e votar unanimemente esta e outras recomendações do género que a Câmara não as vais seguir porque já está a fazer o que se recomenda.” (sic)
Foi assim que, PS, CDU, PSD e CDS, votaram em bloco uma proposta que, se concretizada, teria permitido ao município de Espinho a poupança de muita energia e de muito dinheiro. 
Sete anos passaram-se e continua tudo na mesma: de manhã, a iluminação pública apaga-se quando o sol já vai bem alto e, ao fim da tarde, acende-se bastante tempo antes de o sol se por. Se dissermos que toda a rua dois e a alameda Maia-Brenha, na extensão de cerca de um quilómetro, tem várias iluminárias e holofotes dirigidos para a praia, e que a faturação da água e dos resíduos é controlada pela EDP para se pagar uma dívida que parece eternizar-se, então o cenário de estupidez e loucura torna-se muito mais nítido.
Share:

Bico calado

“Não, não foi a Igreja nem D. Manuel Clemente quem se serviu dos políticos, domingo, nos Jerónimos. Foram os políticos que, pelo exagero e pela forma ostensiva com que se apresentaram quiseram fazer constar que Deus estava com eles – e por isso as chagas da crise iam passar. Parafraseando São Paulo e a epístola aos romanos, terão perguntado: Se Deus está connosco, quem estará contra nós?” Miguel Gaspar in O aplauso, Público 8jul2013.
Share:

Contos proibidos (46)

“Mário Soares telefonar-me-ia então convidando-me a mim e a minha mulher para almoçar na sua casa do Algarve no domingo dia 26 de Junho. Disse-lhe que considerava que o que ele me tinha feito era inqualificável e que revelava as suas duas faces: a do Mário Soares afável, solidário e generoso e a outra, a do arrogante, egocêntrico e autoritário. O primeiro, quando atravessa momentos de dificuldade, é capaz de todos os actos de charme e contorcionismo para conseguir apoios para um determinado objectivo e o segundo, quando sente ter conseguido esse objectivo e o poder na mão, tenta sempre apagar da história os que o ajudaram a conquistar posições de relevo. (...) Eu nunca lhe pedira para ir para o Governo, embora do ponto de vista curricular e partidário tivesse tanto direito a poder ambicionar ser ministro como ele próprio e talvez até mais do que muitos outros que foram ministros e cuja escolha se baseara unicamente em critérios exclusivamente seus. Que aliás frequentemente se comprovaram ter sido errados em muitos casos, a começar pela sua própria autodesignação de primeiro-ministro, em três infelizes ocasiões. O almoço acabaria mal e eu, que decidira pedir a demissão da Comissão Permanente disse-lhe isso mesmo: que após um período de reflexão decidira pedir a minha demissão, mas que em virtude da persistência da sua arrogante atitude que me magoara profundamente o não faria. Ele que me demitisse quando quisesse pois que, para mim, o PS não passava de uma «empresa» dele.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp237-238.
Share:

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Tigres sequestram pessoas numa árvore


Foto: Pablo Porciuncula/AFP/Getty Images
  • Autarquias portuguesas ameaçam travar reestruturação nas águas. Para tal enviaram ao Parlamento um parecer de José Gomes Canotilho. 
  • A extração de areia para a construção civil está a erodir a costa de S. Tomé, colocando em perigo estradas, zonas residenciais e mangais. Vimeo – Quercus/Minuto Verde. (1:10)
  • Tigres sequestram 5 pessoas numa árvore após o grupo lhes ter matado uma cria no parque nacional de Leuser, no norte de Sumatra. La Informacion.
Share:

Reflexão – Bono é ingénuo ou faz-se?

Bono associa-se à Monsanto e ao G8 para impulsar alimentos transgénicos em África. Bono nunca terá sido tão coerente como agora. Depois de "otimizar" os seus impostos em offshore da Holanda, deixando o seu país natal, a Irlanda, a ver passar impostos que não podem ser investidos para manter e melhorar o seu sistema de saúde e de educação, alinha agora com os mixordeiros da Monsanto. Pior: diz que o faz para ajudar a matar a fome. Haja paciência! Valerá a pena (re)ler o que, sobre o assunto, George Monbiot escreveu para o Guardian de 17 de junho, sumário de cujo artigo partilhei aqui.
Share:

Bico calado

  • Sai o Paulo, entra o Paulo. Youtube – Rádio Comercial (5:00)
  • "Ainda não sabemos se os ajuizados enlouqueceram ou se os loucos vão simulando juízo, mas dá medo ser governado por gente assim. Gente que mente, se desmente, gente da inconstância e da incontinência. Uma máscara caiu-lhes e já arranjaram outra (...) As coisas não voltarão a ser iguais. Mas este Governo tem de aguentar-se até ao Verão do próximo ano. Se for para cair depois do Orçamento, mais valia ter caído agora. Tudo menos um segundo resgate. Tudo, inclusive um Governo que, por ser feito de bonecos sempre-em-pé, pensa que não está com a cara no chão." Pedro Santos Guerreiro, Jornal de Negócios, 8Jul2013.
Share:

Contos proibidos (45)

“Soares queria à força ser de novo primeiro-ministro, mesmo contra os interesses do Partido Socialista. Tinha reconhecido não ter sido o melhor primeiro-ministro que o PS poderia ter tido nos governos anteriores mas, num gesto de constante hipocrisia que o tem caracterizado desde que disse em 1979 não estar no seu horizonte voltar a ser primeiro-ministro, aceitaria de novo o cargo. Em 1979, declarara que só fora primeiro-ministro de 1976 a 1978 porque «não havia, de facto, outra alternativa». Só que em 1983 havia alternativas e, no caso particular, a alternativa chamava-se António de Almeida Santos. (...) tendo Mário Soares sido anteriormente um péssimo primeiro-ministro, agora, em condições mais adversas e simultaneamente obcecado com Belém, iria provavelmente ser ainda pior, com o risco de destruir o Partido Socialista e até de não fazer eleger o seu candidato à presidência.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp235-236.
Share:

domingo, 7 de julho de 2013

Cristas acelera privatização da água


Furnas, Açores
  • «Espero que se chegue a um momento em que a gestão possa ser privada, essencialmente, porque é necessário dinheiro fresco para os investimentos e porque é preciso equilibrar a dívida que - no total do grupo Águas de Portugal - ascende a 3 mil milhões de euros». - Ministra Assunção Cristas. Isto é parte da noticia publicada em 5 de julho de 2013, 6ª feira, no portal do governo. A privatização da água é um crime lesa-pátria encapotado. Depende de nós, o povo português e sem interpostas entidades, tomar o nosso destino nas nossas mãos, solicitar o referendo e dizer NÃO à privatização da Água. Assinem e divulguem a Petição Privatização da Água a Referendo, coordenada pelo Movimento Pela Água - Privatização da Água a Referendo.
  • A máfia italiana investe em centrais eólicas para lavar dinheiro e beneficiar de subsídios da União Europeia, denuncia a Europol num relatório citado pelo Telegraph. Será que, com mais um pouco de esforço, o Telegraph vai chegar à City, onde, segundo Nicholas Shaxson, a massa sai mais limpa do que em sítio nenhum?
Share:

Mão pesada

  • Um operador de resíduos de Gloucestershire foi condenado a pena de prisão de 8 meses e multa de mais de 9 mil libras por ilegalidades cometidas na sua atividade.
  • A Pike River Coal foi condenada a indemnizar cada uma das famílias dos 29 mineiros mortos na explosão de metano numa mina na Nova Zelândia. Uma investigação governamental apurou que a empresa ignorara 21 alertas de metano acumulado na sua mina de South Island. The Washington Post.
  • A Deseret Power foi multada em 35 mil dólares por excesso de poluição produzida na sua unidade de Bonanza, no Utah. The Salt Lake Tribune.
Share:

Bico calado

Novo dicionário lusófono, in Mirante.
Share:

Contos proibidos (44)

“Tivemos então os três (Rui Mateus, Mário Soares e Isabel Soares) uma conversa sobre o Partido Socialista que jamais esquecerei. Seria a primeira vez que me zangaria seriamente com Mário Soares e que perceberia que, para ele, o Partido Socialista não era um instrumento de transformação do País baseado num ideal generoso, mas sim uma máquina de promoção pessoal.
Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, p229.
Share:

sábado, 6 de julho de 2013

Vespa australiana pode controlar expansão da acácia

Graciosa, Açores. Foto: Luís Filipe Matos, julho 2013
Share:

Bico calado

  • “A nossa comunicação social oferece as notícias de um mundo virtual mais convenientes para forçar os portugueses a aceitarem a continuidade de um Governo sem credibilidade alguma para continuar, ao mesmo tempo que, com o mesmo propósito, passa por cima de notícias do mundo real que, por comprometerem, e muito, o futuro da grande maioria dos portugueses, seria do interesse de todos que fossem conhecidas. É o caso de uma das últimas decisões criminosas de Vítor Gaspar enquanto ministro das Finanças, datada do dia em que pediu demissão na segunda-feira e tomada conjuntamente com Pedro Mota Soares (CDS), uma portaria que força o fundo de reserva da Segurança Social (FEFSS) a comprar até cerca de quatro mil milhões de euros de dívida pública nacional a preços actuais nos próximos dois anos e meio, até final de 2015.” Filipe Tourais in O País do Burro.
  • A Justiça do Pará concedeu prisão domiciliar ao pistoleiro Rayfran das Neves Sales, que matou com 6 tiros a missionária Dorothy Stang, em Anapu (PA), em 2005. Preso há 8 anos, desde 2010 o presidiário está cumprindo pena em regime semiaberto. O advogado José Batista Afonso, da Pastoral da Terra em Marabá, no Pará, afirmou que a transferência de Rayfran das Neves Sales para a prisão domiciliar aumenta a sensação de impunidade e fragiliza ainda mais a segurança de trabalhadores rurais, de lideranças e de integrantes de movimentos sociais ligados aos direitos humanos no estado do Pará. O Eco.
  • Senhor: não lhes perdoeis porque eles sabem o que fazem, por Baptista Bastos in Jornal de Negócios de 21 junho 2013.
  • Câmara de Luís Filipe Menezes plagia textos de sites da Internet, conta o Público. Será a única?
  • Mouseland (legendado em português). Youtube (5:06)
Share:

Contos proibidos (43)

“Quatro anos após o 25 de Abril, o Povo Português começava a descrer na democracia e estava farto dos governos do PS. Este partido e, principalmente, o seu secretário-geral, não saberiam agarrar as oportunidades e gerir os meios à sua disposição. Estavam atolados em lutas intestinas pelo poder, sem se conseguirem libertar de um dia a dia de mediocridade e compadrio. Com o fim dos seus malogrados governos, o PS iria conhecer um longo período de crise e apatia.”

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, p158.
Share:

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Rio Guadiana cheio de peixe morto


Gary Hunt Cliff mergulha em Vila Franca do Campo, Açores.
(DEAN TREML/AFP/Getty Images)
  • Durante as últimas duas semanas, toneladas de peixes mortos têm aparecido a flutuar no rio Guadiana, entre Castro Marim e Alcoutim.  A concentração dos peixes mortos não representa perigo para a saúde pública.
  • A União Europeia aprovou a utilização de fosfatos na salga do bacalhau. Portugal votou a favor,  o que representa uma reviravolta em relação à posição defendida antes. Apenas a França e a Croácia votaram contra. RR.
  • Pescadores da Cornualha e Devon recolheram 50 toneladas de resíduos, que trouxeram para terra. FishUpdate.
  • A Agência Nacional de Energia Elétrica do Brasil  aprovou o plano de expansão da capacidade da barragem de Santo Antônio, no rio Madeira, em Rondônia. O reservatório, que tem 350 Km2, ficará com 430 Km2 e será elevado em 0,8 metros. “Esta pequena diferença representa na prática um aumento de 22,85% no reservatório da barragem”, alerta Kenzo Jucá, da Greenpeace.  O plano aprovado visa a permitir a instalação de seis novas turbinas na hidroelétrica, elevando a potência instalada em cerca 420 MW.
  • O Concelho Municipal de La Cruz, Guanacaste, declarou o seu território livre de transgénicos, elevando para 72% os cantões da Costa Rica livres de transgénicos. HispanTV.
  • A costa de Qingdao, na China, tem sido atingida por enormes marés de algas verdes não-venenosas, enteromorpha prolifera, atingiu  nos últimos dias. Mais de 20 mil toneladas dessas algas já foram removidas. The Guardian.
Share:

Reflexão: podem pobres ser desalojados por causa de empreendimento de luxo?

Cerca de 75 moradores de Brixton, Londres, vão ser desalojados. Um novo empreendimento de luxo assim o exige. Press TV.
Share:

Bico calado

A assessoria de imprensa de Rui Rio proibiu os órgãos de Comunicação Social de captarem imagens, som e de escreverem qualquer linha sobre a intervenção do autarca portuense num almoço-debate do International Club of Portugal, que tinha convidado os jornalistas. Jornal de Negócios de 4 julho 2013.
Share:

Contos proibidos (42)

“A partir da sua eleição em Genebra, em 1976, os vice-presidentes da Internacional Socialista Bettino Craxi e Mário Soares estabeleceriam uma relação de grande amizade pessoal. Um tipo de relacionamento descontraído, comum a pessoas com gostos e pontos de vista semelhantes. O PSI tinha ajudado bastante a Acção Socialista através de Manuel Tito de Morais, que vivera exilado em Roma, mas, depois do 25 de Abril esse apoio seria relativamente modesto. Assim, eu seria surpreendido quando Mário Soares informou que a situação mudara e que o seu cunhado e eu nos deveríamos deslocar a Milão no dia 15 de Setembro (1977), a fim de receber uma considerável quantia de dinheiro. Naquele dia, Fernando Barroso e eu teríamos à nossa espera um dos acessores de Craxi para assuntos financeiros, Ferdinando Mach, que nos levaria numa agradável viagem de carro à cidade de Lugano na Suíça, onde nos seria entregue aquele dinheiro. Meio milhão de dólares que deixavam o partido numa situação desafogada. Nunca me foi dito qual a razão dessa generosa dádiva e nem a mim me competia fazer quaisquer «investigações». (...)Tivesse eu questionado o secretário-geral do PS, naquela data, sobre assuntos desta natureza e ser-me-ia dito tratar-se de assuntos que me não diziam respeito. Pior, no voltar da esquina perderia o lugar no Secretariado, sem apelo nem agravo. Aliás era o domínio sobre estas matérias que garantia o poder no PS e todos sabiam muito bem que Soares tinha uma «poderosa rede de influências sobre o aparelho de Estado através da colocação de amigos fiéis em postos-chaves escolhidos não tanto pela competência mas porque podem permitir a Soares controlar aquilo que ele, efectivamente, nunca descentralizará — o poder»”.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp151-152
Share:

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Safari proibido no Oregon


Mirtilos, algures em Couto de Esteves
  • Os duches representam 25% do consumo doméstico de água no Reino Unido. Se os banhos fossem mais curtos e as chaleiras fossem usadas com contenção, poupar-se-ia imensa água e dinheiro, sugere um estudo recente citado pelo Guardian.
  • A aplicação de Safari, o pesticida responsável pelo recente extermínio de dezenas de milhar de abelhas em Wilsonville, Oregon, está proibida durante os próximos 6 meses, informa a Grist.
Share:

Reflexão - grafito mais perigoso do que o ruído?


As pinturas de grafitos passam a estar sujeitos a uma licença das câmaras municipais e à aprovação dos projetos. Quem pintar graffitis nas paredes sem a respetiva autorização vai pagar multas que podem ir até aos 25 mil euros. RTP.
Dir-se-ia que, com esta medida, este (des)governo de Passos-Portas está cada vez mais semelhante ao de Salazar e ao de Caetano. Também no tempo deles o grafito era proibido. Ao nomear as câmaras municipais responsáveis pela aprovação e licenciamento dos grafitos, o governo seduz as autarquias com a possibilidade de mais uns trocos e com a ilusão do reforço do seu poder sobre a livre expressão dos sentimentos e das capaciades artísticas da população. E, enquanto querem controlar e reprimir a expressão artística visual, permitem, com base numa obscura alínea na lei do ruído, a explosão auditiva de “música” tipo bate estacas em festas a que dão o nome de pool parties e que não deixam a vizinhança dormir de sábado para domingo, por exemplo em Espinho.
Share:

Contos proibidos (41)

“Para que se tenha uma ideia, o financiamento da Fundação Friedrich Ebert a estas quatro instituições, só no ano de 1979, seria de 8800 contos para o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento (IED), 13800 contos para a Fundação Azedo Gneco, 10000 contos para a Fundação Antero de Quental e 45 400 contos para a José Fontana. Na nota que a Fundação Ebert então enviou ao secretário-geral e ao Departamento Internacional do PS, esta previa adicionar, nesse ano, 1000 contos para um seminário a efectuar pelo IED, sete seminários de duas semanas e 20 participantes em cada um, mais um seminário de uma semana e 20 participantes, todos na Alemanha, a organizar com a Fundação Azedo Gneco. Previa-se aumentar o orçamento da Fundação Antero de Quental com um montante avaliado entre mais cinco a sete mil contos e juntar ao orçamento da Fundação José Fontana vários programas de convite para sindicalistas da UGT. (...) Os apoios da central sindical norte-americana, AFL/CIO, eram coordenados por Irving Brown e por Michael Boggs que, a 7 de Julho de 1977, visitou secretamente a Fundação. Por determinação de Mário Soares, o representante da Fundação Ebert em Lisboa e os escandinavos, estavam impedidos de ter conhecimento das relações cruzadas da Fundação José Fontana com os americanos.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp150-151
Share:

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Parlamento Europeu adia leilões de licenças de emissões de CO2


  • O Parlamento Europeu aprovou o adiamento de parte dos leilões de licenças de emissões de CO2. Os leilões fazem parte da terceira fase do Comércio Europeu de Licenças de Emissões, um sistema lançado em 2005 para reduzir as emissões de carbono da indústria. Cada unidade industrial tem de garantir que, ao final do ano, tem licenças equivalentes à poluição carbónica que sai das suas chaminés. No princípio, as licenças foram distribuídas gratuitamente. Mas desde 2013, passaram a ser vendidas em leilões, por ora para as empresas do sector eléctrico, mas com expansão prevista a todas as indústrias até 2020. A atribuição excessiva de licenças até 2012 e a crise económica dos últimos anos fizeram, porém, com que o preço do carbono caísse em flecha – de 30 euros em 2008 para apenas quatro euros hoje. Agora, é mais barato comprar licenças no mercado, do que investir na redução da poluição – justamente o contrário do que o comércio de emissões pretendia. Público.
  • Os parques de estacionamento junto das escolas têm de desaparecer e os meninos têm de ir para a escola a pé, sugere John Ashton, diretor da saúde pública britânica. The Guardian.
  • Sem abrigo, ex-preso por consumo de drogas, recolhe resíduos e recicla-os em instrumentos de percussão que exibe e toca perto da Union Square, em San Francisco. Youtube.
  • A barbatana de tubarão passou a ser proibida em restaurantes da Califórnia. LATimes.
Share:

Reflexão

“Entretanto, quem não é capaz de mandar regar um pequeno jardim, continua a esbanjar o dinheiro da solidariedade nacional nas obras megalómanas que estão a desfigurar a face do Funchal, a insultar quem manifesta indignação e a anestesiar a populaça com cartazes enormes, onde se pode ler: “Para sua segurança. Uma área verde no coração da cidade”. Uma mentira repetida muitas vezes pode passar a verdade, mas sem água, falta de sensibilidade e ausência de jardineiros competentes, vai nascer mais um matagal no coração da cidade.” Raimundo Quintal
Share:

Bico calado


  • O padrinho de Belém, por Filipe Tourais in O país do Burro.
  • "Portugal colaborou com os Estados Unidos quando deixou que  o espaço aéreo nacional fosse sobrevoado por aviões da CIA em trânsito para Guantanamo. Recusa-o agora a um avião que transportava um Presidente de um estado soberano, colocando a sua vida em risco, apenas porque existia a suspeita sobre a possibilidade de Edward Snowden, o ex-consultor informático da CIA que espiou o país que andou a espiar a Europa, estar a bordo do avião. A subserviência incondicional com que a diplomacia portuguesa põe o nosso país ao serviço dos americanos continua a envergonhar-nos enquanto povo e a colocar-nos invariavelmente sempre do lado errado da História." No lado errado da História, por Filipe Tourais in O país do Burro.
Share:

Contos proibidos (40)

“A Fundação José Fontana seria constituída em Outubro de 1977, por vinte e cinco fundadores com um capital inicial de mil contos. Dirigida por Maldonado Gonelha viria a movimentar algumas centenas de milhares de contos, oriundos principalmente da Alemanha mas também da Suécia, da Noruega e dos Estados Unidos. A ideia da constituição desta fundação seria da sua congénere alemã, que desde logo tinha o movimento sindical em mente. Uma ideia que era igualmente compartilhada pela CIA e pela confederação sindical americana, AFL/CIO.

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, p149
Share:

terça-feira, 2 de julho de 2013

François Hollande despede ministra do Ambiente


Furnas - S. Miguel, Açores
  • O presidente francês François Hollande despediu a sua ministra do Ambiente Delphine Batho por ela ter considerado mau o atual orçamento do seu ministério após este ter sofrido uma redução de 7%. RTL.
  • O presidente da câmara de Londres Boris Johnson escreveu uma carta, publicada no Times, manifestando desejo de abrir as ruas de Londres a empresas para explorarem gás de xisto através da fraturação hidráulica. ITV.
  • A Shell associou-se à gigante russa Gazprom. O futuro é negro para o Ártico... Youtube (1:36)
  • Um estudo da Rainforest Action Network revela que as empresas de energia com aterros de resíduos de cinzas de carvão poderão ter de investir 100 milhões de dólares em operações de limpeza e descontaminação das águas junto de cada aterro.
  • A Chevron foi condenada a indemnizar 30 mil residentes da região amazónica do Equador em 96 milhões de euros pela contaminação da terra e da água de que foram vítimas.
  • Mais de 10 mil pessoas sofrem de infeções respiratórias agudas em Riau, Indonésia, por causa do fumo dos incêndios florestais que afetam a ilha de Sumatra. La Informacion.
Share:

Bico calado

  • Nunca o fiz, não faço nem façarei – Cavaco Silva. Youtube.
  • Que fizeste hoje no emprego, querido? - nada de mais… rebentei duas casas, quatro carros e matei uns quantos terroristas que nos estavam a ameaçar. Xatoo.
Share:

Contos proibidos (39)

“Acometido de certo progressivismo pacóvio, o primeiro-ministro deu instruções ao embaixador Themido para mandar desconvocar o aparato policial que o Governo americano tinha mandado colocar para sua segurança. A explicação para aquela insólita decisão foi a de que se não sentia ameaçado pela população e, pelo contrário, o seu passado habituara-o a desconfiar das polícias.
Depois de negociações embaraçosas para o representante de Portugal, o responsável pela segurança, que estava a obedecer a ordens superiores, foi autorizado de Washington a reduzi-la, tendo para o efeito obrigado Mário Soares a assinar um documento assumindo todas as responsabilidades por essa decisão. Mas a verdadeira razão prendia-se com o facto de ele ter combinado para essa noite um encontro em casa da milionária Victoria Kent, na 5.a Avenida, com o velho grupo de que faziam parte Marvin Howe e Louisa Grant, que lhe promovera contactos com correspondentes estrangeiros no Overseas Press Club, em 1970. Dada a curta distância do hotel, ele pretendia fazer o percuso a pé e não queria chegar àquele encontro privado de velhos amigos com o enorme aparato policial que tinha sido montado para sua segurança.”

Contos proibidos, por Rui Mateus – Publicações D. Quixote lda, 1996, pp141-142
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue