Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Paris desliga iluminação de edifícios públicos à noite


Outdoor capta água potável a partir dos 98% de humidade do ar dos arredores de Lima, capital do Perú, considerada a segunda maior cidade do mundo em ambiente quase desértico.
  • Os edifícios públicos de Paris, incluindo lojas e escritórios, deverão, a partir de 1 de Julho, desligar a sua iluminação à 1 da manhã e acendê-la às 7. Os ícones estão isentos desta medida de poupança de energia. ENN. Muitas das autarquias portuguesas que tentaram medida semelhante foram alvo de chacota e crítica pelintra.
  • 100 milhões de norte-americanos em 43 estados consomem água contaminada por trialometanos, produto da cloração da água e que são responsáveis pelo aumento do risco de, entre outras coisas, cancro da bexiga e abortos.  Environmental Working Group.
  • Agente de Belo Monte confessa ter sido contratado e pago para espiar Xingu Vivo. Youtube (10:04). Pormenores: Amazon Watch.
Share:

Reflexão – Discipline-se as ribeiras, disse ele

“A maioria das obras previstas pela Lei de Meios para disciplinar as linhas e os cursos de água e proteger bens e pessoas no concelho do Funchal já foram implementadas ou encontram-se em fase de execução (...) A par do desvio da linha de água das habitações (... ) canalização do ribeiro das Babosas (...)”. DN Madeira.

Disciplinar linhas e cursos de água, canalizar o ribeiro! Que arrogância, que ignorância perante a grandeza de uma Natureza que, certamente, há de mostrar a estes alegados inteligentes quem é mais forte, o homem ou a natureza.
Aliás esta atitude não é única, muito menos isolada. Na Nigéria, invade-se o mar para construir uma cidade para 400 mil pessoas. E diz-se que se está a combater a erosão costeira e dá-se-lhe um nome tão sugestivo como Eko Atlantic City. Eko soa a ecológico, e Atlantic City cheira a casino. Tudo com o apadrinhamento de, entre outros, Bill Clinton. Tudo através de um esquema de parcerias público-privadas, com o superior apoio do inevitável Banco Mundial. Os tambores do sucesso deste projeto parecem abafar as críticas e os desaires que têm afetado as populações vizinhas. Tudo tem sido feito para, por exemplo, fazer esquecer a erosão, a subida do nível da água, as inundações e os mortos causados por este projeto. 
Voltando à Madeira, oxalá esta fúria de disciplinar a Natureza não seja fonte de mais desastres.
Share:

Bico calado

  • O governo búlgaro baixou o preço da eletricidade na sequência de protestos que culminaram com ataques aos escritórios da compania de eletricidade e a imolação de três pessoas. Reuters.
  • Relvas, Assis, Santos Silva e a cultura de casta, por Daniel Oliveira in Expresso 22fev2013.
  • “Miguel Relvas não perde a dignidade por ser interrompido com a ‘Grândola’. Miguel Relvas perde a dignidade quando resolve grasnar a ‘Grândola’ como pato-bravo que ele é." Rui Tavares in Vem aí a primavera.
Share:

Jardim, a grande fraude (28)

“A Igreja, fundamental para os designios políticos de Jardim, ficou então a saber -  ou melhor, o novo bispo ficou a saber direitinho - o que teria de fazer, ou o que não poderia fazer, se queria continuar a não pagar obras nas igrejas velhas, construir gratuitamente igrejas novas, ter salões paroquiais, colégios, misericórdias e outras instituições generosamente subsidiadas... Com o dinheiro de todos nós.  (...) Jardim passou a ter o bispo na mãoo, duplamente: pelas fragilidades pessoais e pela subsidio-dependência em que a Igreja local se encontrava e encontra. Literalmente de joelhos. (...) Um grupo de dez padres novos escreveu, em Agosta de 1992, o manifesto ‘Mais democracia, melbor democracia,’ onde criticava a subordinação da Igraja ao poder. Foi a gota de água para as tensões acumuladas: o bispo [D. Teodoro] distribuiu os contestatários por diferentes pontos da diocese, de modo a evitar que se reunissem e encontrassem tão frequentemente’”.

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p174-175.
Share:

EDP vai abater 3200 sobreiros


Este anúncio foi censurado pela TV norte-americana durante o intervalo da final nacional de 
futebol! Veja se descobre porquê.
  • A EDP obteve autorização do Governo Passos-Portas para abater cerca de 3.200 sobreiros numa área de 11 hectares que virá a ser inundada pela barragem de Ribeiradio-Ermida, em Sever do Vouga. Os presidentes das Câmaras de Sever do Vouga e Oliveira de Frades, respetivamente Manuel Silva Soares (PS) e Luís Vasconcelos (PSD) manifestaram-se surpreendidos com a notícia do abate deste elevado número de sobreiros, sabendo-se que a EDP garantira a execução de um plano de reflorestação como meio de compensar os impactos previstos. Será que a EDP de Mexia, com o beneplácito do governo de Passos-Portas, mais uma vez, enganou autarcas e municípes? Ou será que estes autarcas andam muito pouco a pé e não conhecem os seus concelhos como deviam? Inclino-me mais para esta segunda hipótese.
  • A agência das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) alertou que os sistemas de certificação dos biocombustíveis poderão provocar a exclusão dos pequenos agricultores dos países em desenvolvimento. "A maior parte das certificações requer sistemas de informação caros, complexos e intensivos, assim como capacidades de gestão que são facilmente absorvidas pelos agro-negócios de grande escala, mas muitas vezes fora do alcance dos pequenos produtores", diz o relatório. Lusa/Público.
  • Os parques nacionais norte-americanos rendem mais de 10 dólares por cada dólar público investido no Serviço Nacional de Parques, garante documento oficial da administração Obama.
  • Question What's Inside - uma canção que alerta para os perigos dos transgénicos.
Share:

Reflexão - quais são os hipermecados portugueses campeões dos transgénicos?


Os hipermercados Intermarché, Leclerc, Continente, Pingo Doce e Lidl são os que maiores riscos colocam aos seus clientes no que toca a alimentos transgénicos, revela uma investigação independente, isenta, não patrocinada por qualquer entidade pública ou privada levada a cabo pela Plataforma Transgénicos Fora e que pode ser consultada aqui e aqui. Apenas o Minipreço oferecia, à data do estudo, garantias da ausência de transgénicos nos produtos comercializados.
Share:

Bico calado

  • “Esta imprensa mercenária joga na equipa que ganha quando a “estabilidade política” trabalha contra a estabilidade da vida das pessoas. Os seus soldadinhos de chumbo repetem ideias, sugerem Montis e Gaspares, oferecem o caos a quem ouse desafiar a austeridade que mais convém às fortunas dos seus generais. É assim que nascem os "toda a gente sabe" que dão cabo das vidas de cada vez mais gente.” Filipe Tourais in Nasceu mais um "toda a gente sabe", O país do Burro.
  • “(...) desliguem-se todas as televisões durante um mês e este, e todos os outros povos sujeitos ao mesmo tipo de manipulação, abrirão os olhos, vão começar a falar e a discutir o que acontece e rapidamente toda esta corrupção, ladroagem, mentira, aldrabice desaparecia numa revolta popular. Desliguem-se as televisões já.” Kaos.
  • “Já se sabia que o sistema tinha capacidade de interpretar as leis em função da sua conveniência; o que não se imaginaria é que ainda se entretivesse a falsificá-las.” Paulo Morais in Uma cena falhada, CM.
Share:

Jardim, a grande fraude (27)

“Pelo meio [Guilherme Silva] tem desempenhado numerosos cargos, a maior parte dos quais em representação da Região Autónoma da Madeira. Além disso dedica-se igualmente a elaborar pareceres para o Govemo Regional, vai à barra defender Jardim e o próprio Governo quando é preciso, e o seu escritório de advocacia ern Lisboa, já nas mãos do seu filho, trabalha não só para o Executivo Regional e para as empresas públicas locais mas também para as onze câmaras municipais da região.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p166.
Share:

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Nemátodo do pinheiro com solução à vista?


Foto: EPA
  • + Ambiente é a nova oferta complementar disponibilizada aos alunos do oitavo ano do agrupamento de escolas André Soares, em Braga. Em + Ambiente, o património natural e cultural, as dinâmicas da biodiversidade, a ocupação humana e a sua preservação, são o programa a desenvolver. Procura-se refletir com os alunos sobre o impacto da ação humana no meio físico e nas comunidades de seres vivos, resultando deste trabalho o efeito minimizador dos malefícios humanos que comprometem a sustentabilidade do ambiente, visando uma expansão de atitudes ambientalistas. Correio do Minho.
  • Uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra e da Escola Superior Agrária de Coimbra foi distinguida com o "Best Student Paper Award" graças ao desenvolvimento de um dispositivo que deteta a doença do nemátodo do pinheiro. Lusa/RTP. É muito bom saber que a comunidade científica portuguesa está empenhada na resolução deste problema grave que afeta a floresta portuguesa. Já aqui e aqui tínhamos referido outro tipo de investigações no mesmo sentido.
  • Os hipermercados Intermarché vão deixar de comercializar o óleo alimentar da marca Top Budget, produzido a partir de soja geneticamente modificada. Público.
  • Que mais irá acontecer às tribos índias do Dakota do Norte? Já lhes roubaram terras, já as expulsaram das suas terras depois de uma intervenção no rio Missouri. Agora, com o aparente beneplácito do governo de Obama, querem-lhes roubar mais de mil milhões de dólares em direitos de extração de gás de xisto via fraturação hidráulica... ProPublica.
  • Francois Hollande foi recebido com protestos por causa do apoio da francesa Areva à central nuclear de Jaitapur, em Maharashtra, Índia. Os ativistas e estudantes alegam a destruição de uma rica zona agrícola que dava que comer a muita gente em troca de uma central nuclear cujas garantias em termos de segurança ainda não foram dadas. Outlook India.
  • Nenhuma das 16 centrais nucleares japonesas cumpre as regas mínimas de segurança, revela uma investigação do Asahi Shimbun.
Share:

Bico calado

  • Rendimentos de ex-governantes.
  • Nuno Crato encontra-se em Pequim com ministro chinês da Ciência e Tecnologia, informa a RTP. Deve ter ido ver como se gerem turmas com 100 e mais alunos.
Share:

Jardim, a grande fraude (26)

“A vida autárquica de Miguel de Albuquerque é um manancial de histórias, suspeitas e contestações. Mas houve urn período, inolvidável, que teve como protagonista fundamental a sua então cara-metade. Na verdade, a arquitecta Elisabete Albuquerque, nessa altura primeira dama do Funchal, destacou-se durante anos por assinar numerosos projectos que eram despachados na câmara à velocidade da luz e não raras vezes violando o PDM em vigor - pelo menos a acreditar em notícias vindas a público.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p162.
Share:

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Graciosa lidera reciclagem de papel e cartão


  • A ilha Graciosa lidera na reciclagem de papel e cartão a nível nacional, confirma a Sociedade Ponto Verde. RTP.
  • Mais de cinquenta voluntários plantaram mais de mil plantas de espécies autóctones no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha e na extremidade mais alta do Parque Ecológico do Funchal, num projeto de combate à desertificação no maciço montanhoso do Pico do Areeiro. Fénix do Atlântico.
  • O Qatar é lider mundial do consumo de água per capita. DOHA.
Share:

Jardim, a grande fraude (25)

“Entretanto, na Assembleia Municipal o PSD tudo fez para inviabilizar o debate sobre as irregularidades na câmara de Miguel de Albuquerque: os representantes laranja faltaram duas vezes seguidas à Assembleia Geral Extraordinária convocada pela oposição para debater tal assunto.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p160.
Share:

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Crianças ajudam a plantar árvores na Serra de Santa Justa


Foto: Roslan Rahman/AFP/Getty Images
  • Alunos da Escola Básica de Fijós participaram na plantação de mais 200 árvores na Serra de Santa Justa, Valongo. Verdadeiro Olhar.
  • Cerca de 126 mil bidões de resíduos nucleares foram enterrados a 750 metros de profundidade, nos últimos 50 anos, numa velha mina de sal e potássio perto de Remlingen, no norte da Alemanha. A sua remoção para sítio mais seguro tem-se revelado muito mais difícil do que o previsto, o mesmo acontecendo com os custos, cujas estimativas, neste momento, oscilam entre os 5 e os 10 mil milhões de euros. O projeto de descontaminação poderá prolongar-se por 30 anos mas sem garantias de ser totalmente conseguido. Der Spiegel.
  • O Superior Tribunal de Justiça negou à Monsanto a extensão da patente da soja transgênica Roundup Ready por entender que a tecnologia já é do domínio público por já ter sido aprovada há 20 anos. Globo.
Share:

Bico calado

  • “Dirigido por economistas, cada vez mais notoriamente incompetentes, e ausente de acção política, Portugal anda numa deriva assustadora. Entre a inaptidão e a leviandade venha o diabo e escolha. Passos não percebe nada do País, por ausência de estudo e de análise, e, sobretudo, por carência de hábitos de trabalho. É um produto típico (como, aliás, António José Seguro) da produção em massa de ociosos com a marca das ‘jotas’”. Baptista Bastos, in Em que mundo vive Passos Coelho, JNegócios.
  • José Sócrates festejou a derrota de Manuel Alegre nas presidenciais de 2011 e estava a ponderar uma aliança com o PSD, pouco tempo antes de os sociais-democratas chumbarem o PEC IV, revela Mário Soares em entrevistas a Joaquim Vieira, autor da biografia Mário Soares – Uma Vida. Sol.
Share:

Jardim, a grande fraude (24)

“Numa amostra de 14 processos de Ioteamento ou de obras particulares, nalguns casos enlvolvendo construtores ligados ao PSD, os inspectores encontraram, em dez, violações do PDM ou aos planos de ordenamento do território. O relatório conclui que tais actos constituem ‘infracção administrativa tutelar’ nos termos da lei da tutela administrativa sobre as autarquias’”

Tolentino de Nóbrega, Público de 11.9.2007, citado em Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p159.
Share:

sábado, 23 de fevereiro de 2013

As cidades do cancro


Foto: Michele Menegon/IUCN/ZSL
  • Sábado, 2 março, parque de merendas do Camaleão, Vila Real de Sto António, 14h30: ação de reflorestação.
  • Uma avaria nas instalações da plataforma petrolífera Casablanca, da Repsol, situada a 43 km da costa de Terragona, provocou um derrame de crude. Ecologismo.
  • A Interpol anunciou a prisão de quase 200 pessoas em uma operação internacional de larga escala contra a extração e o tráfico ilegal de madeira em 12 países da América Central e do Sul. BBC.
  • Agricultores indianos atingiram produção recorde de arroz e batata em Nalanda. Tudo sem químicos e sem transgénicos. Todas as suspeitas de eventuais fraudes foram desfeitas, tendo o próprio diretor dos serviços agrícolas estatais inspeccionado a produção e confirmado os dados dos agricultores. O sistema utilizado por eles chama-se Sistema de Intensificação de ArrozThe Guardian.
  • O Ministério do Ambiente chinês admitiu a existência de cidades do cancro, anos depois de informações divulgadas sobre um número de casos elevados da doença, em relação à média nacional, em certas regiões do país muito poluídas. Lusa/RTP.
Share:

Reflexão - coimas para a recolha informal de resíduos?

A introdução de coimas para punir quem retira resíduos dos contentores de lixo sem estar licenciado para tal, proposta pelo director-geral da Braval, que opera no distrito de Braga, não merece o apoio de outras empresas multimunicipais que asseguram a recolha e tratamento de resíduos no Grande Porto e Região Centro. Dizem que este mercado está regulamentado, admitindo no entanto haver problemas na recolha de papel e cartão. Na Lipor, a recolha no ecoponto azul caiu 10% e nos 36 municípios servidos pela ERSUC, em três anos, os resultados desceram de 12.900 para pouco menos de 10 mil toneladas. Público.
Share:

Bico calado

Ministério Público acusa governo da Madeira de prevaricação. Além de Alberto João Jardim, o DCIAP tem provas de que os secretários regionais tinham conhecimento das ilegalidades e ocultaram o buraco de mais de 1.100 milhões de euros nas contas públicas. RTP.
Share:

Jardim, a grande fraude (23)

“’Aparentemente o crescimento meteórico do então deputado [Cunha e Silva] deu-se com a sua entrada em 1997 para a sociedade SMS-Advogados com um capital estranho. Em vez de dinheiro ou carteira de clientes eutrou com ‘capital político’, isto é, a sua participação no capital da empresa é feita em ‘espécie’, por intermédio de numerosas avenças mensais, na sua maioria provenientes de organismos públicos e empresas onde tinha influência e que mais tarde veio a tutelar: Câmara da Calheta, 220 contos; Instituto Desenvolcimento Empresarial 240 contos; Cimentos Madeira, 450 contos; E. E. M 200 contos; e Clube Desportivo NacionaL,100 contos.’” 

O Garajau, citado em  Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p144.
Share:

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Mosquito já resiste a repelente


Foto: Will Burrard-Lucas/Barcroft Media
  • Um popular repelente de mosquitos está a perder a sua eficiência, alertam investigadores da London School of Hygiene and Tropical Medicine
  • Zonas de Long Beach, Califórnia, já afundaram cerca de 9 metros devido à extração de milhares de milhões de petróleo do campo gigante de Wilmington situado mesmo por baixo da cidade e do seu porto. Pode acontecer o mesmo com os vários projetos de extração de gás de areias de xisto via fraturação hidráulica. Reuters.
  • Algumas plantas carnívoras disfarçam-se de lâmpadas azuis fluorescentes para atrair as presas, conclui estudo levado a cabo por cientistas do Jawaharlal Nehru Tropical Botanic Garden e do Research Institute de Thiruvananthapuram, Kerala, India. BBC.
Share:

Mão pesada


  • A EDP/Energias de Portugal foi multada em 100 mil euros, por violar deveres de comunicação ao mercado de informação privilegiada, a propósito da decisão eventual da avançar com a entrada da EDP-Renováveis na bolsa de Lisboa. Público.
  • A Biffa Waste Services Ltd, operadora de um aterro em at Houghton Le Spring, foi multada em 105 mil libras por não controlar a lixiviação e não comunicar as fugas às autoridades.
Share:

Jardim, a grande farude (22)

“A quinta fora cobiçada por muitos promotores, mas os condicionamentos levantados pela Câmara de Albuquerque desmobilizaram toda a gente... excepto a família Ramos, que ali construiu o tal prédio de seis andares, mais caves, ‘cuja volumetria rebentava todos os índices de construção’”.

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p134-135.
Share:

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Golfinhos tratam-se pelos seus nomes


Ribeira Grande, Central Geotérmica. Foto: Rui MC Goulart.
  • Sábado, 23 fevereiro, Centro Ambiental do Priolo, Serra da Tronqueira, S. Miguel: plantação de plantas endémicas como o Patalugo, o Azevinho ou a Queiró, fundamentais para a sobrevivência do Priolo. O Projeto LIFE Laurissilva Sustentável, é coordenado pela SPEA em parceira com o Governo dos Açores e o Município da Povoação. NA.
  • Dez das atrações turísticas mais importantes do Reino Unido são zonas de alto risco de inundações, alerta uma investigação da RiskCentral citada pela Edie. O Buckingham Palace faz parte desta lista. 
  • O Golfinho-nariz-de-garrafa chama os seus queridos pelos seus nomes próprios através de um assobio com assinatura, conclui estudo coordenado por Stephanie King da University of St. Andrews Sea Mammal Research Unit, Escócia. Telegraph.
  • O governo de David Cameron anunciou que vai financiar em 75% a instalação de estações de carregamento de veículos elétricos em garagens e estradas, devendo os privados interessados cobrir os restantes 25%. BBC.
  • Ativistas da Appalachia Resist bloquearam a entrada de uma estação de tratamento de resíduos da extração de gás de xisto via fraturação hidráulica em in Matamoros, Ohio.
  • Farto da poluição de um rio, um industrial chinês ofereceu 32 mil dólares a uma autoridade responsável pelo Ambeinte se aquela pessoa nadasse nele. A pessoa prometeu tentar resolver o problema. Ainda estou para ver um suinicultor fazer o mesmo à Cristas ou ao Relvas.
  • Para lidar com a baixa dos preços dos direitos de emissão de dióxido de carbono, o Parlamento Europeu quer retirar 900 milhões de toneladas do sistema europeu de trocas. Mas isso não basta para conter a tendência provocada pela crise económica, defende Michael Bauchmüller. Suddeutschezeitung/PE.
Share:

Bico calado

  • Relvas, cala-te e demite-te, por Kaos.
  • A troika é quem mais ordena.
  • “Podem fechar-se em São Bento, barricar-se na Gomes Teixeira, podem até afundar o Terreiro do Paço, fumar os vidros, entrar pelas janelas e sair pelos fundos. O Governo está politicamente mais para lá do que para cá. Porque foi sempre lá que preferiu estar: longe. Ficou sitiado nas suas próprias palavras.” Pedro Santos Guerreiro in JNegócios.
  • Grândola Viral, por Leonete Botelho in Público 20fev2013.
Share:

Jardim, a grande fraude (21)

“Todos ficámos a saber que ‘de 1989 até 2005 nas Finanças da Madeira estão registados em nome da FSD-M 26 prédios rurais e urbanos no valor de 963 mil euros’ (...) Porém, aquele periódico [O Garajau] diz ainda ter descoberto que existem muitos prédios da FSD-M que não constam dos registos das Finanças (...) ‘a FSD-M só muito raramente declara às Finanças o valor das suas transações imobiliárias’ (...) Exemplo disso são as mais de três dezenas de sedes do PSD-M que estão em seu nome e em relação às quais nunca pagou impostos. Isto apesar dessa isenção só poder ser dada quando os imóveis se destinam aos fins para os  quais a Fundação foi criada. O que não é, nem nunca foi, o caso das sedes laranja (...)’ Em 29 de fevereiro de 2008 aquela instituição comprou a Jardim a sua casa na Rua do Quebra Costas, onde o lider insular viveu até aos 30 anos. Objectivo: construir a uma casa-museu que perpetuará a memoria do chefe máximo, tendo em conta que ele anunciou a sua retirada em 2011. (...) A Fundação declarou a aquisição da casa de Jardim como se esta se destinasse a habitação e não a um museu - o que tornou o IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões de Imóveis] substancialmente mais barato.” 

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p132-134.
Share:

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O amianto que espere, diz Relvas


Foto: Vasily Fedosenko/Reuters
  • A Quercus defende um controlo apertado das capturas de lampreia no rio Vouga, a criação de um selo de certificação e a obrigatoriedade de descarga em lota, para garantir a preservação da espécie que é vítima de capturas ilegais. À sobrepesca, segundo a Quercus, juntam-se ainda outras ameaças, nomeadamente a interrupção das rotas migratórias, provocada pela instalação de obstáculos que impedem a passagem jusante-montante, a extração de inertes, a destruição da vegetação ribeirinha, a perturbação dos locais de desova e a poluição da água. Um desses obstáculos é a captação de água do Carvoeiro, que abastece a cidade de Aveiro e outros municípios da região, pelo que aquela organização defende que seja criado um programa, preparando já o próximo Quadro Comunitário de Apoio, para reconetar os cursos de água na sua totalidade. Entretanto, o presidente da Câmara de Penacova defende um projeto multimunicipal para remover obstáculos do rio Mondego e facilitar a subida do ciclóstomo.
  • O partido Os Verdes quer saber quanto custa fazer uma lista de todos os edifícios públicos que contêm amianto, depois de o ministro Miguel Relvas ter afirmado que não tem dinheiro para fazer este levantamento, previsto na lei. iOnline. Entretanto, do outro lado do Atlântico, o ministério do Ambiente dos EUA multou 6 distritos escolares do Arizona, que cobrem 25 escolas com 15 mil alunos, em 95 mil dólares por causa do amianto.
  • A Hora do Planeta já conta com adesão de várias localidades algarvias como Loulé, Faro e Albufeira. A iniciativa internacional pretende pôr o mundo às escuras por uma hora, em defesa da natureza – sábado, 23 de fevereiro, das 20.30 às 21.30. DO.
  • A cordilheira galesa de Brecon Beacons torna-se o quinto lugar do mundo a conquistar o direito à proteção da poluição luminosa, informa o Guardian.
  • A Europa tem gerido os recursos naturais de forma insustentável, alerta os Amigos de la Tierra. A UE incinera 60% dos resíduos municipais (cerca de 70% no caso espanhol), e recursos de alto valor susceptíveis de serem reciclados, estão sendo desaproveitados, o que representa um aumento de procura de matérias primas. 
  • A exploração de petróleo de areais de xisto através da fraturação hidráulica queima tanta energia como aquela que extrai, conclui estudo coordenado por Charles Hall, da State University of New York's College of Environmental Science and Forestry. Além disso, é uma indústria altamente poluente pois os produtos tóxicos nela aplicados contaminam águas, aves e flora, revela um relatório da Environmental Defence. Como era de esperar, as autoridades de Alberta, Canadá, não consideram as conclusões do relatório sérias.
Share:

Reflexão – a quem interessa privatizar a água?

Água contaminada, por Paulo Morais in CM.

A privatização do negócio da água em muitos concelhos tem sido desastrosa. A qualidade do serviço piorou, o preço aumenta, os particulares e empresas são onerados com custos exorbitantes pelos ramais de ligação.
Ao mesmo tempo, os municípios que celebraram contratos ruinosos estão hipotecados aos concessionários privados, enquanto estes garantem rendimentos milionários.
Os serviços públicos essenciais não deveriam nunca passar para a esfera privada, excetuando em casos muito particulares em que seja garantida uma sã concorrência e os interesses dos consumidores sejam devidamente salvaguardados. O que obviamente não sucede no caso da água, pelo facto de este ser um monopólio natural, o que fragiliza os cidadãos. Esta situação é ainda mais problemática, quando não há regulação independente, dada a permanente promiscuidade entre a política e os negócios.
Acresce que estas concessões estão destinadas àqueles que dominam todos os negócios públicos locais, os habituais parceiros dos autarcas, os ‘patos bravos’ da construção e da promoção imobiliária. Não há um único negócio que lhes escape: obras públicas, urbanismo, recolha de lixo, estacionamento.
A última moda tem sido justamente as parcerias público-privadas para a distribuição de água e saneamento, de Paredes à Nazaré, de Paços de Ferreira a Odivelas. Muitos destes são negócios ruinosos para o povo, mas milionários para os privados, uma vez que as câmaras se comprometeram a pagar às concessionárias rendas desproporcionadas face às estimativas de consumos futuros. O prejuízo público é tão evidente que alguns dos autarcas que celebraram este tipo de contratos, como é o caso de Barcelos, já estão a contas com a Justiça e até constituídos arguidos pelo Ministério Público.
Os concessionários, além do mais, estarão sempre em posição dominante, exercendo uma chantagem permanente sobre as entidades públicas. Por razões sociais e políticas, nunca será permitido a estes serviços desintegrarem-se. Os privados têm assim cobertos todos os riscos e podem desbaratar quaisquer recursos. A privatização do negócio da água é uma catástrofe anunciada.
Share:

Mão pesada

A Shawater Limited foi multada em 4 mil libras por permitir obras que provocaram a contaminação do rio Lyon em Perth, Escócia. Edie.
Share:

Bico calado

  • A Nestlé decidiu suspender a distribuição em Portugal de uma lasanha bolonhesa da marca Davigel, depois de ter detetado carne de cavalo na composição do produto. Tudo isto depois de, a 8 de fevereiro, o Ministério da Economia, que tutela a ASAE, ter garantido a realiazção de fiscalizações a 53 estabelecimentos, não tendo sido detetadas irregularidades semelhantes às das notícias em Inglaterra e Irlanda. Entretanto, na noite de hoje, 19 de fevereiro, a RTP dizia que a ASAE detetou vestígios de carne de cavalo em produtos à base de carne que já foram retirados do mercado. É raro assistir a tamanho imbróglio informativo. Apetece-me perguntar: quem é que anda a tentar enganar o cidadão - os donos dos grandes media ou o governo de Passos-Portas?
  • Relvas interrompido por “Grândola Vila Morena”. E, menos de 24h depois, no ISCTE, nem se lembrou de Grândola Vila Morena...
  • De impostor para impostor, por Filipe Tourais.
  • Euro-aldrabões, por Kaos.
  • A Assembleia dos Açores reduziu em 6,7% o seu orçamento para 2013 e a da Madeira aumentou-o em 2,02%, diz o Público.
Share:

Jardim, a grande fraude (20)

“A FSDM - Fundação Social Democrata da Madeira, criada há 18 anos pelos nomes maiores do PSD-M, é uma instituição que possui um património considerável sem que se conheça a sua origem - e desde a primeira hora tem levantado perplexidades  e suspeitas quanto à sua legalidade e práticas. (...) A Fundação foi criada em 1992 por 30 membros da nata do PSD-M e tem uma administração composta por um trio de peso: Alberto João preside, Jaime Ramos é secretério-geral, e Miguel Albuquerque, presidente da Câmara do Funchal, é vogal. Acresce que o presidente do Conselho Fiscal é Luis Dantas, chefe de gabinete de Jardim desde 1978.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p131.
Share:

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Reflexão - esconde-te e paga outros para o fazerem por ti

Os milionários controlam a propaganda política enquanto se mantêm escondidos e pagam outros para promoverem as suas agendas brutais, escreve George Monbiot no Guardian de 18 de fevereiro de 2013.

Pontos a reter:
  1. Qual a diferença entre uma reconhecida empresa de relações públicas que recebe dinheiro de uma corporação ou milionário e um alegado pensador patrocinado pela mesma fonte para promover a mesma agenda?
  2. As corporações e os seus donos aprenderam a esconder as suas mãos. Tendem a evitar os media, conscientes de que elas podem magoar-se se forem vistas a promover a agenda brutal que favorece os seus interesses. Aprenderam com as tabaqueiras: esconde-te e paga outros para o fazerem por ti.
  3. As corporações e os milionários precisam de uma rede de organizações pseudo-independentes para produzir argumentos plausíveis a favor das suas posições. Uma vez desenvolvidos, esses argumentos serão facilmente divulgados. A maioria dos media está nas mãos de milionários felizes por promoverem o trabalho de gente patrocinada pela mesma classe.
  4. É desta maneira que os milionários conseguem dominar a propaganda política, sem se declararem. Os seus tarefeiros são inteligentes e bem preparados, com dinheiro que os adversários nem sonham. São peritos em manipular a fúria pública que, de outro modo, poderia ser canalizada contra os seus patrocinadores: as pessoas que exploram a economia, que fazem do planeta a sua lixeira, que não pagam impostos e exigem que os pobres paguem os erros dos ricos. A fúria, graças ao trabalho destes tarefeiros, é redirecionada para as vítimas ou opositores dos milionários.

Share:

Ribeira dos Milagres - provavelmente a vergonha mais pestilenta de Portugal


Foto: Grzegorz Michalowski/EPA
  • Mais uma descarga de efluentes não tratados foi registada na Ribeira dos Milagres, afluente do Lis, em Leiria, denunciou o porta-voz da CADRM, Rui Crespo, citado pela Lusa/RTP. Esta é provavelmente a vergonha mais pestilenta de Portugal. Quantos mais anos vão ser precisos para se eliminar a inércia de industriais, o paleio de ministros e secretários de estado, o arrastar dos pés de autarcas para, finalmente, se conseguir implantar uma ETAR que trate os efluentes e deixe viver a Ribeira dos Milagres e o rio Lis?
  • Centenas de coelhos têm provocado enormes estragos nos carros de automobilistas que estacionam no aeroporto de Denver. Soluções tentadas para os repelir: mais e melhores vedações, águias e falcões, urina de coiote ou de raposa. CBS.
  • Dezenas de milhar de pessoas protestaram junto do Washington Monument e da Casa Branca contra o avanço do oleoduto Keystone XL. Huffington Post.
  • Moradores do bairro de Chaperó, na divisa de Seropédica e Itaguaí, na região metropolitana do Rio, protestam contra a instalação do novo Centro de Tratamento de Resíduos por causa dos maus cheiros e problemas de saúde na população local. O problema principal seriam os reservatórios de chorume a céu aberto, resultado da decomposição das toneladas de lixo trazidas diariamente da capital. EcoDebate.
  • 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental abre inscrições para filmes brasileiros - São Paulo, de 23 a 30 de maio de 2013. 
  • O templo budista de Wat Pa Maha Chedio Kaew, em Sisaket, Tailândia, foi construído com garrafas de cervejas incrustadas em cimento. Renew Purpose.
  • Um derrame de óleo na plataforma de Pampo, na Bacia de Campos forçou a Petrobras a interromper as operações na unidade de produção para identificar as causas do problema. Globo.
Share:

Reflexão - rapaz mostra como se faz

Vanis Buckholz, um miúdo de 10 anos, aluno do 4º ano da Escola Primária de Harbor View em Corona del Mar, criou uma empresa de reciclagem quando tinha 7 anos. Agora diz que os lucros são para ajudar os sem abrigo de Orange County, Califórnia.
Share:

Bico calado

Share:

Jardim, a grande fraude (19)

“O jornal de Gil Canha e Eduardo Welsh [O Garajau] lembra depois que ‘a maioria destas empresas são fornecedoras privilegiadas do governo regional e, tanto a Cimentos Europa como a fzrnosa AECO -Asfaltos, Emusões e Combustíveis, SA, são as empresas que mais facturam em venda de materiais utilizados nas grandes obras do regime, como as vias-rápidas, os túneis, as marinas, as pontes, as piscinas e todas as grandes infra-estruturas públicas gue se fizeram recentemente na Madeira’. Chegado aqui, sé uma pequena nota: de acordo com a declaração de rendimentos entregue no Tribunal Constitucional em 2004 pelos políticos madeirenses, os três que mais facturaram foram Jaime Ramos (418 071 €), Guilherme Silva (316 954 €) e... Jaime Filipe Ramos (212 281 €).”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p126-127.
Share:

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Barragem de Ribeira das Cortes - processo vergonhoso


Photograph: Niall Carson/PA
  • "O problema é que poucos são os que conseguem explicar a necessidade desta obra pública, com um custo previsto de 30 milhões de euros, que há mais de dez anos levanta polémicas kafkianas à administração pública do País. Contra a sua edificação há uma lista enorme de entidades: 13 municípios vizinhos da Covilhã, pareceres das autoridades ambientais, as Ordens dos Arquitetos e Arquitetos Paisagistas, as associações ambientalistas. O próprio Governo de Passos Coelho concluiu, em novembro passado, pela "não existência de fundamentos respeitantes à necessidade de construção desta infraestrutura para resolver problemas de qualidade da água" (parecer de uma equipa multidisciplinar designada pelo Ministério da Agricultura e Ambiente para avaliar a situação). (...) E a infraestrutura, que custa 30 milhões, endivida ainda mais o concelho (que já é devedor de mais de 80 milhões de euros), contraria o Plano Diretor Municipal (que prevê a construção da barragem noutra localização), inunda uma zona protegida (Parque Natural da Serra da Estrela, Reserva Ecológica Nacional), e destrói um conjunto patrimonial considerado único por vários especialistas em arquitetura e paisagismo (de Siza Vieira ao Centro Nacional de Cultura)." Visão 16fev2013.
  • Há cada vez mais britânicos a arregaçar as mangas e a fazer o que os vizinhos e as autarquias não conseguem fazer com sucesso: recolher lixo. O trabalho é voluntário e tem riscos... The Observer/Guardian.
  • Cientistas da Universidade de Exeter registaram um gás emitido por uma planta na altura em que ela avisou as vizinhas de perigo iminente. La Vanguardia.
Share:

Bico calado

A Câmara de Oeiras dotou o seu gabinete de comunicação com 1,45 milhões de euros para 2013. CM. As prioridades devem ser (1) fazer propaganda eleitoral e (2) comprar detergente e limpar as nódoas deixadas por Isaltino Morais.
Share:

Jardim, a grande fraude (18)

“Nessa posição-chave, e nomeadamente quando arrancaram as grandes obras públicas na Madeira, Ramos começou a servir de intermediário junto das grandes empresas nacionais de construção civil. E da fama não se livra: a partir daí nenhuma empreitada passou a ser possível no arquipélago sem o amen do adjunto de Jardim. (...) Com o andar da carruagem Jaime Ramos deixou também de estar só, em termos familiares, no seio da Assembleia Legislativa (AL), separou-se da mulher, passou a viver em união de facto com Mafalda, secretária da mesa da AL, e tem já na direcção do Grupo Parlamentar do PPD o seu jovem e promissor filho Jaime Filipe Ramos, que segue afoitamente os passos do pai. Até já chegou a presidente da Associação dos Jovens Empresários. Na verdade, Jaime filho entrou para a Jota do PPD, rapidamente se tornou seu lider e, pelas quotas da Jota, entrou para deputado na Assemblcia Regional. Hoje, ou melhor, já há algum tempo, e apesar da sua juventude, é um dos políticos-empresários madeirenses que mais dinheiro factura, como consta das suas declarações5es no Tribunal Constitucional. (...)Os negécios vão das obras públicas ao imobiliário, cimentos, rent a car, iluminações, químicos, tratamento de águas e resíduos, turismo, armazéns e rádios, entre outras éreas. Na Zona Franca da Madeira tem pelo menos registadas duas empresas: a Procomlog, combustíveis e logística, Lda e a AECO-Asfaltos, Emulsões e Combustiveis, SA. 

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p124-125.
Share:

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Ex-autarcas arguidos por causa de negócio ruinoso de privatização de água


Praia da Torreira
  • Mar do Furadouro voltou a encher a marginal de pedras e pedregulhos na noite de 11 para 12 de fevereiro. Duas semanas antes, o mar e o vento tinham lançado milhares de toneladas de areia fina na mesma avenida. O Regional. Nada que não tenha merecido a atenção, o estudo e a investigação de Álvaro Reis. Está tudo em A Praia dos Tubarões, 2006.
  • O ex-presidente da câmara de Barcelos, Fernando Reis, e vários vereadores foram constituídos arguidos por causa do negócio ruinoso para o município da concessão da água e do saneamento básico aos privados. RTP.
  • Análises feitas às águas dos 6 maiores rios da China revelaram que elas contêm bactérias resistentes ao antibiótico ampicilina. Institute of Science in Society.
Share:

Mão pesada

  • O Ministério da Defesa foi condenado a indemnizar pescadores dos Açores por não fiscalizar pesca estrangeira.  Lusa/RTP.
  • A Recycled Construction Systems Ltd, de Devon, foi multada em 27.244 libras por armazenamento e gestão ilegal de pneus para alegada exportação para o Vietname. Enviroment Times.
  • A Transocean Deepwater Inc. foi multada em 400 milhões de dólares por comportamento negligente dos seus operacionais durante a catástrofe do Deepwater Horizon em abril de 2010 no golfo do México. A BP já fora multada em 4 mil milhões. Environment News Service
  • A Shell e a BASF foram condenadas a indemnizar em R$ 52 milhões 884 ex-funcionários e familiares contaminados por metais pesados usados na produção de pesticidas em Paulínia. Folha de S. Paulo.
Share:

Bico calado

O Facebook não paga impostos sobre os 1,1 mil milhões de dólares de lucros apurados em 2012, denuncia a Citizens for Tax Justice. Pior: vai receber 429 milhões de devolução.
Share:

Jardim, a grande fraude (17)

“Para sócio nº 1 do FAMA foi convidado Alberto João Jardim. E para vice-presidente ressurgiu o capitão Carvalho, um bomem ligado desde o início à velha Flama e que reconhece agora ter ajudado a ensinar os operacionais a fazer bombas. ‘Formei-me em minas e armadilhas, em Mafra, e era isso o que eu fazia em Angola’, diz acrescentando: ‘A Flama está adormecida, não morta. Ainda há armas escondidas’. A transcrição é longa, mas sublinho que o texto de Micael Pereira foi escrito em 2008 e ninguém contestou a sua veracidade. (...) E chamo a atenção para quem eventualmente não tenha fixado, que Gabriel Drumond é, ainda hoje, deputado do PPD na Assembleia Legislativa da Madeira e que Alberto João Jardim, além de Presidente do Governo Regional e do Conselho de Estado é o nº 1 da FAMA.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p112.
Share:

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Negócio das águas ruinoso em Barcelos e Marco de Canaveses


Foto: Sérgio Lima, jan2013. Espinho.
  • Uma investigação do programa Sexta às 9 revela que Barcelos e Marco de Canaveses são o exemplo de duas câmaras que entregaram o negócio a privados mas com uma clausula no contrato que prevê consumos mínimos. Tudo o que a população não consumir, a câmara tem de pagar. Nos próximos anos podem ser milhões de euros. RTPOdivelas foi a última autarquia a aprovar a privatização dos serviços de abastecimento de água.
  • “Desde já deixo bem claro que considero todos aqueles que estão na equipa da privatização do recurso água, como criminosos, pois é mesmo isso que se pode chamar aqueles que se apoderam daquilo que é de todos nós e não apenas de alguns iluminados. (...) É a máfia da água, puro e duro. (...) Não há que enganar, a resposta à privatização da água só poderá ser um redondo não. E não se deixem cair na conversa do bandido, que não há dinheiro e que privatizando se vai encaixar uns milhões, os quais servem sempre para... pagar dívidas.” João Paulo Forte in Azinheiragate.
Share:

Bico calado

Share:

Jardim, a grande fraude (16)

“A 17 de Junho de 1976, Miranda dirigiu-se à Ponte do Seixo, em Água de Pena, com o objectivo de fazer abortar a operação para matar  o ex-comandante do Copcon, plano de que o capitão João Machado diz ter sido o mentor. Este militante do CDS-PP, co-fundador da FAMA (fórum criado por Jardim e considerado sucedâneo da Flama), assumiu-se também como um dos organizadores da ocupação da antiga Emissora Nacional. ‘Miranda diz desconhecer quem foram os operacionais dos atentados, enquanto Daniel Drumond garante que Jardim estava a par de tudo. Por isso, quando ascendeu ao poder, em 1978, acordou com membros do directório da FLMA o fim dos atentados. A quebra do ‘pacto de silêncio’ sobre esse período poderá explicar a estranha morte dos flamistas Jorge Cabrita, Júlio Esmeraldo e José Bacanhim, todos em circunstâncias nunca esclarecidas. Antes, ainda no auge do bombismo, morreram dois jovens simpatizantes: Rui Alberto, também militante da juventude Centrista, quando manuseava uma bomba-relógio, que explodiu nas suas mãos, no Porto Santo, e Alírio Fernandes, que tinha levado a gelamonite para aquela ilha, apareceu enforcado na prisão militar de Santiago.’”


Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p108-109.
Share:

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Filantropos com mãos cheias de transgénicos



Bill Gates e Carlos Slim, o magnata das telecomunicações mexicanas, acabam de doar 25 milhões de dólares para a criação de novos laboratórios de biotecnologia no Centro internacional de Desenvolvimento do Milho e Trigo, no México. O objetivo é criar uma fila de cultivos transgénicos low cost a partir de milho e trigo transgénico cujas patentes estão perto de caducar. “Sob a capa da filantropia, o que eles fazem é promover o uso de cultivos transgénicos através da retórica de acabar com a fome no mundo”, alerta Aleira Lara, da Greenpeace México. “Estas sementes transgénicas não são nenhuma mvarinha de condão para aumentar a produção e elas trazem imensos problemas para o campo, como a criação de resistências por parte de ervas e pragas, acrescenta. Huffington Post.
Share:

Lesma usa e deita fora pénis após relação

A lesma do mar Chromodoris reticulata descarta o pénis vinte minutos depois da relação e produz um novo no dia seguinte. Codewit.
Share:

Telhado com jardim paga menos imposto

Prédios da cidade de Buenos Aires pagarão menos até 20% de imposto por ter jardins no telhado. BBC/Estadão.
Share:

Bilionários anónimos patrocinam grupos para desacreditarem as alterações climáticas

Bilionários anónimos deram 120 milhões de dólares a mais de cem grupos empenhados em desacreditar a ciência que suporta as alterações climáticas, revela o Guardian. Criado através do Donors Trust e do Donors Capital Fund, este fundo baseado nos arredores de Washington suportou a ação e a influência de fabricantes de opinião e alguns terão sido suficientes para fazer abortar muitas das iniciativas previstas na agenda de Obama para o Ambiente.
Share:

Católica diz ter descoberto novo método de combate ao nemátodo do pinheiro

O combate ao nemátodo do pinheiro poderá ter ganho novo método mais eficaz através de soluções encontradas pelos investigadores da Universidade Católica Portuguesa no Porto. Boas Notícias.
Share:

Buglife ameaça processar governo britânico

O governo de David Cameron poderá ser processado pela Buglife se não aplicar uma diretiva da União Europeia no sentido de proibir os neonicotinoides Clothianidin, Imidacloprid e Thiamethoxam, inseticidas responsáveis pelo extermínio de abelhas.
Share:

Apagão em Espanha contra a subida de preços


6ª feira, 22h, Espanha: apagão de 5 minutos contra a subida dos preços da eletricidade.
Share:

O eucalipto cresce um bocadinho, disse ela



  • A Alameda dos Plátanos, em S. Miguel, foi cenário do filme50 Pesos Argentinos”, de Manuel Bernardo Cabral, agora premiado no “Script 2013 – International Short Film Festival” de Kochi, Kerala, Índia.
  • “A água é um bem público, não é privatizável. Nem a água nem as empresas que prestam esse serviço à população”, disse  Arménio Carlos, da CGTP, alertando para o exemplo de outros países que privatizaram a água e viram o seu preço subir e qualidade do serviço descer. Público.
  • O derrame de uma pequena quantidade de metiletilcetona numa fábrica que produz e armazena produtos médicos e hospitalares localizada em Porto Alto, freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente, provocou ferimentos em 14 trabalhadores. A metiletilcetona, é um solvente extremamente corrosivo, reactivo e inflamável, altamente irritante em caso de ingestão, inalação ou contato com os olhos e a pele. Público.
  • Protesto contra o amianto e degradação da escola de Azeitão juntou centenas de pessoas, conta a RTP.
Share:

Governador diz que bebeu água de fraturação hidráulica

  • Combustível do Prestige, naufragado em novembro de 2002, continua a dar à costa galega, conclui um estudo levado a cabo de 2004 a 2011 por investigadores da Universidade de Vigo nas praias de Nemiña, em Muxía, e O Face, em Finisterra. La Informacion.
  • A voracidade dos chineses por sopa de barbatana de tubarão poderá fazer desaparecer mantas e tubarões martelo da costa moçambicana de Inhambane se o saque continuar. The Guardian.
  • No Canadá os ambientalistas são vistos como uma ameaça à segurança nacional. Especialmente quando protestam contra a política energética canadiana através de ações contra o gás de xisto extraído pela fraturação hidráulica. The Guardian.
  • Um furo de extração de gás de xisto a norte de Windsor, Colorado, registou um derrame de líquido castanho-esverdeado durante 30 horas. Este derrame aconteceu no mesmo dia em que o governador John Hickenlooper testemunhava no Senado perante a Comissão de Energia e recursos Naturais e afirmara ter bebido água de fraturação hidráulica.
Share:

Mão pesada

Dois diretores da East Orange Water Commission, em New Jersey, foram acusados de conspiração e falsificação dos resultados de análises de água com o objetivo de esconder os elevados níveis do contaminante percloroetileno, um solvente industrial usado para limpeza a seco, classificado como um provável carcinógeno. ENS.
Share:

Bico calado

  • Afinal a onda gigante da Nazaré custou 200 mil euros. Pagos pelo Turismo de Portugal, segundo o Má Despesa Pública.
  • “Caro Paulo Núncio: queria apenas avisar que, se por acaso, algum senhor da Autoridade Tributária e Aduaneira tentar «fiscalizar-me» à saída de uma loja, um café, um restaurante ou um bordel (quando forem legalizados) com o simpático objectivo de ver se eu pedi factura das despesas realizadas, lhe responderei que, com pena minha pela evidente má criação, terei de lhe pedir para ir tomar no cu, ou, em alternativa, que peça a minha detenção por desobediência.” Francisco José Viegas in A Origem das Espécies.
Share:

Jardim, a grande fraude (15)

“Ora, isso era inadmissivel para o Govemador. Quando Jardim chegou ao Palácio  - confirmou-me pessoalmente João Abel Freitas -  Azeredo disparou de rajada: ‘O senhor reagiu como uma
criança, como um incompetente. Isto não é jornalismo, isto não se faz. Com esse inadmissível comportamento o senhor mostrou o seu verdadeiro rosto contra-revolucionário. Por isso está preso e vou enviá-lo para Caxias.’ Jardim (...) não aguentou o choque e  as lágrimas começaram a saltar-lhe dos olhos, Azeredo mandou-o retirar e esperar novas ordens suas. Mas segundo Calisto, nesse mesmo dia, à tarde, já com Alberto João na redação do JM, o general telefonou-lhe a dizer para esquecer o acontecido...”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p97.
Share:

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Araucárias abatidas em Espinho



A ciclogénese explosiva de 19 de janeiro é a grande culpada do abate destas duas araucárias, explica a câmara de Espinho, superiormente dirigida pelo advogado Pinto Moreira. Depois de uma observação qualificada, de uma análise criteriosa e de um estudo biomecânico levado a cabo por  uma empresa especializada, as duas nobres araucárias foram abatidas por destras mãos que contaram com o apoio alavancado de uma corporação de bombeiros locais. Aguarda-se agora o primeiro dia da primavera para assistir a uma cerimónia mediática do plantio das substitutas.
Share:

Sobreiros abatidos em Sta Maria da Feira

Sobreiros estão a ser abatidos em Pigeiros, Santa Maria da Feira, alegadamente para a construção de um novo parque empresarial de grandes dimensões. 
A operação está a ser levada a cabo pelo Parque Empresarial de Recuperação de Materiais (PERM), uma parceria público-privada, que resultou na criação de uma Empresa Intermunicipal (Sta Maria da Feira, Oliveira de Azeméis, SJ da Madeira, Arouca e Vale de Cambra) que visa a recuperação e reciclagem de sucata automóvel, contando, para tal, com o apoio financeiro do "ON.2 – O Novo Norte" (Programa Operacional Regional do Norte, co-financiado pela União Europeia). A situação já foi denunciada pela Quercus ao SEPNA da GNR e ao Município de Santa Maria da Feira.
Não terá sido por acaso que o Câmara de Sta Maria da Feira suspendeu parcialmente o PDM. A sua suspensão dá-lhe cobertura para permitir truques como este.
Share:

O oceanário de Valência



O oceanário de Valência, considerado o maior da Europa, já foi visitado por 13 milhões de pessoas. Completa 10 anos no Dia dos Namorados. Fotos.
Share:

O aeromóvel de Porto Alegre



O aeromóvel é um meio de transporte público que utiliza o ar como fonte de energia. 
Com tecnologia 100% brasileira, começa a circular a partir do primeiro semestre de 2013 em Porto Alegre.
Share:

Protestos por motivos ambientais cresceram 29%

Os protestos relacionados com problemas ambientais têm crescido à média de 29% por ano, na China, informa o Want China Times.
Share:

Bico calado

Share:

Jardim, a grande fraude (14)

“Há tambérn aquela famosa cena com o coronel Lacerda, que esbofeteou Alberto João já presidente do Govemo Regional por ele ter dito que as Forças Armadas se tinham efeminado. Como é que o senhor comenta a reacção de Jardim nesse caso? Azeredo sorriu francamente e ripostou: ‘Um dia avisei-o que não devia perseguir os estrangeiros, com relevo para os ingleses, a quem a Madeira muito deve. (...) Também no que toca a militares eu alertei-o para ter cuidado. Mas ele teve aquela triste ideia de dizer que as militares se tinham efeminado, e o Lacerda - eu já não estava na Madeira – fardou-se de ponto em branco, entrou pelo Palácio do Governo, pediu para falar com o  Presidente e mal lá chegou, nem sei se tirou a luva, pespegou-lhe um par de Iambadas para mostrar que afinal  os militares continuavam viris. (...) A reacção do AJJ, na verdade, não foi famosa: passou para o outro lado da mesa e, ao que dizem, ainda com a mão na cara quente disse ao Lacerda: ‘Saberá que me vou queixar de Vossa Excelência.’ Não me parece que tenha sido uma reacção muito viril, lá isso é verdade.”

Jardim, a grande fraude, Ribeiro Cardoso – Caminho 2011, p95-96.
Share:

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Ou me apoiam, ou avanço sozinho



No seu discurso sobre o Estado da União, Obama salientou o seu compromisso com a luta contra as alterações climáticas, avisando que, se o Congresso empatar ou boicotar as suas propostas, ele mesmo avançará com medidas para travar a poluição, para  reduzir o consumo de energia através da construção de edifícios públicos mais eficientes e aumentar os investimentos em energia sustentável. 
Os ambientalistas esperavam ouvir propostas mais concretas. Os do Canadá, por exemplo, gostariam de ver Obama suspender o famigerado oleoduto Keystone XL.
Robert Redford é um dos que tem dado a cara contra este e outros projetos maus para o Ambiente. Aliás hoje mesmo, 4ª feira, 13 de fevereiro, lideres de várias organizações ambientalistas e agricultores do Nebraska manifestaram-se junto da Casa Branca apelando ao presidente para avançar com medidas concretas. Para o próximo domingo, está convocada uma manif em Washington, exigindo a sua suspensão do oleoduto.
Entretanto, há muita gente que se lembra de promessas semelhanets já feitas por Obama e que não chegaram a sair do papel, muito menos a dar entrada no Congresso para debate.
Share:

Fumigação mata 1500 colónias de abelhas

1.500 colónias de abelhas morreram em Hopelchen, México, na sequência de uma operação de fumigação levada a cabo pela Monsanto sobre um campo de transgénicos vizinho. Cinquenta famílias estão agora na miséria por não poderem depender do mel previsto e depois de terem perdido a colheita do milho devido à seca. O pouco mel que ficou está contaminado por pólen transgénico. The Yucatan Times.
Share:

Você acredita em lulas voadoras?

Há lulas voadoras no noroeste do Pacífico. Ver aqui e aqui.
Share:

Bélgica constrói ilha para central eólica



A Bélgica prepara-se para construir uma ilha em forma de donut no Mar do Norte, a 3 km da cidade costeira de Wenduine para capturar energia eólica.
Share:

Ir a pé ou de bicicleta para a escola estimula a atenção



As crianças que vão a pé ou de bicicleta para a escola revelam poder de concentração superior e esse efeito prolonga-se por toda a manhã, conclui o Mass Experiment 2012, projeto que envolveu cerca de 20 mil alunos. Via The Atlantic Cities.
Share:

Reflexão - por que motivo os media preferem o crime ao ambiente?

Os grandes media de referência norte-americanos favorecem os temas relacionados com o crime e relegam os temas ambientais para plano muito secundário, revela um relatório do Project for Improved Environmental Coverage. A cobertura de questões ambientais representou apenas 1,2% dos títulos de 30 organizações nacionais e locais entre janeiro de 2011 e maio de 2012. Isto contradiz a sede de notícias sobre temas ambientais registada por uma sondagem segundo a qual cerca de 80% dos americanos afirmam desejar uma melhor cobertura desses temas. Via Earth Island Journal.
Share:

Bico calado

  • O Ministerio de Industria, Energía y Turismo de Espanha bloqueou o pagamento de 111 milhões de euros de subsídio ao carbono correspondentes ao exercício de 2012 devido ao desaparecimento de 200 mil toneladas de mineral do Almacén Estratégico Temporal del Carbón. La Informacion.
  • Papa Silva I, por Kaos.
  • Menu do parlamento português.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue