Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

  • Ambiente Ondas3

    Notícias sobre Ambiente. Sem patrocínios privados ou estatais. Desde janeiro de 2004.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Negócio do carbono vai mal


Ribeira de Silvalde, Espinho.
  • O desabamento na CREL já era previsível. A Brisa, concessionária da A9/CREL, pediu a intervenção da Câmara da Amadora em 2004, 2005 e 2007, no aterro que estará na origem da derrocada de toneladas de terras para as faixas de rodagem. E a autarquia alertou o proprietário dos terrenos. Se não desconfiasse de que esta é uma estória muito mal contada, apetecer-me-ia dizer que estamos perante mais um caso de "Portugal no seu melhor". Eheheheheheheheheheheheheheheeh. Por favor, expliquem-me que eu não percebo. O tipo terá sido expropriado para que a CREL fosse construída. Tê-lo-á sido por baixo preço porque quando se trata de interesse público invoca-se a Pátria e o bem da Nação. A Brisa cobra por cada carro que por lá passa mas, que se saiba, não partilha os lucros com o tal proprietário. Agora que as chuvas fizeram o que toda a gente viu, querem obrigar o proprietário dos terrenos onde se deu a quebrada a arcar com responsabilidades!? Então, porque estão a dar ouvidos ao chorinho dos agricultores do Oeste que viram as suas estufas dizimadas? Façam aos agricultores do Oeste  o que a Brisa e a Câmara da Amadora: estão a fazer ao proprietário do terreno que desabou: não lhes dêem subsídios a fundo perdido, mandem-nos assumir responsabilidades!
  • O fiasco da cimeira climática de Copenhagen pode contribuir para aumento da violência, corrupção e especulação fundiária em áreas de floresta, alerta a RRI. Tudo porque foram anunciados 3.5 mil milhões de dólares para projetos do tipo Redd (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação florestal) e a indefinição da conferência quanto à regulamentação formal dessas iniciativas - basicamente, uma compensação financeira para preservação de florestas- vai aumentar a pressão sobre áreas verdes. O carbono contido nas árvores elevará o valor de áreas florestadas e despertaria o interesse de pela posse dessas terras, provocando conflitos. Ambiente Brasil.
  • Os bancos e os investidores estão a sair do mercado de carbono na sequência do falhanço do acordo para os limites de emissões em Copenhagen, admitem empresas como a Norton Rose e a EcoSecurities. Tudo porque a recessão provou umaredução nas emissões e, consequentemente, há menos projectos ditos limpos para financiar. Também por isso o preço dos créditos de carbono baixaram. The Guardian. Que irá fazer a nossa Ecotrader?
  • A H&M, a C&A e outras marcas andaram a vender artigos de algodão da Índia com rótulo “orgânico”. Só que o algodão rotulado de orgânico estava, de facto, contaminado com algodão transgénico.
Share:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Energia de osmose


Os Irmãos Cavaco estão a instalar o seu estaleiro junto do esporão de Silvalde. É para o reforçar? É para prolongar o passeio da beira-mar? Ninguém sabe. No local não há placas de informação, o site da autarquia nada diz, como também nada dizem os media locais. A liderança da autarquia mudou mas o estilo da coisa pública parece o mesmo. Dir-se-ia que o pianista mudou mas o piano é o mesmo. Oxalá esteja enganado.
  • Energia de osmose, um segredo há muito guadado guardado, mas revelado e explicado de maneira muito clpara pelo Professor Henrique Sousa, aqui. A norueguesa Stakraft lidera, há vários anos, um projecto para aproveitamento industrial da energia osmótica salina que entrou em funcionamento em Novembro do ano passado. O potencial mundial de geração de energia osmótica salina está estimado em 2,6 Terawatt pela Statkraft, ou seja o equivalente a umas 1000 centrais nucleares. Assim percebe-se muito melhor por que razão esta tecnologia não é badalada...
  • A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar dos Açores adjudicou à Varela & C.ª, Lda., uma operação de limpeza e descontaminação do solo no caminho de acesso a Norte da Reserva Florestal de Recreio do Pinhal da Paz, na ilha de São Miguel, A contaminação foi provocada pelo derrame de hidrocarbonetos a partir de bidões contendo óleos minerais.
  • Recolha de resíduos porta a porta é cara e atreita à fraude, afirmou o secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa. JN.
  • Uma barcaça colidiu com um petroleito cheio de crude a caminho da refinaria da Exxon Mobil em Beaumont, Texas, a norte de Port Arthur. Calcula-se que 450.000 galões de crude terão sido derramados. Reuters.
Share:

Bico calado

A história do Haiti é a história do racismo, por Eduardo Galeano. Ecodebate.
Share:

sábado, 23 de janeiro de 2010

Lixeiras na mira da Câmara de Águeda


  • A Câmara de Águeda está a fazer uma razia às lixeiras clandestinas que proliferam no concelho e promete fiscalização mais apertada aos prevaricadores. Diário de Aveiro.
  • Gabinete de arquitectura do Reino Unido ganha concurso para ponte pedonal entre o Rossio e o Alboi, em Aveiro. Público.
  • O Reino Unido desperdiçou 1.2 milhão de milhões em energia para aquecer as casas e escritórios durante a recente vaga de frio. BusinessGreen.
  • A barragem das Três Gargantas pode obrigar mais 300.000 pessoas a ser deslocalizadas devido a riscos de desabamentos e poluição de água.
  • O Grupo GDF Suez está na web entre os mais irresponsáveis do mundo. Altino Machado, Blog da Amazónia.
Share:

Mão pesada

Share:

Bico calado

  • "Eu não entendo bem o que é o problema da falta de estacionamento que alegadamente existe em Lisboa. Como mostrou e muito bem o Carlos Medina Ribeiro Lisboa não tem falta de estacionamento, os lisboetas é que têm falta de vontade de pagar por ele." Menos um Carro.
  • Universidade Aberta abre inscrições para curso de 52 h/2ECTS sobre Nova Norma Ortográfica da Língua Portuguesa. ProfBlog. 52h é obra. Presumo que os senhores professores irão fazer cópias, ditados, glossários, exercícios de preenchimento de espaços, etc, etc. Tudo sob a batuta de um mestre ou doutor devidamente credenciado. Tudo com o mui moderno e colorido apoio do quadro interactivo e do omnipresente powerpoint. A coisa não é para menos. Não os imagino a cogitar sobre os étimos das palavras e sua evolução,  porque o latim era uma disciplina mais chata que a potassa e, por isso, há muito que foi enterrada e bem enterrada. Será por isso que, infelizmente, muito boa gente anda a escrever cada vez pior. Mas, quanto a este curso: todos beneficiam, minha gente. Primeiro, os professores, porque precisam de créditos para poderem progredir na carreira. Depois, os formadores, os mestres, os doutores, os especialistas do eduquês, as agências de formação, as assessorias nas principais capitais europeias, os serviços de apoio e as horas extraordinárias devidamente facturadas. Durante a minha infância e juventude tive o prazer de digerir alguma alteração ortográfica, muito embora não tão extensiva e sistémica como a que está em vias de ser aplicada. Aprendi as novas ortografias repetindo oralmente, escrevendo várias vezes as novas palavras. Aliás toda a minha geração aprendeu assim, como aliás as gerações anteriores. Parece que as gerações anteriores sabiam exercitar muito mais o conceito de autonomia do que as actuais, apesar de nessa altura conceitos como autonomia não serem comuns. Quem diria que, para aprender a escrever uma palavra de maneira diferente, seriam precisas acções de formação de 52 horas! E, sublinhe-se, com relatórios e avaliações. É por esta e por outras que os leigos na matéria, exteriores ao sistema educativo mas que julgam conhecê-lo por nele terem sido meros alunos, é por isso que eles se sentem no direito de falar tão mal do actual sistema de ensino, é por isso que se vilipendia os seus profissionais. É por isso, po causa de tretas como esta. Ah, Padre António Vieira, vem cá baixo ver isto!
  • "Praticamente, tudo isto é tralha eduquesa e tanga curricular sem qualquer utilidade pedagógica." Ramiro Marques in Nas escolas privadas, os docentes só ensinam. A burocracia é feita pelos administrativos, ProfBlog.
  • Hillary Clinton. “As leis normais serão aplicadas, o que significa que os EUA não aceitarão os haitianos que tentarem chegar à nossa costa”, avisou. “Verão proibida a entrada e serão repatriados.” Para os que não respeitarem o aviso, o destino mais provável será Guantánamo. Público.
Share:

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

França lança lamas no alto mar

 
La Trinité-sur-Mer. Fonte.
  • Como é difícil instalar paineis solares num bairro social do Porto!
  • Vencedores dos prémios Rock in Rio Escolar Solar 2010.
  • O processo de licitação do lixo de Floripa, em Santa Catarina, Brasil, foi suspenso, alegando o tribunal que apenas uma empresa tinha capacidade técnica para assumir os compromissos exigidos. A decisão cheira a frete para beneficiar a actual empresa que trata os resíduos da Grande Florianópolis, a mesma que está sob investigação da Polícia Federal e cujos directores foram presos no âmbito da mediática Operação Dríade3, no final de 2008. Ecodebate.
  • A França anda a despejar em alto mar lamas e sedimentos provenientes de dragagens do porto de  La Trinité-sur-Mer, na Bretanha, sendo que esses resíduos contém substâncias tóxicas. FNE.
  • Putin está a ser duramente criticado por ter permitido a reabertura de uma fábrica de papel no lago Baikal, considerado os Galápagos da Rússia e inserido na lista do Património Mundial da Unesco. Terra Daily.
  • O veneno do escorpião amarelo israelita contém neurotoxinas muito eficazes no extermínio de gafanhotos mas inócuas em relação a abelhas. GreenBio.
Share:

Bico calado

Share:

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Já temos corretora de carbono!

 
Carneiro pastando em terreno de Anta, Espinho.
  • O activista ambiental que está a dar a volta ao mundo num autocarro movido a biocombustível foi detido durante 2 semanas na Índia suspeito de acto terrorista: posse de telefone de satélite sem licença. The Washington Post.
  • Resíduos do crude do famigerado Exxon Valdez ainda existem no Prince William Sound mais de 20 anos após a catástrofe. Tudo se deve, diz um investigador, ao facto do crude estar a ser retido entre duas camadas de pedras de tamanhos diferentes. AP/MSNBC.
  • O Banif e a Fomentinvest vão lançar a Ecotrader, a primeira corretora de carbono portuguesa, detida em partes iguais pelas duas entidades e que será presidida por Ângelo Correia. Público.

Ainda aqui, por enquanto...


Share:

Reflexão

Convém ler o que Peter Hallard escreve sobre o Haiti no Guardian de 13 de Janeiro: Como se não bastasse a longa saga de terramotos que têm afligido o Haiti desde que o primeiro foi registado em 1770, a famigerada pobreza do país agudiza esta desgraça. Aliás a pobreza do país tem sido mantida e reforçada desde que foi invadido e ocupado pelos EUA em 1915, e todas as tentativas de sacudir o jugo têm sido devidamente contidas e reprimidas. Por isso milhões vivem em extrema pobreza em bairros de lata à volta da capital, onde se regista o maior número de vítimas mortais dosismo. Desde o golpe de estado de 2004 a ajuda da comunidade internacional tem sido meramente militar e tudo tem sido feito para impedir a transferência dos investimentos para melhorar, por exemplo, as péssimas infraestruturas de água e saneamento.
Share:

Bico calado

  • "Ou vende por 1.35€ ou será expropriado". É assim que os abutres actuam...
  • Fogo em fritadeira causa alvoroço em esplanada no centro do Funchal. RTP. Tudo porque as palhaçadas do Alberto joão deixaram de causar impacto tal a sua vulgarização.
  • FBI fabrica cara envelhecida de Bin Laden a partir de fotografia de Gaspar Llamazares, ex lider da Esquerda Unida espanhola. BBC.
Share:

sábado, 16 de janeiro de 2010

Água mais cara que cerveja



[Por enquanto, ainda aqui]
  • O preço da cerveja na Alemanha caiu a pique no início do ano, devido à quebra no consumo, e em alguns casos, abaixo do preço da água mineral. JN. Isto acontece porque o sistema é estúpido.
  • A energia nuclear francesa é alimentada em grande parte pelo urânio do Niger. AllAfrica.
  • Capacetes azuis das NU plantam árvores no sul do Líbano. UN.
  • A instalação de novos empreendimentos na Amazónia gerou consequências trágicas e irreversíveis para os povos indígenas da região, revela um relatório da ONU. Embora o relatório não cite a construção das hidroelétricas de Jirau e de Santo Antônio, em Porto Velho, alerta que há relatos de índios isolados vivendo na região, que estão sendo dizimados por doenças como malária, pneumonia e varíola. Rebia.
  • A China usa mais 40% de fertilizantes do que o necessário para a agricultura, revela um estudo da School of Agricultural Economics and Rural Development da Renmin University e da Greenpeace. Reuters.
Share:

Bico calado

  • EDP, PT, BES, AXA e Carris são as empresas mais sustentáveis de Portugal. Público. O BES eu sei porquê. Os outros, imagino.
  • Chega de saudades, por Pedro Menzes, in O Eco.
  • Se o Haiti fosse um banco. Cartoon de Steve Bell, no Guardian.
  • Haiti: tragédia, demagogia e roubo, por Renato Teixeira, in 5Dias.
  • Morreram do frio que entrou pelas janelas partidas. Público. E eu que quando comecei a ler pensava que tinha sido por causa da gripe A. Não me digam que querem organizar um peditório para os ajudar a compor as janelas, que é para a gente que lá vai, enviada pelos autarcas portugueses, para fazer operações aos olhos, ter mais conforto.
  • "A gripe A foi, realmente, uma pandemia? Ou apenas um monumental exagero que resultou numa choruda benesse às indústrias farmacêuticas na ordem dos cinco mil milhões de euros?" Pedro Ivo Carvalho in A Pandemia, JN 15Jan2010.
  • “Diz despudoradamente Salgueiro que os governos "deram menos aos portugueses do que estes gostariam". É fácil imaginar de que portugueses fala.” Manuel António Pina, in Eles têm a solução, JN 15Jan2010.
  • “O nosso "derrotismo" generalizou-se quando nos apercebemos de que quem pagava as favas eram sempre os mesmos. E que não há dinheiro para nada a não ser para salvar bancos. As iniquidades são ultrajantes. As injustiças, imperdoáveis. O "derrotismo" português resulta das derrotas constantes, dos vexames insuportáveis, das humilhações inomináveis a que somos submetidos por uma classe dirigente desprovida de sentido de honra e calafetada no interior dos seus interesses. O poder está lá para premiar quem é dócil, para promover quem é submisso. O "derrotismo" nasce das desproporções. E viceja quando morreram os motivos das grandes exaltações cívicas.” Baptista Bastos in O protesto e a dissidência, JNegócios 15Jan2010.
  • Aluno mais velho da UAç completou 90 anos. DA.
Share:

Mão pesada

A Watton Produce Company Limited foi multada em cerca de 10.000 libras por contaminação do rio Thet com efluentes não tratados, e a Buckingham Group Contracting Limited em mais de 10.000 libras por descarga de águas poluídas na ribeira de Caulwell e no rio Maun.
Share:

Agenda

12-15 Fevereiro, Covão d´Ametade, Serra da Estrela: Encontro com a Montanha - Caminhada de Montanha - Escalada em Rocha/Gelo - Desafio Fotográfico. Via Cântaro Zangado.
Share:

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Mais renováveis não querem dizer mais eficiência


Foto: Irish Aid.
  • O abastecimento de água a Évora foi cortado depois de ter sido detectado um excesso de metais, como o alumínio, na água da barragem de Monte Novo que abastece a rede da cidade alentejana. Apesar da retoma do abastecimento público à cidade, a qualidade da água pode voltar a deteriorar-se, devido à actual instabilidade meteorológica, alertou a autarquia. Francisco Ferreira, da Quercus, veio, entretanto, levantar a hipótese de que a origem esteja no tratamento, já que para tratar a água é necessário utilizar sulfato de alumínio, que deverá ter sido colocado em demasia para limpar o excesso de sujidade da água decorrente das enxurradas. Não fora o esclarecimento da Quercus e, pela notícia e doutas palavras de autarcas, repetidas em tudo o que é media, teríamos ficado com a impressão de que a culpa tinha sido da chuva a mais, que, qual terrorista disfarçada, viera carregada de alumínio para, quiçá, envenenar milhares de vítimas inocentes. Aliás, como muito bem lembra o Público, há cerca de 20 anos, em 1993, 23 doentes da Unidade de Hemodiálise do Hospital Distrital de Évora morreram devido ao excesso de alumínio na água. Abílio Fernandes, na altura presidente da Câmara, atribuíra a culpa, entre outros factores, à seca.
  • As indústrias do plástico, vidro e papel  pediram ao ministério do Ambiente para fazer baixar od preços da retoma e da triagem de resíduos urbanos. JNegócios.
  • De que serve Portugal ser campeão das renováveis se não consegue ou não sabe o que fazer para melhorar a sua eficiência energética?
  • A Martifer Solar vai instalar 2 parques de energia solar nas ilhas do Sal e Santiago, em Cabo Verde. Africa21.
  • Um decreto aprovado pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral está a gerar polémica acerca de eventuais responsabilidades pela tragédia ocorrida em Angra dos Reis, quando deslizamentos mataram pelo menos 50 pessoas no município. É que o decreto nº 41.921/09 autoriza a construção em áreas não edificáveis da Área de Proteção Ambiental de Tamoios. De nada valeram as críticas dos ambientalistas, até acontecer a tragédia.
Share:

Mão pesada

A Great Western Wine Company, de Bath, foi multada em 35.000 libras por violar regras de recolha e reciclagem de embalagens.
Share:

Bico calado

  • As ajudas dadas à banca para enfrentar a crise financeira renderam ao Estado francês dois mil milhões de euros, em juros,  valor que será utilizado em medidas sociais e necessidades para o futuro. JNegócios. Em Portugal reina a pelintrice porque nada disto acontece, presumindo-se que o sistema é o mesmo.
  • "Tanto o eng.º Sócrates como o dr. Cavaco são criaturas deterioradas pela rotina de quem se plagia a si próprio. Dizem, há anos, as mesmas coisas." Baptista Bastos em Os discursos do vazio, DN 6Jan2010.
  • Centro Multimeios de Espinho corre o risco de fechar devido ao não reconhecimento da Fundação Navegar, que gere a sua actividade, pelo Conselho de Ministros, que considera que a instituição está ilegal desde a sua criação em Julho de 2000. RTP. É extraordinário a cidade de Espinho mediatizar-se por causa desta palhaçada montada por um todo-poderoso presidente que durante 16 anos controlou Espinho e secou tudo em seu redor. Ainda por cima o nome da cidade não aparece bem escrito. Por todo o lado Espinho aparece escrito como ESPINHOS. Este copicola (os meus amigos anglo-saxónicos chamam-lhe copy paste) está a dar cabo de mim.
Share:

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Mar trabalha para o Polis [AINDA NO SAPO]



Porque hoje é dia de reis.

  • A Direcção Regional de Educação do Norte vai pagar a ligação dos esgotos da EB2-3 de Arrifana, Santa Maria da Feira, à rede pública. KaskaDesKaska. Corja de pelintras, de empatas e de calaceiros que tanto tempo se marimbaram para as crianças, professores e funcionários sujeitos a sabe-se lá o quê. Bem hajam Os Verdes por terem, com a sua pressão junto do Ministério da Educação e da Saúde, resolvido o problema e acelerado a solução. Não há palavras para descrever tão vesga atitude desta autarquia que, para além de permitir irregularidades dentro do seu próprio concelho, também as exporta para concelhos vizinhos. Por exemplo, é de lá que vem a maior parte da poluição que contamina a Ribeira de Rio Maior que desagua na Barrinha de Esmoriz.
  • A força do mar destruiu quatro casas na Ilha da Fuseta, Ria Formosa, antecipando as demolições previstas ao abrigo do programa Polis, que podem acontecer ainda este ano. Público. Porreiro, pá. Poder-se-á aplicar o dinheiro poupado noutras coisas de interesse público?
  • Há esgotos a contaminar as águas do Tejo em Aranjuez, denunciam os Ecologistas en Acción. El Mundo. Tudo por causa do mau funcionamento da ETAR de Raso de la Estrella, junt odo Palacio Real.
  • Em Swansea, no sul do País de Gales, pensionistas compram livros por meia dúzia de pence em lojas de caridade e queima-nos para se aquecerem. The Guardian.
  • A AREVA confirma os elevados níveis de radiação registados em ruas de Akokan, Niger, perto das minas de urânio daquela empresa francesa e que em devido tempo foram denunciados pela Greenpeace.
  • John Hantz, um milionário de Detroit, pensa que a agricultura pode travar a desertificação de um cidade outrora rainha do automóvel. CNN.
Share:

Bico calado

  • Big Brother toma conta do Ambiente?
  • Friednly Fire, por Renato Teixeira, 5Dias.
  • Quanto custa meia maratona na Figueira da Foz? O João Vaz, de O Ambiente na Figueira da Foz, sabe e diz.
  • Câmara de Odivelas arquiva processo de vereador apanhado com excesso de álcool na A9. Público.
Share:

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

EXPERIÊNCIA (ONDAS3 ainda no SAPO) Temporais erodem costa


Há quem tome decisões nas vésperas ou no início de um novo ano. Os proprietários desta casa na rua 2, na frente marítima de Espinho, querem vendê-la na esperança de boa facturação à pála do empreendimento que vai ocupar o espaço do actual campo da bola com nome de comendador, mesmo atrás. Ter-se-ão esquecido de tomar uma decisão fundamental e que ajuda a criar uma boa imagem: a de usar a língua portuguesa de forma correcta.
  • Temporais recentes acentuam erosão costeira, particularmente em Ovar. Ondas e Ventania. Aliás, o avanço do mar tem obrigado a autarquia de Gaia a recuar passadiços entre Granja e Espinho.
  • "Nos Açores, os investimentos ao nível da conservação da natureza foram especialmente focados na sua valorização enquanto recurso turístico, em detrimento do seu valor intrínseco natural e até da sua ligação à comunidade local", afirma Diogo Caetano, presidente da Associação Ecológica Amigos dos Açores. RTP.
  • A Shell vai ser julgada na Holanda por alegadas responsabilidades na contaminação de terrenos agrícolas na Nigéria. Radio Netherland.
  • A Rússia vai continuar a desenvolver armas nucleares. "Apesar de estarmos a preparar a assinatura de um tratado de não proliferação de armas nucleares com os EUA, vamos continua a desenvolvê-las porque sem elas não podemos defender o nosso país, diz o presidente Dmitry Medvedev. People's Daily Online.
  • Um incêndio num laboratório da central nuclear de Bhabha, nos arredores de Mumbai, matou 2 investigadores. Nenhum reactor foi afectado nem se registou fuga de radioactividade, dizem os responsáveis. San Francisco Chronicle.
Share:

Bico calado

  • Roubada cerca de uma tonelada de pedra ornamental das rotundas da Mealhada. Público. A Câmara de Penafiel que se ponha a pau. É que tem uma montanha de granito numa rotunda logo à saída para Paredes. Ou então, façam como a Câmara de Setúbal.
  • A bolsa portuguesa fechou 2009 com a maior valorização anual dos últimos 12 anos. JNegócios.
  • “Em contrapartida, os bancos têm oceanos de dinheiro, lucros sumptuosos; os restaurantes, as cervejarias estão repletos; viaja-se para o fim-do-ano no estrangeiro até ao esgotar dos bilhetes; nunca como na semana do Natal se gastou tanto dinheiro, sonante e em plástico; os «vencimentos» dos «gestores» atingem níveis de espanto; o Estado, para manter não se sabe bem o quê, porque os assuntos não nos são explicados, entrega milhões de milhões a bancos rotos pela fraude e pela vigarice; milhares de vigarizados num outro banco não beneficiam da mesma generosidade, e a Polícia entre em violência quando exigem a devolução do seu rico dinheirinho.”  Baptista Bastos, em O futuro ao virar da esquina, JNegócios.
  • Um não-balanço, de Manuel António Pina, JN 31Dez2009.
Share:

Translate

Pesquisar no Ambiente Ondas3

Património

O passado do Ambiente Ondas3

Ver aqui.

Amig@s do Ambiente Ondas3

Etiquetas

Arquivo do blogue