Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

sábado, 30 de junho de 2012

Almargem queixa-se contra projeto na Praia Grande


Perto de uma enorme central a carvão e da refinaria da Esso, em Nanticoke, Ontario, o cidadão que plantou este cartaz quer mostrar que está contra um parque eólico de 58 turbinas previsto para estar operacional no final de 2013. Prefere o carvão que talvez dê emprego a ele ou a algum familiar, à melhor qualidade do ar na sua região. Lamentável.
  • Mais de 30 pessoas foram observadas no Hospital da Figueira da Foz devido à fuga de amoníaco num centro de abate de frangos em Marinha das Ondas. Lusa/RTP.
  • A Almargem apresentou queixa contra o Estado português à Comissão Europeia devido às ameaças ecológicas à zona dos Salgados, Algarve, após aprovação de um projeto turístico para a Praia Grande. Lusa/RTP.
  • Manifestantes contra a barragem de Belo Monte foram reprimidos pela polícia, que se deslocava em veículos com adesivos da empresa Norte Energia. Uma religiosa de 73 anos, um padre de 65, uma professora de 62, um jornalista e um pescador foram alguns dos detidos. OngCEA.

Share:

Mão pesada

O prefeito de Palmas foi condenado a um ano de prisão e multa de R$ 25 mil por destruição de vegetação nativa, impermeabilização do solo e tentativa de construção de praia artificial na margem de um lago. JB.
Share:

Bico calado

Os bancos ocidentais ganham milhões com a cocaína colombiana, por Ed Vulliamy. Resistir.
Share:

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Alto e pára a barragem, diz a UNESCO.

Por ocasião do 20º aniversário da Rede Natura 2000 e do programa LIFE, a SPEA organizou uma bandeira humana na Ilha do Corvo. O evento,  que foi apoiado pela Escola Mouzinho da Silveira e pelo Parque Natural de Ilha do Corvo, contou com a participação voluntária de cerca de 20 corvinos que desenharam um logotipo do programa LIFE com cerca de 20 metros de diâmetro que se transformou depois no número 20.
  • Qual o mais esperto, o cão ou o caranguejo? Youtube (1:50)
  • O Comité do Património Mundial da UNESCO pediu a Portugal para abrandar significativamente a construção da barragem de Foz Tua até à realização de um estudo sobre os impactos da hidroeléctrica no Alto Douro Vinhateiro. Lusa/Público.
  • A câmara de Almodôvar é uma das que não sabe ou não quer poupar dinheiro na fatura da água. É o que se depreende das lamentações de um leitor citado pelo Má Despesa Pública.
  • O governo francês está a ser acusado de se curvar perante o capital e o lóbi da energia na sequência da demissão da ministra do Ambiente que mandara suspender a extração de petróleo ao largo da costa da Guiana Francesa. EurActiv.
Share:

Mão pesada

A Larner Pallets foi multada em 6 mil libras por ausência de controlo de poeiras que incomodavam a vizinhança. DCS.
Share:

Verdes anos

“A 19 de setembro de 1836, Passos Manuel, então ministro do Reino, aboliu as corridas de touros, por as considerar ‘um divertimento bárbaro e impróprio de nações civilizadas’. Contudo, a medida só vigorou durante nove meses, sendorevogada pelas Cortes a 27 de junho de 1837.” Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p236.
Share:

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Ambiente chumba eólica de Montejunto

Ponte de Valença-Tui – 125 anos a unir pessoas.
  • Já começou a contagem para atualização do Atlas do Priolo. A operação decorre até sábado, 30 de junho, na Zona de Proteção Especial do Pico da Vara/Ribeira do Guilherme, em S. Miguel. Rádio Atlântida.
  • O parque eólico do Cercal, na Paisagem Protegida da serra de Montejunto, acabou por ser chumbado pelo secretário de Estado do Ambiente. Pedro Afonso de Paulo considera que o projecto acarreta impactos negativos muito significativos,  não minimizáveis, sobre o território nos domínios geológico, paisagístico e patrimonial, e tem potenciais impactos significativos sobre os valores ecológicos.  Público.
  • O Governo de Espanha pondera fechar comportas do Rio Tejo após ter declarado o estado de emergência por causa da seca grave. RTP.
  • As praias de Carreño, nas Astúrias, foram encerradas após contaminação por combustível proveniente da central térmica de Aboño. EFE Verde.
  • A ideia de extrair potássio para fertilizante na zona dos Moors, a norte de York e entre as famosas instâncias turísticas de Whitby e Scarborough está a provocar grande polémica. The Independent.
Share:

Verdes anos

“Ser deputado é como ter uma doença mortal – temos quatro anos de vida. Há algumas pessoas que, enquanto aqui estão, gastam os quatro anos a fazer jogos internos dentro do partido para ficar cá mais quatro; eu encaro isto como ‘tenho quatro anos e vou fazer o mais que posso com eles, como se fosse uma oportunidade única’, em vez de estar preocupado em prolongar a minha esperança de vida por mais quatro” Luis Carloto Marques eleito do Partido da Terra por Setúbal, citado por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p227.
Share:

Bico calado

Share:

terça-feira, 26 de junho de 2012

Ovar privatiza água?



Share:

Verdes anos

“A primeira maioria absoluta de Cavaco Silva foi muito negativa para os outros partidos. Não havia espaço para a discussão de modelos de sociedade. O modelo era o progresso, as autoestradas e até havia ataques à Reserva Ecológica Nacional e à Reserva Agrícola Nacional. E a alternativa ecológica deixou de ter o apoio de muita gente que se dizia do PPM”, Gonçalo Ribeiro Teles, citado por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p207.
Share:

Bico calado

  • “O nosso povo está cansado de ser enganado, cansado deste circo” Padre José Luís Rodrigues, citado pelo Público.
  • O Oliveirense venceu a Taça de Portugal. Mereceu, do Público15 míseras linhas, numa estreita coluna envergonhada de uma página par, junto da dobra...
  • O Grande Complot PS-PSD, por Xatooa propósito da crónica de Manuel António Pina E não se pode exterminá-los?
  • Caso BPN: o que esconde Cavaco? Youtube (4:00)
Share:

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Cordão humano pela sustentabilidade nas pescas


  • Plantação de endémicas (azevinho, louro, urze e uva da serra) no Planalto dos Graminhais, S. Miguel.
  • Um cordão humano em forma de peixe surgiu no sábado em frente ao Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa. Promovida pela OCEAN2012, a iniciativa pede às entidades políticas europeias para acabarem com a sobrepesca ou a pesca acabará. Público.
  • Melro negro a tomar banho. Youtube (2:00)
Share:

Reflexão

Se muitos mais líderes pensassem e falassem como José Mujica, presidente do Uruguai, este mundo estaria muito melhor. Em termos ambientais e não só.
Share:

Mão pesada

  • Três indivíduos foram detidos em León, acusados de despejar mais de 3 mil toneladas de resíduos numa quinta em Onzonilla. La Informacion.
  • Três indivíduos foram detidos em Londres por fraudes cometidas e que terão lesado as finanças do país e do erário europeu em muitos milhões. Aproveitando furo na lei que regulamenta o negócio do carbono, as empresas associadas aos criminosos compravam certificados de carbono num país europeu, isentos de IVA, e vendiam-nos no Reino Unido aplicando-lhes 15% de IVA, retendo o IVA para si. A maior parte do IVA roubado acabava no Dubai. The Independent.
Share:

Bico calado

  • Convidada do programa da SIC Notícias Frente-a-frente com Teresa Caeiro, Helena Roseta  diz que o relatório da ERC que ilibou Miguel Relvas é cobarde e conta uma história que envolve a Ordem dos Arquitetos, o então secretário de Estado Miguel Relvas e uma empresa de Pedro Passos Coelho.
  • Subornos sem subornados? por Kaos.
  • Podem dizer-nos que nunca chover no Funchal, mas a coisa pública anda preta por lá. No aeroporto do Funchal, o Coelho protesta à chegada do Jardim, ausente por 11 dias em férias secretas, e chama-lhe o que lhe apeteceE o PND oferece máquina de lavar ao representante da República na Madeira para, diz ela, o ajudar. 
  • “A partidarização de organismos como a ERC ou o Tribunal Constitucional retira-lhes qualquer credibilidade e fere de morte a independência com que deveriam exercer as suas funções, tornando-os inúteis. Perguntarão justificadamente os contribuintes: ‘E não se pode exterminá-los? Não. Porque quem poderia exterminá-los seriam o PSD e o PS. Manuel António Pina in E não se pode exterminá-los?”, JN 22jun2012.
  • Burro e mentiroso? por Kaos.
  • “Estou de acordo com esse militante socialista, quando diz que pior que ter feito uma reunião apenas com um único ponto da Ordem do Dia, é o facto de 95 por cento dos deputados apenas vão à assembleia buscar os 75 euros. Passam quatro, oito ou doze anos sem fazerem uma única intervenção, concretamente os senhores presidentes de Junta de Freguesia.” Fernando Beça Moreira in Assembleia Municipal de Penafiel II, Do Alto do Sameiro.
Share:

sábado, 23 de junho de 2012

Abate de choupos contestado


  • Biólogas contestam abate de choupos no Alboi, Aveiro. Lamentam mais este abate indiscriminado de árvores, desastroso para as aves que nidificam nesta altura do ano. 
  • Página interessante sobre observação de aves nos Açores.
  • Neste momento há cheias em algumas zonas de Inglaterra. Já há dias que havia alertas de cheias. Vale a pena ver este video (12:29) de prevenção de cheias, feito no País de Gales.
  • Este gráfico da Associated Press é eloquente na maneira como mostra os efeitos das alterações climáticas em alguns rios e lagos africanos.
  • O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, pediu apoio internacional para salvar o lago Chade, que beneficia 30 milhões de pessoas em quatro países e está ameaçado de secar.
  • Os tigres e rinocerontes do Nepal vão ser defendidos dos caçadores furtivos por drones equipados com câmaras e GPS operados por técnicos da WWF. Terra.
  • A apropriação de terra e de recursos em nome dos biocombustíveis, de esquemas de comércio de emissões, de projetos de conservação e de ecoturismo está a expulsar as pessoas das suas terras e a aumentar a pobreza, confirma nova pesquisa baseada em 17 casos internacionaisVia Terra.
  • A mineradora  britânica Ncondezi Coal vai construir uma central térmica no seu projeto de exploração de carvão mineral que está a extrair em Tete, Moçambique. O País.
  • Milhões e milhões de fluidos industriais e substâncias tóxicas têm sido injetadas nas profundidades do solo norte-americano, provocando fugas para a superfície e contaminando extensos aquíferos na Califórnia, em Ohklahoma, na louisiana, na Florida. The Raw Story.
  • O Futuro que Queremos, texo final, integralNotas de Wenonah Hauter, diretor do Food & Water Watch e do Food & Water Europe acerca deste documento: (1) os privados saíram a ganhar - o próprio texto final refere-se 20 vezes a eles e apenas 11 vezes ao setor público; (2) As grandes marcas e empresas dominaram a conferência  e fizeram questão de o evidenciar colocando os seus logotipos em todo o lado; (3) os grandes países continuam a não estar empenhados em resolver os problemas ambientais - os seus representantes sublinharam  várias vezes que que as conclusões da cimeira não tinham poder vinculativo; (4) propostas para acabar com os subsídios aos combustíveis fósseis, para aplicar taxas sobre transações financeiras para irradicar a fome foram retiradas; (5) a cimeira foi, de facto, um puro  exercício de relações públicas.
Share:

Anos verdes

“A comunicação social não anda connosco ao colo, pelo contrário. A muitos basta-lhes anunciar que vão fazer e aparece nas notícias como se já tivesse feito; nõs podemos fazer tudo e mesmo assim não parece. Além disso, é recorrente os grandes partidos chumbarem os nossos projetos e, a seguir, apresentarem projetos muito parecidos. Isso é desgastante para um pequeno partido”. Manuela Cunha, citada por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p190.
Share:

Mão pesada

A South West Water foi multada em 18.820 libras por responsabilidades em derrame de esgotos ocorrido em agosto de 2011 no rio Menalhyl River, perto de St Columb, na Cornualha.
Share:

Bico calado

  • A Associação Portuguesa do Direito do Consumo vai fechar as portas. Youtube (6:02)
  • Publicado o último artigo sobre o vírus da gripe das aves modificado em laboratório, lê-se no PúblicoSó as eminências pardas dos grandes laboratórios poderão faturar milhões com antítodos atempadamente disponibilidados. Através, claro, das estratégias do costume, aquelas que já vimos nos filmes da gripe das aves e da gripe A.
  • "O caso Wulff mostra-nos que, ao contrário da mensagem que os alemães nos vendem, também há má política na impoluta Alemanha. Mas mostra mais: na Alemanha há instituições (poder judicial, comunicação social) que funcionam, apoiadas numa sociedade que não perdoa a falta de transparência. Olhando para a reacção geral perante o caso Miguel Relvas – ou o caso do roubo dos gravadores pelo deputado socialista Ricardo Rodrigues –, percebemos que o fosso que separa Portugal da Alemanha está longe de ser apenas económico. Wulff, em Portugal, terminaria o mandato." Bruno Faria Lopes, in Como a Alemanha lidou com o seu caso Miguel Relvas, ionline 22jun2012.
Share:

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Quem tem medo da BioRia?


  • O percurso do BioRia das Ribeiras de Pardilhó tem sido alvo de atos de vandalismo, com furto de painéis informativos e bancos de descanso, lamenta a câmara de Estarreja. A autarquia solicitou à GNR de Avanca o reforço da vigilância e patrulhamento da zona e apela para que as pessoas que testemunhem atos deste género avisem de imediato as autoridades policiais. CM.
  • O tratamento insuficiente das águas residuais de 77 zonas urbanas e a poluição da água na Ria Formosa podem levar Portugal a tribunal europeu. Público.
  • Domingo, 24 junho, Peniche - Sardinhada e Cordão Humano em forma de Peixe - Pelo fim da Sobrepesca. PONG-Pesca.
  • Um derrame de pesticida continua a afetar mais de 10 km de entensão do rio Colne e os seus efeitos deverão atingir Colchester amanhã. Trata-se de um dos maiores derrames ocorridos nos últimos 15 anos em Essex. Equipas do ministério do Ambiente já conseguiram recuperar 6 mil peixes vivos, lamentando-se a morte de 4 mil, no mínimo.
  • O parlamento húngaro aprovou, por unanimidade, legislação que restringe o cultivo e comércio de transgénicos no país. All About Feed.
  • Quase ninguém sabe o que os governos estão a decidir na Rio+20, escreve Ricardo Garcia, do Rio de Janeiro para o PúblicoPois claro, não convém. Vai ser um falhanço total, um desperdício de tempo e energias de 20 anos, já dizem organizações como a Greenpeace e a WWFDaniela Chiaretti, citada pelo EcoDebateadmite: “A Rio+20 só não é um fracasso porque a expectativa em torno dos resultados da conferência sempre foram muito baixos". Afinal, fica tudo adiado para 2015. Dá a impressão de que a cimeira não passou de um enorme circo com uma pegada ecológica gigante e desastrosa.
Share:

Reflexão

“É imperioso recomeçar a discutir a questão da sustentabilidade, pôr em causa o mito do crescimento infinito e a ideia da inesgotável disponibilidade da natureza, assumir que os crescentes custos socioambientais do capitalismo não são superáveis com imaginárias economias verdes, defender que a prosperidade e a felicidade da sociedade dependem menos do crescimento do que da justiça social e da racionalidade ambiental, ter a coragem de afirmar que a luta pela redução da pobreza é uma burla para disfarçar a luta que não se quer travar contra a concentração da riqueza.” Boaventura Sousa Santos in Sexta carta às esquerdas, Visão 31mai2012.
Share:

Bico calado

  • As obras de modernização da escola secundária Passos Manuel, em Lisboa, geridas pela empresa pública Parque Escolar, custaram mais 46,5% do que estava inicialmente previsto, devido sobretudo a uma série de trabalhos a mais entregues à Mota-Engil, diz o PúblicoPor isso as reportagens de dois canais de televisão acerca das reações dos alunos aos exames nacionais tiveram como pano de fundo esta mesma escola. Que raio de coincidências...
  • Bankster, por Paulo Morais, in CM.
  • O banco das reformas, por Paulo Morais, in CM.
  • A insustentável leveza deontológica, por Paulo Granado in Ponto Media.
  • Cenas destas só dão força à populaça que se baba quando fala mal dos professores.
  • Este título do Diário Online deve ser para ser lido e compreeendido por estrangeiros, penso eu de que...
  • Já não há paciência, por Kaos.
Share:

quinta-feira, 21 de junho de 2012

A Maior Flor do Mundo em exame


A obra de Saramago A Maior Flor do Mundo foi incluída na prova nacional do 6º ano de Português.
  • Teófilo Braga, Presidente da Associação Amigos dos Açores, demitiu-se do Conselho Eco Escolas da Escola Secundária das Laranjeiras por não querer pactuar com a atual política do governo regional dos Açores e da Associação dos Municípios da Ilha de S. Miguel que, segundo ele, dá primazia à incineração - quanto mais lixo melhor - e que envia para o caixote do lixo a chamada política dos 3 Rs que os professores e educadores transmitem às crianças. CA.
  • A Quercus interpôs uma providência cautelar para anular a Declaração de Impacto Ambiental favorável à barragem das Veiguinhas, por estar prevista para uma zona do Parque Natural de Montesinho. Público.
  • A reserva hidráulica do rio Douro está a 62% da sua capacidade total, informa o ministério do Ambiente de Espanha. La Informacion.
  • O rio Tejo apareceu com muita espuma e milhares de peixes mortos junto da ponte de Azarquiel, certamente por Madrid não estar a tratar devidamente os seus efluentes, denuncia a Plataforma en Defensa del río Tajo de Toledo.  La Informacion.
  • Uma maré de algas obrigou a reduzir a potência da central nuclear de Ascó, em Tarragona, diz o El País.
  • Bruxelas decidiu suspender lei que obrigava os pescadores europeus a desfazerem-se do peixe morto capturado por acidente. Os ambientalistas consideram errada a decisão porque não promove a conservação das espécies e dos oceanos e antevêem nova fase de capturas excessivas e redução drástica dos estoques, por exemplo,  do bacalhau e do atum. Alertam ainda para o efeito perverso desta medida porque, garantem, vai fomentar a subsidiodependência. BBC.
  • Os holandeses revelam ter desenvolvido uma nova tecnologia de tratamento de efluentes mais eficaz e mais barata. Chama-se Nereda e foi desenvolvida pela Delft University of Technology.
  • A Greenpeace acaba de declarar guerra ao fluxo de capital que subsidia negócios ligados ao petróleo, ao carvão e ao gás e que estão a destruir o Ambiente. Citado pelo Guardian, Kumi Naidoo garante que, após longo e profundo estudo do atual sistema financeiro, a Greenpeace está em condições para denunciar bancos e fundos de pensões envolvidos em operações financeiras implicadas na destruição do Ambiente.

Share:

Reflexão

A redução da iluminação pública para contenção de custos começou nos Açores. Em novembro de 2011, a Povoação reduziu-a em 50%, tendo Nuno Costa, porta-voz do Comando Regional da PSP, declarado que a medida não provocara aumento da criminalidade e da insegurança. Rádio Nordeste.
Entretanto, a Lagoa também já começou a aplicar a medida. Aparentemente, as pessoas terão sido apanhadas desprevenidas por alegada falta de informação. Queixam-se de que há algumas ruas sem qualquer tipo de iluminação depois do jantar. Ironicamente, uma pizaria, no Rosário, situada num cruzamento bastante iluminado, já foi assaltada 3 vezes. 
Não havia, por isso, argumentos fortes para o Açoriano Oriental ter publicado, na terça-feira, 19 de junho, uma capa que, no mínimo, pode ser considerada tendenciosa, para não dizer miserável. Reparem na associação estabelecida entre os títulos da notícia Cortes na iluminação causam receio e Porque se mata nos Açores e a imagem de uma pistola e pingos de sangue logo abaixo. Não é inocente, nem ingénua. O objetivo foi reproduzir o medo. Lamentável no jornal português mais antigo.
Share:

Mão pesada

Share:

Bico calado

Vale a pena ver Proposta mal cheirosa, um cartoon do Kaosa propósito desta notícia do Público.
Share:

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Dois por semana - até quando?


  • Uma antiga linha de combóios de mercadorias acaba de ser convertida numa ciclovia. No centro de Copenhagen.
  • O governador do Vermont acaba de assinar lei que proíbe naquele estado a tecnologia da fraturação hidráulica para extrair gás natural. UPI.
  • Dois ativistas ambientais foram mortos por semana em 2011, revela relatório da Global Witness publicado ontem, 19 de junho. O número diz respeito a pessoas envolvidas em campanhas de defesa de florestas, rios e terras, incluindo ativistas ambientais, jornalistas e líderes comunitários. Entre 2002 e 2011, o Brasil lidera o número de mortos (365), seguido pelo Peru (123) , pela Colômbia (70), pelas Filipinas (50), pela Tailândia (20), pelo México e Honduras (10),  pelo Cambodja (9) e pelo Bangladesh (7).

Share:

Reflexão

“O verde vende (...)  A chamada economia verde não tem nada de verde, a não ser os dólares que os que a promovem esperam ganhar. (...) Ora a economia verde é precisamente o tema central da cimeira das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20. (...) Vinte anos depois da cimeira da Terra, em 1992, querem-nos vender o conceito de economia verde como saída para a crise económica e ecológica. Grande mentira. O objetivo da  economia verde é promover negócio com a natureza e a vida, é fomentar a neocolonização dos recursos naturais, aqueles que ainda não estão privatizados, e tentar transformá-los em mercadorias de compra e venda.  Os seus promotores são precisamente aqueles que nos conduziram à situação de crise em que nos encontramos: as grandes multinacionais, com o apoio ativo de governos e instituições internacionais. As prinicipais empresas que promovem a economia verde são as mesmas que monopolizam o mercado da energia (Exxon, BP, Chevron, Shell, Total), da agro-indústria (Unilever, Cargill, DuPont, Monsanto, Procter&Gamble), das farmacêuticas (Roche, Merck), da química (Dow, DuPont, BASF).” Esther Vivas  in Quando a economia e o capitalismo se pintam de verde, Público.
Share:

terça-feira, 19 de junho de 2012

Quem tem medo da horta de Denise?


Desempregada e doente, Denise Morrison cultivava no seu quintal o que precisava para se alimentar e tratar a sua artrite e a sua diabetes. A câmara mandou cortar tudo o que tivesse mais de meio metro de altura, limoreiro, macieira, nogueira e não só... Aconteceu em Tulsa, no Oklahoma.
Share:

Portugal é 5º no consumo de energia produzida pelas renováveis

  • Portugal é o quinto país entre 27 com maior participação das fontes renováveis no total de energia consumida, lê-se na RTP.
  • Os pescadores que participaram na limpeza do derrame do petroleiro Prestige ocorrido em novembro de 2002 sofreram problemas respiratórios durante cinco anos após o acidente, revela um estudo do Centro de Investigación en Epidemiología Ambiental (Creal).
  • Um derrame de hidrocarburetos ocorreu na baía de Algeciras durante uma operação de reabastecimento, tendo contaminado a praia adjacente, informam os Ecologiastas en Acción.
  • A Syngenta pode ser processada e condenada por ter escondido as conclusões do seu próprio estudo e que revelavam que houve vacas que morreram depois de terem ingerido milho transgénico Bt 176 manipulado pela própria Syngenta, lê-se no QWMagazine.
  • A Monsanto está mais perto de perder o direito que julga ter sobre a patente da sua soja transgénica, após o supremo Tribunal de Justiça do Brasil ter considerado aquela pretensão ilegal, corroborando idêntica decisão anterior do Tribunal de Justiça de Rio Grande do Sul, na sequência de ação interposta por milhões de agricultores brasileiros.
Share:

Reflexão

Mitos e verdades acerca dos transgénicos, segundo relatório da Earth Open Source. (Sumário - tradução minha):

Os promotores dizem que os transgénicos
- são uma extensão natural dos orgânicos e por isso não representam perigos
- são seguros e mais nutritivos
- a sua segurança é controlada
- a sua produção é maior
- exigem menos pesticidas
- aumentam os lucros dos agricultores
- beneficiam o ambiente
- podem resolver problemas causados pelas alterações climáticas
- ajudarão a matar a fome

Porém, há cada vez mais dados científicas que provam o contrário, nomeadamente que os transgénicos
- são produtos de laboratório conseguidos com tecnologia totalmente diferente dos métodos naturais
- podem ser tóxicos, alergénicos e menos nutritivos
- a sua segurança não é adequadamente controlada
- não aumentam a sua produção
- exigem mais pesticidas
- criam graves problemas aos agricultores, por exemplo o aparecimento das super ervas daninhas resistentes a herbicidas, comprometem a qualidade do solo e aumentam a resistência das colheiras às doenças
- produzem efeitos económicos contraditórios

Share:

Verdes anos

“Era um trabalho de reconstrução completamente artesanal. Começávamos por pegar nos jornais regionais – porque a imprensa nacional não ligava patavina às questões do ambiente – e víamos que problemas afetavam as populações. Em seguida, por telefone, entrávamos em contato com as pessoas referidas nas notícias, íamos ao local e desencadeávamos um processo de atividade parlamentar e de tentativa de organização de um núcleo ou de uma rede de contatos. Ao fim de um tempo, tínhamos lá um conjunto de gente que nos dava informação. Depois deste trabalho de persistência, as pessoas começaram a vir até nós naturalmente, Maria Cunha, citada por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – pp185-186.
Share:

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Bath salva sapos

  • Um cordão humano contra a extração de petróleo ao largo das Canárias foi realizado na praia de Barceloneta, perto de Barcelona. La Informacion.
  • Três mil sapos foram salvos no âmbito de um projeto que, em Bath, evitou a sua morte ao atravessarem estradas durante o período de acasalamento.
  • Centenas de didadãos protestaram, junto da residência do primeiro ministro Yoshihiko Noda, contra a intenção de o governo retomar a produção de energia nuclear na central de Ohi. Reuters.
  • Jakarta vai plantar 10 mil árvores ainda durante este ano. Objetivo: compensar o abate de árvores exigido pela construção de dois viadutos. Mas o que se pode dar com uma mão também se pode tirar com a outra. O pavilhão da Indonésia na cimeira Rio+20 foi patrocinado pela Freeport e pela Sinar, duas empresas criticadas por danos causados ao Ambiente e por violações de direitos humanos. Para não falar de o 422 mil hectares dos manguezais do país terem sido convertidos em monocultura para produção de óleo de palma para combustíveis.
  • A WWF processou Wilfried Huismann por incluir no seu livro Schwarzbuch WWF 13 mentiras e por acusar a fundação de receber fundos de empresas poluidoras e ligadas a ditaduras. Wilfried Huismann é um jornalista de investigação, autor do polémico documentário vencedor de 3 prémios The Silence of the Pandas. Os 4 segmentos do documentário, durante algum tempo disponibilizados no Youtube, foram, entretanto, retirados.
Share:

Reflexão

“Qual a melhor demonstração de respeito por um país? Vestir-se de verde e amarelo e se enrolar em uma bandeira enquanto canta o hino nacional em prantos? Contar mentiras sobre a realidade para fazer bonito lá fora?  Ou apontar o dedo na ferida quando necessário? Ama a si mesmo, por outro lado, os que se escondem do debate, usando como argumento um suposto ‘interesse nacional’ – do petróleo (EUA) ao etanol (Brasil) – que, na verdade, trata-se de ‘interesse pessoal’. Se questionado, corre para trás da trincheira do patriotismo. Que, como disse uma vez o escritor inglês Samuel Johnson: é o último refúgio de um canalha’”. Sakamoto in E quando jornalistas são cobrados por patriotismo na Rio+20?
Share:

Verdes anos

“’No Regimento diz que os deputados têm o direito de protestar e, como a conferência de líderes não me dava tempo para faalr, todos os dias eu usava os subterfúgios legais que estavam ao meu alcance para me fazer ouvir, o que era cansativo, pois não faz parte do meu feitio,’ afirmou em entrevista o deputado (António Gonzalez) que, entre outras ações, se fez susbstituir na Assembleia por uma pomba branca numa gaiola, em protesto pela visita de Ronald Reagan, acusado pel?Os Verdes de querer aprisionar a paz; distribuiu flores a todas as mulheres presentes no hemiciclo num Dia Internacional da Mulher; e coloccou uma mordaça de pano na boca no início do debate parlamentar sobre a adesão de Portugal à CEE, por não lhe ter sido atribuído tempo de intervenção.” Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p169.
Share:

Bico calado

  • A Assembleia Municipal de Penafiel, lidererada por Lobo Xavier, queimou 5 mil euros numa reunião cujo único ponto da ordem de trabalhos era a informação do presidente da câmara, denuncia Fernando Beça Moreira em Do Alto do Sameiro.
  • O feeismo, por Peixe Aranha.
Share:

sábado, 16 de junho de 2012

Voluntários limpam rio Leça em Alfena


  • Voluntários ajudam a limpar Rio Leça em Alfena. A iniciativa é da junta de freguesia e decorre até ao final de julho, todos os sábados de manhã. Verdadeiro Olhar.
  • A Junta de Castilla e Léon encerrou o Centro de Investigación Forestal de Valonsadero. La InformacionJá o Canadá tinha anunciado a eliminação do seu programa de combate à poluição marinha... Lamentável!
  • A eólica Walney Wind, ao largo da costa de Cumbria, é a maior do mundo a funcionar. As suas 102 turbinas têm uma capacidade de 367.2 MW. EDIE.
  • Centenas de índios, agricultores, pescadores e ativistas ocuparam a zona onde se constrói a barragem de Belo Monte. Objetivo: alertar a Cimeira Rio+20 para os impactos da obra sobre o Ambiente.  La Informacion.

Share:

Mão pesada

  • Um sucateiro de Esmoriz foi detido por suspeita de receptação de material furtado. CM.
  • A American Seafoods Company LLC e a Pacific Longline Company LLC,baseadas em Seattle, foram multadas em 700 mil dólares por importação ilegal de R22, um refrigerante utilizado em contentores para transporte de comida. As empresas estão agora obrigadas a investir entre 9 e 15 milhões de dólares em equipamento de refrigeração que não danifique a camada de ozono. EPA.
Share:

Bico calado

  • A câmara de Lisboa tirou o terreno que dera ao Benfica há 15 anos, por em vão ter esperado pela apresentação do projeto de construção de um complexo de piscinas. JN.
  • As palavras do bispo, por Baptista Bastos in DN 13jun2012.
  • A trapeira do Job, por José António Barreiros.
  • As vendas de armas ao estrangeiro pelos Estados Unidos atingiram o valor recorde de 50 mil milhões de dólares em 2012, graças aos mercados saudita e japonês, revela a AFP, citada pelo JN.
  • O financeiro norte-americano Allen Stanford foi condenado a 110 anos de prisão por uma burla de 7 mil milhões de dólares. JNegócios.
Share:

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Jovens limpam costa do Corvo


  • Grupo de jovens integrados em projeto do Parque Natural da Ilha do Corvo e do Clube da Ciência, limparam parte do trilho de costa. Bem hajam. Um excelente exemplo a seguir.
  • Ci Yin Oliveira, de 11 anos, intervém em reunião de conselho da California Board of Forestry e da Sierra Pacific Industries para denunciar e lamentar o seu apoio ao abate massivo de floresta na Califórnia e à consequente eliminação de vida selvagem e ao aumento da erosão. Youtube (2:42)
  • Várias comunidades norte-americanas têm protestado contra a pulverização aérea para eliminar o virus do oeste do Nilo, alegando que pulverizar esse mosquito na sua fase adulta não só é ineficaz como é mau para a saúde das pessoas expostas à pulverização e cujos sintomas de asma são agravados, para não falar no aumento de casos dermatológicos, endócrinos e cancerígenos. Beyond Pesticides.
  • Mais de 90% das fontes de água na faixa de Gaza estão contaminadas com fertilizantes e dejetos humanos, alertam a Save the Children e a Medical Aid for Palestinians. La Informacion.
  • A atriz neozelandesa Lucy Lawless participou numa ação de protesto organizada pela Greenpeace contra a extração de petróleo, por parte da Shell, no Ártico. AP/Huffington Post.
Share:

Verdes anos

“Creio que, no fundo, a falta de condições na Assembleia da República era uma forma de os outros partidos me obrigarem a recorrer às salas do pCP sempre que tinha que telefonar, de fazer uma fotocópia, etc, para continuarem a colar a imagem.” António Gonzalez ,deputado do MEP-PV, citado por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p168.
Share:

Bico calado

  • Crise prejudica tratamento de doentes com cancro, diz a RTP, citando relatório do Observatório Português dos Sistemas de Saúde. Logo a seguir, a mesma RTP diz: Mais de 40 doentes com cancro tratados semanalmente na Fundação Champalimaud. Á primeira vista, e provavelmente, de forma precipitada, podemos ser levados a concluir que, apesar da crise que tem travado o tratamento de doentes em hospitais públicos, o privado vai tendo sucesso. Talvez por isso, o Ministério da Saúde, citado pela RTP, já tenha criticado o relatório do Observatório Português dos Sistemas de Saúde.
  • Mentir ao serviço do poder, por Kaos.
  • “O tempo em que os jornais contavam parece agora tão distante como o das fábulas. Não sei se o leitor se lembra: um jornal dava uma notícia que embaraçava um membro do Governo e este, movido por vergonha própria ou pressão alheia, demitia-se. Hoje, há pouca pressão e ainda menos vergonha. Aquilo que vem nos jornais já não demite ministros.” Ricardo Araújo Pereira na Visão de 13jun2012.
  • Como somos poucos e pequeninos e queremos dar-nos bem com todos, - inclusive agentes, relações públicas, intermediários e quejandos -, dizemos que os estrangeiros é que chumbaram o melhor do mundo. Porque cá dentro, cá para dentro, enquanto pingar algum dos agentes, relações públicas, intermediários e quejandos, continuaremos a dizer o melhor dele ou então a assobiar para o lado. 
  • Foi você que defendeu um bailout para salvar os bancos? Pois fique sabendo que há um saco de bancos, e não só, que, desde 2009, investiram 43 mil milhões de dólares em fábricas de bombas cluster. Tudo aqui, na Hall of Fame do relatório da IKV Pax Christi e FairFin.
Share:

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Parasita mata sardinhas nos mares de Portugal?


  • A presidente da Junta de Fregueisa de Segura, em Idanha-a-Nova, foi assassinada a tiro por um construtor civil. Um dos motivos terão sido as queixas da autarca contra o construtor, que despejava entulhos na via pública. 
  • Criar uma Agência Mundial da Água em Lisboa é uma das quatro recomendações que serão levadas à conferência Rio+20 pelo Fórum Mundial Lisboa 21. PúblicoMais um lobby para acelerar a privatização da água?
  • Mais de 12 mil hectares de terrenos agrícolas aguardam a decisão política do Governo de concluir o dique do Baixo Vouga Lagunar, para os proteger da invasão da água salgada. Público.
  • Um parasita anda a matar as sardinhas nos mares de Portugal e Espanha, diz um estudo do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, do Porto. RTP. Todos os anos há uma espécie de parasita que faz desaparecer a sardinha do mercado e, consequentemente, faz despoletar o seu preço de venda ao público. 
  • A ministra da Agricultura da Alemanha, Ilse Aigner, continua a apoiar a tolerância zero contra a importação de alimentos transgénicos, contrariando a posição, embora minoritária, recentemente assumida por Bruxelas. iii.
  • A República Dominicana proibiu a captura de tartarugas durante 10 anos. Diário Ecologia.
  • Querem mais um exemplo de greenwashing? Depois de ter investido extensivamente em minas e centrais a carvão e de ter subsidiado fortemente a famigerada barragem das Três Gargantas, o banco HSBC vem agora anunciar um enorme pacote de apoio a projetos de água em vários países africanos. Para tal conta com a prestimosa colaboração de ONGs sonantes como a WWF, o Earthwatch e a WaterAid.

Share:

Reflexão

As forças armadas norte-americanas estão a esverdear-se, e as razões são estratégicas, têm a ver com a segurança nacional, diz Dan Nolan. “Oito presidentes já declararam que a dependência dos EUA em relação ao petróleo estrangeiro coloca o país em risco. Se não conseguimos defender a nação com os nossos próprios recursos, não somos mesmo capazes de a defender. Quem não limitar rigorosamente o consumo de petróleo ao da produção doméstica está tecnicamente a cometer traição”, afirma Bill James.  TruthOut.
Share:

Verdes anos

“Nas europeias de 1989, o MDP teve como cabeça-de-lista o mediático maestro António Vitorino d’Almeida, que chegou a discursas num comício dos verdes europeus na Praça da Concórdia, em Paris.” Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p145.
Share:

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Pode-se acender um fósforo na água que sai da torneira?


  • 11 escolas algarvias foram premiadas por terem conseguido reduzir o seu consumo de água. Esta é a segunda edição do projeto, desenvolvido este ano letivo pela Águas do Algarve em parceria com a Quercus, a Águas do Ribatejo e a Águas de Coimbra. Diário Online.
  • Quase metade de Portugal Continental está em seca extrema, diz a RTP.
  • A câmara de Alenquer aprovou aumentos de 1240% nas tarifas do lixo. JN.
  • Um derrame de combustível foi registado num oleoduto perto da refinaria de Priolo-Augusta-Melilli, em Siracusa. 
  • Pode-se acender um fósforo na água que sai da torneira? Sim, em casas de muitas localidades norte-americanas. Acontece quando a água foi contaminada devido à fraturação hidráulica, uma técnica polémica que está a ser utilizada para extrair gás natural. A água sai misturada com metano e assim você até pode acender um fósforo... (Youtube 3:01)
Share:

Verdes anos

"Há um retrocesso grande que me parece ser uma reação do governo ao próprio ambiente que se criou na sociedade, em que as pessoas estão preocupadas é com os seus empregos e salários e as questões ambientais passam para segundo plano. Entre criar um posto de trabalho e derrubar cem árvores ou poluir um bocado o rio... estasmos numa altura em que um emprego vale muito mais do que tudo o resto (...) o próprio ministro do Ambiente faz aquilo que o ministro da Economia e o primeiro-ministro dizem, pelo que, mesmo que se conseguisse influenciá-lo, de pouco valia" - Francisco Ferreira citado por Luís Humberto Teixeira, em Verdes Anos – história do ecologismo em Portugal, Esfera do Caos 2011 – p120.
Share:

Bico calado

“Há dinheiro para os ladrões do PPD, para os clubes de futebol e para o campo de golfe e não há dinheiro para pagar os bombeiros”. José Manuel Coelho, citado pelo DNotícias.
Share:

terça-feira, 12 de junho de 2012

Ruído de bares de Albufeira controlado em tempo real



  • Dez por cento dos habitantes de Viana do Castelo já estão a receber energia de um aerogerador instalado na cidade. RTP.
  • Em Penafiel, a requalificação urbana em curso vai promover o aumento substancial do consumo de iluminação pública, tal é o número de candeeiros implantados, denuncia Fernando Beça Moreina in Do Alto do Sameiro.
  • A Câmara Municipal de Vale de Cambra vai disponibilizar a famílias carenciadas mais de 1.000 metros quadrados de terreno para a criação de hortas. Púbico.
  • O ruído gerado pelos bares de Albufeira vai passar a ser controlado em tempo real, através de ligação on-line, pela GNR e pela Câmara. CM.
  • Há países a adquirir enormes extenções de terras em África. O principal objetivo não é aumentar a área dedicada a agricultura, mas aumentar o acesso à água. Por exemplo, a Arábia Saudita tem comprado milhões de hectares  não porque tenha falta de terrenos para a a sua agricultura, mas porque precisa de mais água, e é o que está a fazer na Etiópia. A indiana Karuturi Global faz o mesmo, e a inglesa Chayton Capital comprou terrenos na Zâmbia com o mesmo objetivo.  Grain.
Share:

Verdes anos

"Quanto ao GEOTA, embora tenha sido oficialmente fundado em 1986, tinha atividade desde 1981 como gabinete de estudos e de formação do Instituto Progresso Social e Democracia, estrutyura ligada ao PPD/PSD e financiada pela Federação de Partidos Liberais e Democratas na Europa.” Luís Humberto Teixeira, Verdes Anos – história do ecologismo emPortugal, Esfera do Caos 2011 – p104.
Share:

Mão pesada

A suiça Syngenta vai indemnizar em 105 milhões de dólares pessoas de 16 comunidades do Illinois, Indiana, Iowa, Kansas, Missouri e Ohio que tiveram que instalar filtros para poderem descontaminar a água contaminada pelo herbicida atrazine.
Share:

Bico calado

  • O democrata Rui Rio, por Kaos.
  • O número de soldados norte-americanos que morreram por suicídio desde o início de 2012 já ultrapassa o número de tropas mortas em combate na guerra do Afeganistão, confirmam números oficiais disponibilizados pelo Departamento da Defesa dos Estados Unidos citados pelo Público.
Share:

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Paisagem de Retenção Aquática de Tamera


  • A Paisagem de Retenção Aquática de Tamera foi finalista do Desafio Buckminster Fuller. Considerado como “O Mais Elevado Prémio de Design Socialmente Responsável” pela revista Metropolis, o Desafio consiste num programa anual, que decorre a nível internacional e que premeia com 100 mil dólares o vencedor, numa óptica de apoiar o desenvolvimento e implementação de uma solução que tenha um potencial significativo para resolver os problemas mais urgentes da humanidade. Se ganharem, usarão o dinheiro para construir terraços ao longo das margens do Vale Sul de Tamera, iniciando aí o processo de reflorestação e permacultura. Irão plantar e semear milhares de árvores de fruto e frutos secos, vegetais e ervas, no sentido de aí estabelecer florestas mistas e “paisagens comestíveis”. Outra parcela do dinheiro será utilizada na transferência de conhecimentos, especialmente na forma de bolsas de estudo no contexto do Campus Global, com vista a educar estudantes internacionais em Tamera, na construção de Paisagens de Retenção Aquáticas nos seus países de origem. Youtube (12.29)
  • Foi você que foi convidado a investir em créditos de carbono em troco de retornos de 10-15% ao ano? Pois fique sabendo que isso é treta, vigarice refinada. Só nos últimos 12 meses, 22 firmas entraram para a lista negra deste negócio, e há jornalistas que foram ameaçados se alertassem as pessoas para a negociata. The Guardian.
  • A Suécia pondera importar cerca de 2 milhões de toneladas de resíduos anualmente  para poder rentabilizar as suas incineradoras que já queimam mais de 6 milhões de toneladas por ano. Terra.

Share:

Mão pesada

  • Sete organizações conservacionistas norte-americanas processaram o ministério do Ambiente por pouco ou nada ter feito para regulamentar o uso do chumbo das munições de caça. A iniciativa é fruto de uma petição de cem grupos ambientalistas apresentado em março passado.  Terra.
  • A Perth Amboy, de New Jersey, foi condenada a pagar multa de 17 mil dólares  e a investir 5.4 milhões de dólares na reparação, atualização e expansão do sistema de esgotos. ENS.
Share:

Bico calado

A Irlanda vai precisar de 43 anos para ocupar as casas novas que se encontram vazias. The Independent.
Share:

domingo, 10 de junho de 2012

Para que serve uma barragem de madeira?


Foto: José Luis Rodriguez/2012 Wild Wonders
  • Centenas de ciclistas pedalaram nus no centro de Madrid no início da tarde de sábado, 9 de junho, em protesto contra a falta de condições para a circulação de bicicletas.
  • 200 mil automóveis foram proibidos de circular em Santiago do Chile após a capital chilena ter registado 10 dias de elevados níveis de poluição. Aconteceu sexta-feira, 8 de junho. El Observador.
  • Índios constroem barragem em rio do Mato Grosso em busca de peixes para ritual. 40 dias depois, a estrutura de madeira é destruída. Atualmente, o peixe capturado é pouco, devido à construção de hidroelétricas a montante. (GloboTV 10:39).
  • O que é a biodiversidade? que perigos enfrenta? video realizado por alunos da  Vancouver Film School. Youtube (2:42)

Share:

Mão pesada

Share:

Bico calado

  • "António Borges é o grilo falante daquele Pinóquio mentiroso que é o governo”, António Louçã, citado pelo Jornal de Negócios.
  • A ERC quer que o DN censure comentários sobre as ações e atitudes da EDP, REN e quejandos: “O Conselho Regulador recomenda ao Diário de Notícias a adoção de um sistema de validação de comentários eficaz e que, desse modo, se abstenha de publicar comentários que ultrapassem os limites consagrados à liberdade de expressão, adotando assim uma conduta que respeite os direitos fundamentais.” DN 23mai2012.
  • “A esquizofrenia alastrou, associada ao medo. O Governo diz e decreta, mesmo (ou sobretudo) que sejam decisões injustas e iníquas. A Justiça causa mal-estar. O que se faz, neste campo, é feito com a leviandade apontada pelo bastonário Marinho e Pinto. O seu estilo é criticado porque o País foi anestesiado: não há polémica, não há debate, não há controvérsia. Estamos em pleno domínio do pensamento único, e as vozes discordantes, dissentes, antagónicas, são tidas como "excessivas" ou "arrebatadas." Marinho e Pinto enfrenta não só a beligerância de adversários, como o ódio de numerosos e cavilosos interesses instalados. Numa sociedade como a nossa, quem sacuda a apatia e grite que o rei vai nu, é quase apontado à execração popular.”  Baptista Bastos in Que é isso de "democracia partilhada"?, JNegócios 8jun2012.
  • Há realizadores de Hollywood que submetem ao Pentágono guiões de filmes que querem realizar. O Pentágono analisa os guiões e faz uma de duas coisas: ou apoia os que favorecem a imagem das forças armadas norte-americanas, ou selecciona as cenas que considera negativas, contata o realizador e, se este estiver de acordo, as cenas negativas são manipuladas para serem causarem boa impressão no espectador. Tudo com contratos assinados!  Youtube (9:20) David Robb conta tudo no seu livro Operation Hollywood.
Share:

sábado, 9 de junho de 2012

Quinta da Rocha – 0, Ambiente 2



O Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé condenou os proprietários da Quinta da Rocha, na Ria de Alvor, à reposição completa dos habitats que tinham destruído. A Butwell Trading, Serviços e Investimentos SA, de Aprígio Santos, está ainda proibida de promover atividades nas zonas de habitats protegidos durante 10 anos. 
A destruição, especialmente em zona de sapal, foi detetada, denunciada e levada a tribunal em 2006 pela associação Rocha. Apesar de várias denúncias e da instauração de pelo menos nove processos de contra-ordenação, os proprietários da Quinta da Rocha continuaram a fazer trabalhos de lavra, gradagem e arranque de vegetação
Entretanto, em 2009, a Presidente da LPN, Alexandra Cunha, foi levada a tribunal por ter escrito e publicado, em novembro de 2007,  no Barlavento, este desabafo:  “Até quando vai, este senhor, continuar a fazer de todos nós, e em especial das entidades com responsabilidades na matéria, palhaços da comédia institucional em que se tornou a defesa do ambiente e a conservação da natureza no Algarve?” Posteriormente, em fevereiro de 2012, o Tribunal de Portimão condenou o empresário e presidente do Naval 1º de Maio a 2 anos de prisão com pena suspensa e multa de 150 mil euros por crimes ambientais e de desobediência.
Durante todo este tempo registou-se o apoio de outras ONGs como a Almargem, o Geota, a LPN, a Quercus e a SPEA, o testemunho permanente do ICNB, da CCDR-Algarve e do SEPNA da GNR e o suporte de vários departamentos científicos das universidades do Algarve, de Coimbra, dos Açores e de Cambridge, e do Jardim Botânico de Lisboa. Refira-se que a Quinta da Rocha tinha sido comprada por Aprígio Santos a Joe Berardo.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue