Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Não posso, diz a ministra

  • A ministra do Ambiente e da Agricultura Assunção Cristas autorizou o abate de mais de mil sobreiros no Tua, mesmo baseada em informações erradas cuja proveniência não refere. O sobreiro é árvore protegida, e a paisagem do Tua é património da Humanidade pela UNESCO. Assunção Cristas, entrevistada por Manuela Moura Guedes para o Correio da Manhã, diz que tem muita pena mas tem de respeitar compromissos assumidos sob pena de o Estado ser penalizado. Assunção Cristas diz também desconhecer que a sociedade de advogados onde trabalhou, - a  Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados -, tem como cliente a concessionária da barragem do Tua, a EDP. Assunção Cristas diz isto sem pestanejar, sem hesitar, sem qualquer sinal de surpreza perante a pergunta da jornalista. Video CM (13:07) Apenas algumas observações: a entrevistada não sabe ouvir; a sua argumentação é tão redonda que não tem ponta por onde se lhe pegar; as suas respostas são enroladoras, palavrosas, o seu conteúdo, espremido, é zero, a Moodly’s avaliá-las-ia como lixo; se não tem força nem poder para exercer o seu cargo, por que razão permanece nele?
  • A Ministra da Agricultura, Ambiente e Ordenamento do Território, Assunção Cristas, inaugurou um  lagar da espanhola INNOLIVA, no Monte do Carapetal, em Alvalade do Sado, Santiago do Cacém. O projeto foi comparticipado com dinheiro do PRODER. O azeite produzido no Alentejo é para exportação, com rótulos italianosEu quero aplaudir!
  • O Programa Nacional de Barragens: desastre económico, social e ambiental. Movimento Cidadania para o Desenvolvimento no Tâmega.
  • O Fórum Água é de todos, não à privatização, acaba de lançar a Iniciativa Legislativa de Cidadãos que visa propor na Assembleia da República uma Lei pela Protecção dos direitos individuais e comuns à água. São necessárias 35 mil assinaturas para que esta proposta seja votada na Assembleia da República, pelo que o trabalho de terreno é agora uma tarefa prioritária de todos e de cada um de nós. Pode ser aqui descarregado um ficheiro pdf da Iniciativa Legislativa, que depois de completo com assinaturas deve ser enviado para a sede da campanha, Rua D. Luís 1.º, n.º 20 F – 1249-126 Lisboa.
  • O movimento cívico contra a poluição em Sines vai pedir uma audiência à ministra do Ambiente, Assunção Cristas, para lhe transmitir as reivindicações da população em defesa da saúde pública: o fim das descargas de efluentes não tratados para o mar, com reaproveitamento da água em ciclo fechado,  a implementação de um sistema de monitorização regular da qualidade do aquífero municipal e a adoção de uma série de medidas que eliminem todo o tipo de descargas gasosas para a atmosfera. Lusa/GoogleSerá que Assunção Cristas vai dizer que não tem poder para resolver o problema devido a alegados compromissos anteriormente assumidos e que, se não forem respeitados, penalizarão o Estado e todos nós?
Share:

Mão pesada

A Strawson Ltd foi multada em 30.100 libras por contaminação de parque aquático selvagem com água misturada com disel. Environment Times.
Share:

Bico calado

Share:

sábado, 29 de outubro de 2011

Peixe lobo com três olhos


  • Um adernal da Mata Nacional do Buçaco vai ser reabilitado no âmbito de um projeto a desenvolver nos próximos cinco anos. Lusa/RTP.
  • A Ribeira dos Milagres, em Leiria, sofreu segunda descarga suinícola numa semana, denuncia a Comissão Ambiente e Defesa da Ribeira dos Milagres. CM.
  • A Secundária Jâcome Ratton, em Tomar, tem 12 candeeiros do arquiteto Siza Vieira que custam no mercado mais de 20 mil euros. Foram ali colocados há poucos meses, na sequência da renovação da escola, paga pela Parque Escolar. SolParece que só há problemas de verbas para fotocópias… em algumas escolas.
  • Markting - Publicidade enganosa: EDP suspende página do Facebook para reavaliar estratégia nas redes sociais. Movimento Cidadania Para o Desenvolvimento no Tâmega.
  • Foram instalados 1.204 MW de potência eólica nos EUA durante o terceiro trimestre de 2011, o que representa um aumento de 79% em relação a igual período de 2010. Energìas renovables.
  • Um peixe lobo com três olhos foi capturado num reservatório de Córdoba, Argentina, para onde uma central nuclear bomba água quente. Cientistas estão a investigar se a mutação observada é consequência das radiações. Practical Fishkeeping.
Share:

Bico calado

  • Hoje Dias Loureiro, amanhã DuarteLima. YouTube (1:15).
  • Por trás das grandes fortunas há sempre um crime, Xatoo.
  • RTP Açores é o canal público que menos respeita pluralismo político-partidário. PúblicoPor que será que ninguém fala na RTP-Madeira?
  • Situação começa a ser insustentável para os municípios portugueses, diz Fernando Ruas. PúblicoCorram-nos à pedrada!
Share:

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Natal às escuras na Póvoa de Varzim


  • Câmara da Póvoa de Varzim vai deixar Natal às escuras. Público.
  • A Câmara de Águeda avisou que vai agir legalmente contra os prevaricadores que despejam lixo às portas da cidade. JN.
  • A fábrica de reciclagem de madeira da Sonae, em Knowsley, no norte de Inglaterra, voltará a estar operacional após incêndio de 9 de Junho passado. Let’s Recycle.
  • Ativistas da Greenpeace acorrentaram-se no exterior da sede da Neste Oil em Helsínquia, Finlândia, em protesto contra a produção de biodisel a partir de óleo de palma.  Ends Europe.
  • O procurador geral da Califórnia processou três empresas de água engarrafada por publicidade enganosa por alegarem que a água engarrafada era biodegradável. Huffington Post.
  • O governo peruano demitiu a ministra para os assuntos indígenas após Raquel Fajardo ter reprovado um projeto da gigante argentina Pluspetrol de exploração de gás em território tribos índias incontatáveis. Survival.
Share:

Mão pesada

A GEM Manufacturing, das Virgin Islands, foi multada em 4,5 milhões de dólares por comércio ilegal de coral negro protegido. AFP/Terra Daily.
Share:

Bico calado

Share:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Pode uma cidade ser mais de uns do que de outros?


  • A Comissão de Defesa das Águas da Nazaré está contra a privatização da Águas da Nazaré, já aprovada na Câmara e na Assembleia Municipal. Avança agora com um abaixo-assinado contra a privatização, criticando a autarquia local por não ter cumprido a promessa de não indexar o consumo de água à fatura de resíduos sólidos. Tinta Fresca.
  • Os lucros da EDP Renováveis subiram, nos primeiros 9 meses deste ano, para 63 milhões de euros, o que representa um aumento de 182%. Mas a dívida líquida subiu 598%, ascendendo agora a 3447 milhões de euros, quando se fixava em 2848 milhões no mesmo período de 2010. PúblicoAlguém pode explicar isto melhor?
  • A cidade que é mais de uns do que de outros, por Miguel Barbot in Um pé no Porto e outro no pedal.
  • Petição contra o plano nacional de barragens.
  • A central nuclear de Almaraz II, em Cáceres, a 100 quilómetros de Portugal, parou ontem a produção por causa das altas temperaturas detetadas numa das bombas de refrigeração. Público.
  • 118 países da convenção de Basileia aprovaram a proibição de exportação de resíduos perigosos para países em vias de desenvolvimento. A emenda começará a ser aplicada após a assinatura de mais 17 países. Ambientum.
  • Estudantes do Quénia, do Equador, das Filipinas e da Indonésia venceram prémios das Nações Unidas pela apresentação de projetos ambientais criativos. 
  • Três organizações ambientalistas processaram o governo norte-americano por este ter minimizado os impactos ambientais da construção de um oleoduto para transportar areias de alcatrão do Canadá para o Texas. Reuters.
  • Uma organização de defesa dos direitos dos animais acusa a SeaWorld de escravizar 5 orcas e exige a concessão de direitos constitucionais àqueles animais. Huffington Post.
  • A sua lata vai mudar de vermelho para branco. Tudo para dar uns milhões de dólares a uma organização ambientalista para defender o urso polar. Se isto não é greenwash, então o que é greenwash? Até porque o nosso amigo americano já aprovou concessões de exploração de petróleo à Shell no Ártico e não consta que esteja preocupado com o urso.
Share:

Mão pesada

A Slawson Exploration Co. Inc. foi multada em 12 mil dólares por responsabilidades na morte de aves marinhas em resíduos de petróleo durante trabalhos de extração no North Dakota em Maio passado. Huffington Post.
Share:

Bico calado

  • “O mal de Portugal não é a estafada falta de produtividade, mas sim a produtividade a mais dos que não fazem nada”, escreve o Xatoo a propósito da alegada aposentação e acumulação de Assunção Esteves.
  • Reservas turísticas de portugueses aumentam 33% em Outubro. PúblicoFoi você que disse crise?
  • Ainda há quatro políticos no activo que acumulam pensões de reforma com o vencimento dos cargos que ocupam, e todos na Madeira: os presidentes do Governo e da Assembleia Regionais, Alberto João Jardim e Miguel Mendonça, e os secretários regionais Brasão de Castro e Santos Costa. Público.
  • A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo continua a pagar rendas de edifícios e apartamentos que já não utiliza, nalguns casos há anos. Público.
Share:

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ribeira da Assêca vai ser limpa


  • A Ribeira da Assêca, entre o Pego do Inferno e a Ponte de São Domingos, em Tavira, vai ser limpa e desobstruída. Diário Online.
  • Nunca houvera maçãs tão grandes como este ano em Montalegre!
  • A Inspecção-Geral das Actividades em Saúde está a investigar a descoberta de vestuário confecionado com tecido que contém a inscrição de hospitais portugueses. PúblicoOra vejam como as autoridades brasileiras estão a tratar o mesmo problema.
  • Eu sei que a notícia é velha de um ano, mas nunca é demais recordar: a Águas de Portugal tem cerca de 400 carros topo de gama para uso dos seus quadros superiores. YouTube.
  • O aumento do número de fogos florestais está diretamente relacionado com o despovoamento rural, conclui uma investigação da Universidad Carlos III, de Madrid. Planetsave.
  • O governo escocês acaba de criar um fundo de 35 milhões de libras para investimentos na energia de ondas e de correntes. Click Green.
  • Mais um derrame de petróleo ocorreu na região do delta do Niger. Aconteceu num oleoduto da italiana ENI. AFP/Terra Daily.
  • A BP adquiriu licença para fazer 300 furos para extrair petróleo no Golfo do México, apesar de já haver na região cerca de 28 mil poços abandonados e sem controlo. Food Freedom. Entretanto, a administração Obama concedeu à Shell a licença de exploração de petróleo nos mares de Beaufort e Chukchi, no Ártico. A região é muito sensível em termos de biodiversidade, pelo que muitas organizações de Ambiente e de conservação perfilam-se para apelar à anulação de tal licença.
  • Uma petição foi lançada para relembrar a promessa que Obama fez de reinstalar painéis solares na Cada Branca.
  • 20 milhões de toneladas de resíduos provenientes do tsunami de 11 de Março de 2011 no Japão dirigem-se para o Hawaii, devendo lá chegar dentro de dois anos. Daily Mail.
  • Guardar água da chuva é cada vez mais necessário. Earth TimesQue o diga o Paquistão.
Share:

Mão pesada

Uma autoridade municipal do Perú foi detida por abate e comércio ilegal de árvores.
Share:

Bico calado

  • A revolta contra as mordomias dos políticos, por Daniel Oliveira in Arrastão.
  • “O ministro da Administração Interna teve que usar três-vezes-três a palavra "legal" para justificar a decisão de abdicar do subsídio de alojamento a que, à luz da lei, tem direito, por ter a sua residência oficial em Braga. Quer dizer: lá bem no fundo, Miguel Macedo entende não ter nada que devolver os 1400 euros em causa, mas, como a coisa começava a ganhar foros complicados, cedeu à pressão.” Paulo Ferreira in Um governo de alfacinhas, JN 25out2011.
  • “Um dos clássicos truques dos maus políticos apanhados em situação dúbia é argumentarem terem a lei a seu favor. O ministro Miguel Macedo cedeu à pressão e abdicou do subsídio de deslocação pago pelo Estado. Antes disso, porém, argumentara que a sua residência oficial era em Braga (apesar de em Algés ter um apartamento registado no Tribunal Constitucional como segunda morada), que o direito a este subsídio "existe há muito tempo na lei" e que "a questão colocada não é nova, tem muitos anos". Pedro Tadeu in Miguel Macedo e outros coveiros da Democracia in DN 25out2011.
  • “E que dizer da "satisfação" pela horrorosa morte infligida ao ditador manifestada por governos que ainda há pouco o sabujavam e lhe iam comer à mão (como agora farão com os novos senhores de Trípoli) na mira de uns dólares ou um contrato petrolífero? Quantos desses governos não foram eleitoralmente financiados com o dinheiro sujo de Khadafi ou - como o britânico, que não hesitou em libertar o autor do atentado de Lockerbie, que vitimou centenas de inocentes, em nome dos negócios da BP - teriam motivos para temer o que o ditador pudesse revelar se viesse a ser sujeito a julgamento?” Manuel António Pina in Mãos sujas, JN 25out2011.
Share:

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Peugeot fora de ralis


Share:

Mão pesada

  • A Maurice Lay Distributors Ltd foi multada em 18 mil libras por violação de regras de recolha e reciclagem de embalagens. Environment Times.
  • A Império do Forro de Bolso foi multada em R$ 6 milhões por importação ilegal de lixo hospitalar dos EUA, e a Hamburg Süd , dona do navio que trouxe os dois contentores apreendidos no Porto de Suape com o lixo hospitalar, em R$ 2 milhões.
  • A Petrobras foi multada em R$ 6 milhões por derrame de resíduos poluidores da Refinaria de Duque de Caxias. O Repórter.
Share:

Bico calado

  • Para quem são estes milhões de subsídios de férias e de natal inseridos no OE de 2012? É melhor conferir na 2ª página, Nota 01.01.14. 
  • Há gente que, no mínimo, devia mostrar respeito por alguém que ajudou a reimplantar a liberdade e a democracia em Portugal, sem as quais não poderia ter escrito pelintrices como estas. 
  • O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público manifestou indignação pela falta de juízo crítico da Assembleia da República ao escolher o deputado socialista Ricardo Rodrigues para o Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários. Público. Realmente, quem faz isto
  • O Vaticano e a ditadura global, por Filipe Tourais in O paísdo Burro.
Share:

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Doença mata árvores no Reino Unido


  • Doente oncológico queixa-se de que não consegue dormir descansado por causa do ruído do bar em frente da sua casa. A Câmara de Oliveira de Azeméis diz que está tudo legal, que o doente deve mostrar evidências. CM.
  • Castanheiros, ciprestes, pinheiros e carvalhos estão a morrer no Reino Unido vítimas de fungos produzidos por plantas exóticas importadas, alertam especialistas na matéria. The Guardian.
  • Uma conferência das Nações Unidas recentemente levada a cabo em Cartagena, Colombia, propôs a proibição global da exportação de resíduos perigosos, nomeadamente de computadores e de telemóveis. The Independent.
Share:

Bico calado

  • Ser trafulha é feio, sr. Ministro. Kaos.
  • “É uma vergonha ler-se o que se lê. Em comparação com a Imprensa estrangeira, onde as análises recusam o superficial, exactamente porque são análises, a artigalhada dos nossos articulistas não passa de isso mesmo: artigalhada. Ninguém arrisca dizer que estes senhores que nos governam são mandatários de grupos económicos e ideológicos que não só negligenciam os aspectos sociais dos povos como subestimam o carácter político dos Estados.” Baptista Bastos in A legalidade não significa legitimidadeJNegócios.
  • “Em Portugal há uma elite corrupta que capturou o poder económico e o poder político e que se recusa a pagar impostos e que tem usado a zona franca da Madeira. Esteve lá a Amorim Broker, é uma vergonha, depois do caso BPN, em que o estado português injetou 2,5 mil milhões de euros e que vendeu um banco ao desbarato por 40 milhões de euros, e 4 empresas do grupo SLM e do BPN continuam na zona franca da Madeira a pagar zero de impostos, isto é uma vergonha para as contas públicas nacionais, é uma vergonha, uma afronta aos contribuintes e para as empresas que pagam os seus impostos. A própria Google só paga 5% dos seus impostos à pala das offshores! (…) Isto é uma grande burla legal. A grande corrupção acontece a nível político quando os legisladores fazem leis para benefício próprio (…) há toda uma batota fiscal, legal, que a lei permite, através da qual os legisladores beneficiam determinados grupos económicos em Portugal, como a Jerónimo Martins.  (…) A carga tributária, pelo uso dos offshores, tem estado a ser desviada das grandes empresas para os pequenos contribuintes. Em Portugal estamos a pagar mais impostos porque quem tem dinheiro não paga impostos. Os grandes empresários portugueses têm as suas empresas sediadas em paraísos fiscais e não pagam os impostos devidos em Portugal. Esta é a principal razão pela qual os contribuintes portugueses têm de cobrir os sucessivos buracos que vão aparecendo nas contas públicas. (…) As offshores da Madeira não têm um único trabalhador, não produzem riqueza, não criam desenvolvimento regional como exige o decreto-lei que criou a zona franca da Madeira. (…) A Madeira perde com isto tudo porque 30% da sua população está a viver abaixo do limiar da pobreza. (…) Até mesmo o Vaticano, através do seu banco Ambrosiano, tem fugido aos impostos através da offshore da Madeira.”  João Pedro Martins entrevistado pelo Diário Económico (17:45) E, se houver censura local, ou falta de oferta por alegada falta de procura, a Suite 605 pode ser adquirida aqui.
  • Saiba quantos funcionários trabalham na sua autarquia – infografia do Jornal de Negócios.
  • Breve lista de pequenos nadas da miséria nacional, por Xatoo.
  • O Mestre, por José Diogo Quintela.
Share:

domingo, 23 de outubro de 2011


  • Cerca de 20 mil árvores foram plantadas no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros por centenas de voluntários. RTP.
  • Uma ponte totalmente construída a partir de garrafas plásticas recicladas foi inaugurada em Easter Dawyck, Peeblesshire, no rio Tweed, no País de Gales. DPA.
Share:

Mão pesada

A Williams Recycling e a MWWhite foram, cada uma, multadas em cerca de de 12.000 libras por expportação ilegal de resíduos mistos para a Índia. Environment Times.
Share:

Bico calado

  • “No dia em que um político/decisor público for parar à prisão, o comportamento dos seus pares muda. Até lá, este sentimento de impunidade que todos sentimos vai continuar. Com as consequências que conhecemos: a manutenção do "status quo", que permite tomar decisões que acarretam prejuízos de milhões para o contribuinte.” Camilo Lourenço in Por que grassa a impunidade,  JNegócios 21out2011.
  • O Juízo Universal, por Manuel António Pina in JN 21out2011.
  • O poder foi tomado por um bando de mentirosos, disse Vasco Lourenço citado pelo Público.
Share:

sábado, 22 de outubro de 2011

Movimento Cívico contra poluição das petroquímicas de Sines


  • O Benavente Vila Hotel pediu à autarquia que desligue, durante a noite, o sistema instalado no relógio da torre dos Paços do Concelho. O sistema assinala, de forma sonora, o passar das horas e à meia-noite soam 28 badaladas através do sino ali existente. PúblicoCadé os outros sinos?
  • Alteração da data do 2º Encontro Regional de Voluntariado Ambiental para a Água: Loulé e Portimão – 25 e 26 de novembro 2011. Diário Online.
  • Movimento Cívico contra a Poluição protesta  contra as petroquímicas de Sines. E conta com o apoio da autarquia local que, na sua reunião de 20 de Outubro, considerou, por unanimidade, a situação intolerável. Público.
  • Daniel Campelo, secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, entende que cada concelho deveria ter uma área protegida. PúblicoVamos a isso!
  • Petição Contra o Programa Nacional de Barragens (PNBEPH)
  • Um operário brasileiro do município de São João da Boa Vista, em São Paulo, denunciou a loja onde comprou as suas bermudas, depois de reparar que o tecido do bolso possuía o logótipo de um hospital de Almada, Portugal. PúblicoPois, parece que os gestores de hospitais portugueses aprenderam com os seus homónimos americanos: “A empresa pernambucana Na Intimidade importava lixo hospitalar dos EUA desde 2001 e reciclava-o em roupas de marca Império do Forro de Bolso.”
  • Evo Morales, presidente da Bolívia, disse que vai abandonar o projeto de construção de uma estrada na Amazónia após vários protestos de tribos de índios.
Share:

Bico calado

  • Mais uns tubarões do sistema desmascarados, O Pravda Ilhéu.
  • “O FMI é um clube de credores dominado por meia dúzia de instituições financeiras, à frente das quais a Goldman Sachs, que pretendem manter os países endividados a fim de poderem extorquir deles as suas riquezas e de fazê-lo nas melhores condições, sob a forma de pagamento de juros extorsionários e das privatizações das empresas públicas vendidas sob pressão a preços de saldo, empresas que acabam por cair nas mãos das multinacionais que atuam à sua sombra. Assim, a privatização da água pode cair nas mãos de uma subsidiária da Bechtel, tal como aconteceu em Cochabamba, após a intervenção do FMI na Bolívia.”  Boaventura Sousa Santos in O desenvolvimento do subdesenvolvimento, Visão 20out2011.
Share:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Água começa a faltar


  • Já não é só em Bragança que começa a faltar água. Chegou a vez de Afife.
  • Há branqueamento de informação sobre o Ambiente nos Açores, diz  Diogo Caetano, presidente da associação ecológica, “Amigos dos Açores” em entrevista ao semanário Expresso das Nove.
  • A listeria na meloa já matou 25 pessoas em 12 estados da América. AP/Huffington Post.
  • Uma marcha de índios contra a construção de uma estrada na Amazánia boliviana, que durou mais de dois meses, terminou nesta quarta-feira (19) com um enorme protesto contra o governo de Evo Morales. Globo.
  • O fotógrafo da Greenpeace Daniel Beltra vence prémio de Fotógrafo da Vida Selvagem do Ano.
Share:

Bico calado

  • Ricos já desviaram 200 mil milhões para a Suíça, garante o instituto financeiro alemão Roland Berger. DN.
  • "Cavaco está a tentar demarcar-se da medida mais polémica da sua "família política" (e não quer ser acusado de ter dois pesos e duas medidas)? Se sim, que escolha outra área. Porque nesta não tem moral para falar. Quando primeiro-ministro, não fez nada pela reforma do Estado. Mais: aprovou um modelo de remuneração na Administração Pública que fez disparar a despesa com salários. Por outro lado, esquece-se de dois "pormaiores": 1 - o sector privado é mais lesto a baixar salários do que o Estado (foi assim em crises anteriores e está a ser assim agora); 2 - mais meia hora de trabalho por dia no sector privado equivale a um corte de 7% a 8% no salário. Tanta demagogia para quê?" Camilo Lourenço in A demagogia de Cavaco, JNegócios 20out2011.
  • Figo faz o 12.º ano nas Novas Oportunidades. DN.
Share:

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Fraude no Plano Nacional de barragens


  • Fraude no Plano Nacional de barragens, segundo o Biosfera, RTP2, de 12 de Outubro de 2011: (YouTube 22:42) (1) A EDP, a Iberdrola e a Endesa vão receber anualmente 49 milhões de euros apesar das 10 barragens previstas irem produzir 0% de energia líquida, o que representa 16.000 milhões de euros, um aumento de 10% na fatura de eletricidade nos próximos anos; (2) as barragens compram energia eólica de madrugada, tendencialmente a custo zero, e depois vendem-na ao consumidor a 9,5 cêntimos kW/h; (3) o governo prepara-se para subsidiar os produtores de energia em 20 milhões de euros por megawatt instalado, mesmo que nunca produzam nada, o que representa 49 milhões de euros por ano; (4) 33,4% do valor da fatura elétrica representam apoios recebidos do estado, sendo as energias fósseis as que comem a maior fatia deste bolo; (5) o distrito de Bragança nada lucrou com as duas barragens que já tem, Mirando do Douro nada lucrou, o que recebe nem dá para pagar a iluminação do concelho, por isso não vai lucrar nada com as futuras barragens; (6) as barragens servem acima de tudo para viabilizar a energia eólica; (7) a potência instalada nas barragens já existentes ultrapassa a energia necessária para instalar o sistema de bombagem que dizem que é preciso instalar nas futuras barragens; (8) o caderno de encargos do Plano Nacional de Barragens previa uma certa potência mas depois os valores contratados revelaram-se muito maiores do que os que constam do caderno de encargos, o que significa que as concessionárias não vão produzir mais energia porque, de facto, não precisamos de mais energia; (9) o Plano Nacional de Barragens não passou de uma negociata para sacar o máximo de dinheiro ao estado através do subsídio de garantia de potência.
  • Mendes Bota questiona o governo de Passos-Portas sobre exploração de petróleo e gás natural no Algarve: grande negócio para a espanhola Repsol e para a alemã RWE Dew, com muito poucos benefícios para Portugal, para não falar dos elevados riscos de impactos ambientais. Diário Online.
  • As autarquias de Arouca, Feira, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira e Vale de Cambra vão iniciar a construção de uma estação de tratamento de resíduos de construção e demolição em Ossela, Oliveira de Azeméis. Visão.
  • Amarelar em Tenente Valadim. Vimeo (1:37)
  • A administração Obama acaba de subsidiar em 500 mil dólares a AquaBounty , uma empresa que produz salmão transgénico à beira da falência e sem garantias de recuperação. The Guardian.
  • A empresa pernambucana Na Intimidade importava lixo hospitalar dos EUA desde 2001 e reciclava-o em roupas de marca Império do Forro de Bolso. EcoDebate.
Share:

Mão pesada

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou a Espanha a indemnizar em 15 mil euros um cidadão de Cabo de Palos, Murcia, que há 10 anos suporta o ruído da discoteca situada a 4 metros da sua casa. El País.
Share:

Bico calado

  • “O único dos "25 mais ricos" que pagará a crise é o mais rico deles, o trabalhador Américo Amorim, que irá esfalfar-se mais meia hora por dia sem remuneração (por isso me pareceu vê-lo, de cartaz na mão, no meio dos "indignados"). Felizmente emprega na sua Corticeira 3 300 outros trabalhadores, que irão dar-lhe 1 650 horas diárias de trabalho gratuito, equivalentes a 206 trabalhadores de borla. Poderá assim despedir 206 dos que não se contentam com ter trabalho e ainda querem salário.”  Manuel António Pina in Não havia novo governo? JN 18out2011.
  • O Presidente do Conselho de Administração dos CTT, Estanislau Mata da Costa, recebia dois ordenados, diz o Sol citando a Inspeção Geral de Finanças. É por esta e por outras que os juros dos aforros andam a encolher…
  • Universidades apertam o cerco às praxes e admitem instaurar processos disciplinares. PúblicoNão será este ataque às praxes um ensaio para futuros ataques às associações de estudantes? Acho que já vi esse filme algures…
  • Pecados e falta de memória, por Vaz de Carvalho in ODiário.
  • Militar afronta polícias que maltratavam manifestantes em Nova Iorque. Youtube (5:32)
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue